gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Andebol 4ll – Europeu 2016 - III

2.º TORNEIO EUROPEU DE ANDEBOL
EM
CADEIRA DE RODAS
NA SUÉCIA 

Conforme temos vindo a noticiar, vai disputar-se de 7 a 8 de, O Europeu de Andebol em Cadeira de Rodas, na cidade sueca de Solvesborg, este Europeu vem no seguimento e do êxito do Torneio Internacional que se disputou em 2015 na Áustria e onde Portugal esteve devidamente representado.

Sendo Portugal um dos participantes.

Segundo noticia inserta no sítio da Federação, vai realizar-se o último estágio de preparação da Selecção Nacional, que terá lugar em 3 de Dezembro no Pavilhão da ESSE de Setúbal. Tendo o Seleccionador Nacional divulgado a lista dos dez (10) atletas convocados pra este estágio fina, e para a prova.

Lista dos convocados, sem comentários:
Calendário da Prova
Dia 07-12-16
Holanda – Suécia (13H00)
Portugal – Itália (14H00)
Itália – Holanda (16H00)
Suécia – Portugal (17H00
Dia 08-12-16
Holanda – Portugal (09H00)
Suécia – Itália (10H00)
3/4 Lugar (13H00)
Final (14H00)

Chefia a comitiva Leonor Mallozi, sendo Seleccionador Nacional conforme já referimos Danilo Ferreira.

O Noticias

Torneios de Seleções Regionais (Masculinos e Femininos) - II

Conforme anteriormente referido a Federação reativou as provas de Selecções Regionais, quer em Masculinos, quer em femininos, provas que antigamente eram designadas por PO30 e PO31, mas com novo formato (que no caso dos femininos consideramos completamente negativo) designações que iremos utilizar no Futuro para designar as mesmas. Hoje iremos abordar a prova feminina, mantendo a introdução de abordagem que fizemos para o masculino.

Apenas voltamos a referir que se não se registarem candidaturas á organização das diversas Fases, cada Associação será responsável pela sua Seleção, com excepão das Selecções das Regiões Autónomas, que será da responsabilidade da Federação.

PO31 – Torneio Seleções Regionais Femininas - Prova destinada a atletas nascidos em 2002 e 2003.

Participam em princípio – Algarve, Aveiro/Viseu, Braga, Leiria, Lisboa, Madeira, Porto, num total de 8 Associações, embora sejam apenas 7 equipas pois duas Associações formam equipa única, número que consideramos bastante escasso.

Felizmente nesta prova não existem equipas aceites a título excepcional pela FAP. Mas continuamos sem saber quais os critérios estabelecidos opara as equipas serem aceitas na competição.

Sistema competitivo.

A Prova será dividida em 2 fases:

1.ª Fase – 2 Zonas (1 zonas com 4 equipas e 1 zonas 3 equipas), jogando no sistema de TxT a 1 volta, apurando-se o 1.º e 2.º Classificados de cada zona para a Fase Final,

Zona 1 – n.º 1 Braga, n.º 2 Porto, n.º 3 Aveiro/Viseu;
Zona 2 – n.º 1 Lisboa, n.º 2 Leiria, n.º 3 Madeira, n.º 4 Algarve.

Na nossa opinião zonas constituídas para minimizar custos, mas mesmo assim haverá zonas que são bastante dispendiosas, como por exemplo a zona 2.

Segundo entendemos esta Fase será disputa em 11 e 12-02-17, o que dará origem a 2 concentrações.

Fase Final – Participam as 4 equipas apuradas na 1.ª Fase, jogando TxT a 1 volta.

Esta Fase será disputa em 13 e 14-05-17, o que dará origem a 1 concentração.

A prova dará origem a um total de apenas 3 concentrações, o que consideramos muito pouco, e poder-se-á perguntar se irá haver candidaturas para todas? Duvidamos, e neste caso, o local será sorteado, com os pavilhões a serem da responsabilidade da Associação sorteada, mas alimentação da responsabilidade de cada participante, e nós perguntamos e o alojamento se houver necessidade do mesmo de quem é a responsabilidade?

Como nota final diremos que a FAP considera a possibilidade de os jogos da 1.ª Fase as fases serem disputados num só dia, sistema do qual discordamos em absoluto, pois torna a mesma uma prova feita por favor e economicista e não uma competição para desenvolvimento e implementação da modalidade, nestes termos provavelmente o mais sensato (na nossa opinião), em vez de se fazerem deslocações de centenas de Km’s, Massi valia fazerem-se concentrações regionais, para observação, e desenvolvimento envolvendo os clubes das respectivas Associações.

O Formador

Sorteios – Época 2016 / 2017 - V

A Federação anunciou através do seu Comunicado Oficial n.º 35 da época 2016 / 2017 em 28-11-16, a data da realização do sorteios relativos ás próximas eliminatórias das Taça de Portugal Seniores Femininos, e Masculinos.

PO.23 – Taça de Portugal Seniores Femininos
1/4 Final - Sorteio dia 13-12-2016 pelas 16H45
Os Jogos previsivelmente realizar-se-ão em 01-04-17 (O CO Da FAP, não indica a data como o faz normalmente, a mesma consta no CO N.º 19 desta Época

PO.20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos
1/8 Final - Sorteio dia 13-12-2016 pelas 17H00
Os Jogos previsivelmente realizar-se-ão em 28-01-17 (O CO Da FAP, não indica a data como o faz normalmente, a mesma consta no CO N.º 18 desta Época.

Desta vez a notícia, já teve mais relevo, embora continue a ser uma notícia um pouco “escondida”, quando publicada no sítio da Federação.

O Noticias

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 07 – 2016 / 2017 - VI

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04,

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
7.ª Jornada
Dia 01-12-16
AA Avanca - CD Feirense (12H00)
Dia 13-12-16
FC Porto – ABC (20H30)
8.ª Jornada
27-11-16
CD Feirense 27 - 37 Águas Santos
AA Avanca 33 - 36 FC Porto
ABC 35 - 24 Académico FC
GC Santo Tirso 27 - 29 Boavista FC
Ismai 34 - 32 Xico Andebol

