gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 17 de maio de 2017

EHF – Tribunal Arbitral – Nomeações

PORTUGAL REPRESENTADO NO TRIBUNAL ARBITRAL DA EHF
Segundo informa a FAP, no seu Portal.

Foram nomeados apara o Tribunal Arbitral da EHF, José Manuel Costa, e Nuno Guerra, como membros (árbitros) deste órgão onde Portugal estará representado pela primeira vez. Aos nomeados endereçamos desde já os nossos parabéns, assim como a quem trabalhou nos bastidores apara conseguir obter esta honrosa nomeação.

Estes elementos foram nomeados como árbitros do Tribunal Arbitral e não como membros conforme a informação da FAP, e se conforme se pode confirmar no site prótio da respectiva entidade, onde se publica a lista de todos os Árbitros do ECA (Tribunal Arbitral da EHF), ver este Link. Contudo não se retira qualquer mérito a esta nomeação, no entanto para conhecimento geral, se informa de que o Tribunal Arbitral apenas é composto por um Presidente (Francesco Purromuto – Itália), e dois Vice-Presidentes (Jacques Bettenfeld – França, e Bogadan Sojkin – Polónia), e Portugal já esteve representado nas instâncias Jurídicas e de Justiça da EHF, ao mais alto nível, como por exemplo através Rui Coelho, não sendo portanto a primeira vez que Portugal está representado nestas instâncias.

Sem tirar qualquer mérito aos nomeados, e apenas temos de lhes agradecer a sua disponibilidade, apenas perguntamos, se no seu vasto curriculum, publicado no Portal da FAP, qual a sua ligação com a modalidade?

O Banhadas Andebol

6 comentários:

Anónimo disse...

Manuel Costa e Nuno Guerra nunca tiveram qualquer ligação ao andebol.
Muito se brinca nestas instâncias!

Anónimo disse...

è uma questão bem colocada, não haveria ninguém com prestigio e com passado na modalidade.

Anónimo disse...

Não têm ligação ao andebol? O Nuno Guerra foi campeão europeu por Portugal em 1992, na selecão juvenil que conquistou o título mais importante do andebol português.

Por isso, informem-se antes de mandarem bocas.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 00:17, acredito que tenha razão, eu sinceramente não sei, mas a ser verdade, vergonha deveria ser da federação que no texto de divulgação da noticia, nem sequer refere essa situação.

Anónimo disse...

Sim senhor o Nuno Guerra fez parte da equipa juvenil de 92, juntamente com Rui Nunes, Marco Tonicher e outros e é actualmente o presidente do Conselho de Disciplina da Associação de Aveiro, mas infelizmente a Federação na sua noticia omitiu tudo, não se compreende.

Anónimo disse...

Retifico o teimoso de muitos anos. A seleção de 1992 é juniores, e, não de juvenis. Nessa data a EHF e IHF não tinham escalão de juvenis.
Fernando Silva
Ps. Nuno Guerra e Danilo dois defesas de corpo inteiro