gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2016 / 2017 – II

Continuamos com as nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Resultados
Zona 1
2.ª Jornada
Dia 06-11-16
GC Santo Tirso - Marítimo (15H00)
3.ª Jornada
Dia 28-10-16
SP. Oleiros 21 - 20 GC Santo Tirso
FC Porto B - CCR Fermentões (adiado 27-01-17)
Dia 29-10-16
Gondomar Cultural 26 - 25 Boavista FC
Modicus 20 – 26 FC Gaia
Marítimo 30 - 28 Xico Andebol

Começaram e continuaram os adiamentos nesta Zona como seria de esperar, e alguns até inesperados, pois não se vislumbram motivos desportivos para que tal aconteça, e vamos ver como irão continuar. Iniciaremos a nossa ligeira análise, pelo Gondomar Cultural / Boavista FC, que foi um jogo disputado sempre com grande equilíbrio, onde as igualdades bem as alternâncias no marcador se sucederam, sendo o resultado ao intervalo de 12-11 a favor da equipa visitada, que confirmou a sua vitória nos momentos finais do encontro, quando após uma igualdade a 24 golos faz 26-24, com a equipa do Bessa a ter ainda tempo de fazer o 26-25 final. Desta forma a equipa do Gondomar Cultural obteve a sua 1.ª Vitória na prova. Em Oleiros, voltamos a ter um jogo com grande equilíbrio (Jogo com ocorrências Disciplinares). Com a equipa de Santo Tirso considerada uma das favoritas ao apuramento, sofreu a sua 1.ª derrota na prova até ao momento, num encontro em que ao intervalo se encontrava na posição de vencedora por 10-9, para depois sofrer a excelente reação da equipa local, que a levou a uma vitória pela diferença mínima. Em Sandim, tivemos o Modicus / FC Gaia, que terminou com a vitória da equipa do FC Gaia, que assim se mantém como sendo a única equipa invicta nesta zona, embora sendo, mais um jogo com ocorrências disciplinares. Tivemos 30 minutos de grande equilíbrio, com o intervalo a chegar já com a equipa do FC Gaia na frente do marcador pela diferença mínima 13-12, e apenas nos segundos 30 minutos a equipa de Gaia se superiorizou e construi o resultado final, de referir que a informação sobre este encontro parou ao intervalo no sítio da Federação. A equipa do Modicus continua sem registar qualquer vitória na prova até ao momento. Por último um dos encontros aguardado com maior expectativa, disputava-se no Funchal e colocava frente a frente o Marítimo e o Xico Andebol, e foi um encontro que não desiludiu a quem assistiu, pois o equilíbrio foi constante com a equipa madeirense a chagar ao intervalo pela diferença mínima, no segundo tempo o Xico Andebol, ainda conseguiu equilibrar o resultado, chegando mesmo a igualar o resultado, para depois não “aguentar” o esforço final dos madeirenses, com esta derrota o Xico Andebol, regista a sua 1.ª derrota na prova, ao contrário do Marítimo, que têm um jogo em atraso e registou a sua 1.ª vitória. 

Zona 2
3ª Jornada
Dia 29-10-16
Beira Mar 21 - 33 São Bernardo
AD Albicastrense 34 - 28 ADC Benavente
AD Sanjoanense 32 - 21 ACD Monte
Juventude Lis 23 - 24 AC Sismaria
Dia 07-01-17
CD Marienses - Estarreja AC (20H00)