Jornada, onde apenas um encontro teve ocorrências disciplinares registadas, e disputa pelos lugares apuramento se encontra bastante equilibrada, e foi uma jornada onde várias equipas tiveram 10 jogadores a marcarem golos, o que se saúda. Um dos encontros mais equilibrado da jornada foi o AA Avanca / FC Porto, com a equipa da Artística a apresentar nos juniores um cubano (não somos contra a utilização de bons estrageiros, mas interrogamo-nos e o que é feito dos portugueses), foi um encontro equilibrado com o FC Porto a vencer já ao intervalo por 18-16, e a manter-se na corrida ao apuramento para a Fase Final, a AA Avanca com 10 jogadores a marcarem golos, teve em Reinier Dranquet com 9 golos, e Paulo Moreira com 7golos os seus melhores marcadores. P FC Porto que também teve 10 jogadores a marcarem golos, com Ruben Santos e Gonçalo Ferreira ambos com 6 golos cada os seus melhores marcadores. Em Braga o ABC, uma equipa em franca recuperação, e que ainda pode discutir o apuramento para a Fase Final, recebeu o Académico FC (jogo com ocorrências disciplinares), que apenas equilibrou o encontro durante alguns minutos do 1.º tempo, pois ao intervalo já o resultado se cifrava em 18-10 a favor dos bracarenses, que confirmou a sua superioridade no segundo tempo, terminando como claro vencedor. O ABC com 19 atletas a marcarem golos, teve em Francisco Silva com 9 golos e em Gonçalo Areias com 6 golos, os seus principais marcadores, no Académico FC, que também teve 10 atletas a concretizarem golos, onde Gonçalo Meireles com 7 golos, e Tomas Lopes com 5 golos foram os seus melhores marcadores. Em Santo Tirso a equipa do GC recebeu o Boavista FC, realizando um jogo de grande equilíbrio, mas não atingido ainda os seus objetivos, chegando ao intervalo a perder pela diferença mínima (15-14), mas acabou por ser vencida pela equipa do Bessa, continuando a ser a única equipa da zona que apenas contabiliza derrotas até ao momento. João Almeida com 6 golos, e Bruno Andrade com 5 golos foram os melhores marcadores do GC Santo Tirso, enquanto David Pereira com 10 golos, e Francisco Lopes com 7 golos foram os melhores marcadores do Boavista FC. Disputou-se o CD Feirense / Águas Santas, que terminou com o resultado mais dilatado da jornada, e a vitória esperada da equipa da Maia, que já vencia claramente ao intervalo por 19-11, mantendo-se como uma das principais equipas à discussão do apuramento para a Fase Final. João Cardoso com 13 golos foi o melhor marcador do CD Feirense, enquanto o Águas Santas com 10 jogadores a concretizarem golos, Diogo Florido com 7 golos, e Tiago Pereira com 6 golos foram os melhores marcadores do Águas Santos. Terminamos esta ligeira crónica com um dos jogos mais equilibrados da jornada o Ismai / Xico Andebol, com a equipa que comanda a zona (Ismai), venceu o encontro, mas o Xico Andebol chegou ao intervalo na frente do marcador por 17-15, com a equipa maiata a dar a volta ao resultado e a terminar como vencedora, mantendo-se como a única equipa da zona que apenas contabiliza vitórias. O Ismai com 10 jogadores a marcarem golos, teve em Hugo Glória com 6 golos e Leonel Fernandes com 5 golos os seus melhores marcadores, por sua vez Carlos Batista com 8 golos, Manuel Lima e Francisco Ribeiro com 7 golos, foram os melhores marcadores pelo Xico Andebol.

Classificação até ao momento: - 1.º Ismai (24 pontos), 2.º Águas Santas (22 pontos), 3.º FC Porto (19 pontos, -1jogo), 4.º Académico FC (16 pontos), 5.º ABC (15 pontos, -1 jogo), 6.º CD Feirense (13 pontos, -1 jogo), 7.º Boavista FC, e Xico Andebol (12 pontos), 9.º AA Avanca (11 pontos, - 1 jogo), 10.º GC Santo Tirso (8 pontos).

Zona Sul
4.ª Jornada
Dia 01-12-16
Estarreja AC - Alto Moinho (16H00)
8.ª Jornada
Dia 27-11-16
Juventude Lis 30 - 28 São Bernardo
Ginásio Sul 25 – 37 ADC Benavente
Benfica 26 - 22 Alto Moinho
AC Sismaria 24 - 24 Sporting
Belenenses 20 – 20 Estarreja AC

Tivemos mais uma jornada completa na prova que nós é considerada a mais regular do calendário Nacional, deve-se no entanto destacar pela negativa, o facto de entre cinco jogos disputados apenas um (1), não ter registo de ocorrências disciplinares. O que é completamente lamentável. E vamos começar precisamente por esse jogo, que foi o Benfica / Alto Moinho, que ao contrário do que se esperava o Alto Moinho deu uma boa réplica ao favorito Benfica, que mesmo assim chegou ao intervalo a vencer por 13-11, obtendo um resultado igual no segundo tempo. Com este resultado a equipa do Benfica é agora a única equipa da zona que apenas contabiliza vitórias. Pedro Santana com 7 golos, Válter Soares e André Alves ambos com 5 golos, foram os melhores marcadores do Benfica, enquanto Diogo Abadia com 6 golos, e Conceição Nogueira com 5 golos foram os melhores marcadores do Alto Moinho. Uma das possíveis surpresas da jornada, registou-se em Gândara com a equipa local do AC Sismaria, uma agradável surpresa na zona, a obter uma igualdade diante o Sporting, que ao intervalo vencia pela diferença mínima (14-13) (jogo com ocorrências disciplinares), com esta igualdade a equipa do Sporting perde os seus primeiros pontos, embora continue a ser uma das equipas que ainda não regista qualquer derrota. Iuri Anastácio com 14golos foi o melhor marcador do AC Sismaria, enquanto Joel Ribeiro com 7 golos e Bruno Gaspar com 6 golos foram os melhores marcadores pelo Sporting. No Restelo tivemos um Belenenses / Estarreja AX, que foi outro encontro que terminou numa igualdade (jogo com ocorrências disciplinares), com a equipa de Estarreja a vencer ao intervalo por 10-9, com a equipa do Belenenses a conseguir chegar á igualdade no segundo tempo. Com esta igualdade as duas equipas continuam em igualdade na classificação da zona. Gabriel Cavalcanti com 5 golos foi o melhor marcador do Belenenses, enquanto Diogo Vaia com 7 golos, foi o melhor marcador do Estarreja AC. No pavilhão do Ginásio Sul disputou-se o Ginásio Sul / ADC Benavente (jogo com ocorrências disciplinares), onde se registou a primeira vitória da equipa de Benavente, que já vencia ao intervalo por 16-12, ficando a equipa do Ginásio Sul a ser a única equipa que apenas regista derrotas nesta zona. Miguel Paiva com 7 golos, e Afonso Mendes com 5 golos, foram os melhores marcadores do Ginásio Sul, enquanto Edi Guerra com 10 golos, e João Ferreira com 8 golos foram os melhores marcadores do ADC Benavente. Em Leiria, disputou-se o Juventude Lis / São Bernardo (jogo com ocorrências disciplinares), que foi um dos encontros mais equilibrados da jornada, que terminou com a vitória da Juventude Lis que ao intervalo já estava na frente do marcador por 15-11, neste encontro Pedro Santos com 7 golos, João Cartas e Fábio Moreira ambos com 5 golos cada, foram os melhores marcadores da Juventude Lis, João Almeida e Nuno Ferreira, ambos com 8 golos cada foram os melhores marcadores do São Bernardo.

Classificação até ao momento: - 1.º Benfica (24 pontos), 2.º Sporting (23 pontos), 3.º AC Sismaria (20 pontos), 4.º Estarreja AC (-1 jogo), e Belenenses (16 pontos), 6.º Alto Moinho (14 pontos, -1 jogo), 7.º Juventude Lis e São Bernardo (12 pontos), 9.º ADC Benavente (11 pontos), 10.º Ginásio Sul (8 pontos).

O Noticias

Competições Europeias 2016 / 2017 – LXII – Liga dos Campeões Masculinos

Nas Competições Europeias, o ABC na sua caminhada na Liga dos Campeões Europeus vai disputar a 9.ª Jornada do seu Grupo (D) na Fase de Grupos, tendo seguido diretamente da Dinamarca para a Roménia.

Liga dos Campeões
Grupo D Constituição – HBC Nantes (França), TTH Holstebro (Dinamarca), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogas HT (Turquia), Dinamo Bucaresti (Roménia) e ABC (Portugal)  

9.ª Jornada
Dia 01-12-16
Dinamo Bucaresti - ABC (19H30) EHF TV

Horas Locais

Esta jornada corresponde á 4.ª Jornada da 2.ª Volta, recorda-se que na 1.ª volta o ABC foi uma vitória do ABC por 34-32. Desejamos que a equipa Portuguesa tenha melhor sorte nesta sua jornada Europeia.

O ABC, disputa os seus jogos em casa, na Grande Nave do Parque de Exposições de Braga, que foi completamente adaptada e fica uma lotação de 3000 lugares.

Esta Fase de Grupos (A, B, C e D com 28 equipas), teve início em 21/25-09-16 e terminará para os grupos A e B em 08/12-03-17, e para os grupos C e D em 08/12-02-17. Os 1.º e 2.º classificados dos Grupos C e D, disputaram os chamados jogos KO, para apurar as 2 equipas que se juntarão aos 2.º, 3,º, 4.º, 5.º, e 6.º classificados dos grupos A e B passam para os chamados “last 16” (12 equipas), os 1.º classificados dos Grupos A e B, passam directamente aos 1/4 Final. 

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2016 / 2017 – LXI - Sorteios

Realizou-se (19-07-16) na EHF, o sorteio da 4.ª Eliminatória (1/8 Final) da Challenge CUP Masculina, onde se encontra presente o Sporting que foi colocado no Pote 1.

O Sorteio pôde ser seguido através da página do Facebook  da EHF, ou através do Live Ticker da EHF

CHALLENGE CUP MASCULINA
O Sporting, vai disputar a 4.ª Eliminatória (16 equipas, 1/( Final), defrontando o HC Pelister Bitola da Macedónia. A 1.ª mão será disputada na Macedónia nos dias 18/19-02-2017 e a 2.ª mão em Portugal nos dias 25/26-02-2017, tendo sido colocado no Pote 1.
A equipa Macedónia, possuiu no seu plantel três (3) estrangeiros (1 georgiano, 1, montenegrino, e 1 sérvio, tendo eliminado dificilmente a equipa da Bósnia (HC Vogosca Poljine Hills), por apenas um (1) golo de diferença. Neste momento encontra-se em 3.º lugar na Superliga da Macedónia.

O Noticias

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 08 – 2016 / 2017 – II

Continuamos com as nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Zona 1
3.ª Jornada
Dia 27-01-17
FC Porto B - CCR Fermentões (21H30)
7.ª Jornada
Dia 25-11-16
SP. Oleiros 28 - 28 FC Porto B
Dia 26-11-16
Marítimo 27 - 27 Boavista FC
GC Santo Tirso 29 - 30 Xico Andebol
FC Gaia 25 - 22 CCR Fermentões A
Modicus 23 – 23 Gondomar
Dia 18-11-16
Marítimo 33 - 22 SP. Oleiros (antecipado)

Jornada onde em cinco jogos disputados tivemos dois com registo de ocorrências disciplinares. Tivemos ainda alguns resultados que embora nºao sejam surpresa começam a demonstrar algum equilíbrio na zona embora existam equipas que se destaquem. Começamos pelo jogo antecipado da jornada que foi um jogo de grande equilíbrio, embora o SP. Oleiros tivesse comandado o marcador grande parte do tempo com o resultado ao intervalo a ser-lhe favorável por 18-13, com o FC Porto a recupera no segundo período e a obter assim a sua primeira igualdade na prova. Com este resultado o SP. Oleiros, juntamente com o Xico Andebol, passam a ocupar o 2.º lugar da classificação da zona. Num jogo em que verificou outra igualdade no marcador, disputou-se no Funchal, onde a equipa do Boavista FC, foi obter a sua segunda igualdade consecutiva, e diante equipas que em princípio poderiam ser candidatas aos lugares de apuramento da zona. Num jogo de total equilíbrio, com o resultado ao intervalo a ser já uma igualdade a 16 golos, com diversas igualdades a registarem-se ao longo dos 60 minutos. Outro encontro onde verificou uma igualdade, foi no Modicus / Gondomar Cultural (jogo com ocorrências disciplinares registadas), Com o Modicus tal como na jornada anterior a dar mostras de alguma melhoria competitiva, pois ao intervalo vencia por 15-13, permitindo a igualdade no segundo período do jogo, terminando numa perfeita igualdade no marcador e com a mesma obter os seus primeiros pontos positivos na prova. Em Santo Tirso, tivemos um dos principais encontros da jornada o GC Santo Tirso / Xico Andebol (jogo com ocorrências disciplinares registadas), foi um jogo com o GC Santo Tirso dominar em especial durante o primeiro período do jogo onde chegou a atingir vantagens confortáveis, chegando ao intervalo com uma vantagem de 4 golos, 15-11, no entanto a equipa do Xico Andebol, que continuou a porfiar uma excelente reação após chegar à igualdade consegue vencer o encontro pela margem mínima, e desta forma juntamente com o SP. Oleiros, embora tenha menos um jogo que os homens da Região de Aveiro, chegar ao 2.º lugar da classificação da zona. Outro encontro de grande importância para a classificação da zona, e para a discussão do possível apuramento para a Fase Final, foi o FC Gaia / CCR Fermentões, que terminou com a vitória do FC Gaia, que desta forma, se refez da derrota sofrida na jornada anterior, diante uma equipa igualmente de vimaranense, num jogo de grande equilíbrio, com o resultado ao intervalo a ser uma igualdade a 14 golos, Para no segundo período de jogo, conquistar então a sua vitória, que foi nem mais nem menos que a primeira derrota do CCR Fermentões, na zona, até ao momento. Com esta vitória a equipa do FC Gaia regressa ao comando da zona isolado, embora tenha mais um jogo que o CCR Fermentões que tem o mesmo número de derrotas.

Classificação até ao momento – 1.º FC Gaia (19 pontos), 2.º SP. Oleiros (+1 jogo), Xico Andebol (17 pontos), 4.º CCR Fermentões A (16 pontos, -1 jogo), 5.º Marítimo (15 jogos, +1 jogo), 6.º GC Santo Tirso (14 pontos), 7.º FC Porto B (13 pontos, - 1 Jogo), 8.º Boavista FC (11 pontos), 9.º Gondomar Cultural (10 pontos), 10.º Modicus (8 pontos).