Tal como se previa, começaram os adiamentos nesta zona, não sendo de estranhar que mais situações destas se venham a verificar. Começaremos por um dos possíveis dérbis da Região de Aveiro, o neo divisionário Beira Mar e o São Bernardo (jogo com Relatório), que já assumiu publicamente os seus objectivos de apuramento para a Fase Final. Foi um encontro totalmente comandado pela equipa de São Bernardo que ao intervalo já vencia por 13-7, e no 2.º tempo continuou no seu total ascendente terminando com uma das vitórias mais folgadas da zona, com esta vitória continua a ser uma das equipas que ainda não regista qualquer derrota na zona. Em Castelo Branco realizou-se o AD Albicastrense / ADC Benavente (jogo com ocorrências disciplinares), e onde o resultado final não reflete o equilíbrio com que o encontro foi disputado, apesar de a equipa do AD Albicastrense ao intervalo já vencer por 16-12, no 2.º Tempo a equipa de Benavente parecia “renascida das cinzas”, e reagiu em conformidade, dificultando ao máximo que pôde a vitória dos albicastrenses, que com mais esta vitória continuam a fazer parte das equipas que apenas registam vitórias até ao momento, o AD Benavente encontra-se precisamente no lado oposto. Em mais um dérbi da Região de Aveiro, A AD Sanjoanense venceu o ACD Monte (jogo com Relatório), por um dos resultados mais dilatados da jornada e na zona, já vencendo ao intervalo por 14-10, consolidando a sua vitória no 2.º Tempo, e continuando a ser uma das equipas que apenas regista vitórias nos jogos disputados até ao momento. Terminamos esta ligeira crónica a esta Zona com o mais um dérbi, desta vez em Leiria, o Juventude Lis / AC Sismaria, (jogo com ocorrências disciplinares), devendo registar-se que neste encontro não esteve no banco do AC Sismaria João Florêncio, sendo os motivos por nós desconhecidos. Mas voltando ao jogo, temos de dizer que foi um jogo de total equilíbrio, tantas foram as igualdades verificadas no decorrer do mesmo, com o intervalo a registar uma igualdade a 12 golos, e com o 2.º tempo a registar sucessivas igualdades, chegando aos momentos finas com uma igualdade a 23 golos, com a equipa do AC Sismaria a concretizar o seu 24.º golo, e o que lhe assegurava a sua primeira vitória na zona nos momentos finais do encontro

Zona 3
3.ª Jornada
Dia 29-10-16
Benfica B 31 - 25 CCP Serpa
CDE Camões 22 - 28 Vitória FC
Zona Azul 23 - 21 Alto Moinho
1.º Dezembro 35 - 22 IFC Torrense
Vela Tavira 37 - 27 Almada AC

Finalmente tivemos uma Zona sem adiamentos de jogos, o que é de registar. O encontro mais equilibrado da zona disputou-se em Beja, onde os neo divisionário do Zona Azul, venceram o Alto Moinho (uma das equipas sensação da última época na antiga Zona Sul), num encontro em que comandaram quase sempre o marcador, embora o Alto do Moinho nunca deixasse de dar a devida réplica e ao intervalo o resultado era favorável aos locais por 11-8. No segundo Tempo, depois de terem chegado a 4 golos de diferença (14-1=9, permitiram uma excelente reacção do Alto Moinho que iguala a 17 golos, para a equipa do Zona Azul voltar ao comando do jogo e do marcador, terminar como vencedora. Assinale-se que o Alto Moinho ainda não regista qualquer vitória até ao momento. Num dos jogos aguardados com maior espectativa tivemos o CDE Camões / Vitória FC (jogo com ocorrências disciplinares), e foi um jogo onde o equilíbrio apenas se registou no primeiro tempo, com o resultado ao intervalo a ser favorável ao CD Camões por 13-11, mas a equipa do Vitória FC, fez valer a sua superioridade natural nos segundos 30 minutos, terminando como vencedora, e sendo uma das duas equipas que apenas regista vitórias nos jogos disputados. No Pavilhão da Quinta Marrocos, tivemos o Benfica / CCP Serpa (jogo com ocorrências disciplinares), onde o resultado final não reflete o equilíbrio verificado ao longo dos 60 minutos, com um primeiro tempo de total equilíbrio, chegando a registarem-se diversas igualdades como por exemplo a 11 golos, para o Benfica chegar ao intervalo a vencer pela diferença mínima 13-12. No segundo durante os primeiros minutos o equilíbrio ainda foi grande com uma nova igualdade a 15 golos, e só a partir deste momento o Benfica se superiorizou e consolidou a sua vitória, continuando a ser juntamente com o Vitória FC, as únicas equipas só com vitórias. Depois tivemos os dois jogos com os resultados mais desequilibrados da zona, o 1.º Dezembro / IFC Torrense, jogo onde a superioridade da equipa do 1.º Dezembro nunca esteve em causa, com o resultado ao intervalo já a ser-lhe favorável por 17-13. No segundo tempo o diferencial acentuou-se a vitória foi consolidada. O IFC Torrense continua sem registar qualquer vitória até ao momento. Em Tavira a equipa local, defrontou o Almada AC, num jogo que comandou praticamente durante os 60 minutos, com o resultado ao intervalo a situar-se já em 16-12 a seu favor, no segundo tempo acentuou o seu domínio e desta forma após duas igualdades na jornada anterior, o Vela Tavira obteve a sua 1.ª vitória na prova. O Almada AC pelo seu lado é a única equipa só com derrotas na zona até ao momento.

Nota Final – Na próxima crónica, já serão publicadas as classificações de cada zona.

O Banhadas Andebol

Sorteios – Época 2016 / 2017 - III

A Federação anunciou através do seu Comunicado Oficial n.º 33 da época 2016 / 2017 em 27-10-16, a data da realização dos 1/8 Final da Taça de Portugal Seniores Femininos.

PO.23 – Taça de Portugal Seniores Femininos
1/8 Final - Sorteio dia 03-11-2016 pelas 17H005
Os Jogos realizar-se-ão em 08-12-16

Nota – Devido á alteração do planeamento da Selecção A feminina, os dias 3 e 4-12-16, poderão igualmente ser utilizados, desde que exista acordo entre os clubes intervenientes.

Só é pena esta notícia, não ter o relevo que devia ter, quando publicada no sitio da Federação.

O Noticias

domingo, 30 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 05 – 2016 / 2017 – Actualizada

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino, numa altura em que se disputaram 6 jogos, mas pertencentes a 3 jornadas diferentes, o que torna esta prova um pouco diferente na regularidade que se pretende.

Continuaremos a repetimos o que já dissemos, pode ser que alguém nos ouça.

“Desconhecimento total do nível das duplas nomeadas para dirigir estes jogos, o que se lamenta.

Quanto á nossa esperança em estatísticas nesta prova, e que eram uma normal contribuição para o seu desenvolvimento e implementação, deixamos de ser poetas e líricos, pois continuamos a constatar que as verbas da FAP, estão certamente canalizadas noutro sentido e que esta entidade da modalidade não está interessada em tal.”

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
4.º Jornada
Dia 30-10-16
Colégio Gaia 20 - 32 Madeira SAD
Académico FC 22 - 29 CS Madeira)
5.ª Jornada
Dia 29-10-16
Académico FC 15 – 33 Madeira SAD
Colégio Gaia 34 – 30 CS Madeira
6.ª Jornada
Dia 23-10-16
SIR 1.º Maio/CJB 23 – 30 Colégio Gaia (antecipado)
Dia 29-10-16
CA Leça 32 – 35 Alavarium
Juventude Mar 19 – 18 Juventude Lis

Disputaram-se até ao momento apenas quatro jogos, verificando-se em alguns deles que o Boletim de jogo, não está concluído e por isso a classificação oficial não está correcta (ver por exemplo Colégio Gaia / CS Madeira, e Colégio Gaia / Madeira SAD), pergunta-se quem confere os mesmos antes de dar o mesmo por concluído? Assim nos jogos realizados temos apenas se verificou um jogo com registo de ocorrências disciplinares.

Actualização

No Pavilhão do Lima tivemos mais um jogo neste fim-de-semana de jornada dupla para o Académico FC e para o seu adversário de hoje o CS Madeira, foi um encontro que terminou com a esperada vitória da equipa madeirense, num jogo, em que a sua história pode resumir-se ao que se passou no primeiros tempo onde o CS Madeira chega com grande facilidade a 9-2 a seu favos, para depois em cerca de 9 minutos sofrer um parcial de igual (9-2), e na +única vez que não esteve no comando do marcador, estar numa igualdade a 11 golos, para chegar ao intervalo já a vencer por 16-13. No segundo tempo, ainda se registou um ligeiro período de algum equilíbrio para o CS Madeira assumir em definitivo uma margem confortável e chegar aos 21-14 (diferencial de 7 golos), para mais tarde ainda chegar a ter um diferencial favorável de 8 golos (25-17, como exemplo), e terminar como justo vencedor deste encontro. Cristiana Alves e Barbara Gandra, ambas com 5 golos cada foram as melhores marcadoras do Académico FC, enquanto no CS Madeira, Sara Gonçalves com 9 golos e Maria Rodrigues com 6 golos foram as suas melhores marcadoras.