Zona 2
3.ª Jornada
Dia 07-01-17
CD Marienses - Estarreja AC (20H00)
4.ª Jornada
Dia 07-01-17
ACD Monte - AD Albicastrense (19H00)
7.ª Jornada
Dia 26-11-16
AD Sanjoanense 31 - 31 São Bernardo
ADC Benavente 27 - 26 ACD Monte
Estarreja AC 27 - 27 AC Sismaria
CD Marienses 32 - 28 Beira Mar
AD Albicastrense 26 - 23 Juventude Lis

Tal como na zona 1 tivemos dois jogos com ocorrências disciplinares registadas, o que é pena. O principal jogo da jornada nesta zona (na nossa opinião), disputou-se no Municipal das Travessas, entre a AD Sanjoanense e o São Bernardo, que foi um jogo de grande equilíbrio, embora a AD Sanjoanense comanda-se mais vezes o marcador, chegando ao intervalo na frente do marcador por 15-13, e no segundo tempo ainda continuou com a mesma toada, no entanto o São Bernardo, acaba por obter uma excelente igualdade. Com este resultado a equipa visitada, perde os seus primeiros pontos, continuando as duas equipas, sem registarem derrotas até ao momento na zona. Outro encontro que terminou com uma igualdade (jogo com ocorrências disciplinares registadas), disputou-se em Estarreja, onde a equipa local defrontou o AC Sismaria, que fez um excelente jogo, embora o equilíbrio fosse a nota dominante do encontro, com a equipa visitante, chegar ao intervalo a vencer por 15-14, mas o equilíbrio verificado no segundo tempo encontra-se traduzido na igualdade final. Em Benavente tivemos o ADC Benavente / ACD Monte, que se traduziu na primeira vitória da equipa local (jogo com ocorrências disciplinares registadas), que desta forma regista a sua primeira vitória na prova e deixa assim de ser a última classificada, tudo isto num jogo onde o ACD Monte que comandou o jogo a maior parte do tempo chegando ao intervalo na frente do marcador com uma vantagem de 6 golos (15-9), com o ADC Benavente a ter uma boa reacção no segundo tempo que o levou á sua primeira vitória, embora pela diferença mínima. Nos Açores, o CD Marienses disputou um jogo sem grandes problemas diante o Beira Mar, vencendo com a curiosidade de o resultado ao intervalo ser de 16-14, precisamente o mesmo que se registou no segundo tempo. Em Castelo Branco, realizou-se o AD Albicastrense / Juventude Lis, que foi um encontro com grande equilíbrio, conforme demonstra o resultado ao intervalo, apesar dos albicastrenses estarem a vencer por 14-12, deve dizer-se que a equipa da Juventude Lis deu excelente réplica, mas o AD Albicastrense confirmou o seu bom momento, ao terminar como vencedor do encontro, o que lhe permitiu face aos resultados verificados, ser a única equipa da zona só com vitórias. Não se encontra na frente da classificação por ter menos um jogo.

Classificação até ao momento – 1.º AD Sanjoanense (20 pontos), 2.º São Bernardo (19 pontos), 3.º AD Albicastrense (18 pontos, -1 jogo), 4.º CD Marienses (14 pontos, -1 jogo), 5.º Beira Mar (12 pontos), 6.º Estarreja AC (11 pontos, -1 jogo), 7.º AC Sismaria e ADC Benavente (10 pontos), 9.º ACD Monte (-1 jogo), e Juventude Lis (9 pontos).                                                                      

Zona 3
7.ª Jornada
Dia 26-11-16
1.º Dezembro 31 - 26 CCP Serpa
Alto Moinho 32 - 15 IFC Torrense
Vitória FC 34 - 23 Almada AC
CDE Camões 24 - 24 Benfica
Zona Azul 27 - 20 Vela Tavira

Zona onde se registou apenas um encontro com ocorrências disciplinares registadas, que foi precisamente no encontro que terminou com uma igualdade, e onde participava o líder da zona, o CDE Camões / Benfica B, com a equipa do CDE Camões a realizar uma boa exibição, e a atingir o intervalo na frente do marcador (15-13), para o encontro terminar numa igualdade, e com este resultado a equipa do Benfica B, continuar a ser a única equipa da zona sem o registo de derrotas. Com o CDE Camões a contrariar as nossas previsões, na discussão do acesso á Fase Final. O Alto Moinho, obteve a sua segunda vitória na prova ao vencer de forma inequívoca o IFC Torrense em encontro que comandou durante os 60 minutos, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 19-8, terminando com um resultado que foi o mais dilatado da jornada. Com mais esta derrota a equipa da Torre da Marinha continua sem registar qualquer vitória na zona. Em Beja a equipa do Zona Azul, recebeu o Vela Tavira e venceu sem grandes problemas, continuando a par do Vitória FC no 2.º lugar da classificação e a ser (na nossa opinião) uma das surpresas da zona, na discussão pelos lugares acesso á Fase Final, depois de neste encontro chegarem ao intervalo já na frente do marcador por 16-9. Em Setúbal, realizou-se o Vitória FC / Almada AC, onde a equipa visitada, comandou o jogo os 60 minutos, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 14-10, terminando com um diferencial de 11 golos (34-23), depois deste resultado, o Vitória FC Continua em 2.ª lugar da classificação conforme já referimos, enquanto o Almada AC, continua a registar somente uma vitória até ao momento na zona. Em Mais jogo onde a equipa visitada comandar o marcador durante os 60 minutos, o 1.º Dezembro venceu o CCP Serpa, com o resultado ao intervalo a situar-se em 18-10, que é completamente esclarecedor da superioridade da equipa do 1.º Dezembro.

Classificação até ao momento – 1.º Benfica B (19 pontos), 2.º Vitória FC, e Zona Azul (18 pontos), 4.º CDE Camões (16pontos), 5.º Vela Tavira (14 pontos), 6.º 1.º Dezembro, e Alto Moinho (13 pontos), 8.º CCP Serpa (12 pontos), 9.º Almada AC (9 pontos), 10.º IFC Torrense (8 pontos). 

O Banhadas Andebol

ScandIbérico Feminino – 2016 II

SCANDIBÉRICO FEMININO 2016
JUNIORES “B”
EM
S. PEDRO DO SUL
(4.º Lugar)
A Edicção deste ano do Scandibérico decorreu em S. Pedro do Sul (Portugal, onde esteve pelas Juniores B Femininas, dando assim continuidade as últimas participações.

Volta-se a referir, que esta será a única actividade internacional prevista, esta época para o escalão. Além da já normal participação no Kakygaia no mês de Dezembro do corrente ano. Pois na época 2017 / 2018 terá a sua participação na Europeu Siub-17 (2.ª Divisão) na Lituânia de 14 a 20-08-17.

O Torneio este ano realizou-se de 25 a 27-11-16. Com a participação, além de Portugal, da Espanha. Suécia e Noruega, estranhando-se a ausência de alguns Países que normalmente marcam presença, como por exemplo a Dinamarca que na última edicção do torneio se classificou em 2.º lugar.

Portugal iniciou esta sua participação com o pé esquerdo, ao perder perante a Suécia na 1.ª Jornada da prova. Portugal que começou por dominar o jogo e comandar o mesmo e o marcador, durante os 30 minutos do 1.º tempo, onde chegou a ter vantagens de 7 golos, como por exemplo aos 27 minutos quando vencia por 14-7, para chegar ao intervalo na frente do marcador por 15-9. Neste período de destacar a boa coesão defensiva, e uma boa prestação atacante, mas no 2.º tempo tudo se diluiu, com erros “infantis”, quer no ataque com perdas de bola inadmissíveis, e com ataques completamente extemporâneos, assim como desapareceu a coesão defensiva, e com as perdas no ataque a darem origem a contra-ataques letais das suecas, que igualam o marcador a 21 golos aos 52 minutos, para terminarem como vencedoras pelo resultado de 26-21. Destacar que Portugal, marcou o seu último golo aos 45 minutos quando colocou o marcador em 21-17 a seu favor. Recordamos as palavras do seleccionador nacional antes de a prova ter início “ Esta vai ser a primeira vez, para quase todas estas atletas, que vão ter um contacto internacional e também dai a importância deste tornei, para que se apercebam da realidade que as espera no futuro” …. “Vamos aproveitar estes jogos e estes dias para as enquadrar nos jogos internacionais e para podermos, em Agosto participar no Europeu á procura de bons resultados”. Na equipa Portuguesa destacamos a prestação da guarda-redes Luísa Cortes, de Filipa Barbosa enquanto teve força (2 golos) a jogar e a fazer jogar e de Joana Resende que com os seus 11 golos, foi não só melhor marcadora de Portugal como do encontro, por sua vez na equipa sueca Isabelle Andersson com 10 golos e Nina Dana com 8 golos foram as suas melhores marcadoras. No jogo disputado na 2.ª Jornada do Torneio defrontamos a equipa da nossa vizinha Espanha, e num jogo de grande equilíbrio, conforme se comprava não só pelo andamento resultado, com diversas situações de igualdade e com alternâncias no marcador, chegando o intervalo com uma igualdade a 15 golos, continuando-se a verificar que o ataque por vezes falhava devido provavelmente a inexperiência de algumas das nossas atletas. No segundo período de jogo Portugal entrou bem e passou para o comando do marcador até cerca dos 38 minutos, quando vencia por 19-17, para permitir que a Espanha iguala-se a 20 golos cerca dos 41 minutos, passando de imediato para a frente do marcador que não mais deixou até finalizar o encontro, com Portugal a claudicar nitidamente nos minutos finais, pois nos derradeiros 6 minutos apenas marcou por uma vez, terminando o encontro com a vitória da equipa de Espanha por 28-26. No terceiro e último jogo, Portugal defrontou (na nossa opinião), a equipa mais forte da prova, com um andebol eficaz quer defensivamente quer no ataque com esquemas trabalhados, e com uma rapidez de execução a que as nossa atletas não estão habituadas, e mostrando uma cultura da modalidade que não se adquire só com estágios de 3 dias!!! Mais uma vez Portugal começou bem mas rapidamente as norueguesas se impuseram, perante a nossa incapacidade e o intervalo chegou já com um diferencial de 7 golos, (19-12), para curiosamente no segundo tempo se conseguir em termos de resultado um maior equilíbrio, embora a superioridade da equipa da Noruega nunca estivesse em causa, pois até fez uma rotação completa do seu plantel. E terminamos este torneio com mais uma derrota (não vencemos nenhum encontro). Tendo como melhor marcadora neste encontro Francisca Branquinho com 7 golos, enquanto na Noruega marcaram golos 13 jogadoras com Rike Arnesen com 5 golos e sendo a sua melhor marcadora.

Pensamos (na nossa opinião) que as menos culpadas do que se passou são as atletas e provavelmente o técnico principal, mas alguém deveria fazer um balanço desta actividade e tirar rápidas conclusões. Pois mais uma vez ficamos em último lugar nesta prova, onde na entrega dos prémios se verifica que ao contrário de outras edições nem se premiou a melhor guarda-redes nem a melhor marcadora, pelo menos nada foi divulgado acerca do tema o que se lamenta.

Os jogos foram disputados no Pavilhão Municipal, e foram transmitidos pela a Andebol TV o que se destaque como factor positivo, em especial para o Andebol Feminino.

Resultados dos Jogos:

Dia 25-11-16
Portugal 21 – 26 Suécia
Noruega 23 – 19 Espanha
Dia 26-11-16
Suécia 19 – 25 Noruega
Portugal 26 – 28 Espanha
Dia 27-11-16
Espanha 23 – 23 Suécia
Portugal 24 – 31 Noruega

Classificação Final – 1.º Noruega, 2.º Suécia, 3.º Espanha, 4.º Portugal.

Nota – Portugal obteve uma das piores classificações, nas suas últimas participações, passando do 2.º lugar em 2014, para o último lugar em 2015, e dando sequência aos maus resultados em 2016.

Mais uma vez se, verifica-se uma falta de informação, no que diz respeito à arbitragem, nem sequer se publicaram as mesmas, e em nehuma crónica sobre o torneio as mesmas são referidas, parece-nos que regredimos e estamos nos anos 60 e 70, em que as nomeações eram o segredo dos deuses, com este comportamento parece-nos que a arbitragem está completamente dissociada da modalidade, o que se lamenta.

Informamos que todos os jogos foram dirigidos pelas duplas femininas constituídas por Marta Sá / Vânia Sá e Ana Afonso / Ana Silva.

O Formador

domingo, 27 de novembro de 2016

Competições Europeias 2016 / 2017 – LIX – EHF CUP Masculina – Actualizada

Este fim-de-semana as duas equipas portuguesas em prova na EHF CUP, estão a disputar a 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da EHF CUP, FC Porto e Benfica, começando com o FC Porto no Dragão Caixa, seguindo-se o Benfica na Luz.