No Colégio Gaia, tivemos mais um encontro desta jornada dupla para as equipas em “confronto”, Colégio Gaia / Madeira SAD, duas das naturais candidatas ao título, que vêm de jogos, completamente diferentes, enquanto o Colégio Gaia, teve um na véspera um encontro mais equilibrado e que obrigou a um maior esforço físico, o Madeira SAD, vem de um encontro onde pôde gerir plantel e resultado, assim toda estas circunstâncias, não foi difícil ao Madeira SAD vencer um encontro onde comandou o marcador durante 60 minutos, chegando a temer-se que o resultado final ainda fosse mais dilatado, tal a insegurança, e mau jogo efetuado pela equipa do Colégio Gaia, em conta ponto com o Madeira SAD, que entrou decidido e rapidamente colocou o resultado em 3-0, mantendo sem uma vantagem de 3 a 4 golos até aos 11-8, momento em que o Colégio de Gaia em cerca de 8 minutos incluindo o inicio do segundo tempo sobre um parcial de 7-0, passando para os 17-8 ao intervalo, e permitindo que o Madeira SAD chegasse aos 18-8 logo no início do segundo tempo, verificou-se depois uma pequena fase de equilíbrio, para o Colégio sofrer agora um parcial de 5-0 passando de 21-13, para 26-13, e permitir que ainda se chegasse a registar um diferencial de 15 golos (29-14) a favor das madeirenses, que de seguida abrandaram o ritmo entrando em controlo do jogo e do marcador. Para se analisar ainda melhor o jogo basta dizer que a melhor marcadora do Colégio Gaia não foi além doa 4 golos e foi Bebiana Sabino, enquanto no Madeira SAD, Soraia Lopes com 9 Golos e Renata Tavares com 8 golos, foram as suas melhores marcadoras.

Em Gaia, num pavilhão em que as equipas tem os bancos dos Oficiais de equipas e dos Suplentes quase dentro de Campo, e onde o Delegado da FAP, tem de estar sentado num banco em miniatura pois não cabe na mesa. Assistiu-se a excelente jogo de andebol, e que provou que nesta modalidade por vezes o querer e a atitude, acompanhada da qualidade e da garra supera em muito os “profetas” da envergadura física (nós incluídos), tivemos que na nossa opinião as duas melhores jogadoras em campo Nádia Nunes na baliza do CS Madeira e Helena Soares (12 golos) do Colégio Gaia que marcou golos de todas as posições e ganhou bolas que toda a gente dava como perdidas, foram claramente o expoente máximo das suas equipas. O CS Madeira acaba por perder o encontro nos últimos 10 minutos do encontro onde a fadiga começou a fazer diferença, e na baliza do Colégio Gaia, Jéssica Ferreira, foi decisiva, em especial partir dos 52 minutos quando marcador assinalava uma igualdade a 27 golos. O Colégio Gaia teve na nossa opinião produção abaixo do que se esperava, pois esteve por diversas no comando, chegando a ter 4 golos de vantagem, ainda nos primeiros 30 minutos para de seguida sofrer um parcial de 4-0, e aos 20 minutos de jogo, registar.se uma igualdade a 11 golos, para o CS Madeira continuar em ascendente e aos 23 minutos passa para o comando por 14-13, chegando ao intervalo a vencer por 17-15. No segundo tempo, comandou sempre o marcador até aos 50 minutos 25-24, para se registarem de seguida diversas igualdades e permitir que o Colégio Gaia assumisse novamente o comando do jogo e do marcador cerca dos 53 minutos como o 28-27, e chegasse aos 31.27 (56 minutos), e aqui na nossa opinião cometeram-se diversas falhas técnicas quer a atacar quer a defender que ditaram o resultado final. Não podemos terminar esta crónica sem referir o extraordinário trabalho de Jéssica Gouveia (6 golos) do CS Madeira nos 6 metros, e da “veterana” Sara Gonçalves (10 golos) do mesmo clube que é um exemplo de dedicação e entrega ao jogo. Assim como Bebiana Sabino no Colégio Gaia com os seus 8 golos. Quanto ao trabalho dos árbitros que não costumamos referir nestas crónicas, apenas diremos que foi desequilibrado, em especial nos 7 metros e nas violações da área de baliza. Têm a obrigação de ser mais equilibrados nas suas acções.

No Lima tivemos a realização do Académico FC / Madeira SAD, respeitante á 5.ª Jornada da prova tal como o jogo anterior. Onde o neo divisionário do Académico FC defrontou a equipa Campeã Nacional em título, e possuidora de outros argumentos em termos andebolísticos, e venceu a equipa insular que comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, com o resultado ao intervalo a cifrar-se já em 12-6, que expressa já a superioridade do Madeira SAD, o que lhe permitiu gerir o plantel para o jogo do dia seguinte, onde certamente encontrará maiores dificuldades, que confirmou nos segundos 30 minutos, num jogo sem qualquer dificuldade, e onde foi progressivamente aumentando o diferencial existente no marcador. Jogo sem margem para grandes comentários, e onde Cristina Aves com 5 golos foi a melhor marcadora do Académico FC, e no Madeira SAD, Renata Tavares e Soraia Lopes, ambas com 7 golos cada foram as suas principais marcadoras.

Em Esposende disputou-se o encontro relativo á 6.ª Jornada Juventude Mar / Juventude Lis (presumivelmente com relatório disciplinar), onde se defrontavam uma equipa que ainda não tinha registado qualquer vitória (Juventude Mar) e uma equipa que sensacionalmente tinha vencido o Maiastars, na última jornada, obtendo a sua 1.ª Vitória na prova. Este encontro foi disputado com total equilíbrio, pois as alternâncias no marcador e as igualdades verificadas ao longo dos 60 minutos, foram sem conta, pois desde uma igualdade a 1, a 2, a 5, a 8, etc.. O intervalo chegou com uma igualdade a 11 golos. Nos segundos 30 minutos nada se alterou, e atoada do encontro foi a mesma, com a juventude do Mar a marcar o golo da vitória nos últimos momentos da encontro, Joana Ascensão e Teresa Santos, ambas com 6 golos cada, foram as melhores marcadoras da Juventude do Mar, por sua Juceleyde Cabral com 7 golos, foi a melhor marcadora da Juventude Lis. Curiosamente a Juventude Lis não apresenta nenhum Oficial inscrito no Boletim de Jogo, estará correcto?

Em Leça da Palmeira, tivemos o CA Leça / Alavarium, onde o era totalmente atribuído o favoritismo á equipa de Aveiro, mas a equipa local, com uma excelente produção de jogo, não tornou a vida das aveirenses fácil, e apesar do resultado ao intervalo ser favorável á equipa do Alavarium por 22-20, o que são números perfeitamente elucidativos do jogo que se realizou até ao momento com total supremacia dos ataques sobre as defesas, nos segundo 30 minutos o CA Leça regressou com a mesma garra e vontade que os caracteriza e iguala o marcador a 28 golos, passando inclusive para a frente do marcador 29-28 e 30-29, para voltar a permitir que o Alavarium, reentrasse no jogo e voltasse ao comando por 32-31, e comandasse e até dilatasse o marcador até ao final do encontro. (mais um Boletim de Jogo mal concluído). NO CA Leça Cristiana Morgado com 15 golos e Daniela Mendes com 5 golos foram as suas melhores marcadoras, por sua vez Mónica Soares com 11 golos e Soraia Fernandes com 9 golos, foram as melhores marcadoras do Alavarium. Nota final para os 40 minutos de atraso no início do encontro.

Classificação após estes jogos: - 1.º Alavarium (16 pontos, +1 jogo), 2.º Madeira SAD, CS Madeira, e Colégio Gaia (+1 jogo) (14 pontos), 5.º Maiastars (13 pontos), 6.º SIR 1.º Maio/CJB (+ 1 jogo), e Colégio Gaia (+ 1 Jogo) (12 pontos), 8.º CA Leça (10 pontos, +1 jogo), 9.º Santa Joana e Passos Manuel (9 pontos), 10.º Juventude Mar e Juventude Lis (8 pontos, +1 jogo), 12.º Académico FC (7 pontos).

O Noticias

Andebol de Praia 2017 – Campeonatos da Europa – I

CAMPEONATOS DA EUROPA ANDEBOL DE PRAIA 

A EHF publicou no seu sítio em 25-10-16, uma notícia, onde confirmava o local da realização dos Campeonatos da Europa, tanto em seniores como em Sub-17. Com ambas as provas a serem organizadas pela Croácia em Jarum Lake, na Capital Zagreb. Sendo a segunda vez que este País organiza as provas de pois de o ter feito em 2011.