EHF CUP
 FC PORTO Vence BREGENZ HANDBALL
(Jogo 2.ª Mão)
VENCE A ELIMINATÓRIA
O FC Porto, após a vitória pela diferença mínima na Áustria, voltou a defrontar o Bregenz para disputar a 2ª Mão da eliminatória, agora no Dragão Caixa que se encontrava com manis público do que normalmente era esperado. Num jogo que comando o marcador e o jogo praticamente durante os 60 minutos, realizando uma exibição bastante positiva até aos 57 minutos, chegando ainda nos primeiros 30 minutos a ter 6 golos de vantagem como por exemplo (16-10) aos 28 minutos, para chegar ao intervalo a vencer por 17-11, a mesma vantagem. No segundo tempo a equipa continuou a não conceder facilidades e aos 33 minutos de jogo vencia por 18-11 (7 golos de vantagem), máxima diferença que se registou durante todo o encontro, pois a equipa austríaca, reduz a diferença por diversas vezes até aos quatro (25-21) ou 5 golos (28.2#9 por exemplo para se chegar aos 57 minutos com o FC Porto a ter uma vantagem de cinco golos e a eliminatória resolvida, a vencer por 30-25, para permitir que o adversário nos minutos finais diminua a diferença para somente 2 golos, que na nossa opinião não traduz a superioridade demonstrada pelo FC Porto durante todo o encontro, mas que também demonstra que a concentração tem que demorar 60 minutos. António Areias com 7 golos, e Miguel Martins com 6 golos foram os melhores marcadores da equipa portuguesa, entre os 12 que marcaram golos. No Bregenz Handball com 11jogadores a marcarem golos, teve mais uma vez em Ante Esegovic co 7 golos o seu principal marcador. Com esta vitoria o FC Porto não só vence a eliminatória, como se apura para a Fase de Grupos da EHF CUP- Dirigiu o encontro a dupla a experiente dupla croata, constituída por Tomislav Cindric e Rpbert Gonzurek, que fizeram uma arbitragem positiva.

Resultados
1.ª Mão
Dia 18-11-16
Bregenz Handball (Austria) 27 – 28 FC Porto
2.ª Mão
Dia 26-11-16
FC Porto 31 - 29 Bregenz Handball 
BENFICA VENCE KS AZOTY-PULAWY
(Jogo 2.ª Mão)
VENCE A ELIMINATÓRIA

O Benfica no jogo da 2.ª Mão disputado na Luz, que desta vez se encontrava bem enquadrado de público, venceu a equipa polaca do KS Azoty-Pulawy, e por uma diferença que lhe permitiu vencer a eliminatória e estar presente na Fase de Grupos. O jogo decorreu com algum equilíbrio mas a equipa portuguesa soube controlar o jogo o tempo e o marcador, pois ao intervalo vencia por 11-8, para no final acrescentar aos três golos de vantagem de que dispunha ao intervalo, outro número igual de diferença, terminando por vencer a eliminatória por um golo de diferença, mas foi o suficiente, Elledy Semedo e Paulo Moreno, ambos com 5 golos cada foram os melhores marcadores do Benfica. Com esta vitória o Benfica apura-se para a Fase de Grupos.

1.ª Mão
Dia 19-11-16
KS Azoty-Pulawy (Polónia) 34 – 29 Benfica
2.ª Mão
Dia 27-11-16
Benfica 24 – 18 KS Azoty-Pulawy

Nota – O Sorteio dos Grupos da EHF CUP, realiza-se em 01-12-16, onde Portugal terá duas equipas.

O Noticias

Campeonato do Mundo Alemanha 2017 – Femininos – VII

23.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS
(ALEMANHA)
PORTUGAL ELIMINADO DO APURAMENTO
(DE ACESSO AO PLAY OFF)

Após a divulgação dos torneios das Qualificações Europeias de acesso ao Play Off do Mundial de 2017 em Femininos que se disputará na Alemanha de 1 a 17 de Dezembro de 2017. Portugal está a disputar os seus jogos no Torneios de Apuramento (Grupo 4) em Siracusa (Itália) de 25 a 27-11-2016.

Infelizmente no Grupo de Portugal apenas o primeiro classificado será apurado para os jogos de Play OFF, que se disputam em 09 a 11-06-17 e 09 a 11-06-17.

Começamos esta nossa crónica com as palavras de esperança do Seleccionador Nacional, “o grupo treinou bem, os processos estão bem assimilados e elas estão muito coesas, bem-dispostas e sobretudo com muita vontade de conseguirem este apuramento, Estamos na máxima força para a qualificação

A disputa deste grupo, que teve transmissão pela Andebol TV, iniciou-se com o encontro Israel / Itália, que foi um jogo de total equilíbrio pois o resultado ao intervalo já era indicador do mesmo, para terminar com uma igualdade a 26 golos. Como é costume a equipa que organiza estes grupos normalmente ´+e única equipa com descanso entre os jogos, assim Portugal, iniciou a sua participação defrontando a equipa de Israel, e fez nos primeiros 30 minutos um jogo de excelência (perdoem-nos o termo), mas pensamos que +e o mais adequado para uma equipa que não têm uma única Falta técnica registada neste período, em que comandou o jogo desde o primeiro o primeiro minutos, permitindo no entanto uma igualdade a 4 golos aos 8 minutos de jogo, para de pois embalar para um 8-4 aos 11 minutos, para chegar a ter 8 golos de diferença aos 25 minutos (18-9, para terminar o primeiro tempo a vencer precisamente com 9 golos de diferença (19-10), dizer que Portugal durante este período teve uma boa gestão do plantel com Cláudia Correia em grande plano no ataque, e com uma prestação defensiva como á muito não lhe víamos. No segundo tempo embora se tenham registado algumas faltas técnicas o que é absolutamente normal, continuou a ser feita uma boa gestão do plantel, tendo sempre na mente o decisivo jogo que será feito a seguir, e continuou a equipa portuguesa a aumentar a diferencial existente com o ataque de Portugal entrar na deseja israelita que parecia de “manteiga”, chegando com a facilidade a um diferencial de 14 golos aos 36 minutos (25-11), para continuar o encontro num ritmo vivo, e aos 52 minutos Portugal vencia por 32-17 (15 golos de diferença, para terminar com uma diferença que à muito tempo não existia em jogos internacionais (17 golos). Portugal com 13 atletas a marcarem golos, teve em Mónica Soares com 5 golos (83% de eficácia) a sua principal marcadora. Na equipa de Israel destaque para Eden Vakrat com 7 golos foi a melhor marcadora da equipa. Jogo Dirigido pela dupla de Montenegro constituída por Jelena Vujacic e Andjelina Kazanegra, que não encontrou qualquer problema, na direcção do encontro. Iniciamos a crónica do jogo Itália / Portugal com as palavras do treinador nacional proferidas e escritas no Portal da FAP, a seguir à concludente vitória sobre Israel, “..é uma ilusão pensar que, depois do empate de ontem, que o jogo de amanhã vai ser fácil. Vai ser um jogo muito difícil, a Itália ontem não esteve bem, as melhores jogadoras ontem não estiveram nos melhores dias, mas isso não acontece sempre. Vamos ter um adversário muito duro, que está a jogar em casa, com o seu publico e, por isso, amanhã vamos ter de dar tudo e não tremer. Acredito que, com a resposta que as jogadoras têm dado, amanhã vamos ganhar e sair daqui com a qualificação.” Parece que o Seleccionador Nacional estava adivinhar o que seria passar, pois a Itália venceu e convenceu o jogo diante Portugal com duas jogadoras em excelente momento em especial no primeiro tempo a guarda-redes que deu um autentico festival, de seu nome Monika Pruenster, com defesas por vezes quase impossíveis, e posteriormente nunca teve soluções para a anular a lateral  Anika Niederwieser com 10 golos (72% de eficácia), Durante os primeiros 30 minutos Portugal ainda equilibrou o resultado chegando ao intervalo com uma igualdade a 12 golos, e nestes 30 minutos registaram-se diversas igualdades, mas tivemos menos bem na defesa e no ataque nunca encontramos soluções surgindo as faltas técnicas que não tinham acontecido na véspera, nos segundo 30 minutos ainda mantivemos a igualdade até aos 13 gogos (33 minutos de jogo) mas a partir daqui as italianas assumiram o comando do jogo e do marcador, variando a diferença entre os três e quatro golos, para terminarmos com um diferencial que não passava pela cabeça de ninguém, Não vamos efectuar uma critica mais assertiva, mas uma equipa que ao ataque faz dois passes e remate, com total precipitação, não pode sonhar alto. Mesmo assim devemos por imperativo de consciência destacar em alguns momentos Isabel Góis na baliza de Portugal e Mónica Soares, que com 6 golos, mas apenas 40% de eficácia foi a melhor marcadora de Portugal. E assim foi mais uma oportunidade perdida, alguém deve tirar as ilaões necessárias desta derrota. Jogo novamente dirigido pela dupla de Montenegro constituída por Jelena Vujacic e Andjelina Kazanegra, que tal como se previa, não teve na nossa opinião princípios de equidade em especial na sanção progressiva, e esteve menos bem na lei da vantagem e na falta do atacant