Assim o Europeu Masculino e Feminino de Seniores, será disputado de 20 a 25 de Julho de 2017.

O Europeu de Sub-17, antecederá o de seniores e será disputado em ambos os géneros de 16 a 18 de Junho de 2017.
Recordamos que a Croácia, é a Campeã da Europa em Titulo, e que já venceu esta prova, em 2009, 2011, 2013 e 2015, em Seniores Masculinos e em 2011 em Seniores Femininos.

O Noticias

sábado, 29 de outubro de 2016

Formação – Treinadores - II

EHF MASTER COACHING
(Curso Portugal / Espanha)

Numa notícia, que passou despercebida á FAP, a EHF, publicou uma compilação das teses apresentadas e defendidas pelos participantes em diversos Cursos de Master Coach, licenciados pela EH, entre os quais o realizado em conjunto por Portugal e Espanha, apresentando tese 72 participantes. Isto significa que estes técnicos em principio ficaram com a categoria de EHF Master Coach.

As Teses dos Técnicos participantes neste curso estão disponíveis no seguinte LINK.

A Descrição dos Participantes e das Teses estão descritas neste LINK.

Apenas descrevemos os técnicos Portugueses (33) que se apresentaram tese.

Alexandre Manuel Castro de Melo
Ana Cristina Teixeira Seabra
António Tavares Ruela
Artur José Fernandes Rodrigues
Carlos Alberto Prata Martingo
Carlos Manuel Andril Neiva
Filipe Herminio Dias Duque
Frederico Novais Lopes Gonçalves Machado
Filipe de Sá Santos Oliveira
Hugo Miguel Monteiro Fernandes Canela
João Manuel Eleutério Florêncio
João António Rodrigues de Castro
João Comédias
Jorge Manuel Andrade Costa
José Carlos Ribas da Silva Amaral
José António Soares David Paiva da Silva
Luís Filipe de Oliveira Santos
Marco Jerónimo Gonçalves de Castro Guimarães
Mário César Navarro
Miguel Simões Catarino
Ricardo Nuno Carvalho dos Santos
Nuno António Pinto da Silva
Paulo Alexandre Marques da Costa
Paulo Jorge Fidalgo
Paulo Jorge de Moura Pereira
Pedro Miguel Pinto Vieira
Raquel Cristina Cunha Soares da Silva
Ricardo Vasconcelos
Rui Alberto Gouveia dos Santos
Rui Miguel Calçada Oliveira Rito
Rui Alberto Sousa e Silva
Tiago Marques Cunha
Tiago Jorge Basílio Oliveira

O Noticias

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Europeu 2018 Masculino – IV

Euro 2018 Masculino Na Croácia

A FAP, procedeu hoje á apresentação da equipa técnica que vai acompanhar a Selecção Nacional de Seniores Masculinos no Europeu 2018, em Lisboa, na discussão da Qualificação 2, cuja fase final será disputada por um total de 16 equipes, de 12 a 28-01-2018, em quatro cidades (Zagreb, Varazdin, Porec e Split), havendo lugar á qualificação de 15 equipas. Pois apenas o Organizador está diretamente apurado.

Mais uma vez se lamenta falta de transparência destes actos, pois que nos recordemos é a 1.ª vez, que se apresenta uma equipa técnica, sem previamente a mesma ter sido divulgada através de CO, para o efeito. Nova surpresa se verificou, que foi a inclusão na mesma de um técnico de Guarda-Redes (Telmo Ferreira), que nem se encontra inscrito como treinador mas sim como Oficial de equipa (não pomos em causa as suas qualificações para a função), mas não entendemos, como se inclui um técnico que não está inscrito como tal, nem pelo seu clube. Porquê? 
Serão apurados os dois (2) primeiros classificados de cada Grupo mais o melhor terceiro classificado de entre todos os Grupos. Para determinar esta equipa, apenas contam os jogos disputados com os dois primeiros classificados do Grupo. Portugal foi colocado no Grupo 5, onde iremos defrontar pelo menos duas das melhores equipas Europeias (Alemanha e Eslovénia), que estiveram presentes nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, e a Suíça.