Resultados
Dia 25-11-16
Israel 26 – 26 Itália
Dia 26-11-16
Portugal 35 – 18 Israel
Dia 27-11-16
Itália 25 – 20 Portugal

Classificação Final - 1.º Itália, 2.º Portugal, 3.º Israel.

Apurados para a Fase Final:
Alemanha – Organizador
Noruega – Campeã Mundial em Titulo
3 Primeiras classificadas no Europeu de 2016

Apurados para o Play OFF

Grupo 1 – Ucrânia e Eslováquia
Grupo 4 - Itália

Nota – Os nove (9) lugares Europeus, serão disputados através de Fases de Qualificação (Fase 1 e Fase 2), para o Play OFF, serão apurados 11 das seguintes 14 equipas – Croácia, República Checa, Dinamarca, Espanha, França, Hungria, Montenegro, Holanda, Polónia, Roménia, Rússia, Eslovénia, Sérvia e Suécia.

O Noticias

Competições Europeias 2016 / 2017 – LX – Liga dos Campeões Masculinos

Na sua participação na Liga dos Campeões Europeus o ABC disputou a 8.ª Jornada do seu Grupo (D) na Fase de Grupos.
ABC PERDE COM
TTH Holstebro

Na 8.ª Jornada, o ABC, deslocou-se à Dinamarca para defronta o os dinamarqueses do TTH Holstebro, a quem tinha vencido no jogo da 1.ª volta por 32-27, mas desta vez apresentava-se completamente diferente pois além do plantel curto que têm, apenas inscreveu 13 jogadores no Boletim de jogo, onde apresenta 3 guarda-redes, pois encontram-se lesionados José costa, Ricardo Pesqueira, Carlos Martins a que se juntou ainda Miguel Sarmento, tornando a equipa muito mais frágil, Começou bem o jogo pois vencia por 2-0 quando estava apenas decorrido 1 minutos de jogo, mas foi “sol de pouca dura” como se costuma dizer, pois só voltou a marcar quando já perdia por 7-2, e estavam decorridos 8 minutos de jogo, a partir daqui nunca mais se encontrou com os dinamarqueses a ganharem vantagem, chegando ao intervalo na frente do marcador por 18-13. No segundo tempo o cariz do jogo não sofreu grandes alterações com os dinamarqueses a chegarem a ter vantagens de 8 golos como por exemplo 31-23 aos 50 minutos de jogo, para o resultado se fixar com apenas um diferencial de 5 golos, através de um livre de 7 metros convertido por Nuno Grilo nos momentos finais do encontro. Pedro Spinola com 7golos (50% de eficácia), e Diogo Branquinho com 6 golos (71% de eficácia), foram os melhores marcadores do ABC, enquanto no TTH Holstebro, o islandês Vignir Svavarsson com 8 golos (80% de eficácia foi o seu melhor marcador. Dirigiu o encontro a experiente dupla da Grécia constituída por Michalis Tzaferopoulos e Andres Bthmann, com trabalho realizado sem problemas.

Grupo D Constituição – HBC Nantes (França), TTH Holstebro (Dinamarca), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogas HT (Turquia), Dinamo Bucaresti (Roménia) e ABC (Portugal)  

Resultados
1.ª Jornada
Besiktas Mogas HT 33 – 31 ABC
HC Motor Zaporozhye 28 - 26 HBC Nantes
TTH Holstebro 32 – 32 Dinamo Bucaresti
2.ª Jornada
Dinamo Bucaresti 35 – 31 HC Motor Zaporozhye
ABC 32 – 27 TTH Holstebro
HBC Nantes 33 – 19 Besiktas Mogas HT
3.ª Jornada
HBC Nantes 35 – 33 ABC
HC Motor Zaporozhye 34 – 28 TTH Holstebro
Dinamo Bucaresti 26 – 26 Besiktas Mogas HT
4.ª Jornada
ABC 34 – 32 Dinamo Bucaresti
Besiktas Mogas HT 23 – 22 HC Motor Zaporozhye
TTH Holstebro 25 – 35 HBC Nantes
5.ª Jornada
Dia 22-10-16
HC Motor Zaporozhye 27 – 23 ABC
Besiktas Mogas HT 36 – 27 TTH Holstebro
Dinamo Bucaresti 26 – 27 HBC Nantes
6.ª Jornada
Dia 12-11-16
ABC 22 – 35 HC Motor Zaporozhye
Dia 13-11-16
TTH Holstebro 29 – 25 Besiktas Mogas HT
HBC Nantes 26 – 24 Dinamo Bucaresti
7.ª Jornada
Dia 17-11-16
Dinamo Bucaresti 30 – 25 TTH Holstebro
Dia 19-11-16
ABC 27 – 28 Besiktas Mogas HT
HBC Nantes 32 – 34 HC Motor Zaporozhye
8.ª Jornada
Dia 26-11-16
HC Motor Zaporozhye 35 – 27 Dinamo Bucaresti
Dia 27-11-16
TTH Holstebro 34 - 29 ABC
Besiktas Mogas HT 28 – 33 HBC Nantes

Calendário
9.ª Jornada
Dia 01-12-16
Dinamo Bucaresti – ABC (19H30) EHF TV

Horas Locais

O ABC, disputa os seus jogos em casa, na Grande Nave do Parque de Exposições de Braga, que foi completamente adaptada e fica uma lotação de 3000 lugares.

O Banhadas Andebol

sábado, 26 de novembro de 2016

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 25 – 2016 / 2017 – I

Regressamos às nossas normais crónicas de fim-de-semana, desta vez para tratarmos apenas dos jogos que foram disputados, relativos á 13.ª Jornada que ainda fica incompleta.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

9.ª Jornada
Dia 22-12-16
Belenenses - ABC (19H00)
13.ª Jornada
Dia 26-11-16
Boa Hora 24 – 25 AC Fafe
AA Avanca 25 – 26 Sporting
Ismai 26 – 26 Arsenal
Belenenses 28 – 33 Madeira SAD
Dia 29-11-16
FC Porto - SC Horta (19H00)
Dia 30-11-16
Benfica - São Mamede (21H00)
Dia 18-01-17
Águas Santas - ABC (21H00)

Disputaram-se apenas 4 jogos relativos á 13.ª jornada, pois os outros encontros foram adiados devido á participação das equipas portuguesas nas diversas provas europeias. Lamentar que quatro jogos disputados três tenham registado a existência de relatórios de ocorrências disciplinares. Como factor positivo o equilíbrio registado nos jogos realizados.

No pavilhão Adelino Costa, realizou-se o AA Avanca / Sporting, que foi um jogo que surpreendentemente ou talvez não terminou com a vitória da equipa do Sporting pela diferença mínima. O Sporting foi um conjunto de jogadores que dominou o jogo durante os primeiros 30 minutos chegando ao intervalo a vencer por 16-11, No segundo tempo a partir dos 34 minutos começou a ver a equipa da AA Avanca a reagir e bem ao resultado que lhe era adverso de tal forma que aos 41 minutos apenas vencia pela diferença mínima (19-18), para aos 43 minutos o resultado ser uma igualdade a 19 golos, o equilíbrio a partir deste momento foi uma constante do encontro para aos 58 minutos se registar uma igualdade a 25 golos, para Frankis Carol nos segundos finais do encontro marcar o golo da vitória da sua equipa. E este resultado foi obtido com Cudic na baliza durante os 60 minutos com uma eficácia de 36% enquanto do outro lado Alejandro Carreras obteve 38% de eficácia. Pedro Veitia com 9 golos (64% de eficácia) e Diogo Oliveira com 6 golos (apenas 43% de eficácia) foram os melhores marcadores da AA Avanca, Pedro Portela com 7 golos (70% de eficácia) e Pedro Solha com 6 golos (86% de eficácia), foram os melhores marcadores do Sporting.

No Pavilhão Acacio Rosa, disputou-se o Belenenses / Madeira SAD, (foi um dos encontros onde se registaram ocorrências disciplinares), que teve a particularidade de assinalar o regresso a direção técnica da equipa do Belenenses de João Florência, que não foi feliz, pois a equipa de Belém sofreu mais uma derrota. Foi um jogo de total domínio da equipa insular que a partir dos 3 minutos de jogo vencia por 3-2, para nunca mais perder o comando do marcador e do jogo. Chegando ao intervalo já a vencer por 18-14, e chegando a ter vantagens de 6 golos, como por exemplo aos 38 minutos quando vencia por 22-16. No entanto na equipa do Belenenses deve-se destacar o seu guarda-redes João Moniz com 33% de eficácia, e como é normal Nuno Roque (87% de eficácia), e Tiago Ferro (86% de eficácia) ambos com 7 golos cada, na equipa do Madeira SAD, grande plano para os seus dois guarda-redes Luis Carvalho (33% de eficácia) e Yusnier Giron (36% de eficácia), tendo ainda Bruno Moreira com 8 golos (80% de eficácia), e Fábio Magalhães com 7 golos (64% de eficácia), como melhores marcadores.

Tivemos depois um dos resultados surpresa da jornada (na nossa opinião) que se registou no Boa Hora / AC Fafe, num encontro de grande equilíbrio e que terminou com a vitória da equipa do AC Fafe pela diferença mínima (encontro onde se registaram ocorrências disciplinares). Que já vencia ao intervalo por 11-9, o encontro foi de total equilíbrio até aos 8 minutos, quando se registava uma igualdade a 2 golos, a seguir o AC Fafe passou a comandar o jogo e o marcador, no entanto registou-se nova igualdade a 9 golos aos 27 minutos, no entanto a equipa de Fafe rapidamente regressou ao comando do jogo e do marcador chegando a ter um diferencial favorável de 4 golos, aos 33 minutos (13-9), mas o Boa Hora com uma excelente reação iguala novamente o marcador a 18 golos quando estavam decorridos cerca de 45 minutos, registando-se nova igualdade aos 58 minutos agora a 23 golos, para a equipa do AC Fafe resolver o encontro nos minutos finais. Uma das principais diferenças registadas entre as duas equipas deve-se á prestação dos guarda-redes, enquanto Tiago Moreira do Bora Hora teve 27% de eficácia, enquanto Bruno Dias do AC Fafe teve 38% de eficácia). Pedro Sequeira com 9 golos (56% de eficácia), e Rui Barreto com 5 golos (50% de eficácia), foram os melhores marcadores do Boa Hora, Belmiro Alves com 10 golos (91% de eficácia), e Nuno Pimenta com 5 golos (71% de eficácia), foram os melhores marcadores do AC Fafe.

Na Maia, tivemos o resultado mais equilibrado da Jornada, no encontro Ismai / Arsenal, que terminou com uma igualdade (encontro onde se registaram ocorrências disciplinares), apesar do equilíbrio que se verificava ao intervalo, igualdade a 14 golos e da igualdade final, a equipa bracarense do Arsenal esteve mas vezes no comando marcador, permitindo sempre a reação dos maiatos. Por exemplo aos 24 minutos vencia por um diferencial de 4 golos (13-9), e já no segundo tempo voltou a verificar-se o mesmo diferencial aos 40 minutos (20-16). O Ismai iguala o encontro através de um livre de 7 metros convertido nos últimos momentos do encontro. No Arsenal, uma especial referencia para o seu guarda-redes Ricardo Castro com 37% de eficácia). Angel Zulueta com 9 golos (mas apenas 45% de eficácia), e Yoan Blanco com 6 golos (85% de eficácia), foram os melhores marcadores do Ismai, enquanto André Caldas (55% de eficácia), e André Azevedo (67% de eficácia) com 6 golos cada foram os melhores marcadores do Arsenal.. 

A Classificação ficou assim ordenada: - 1.º Sporting (37 Pontos, + 1 jogo), 2.º FC Porto (36 pontos), 3.º Benfica (32 pontos), 4.º Madeira SAD (29 pontos, + 1jogo), 5.º ABC (27 pontos, -1 jogo, 6.º Boa Hora (+2 jogo) e (AA Avanca (+ 1 jogo) (26 pontos), 8.º Águas Santas (24 pontos), 9.º Ismai, e AC Fafe (21 pontos, +1 jogo), 11.º Arsenal (20 pontos, +1 jogo), 12.º Belenenses, e SC Horta (19 pontos), 14.º São Mamede (15 pontos, +1 jogo). 

O Banhadas Andebol