Calendário de Portugal (jogos já confirmados)

Jornada 1 – 02-11-16 – Alemanha / Portugal (19H00) Benfica TV/ Andebol TV
Jornada 2 – 06-11-16 – Portugal Eslovénia (15H00) (Pav. Luz) Benfica TV/TVI24/Andebol TV

Convocados

Foram convocados para o estagio e jogos 20 jogadores e 7 oficiais de equipa digo bem 7 Oficiais de equipa, apenas falta convocar o assessor de imprensa, uma convocatória que não se entende quando as verbas disponíveis ma prática não existem, basta saber que os árbitros segundo palavras das seus responsáveis estão vários meses de atraso. Não discutimos os nomes dos convocados, mas perguntamos será que toda a gente se vai deslocar á Alemanha quando apenas se podem inscrever 16 no máximo? Responda quem souber.

O Estagio irá decorrer em Rio Maior de 28 de Outubro, sofrendo as necessárias interrupções para as deslocações e jogos e terminará em 06-11-16, com a realização do jogo Portugal Eslovénia.
O Banhadas Andebol

Nomeações – EHF – 2016 / 2017 – X

A EHF procedeu a diversas nomeações, em especial para a Challenge CUP Feminina, tendo sido atribuídas algumas nomeações a Portugal.
Árbitros

Marta Sá / Vânia Sá – Foram nomeadas para o encontro da 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da Challenge CUP Feminina, que se disputa entre o H 65 Hoors HK (Suécia) e a Prosetecnica Bm Zuazo (Espanha), em Espanha no dia 19-11-16.

Delegado

José Jorge – Foi nomeado para os encontros da 3.ª Eliminatória da Challenge CUP Feminina, que se disputa entre a HIFK (Finlândia) e o Rocasa Gran Canaria ACE (Espanha), em Espanha nos dias 19 e 20-11-16.

Aos nomeados os nossos parabéns, e as maiores felicidades.

O Regras

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 17 – 2016 / 2017 – I - Actualizada

Mais crónica intermédia, desta vez com uma jornada completa meio da semana, com o campeonato a sofrer uma interrupção para estágios de preparação da Selecção Nacional.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

1.º Jornada
Dia 05-11-16
SC Horta - AC Fafe (21H00)
3.ª Jornada
Dia 23-11-16
SC Horta – ABC (21H00)
4.ª Jornada
Dia 16-11-16
Ismai – SC Horta (21H00)
9.ª Jornada
Dia 22-12-16
Belenenses - ABC (19H00)
10.ª Jornada
Dia 26-10-16
Águas Santas 32 – 26 SC Horta
Boa Hora 31 – 30 AA Avanca
AC Fafe 20 – 34 Benfica
São Mamede 20 – 25 FC Porto
Arsenal 27 – 37 Madeira SAD
ABC 39 – 23 Ismai
Dia 27-10-16
Sporting 39 - 26 Belenenses

Jornada que se disputa na sua totalidade, o que começa ser raro nos tempos que correm, e apenas com um jogo a ser realizado no dia seguinte a maioria. Jogos disputados, sem que exista algum com especial destaque. Uma referência pela negativa, para as estatísticas efectuadas no jogo Arsenal / Madeira SAD, pois desde resultados que não conferem com o boletim de jogo a marcadores de golos que também não coincidem, até jogadores que segundo os seus critérios falham golos depois de sofrerem a 3.ª exclusão (exemplo João Gomes do Madeira SAD 1.ª Exclusão aos 10 minutos, 2.ª aos 27, e a 3-ª registada na fita de jogo foi aos 42 minutos, para aos 45 falhar um remate, no BOJ apenas tem 2 exclusões. Foi uma jornada até ao momento sem o registo de qualquer ocorrência disciplinar.

Actualização

Sporting 39 – 26 Belenenses


No Pavilhão do Casal Vistoso, realizou-se o Sporting / Belenenses, perante um publico em razoável número para o habitual em dias de semana neste pavilhão, embora longe do que seria normal. Foi um jogo onde o Sporting teve no Banco a dirigir a equipa Hugo Canelas, face á sanção disciplinar que foi aplicada a o técnico principal Equisoain. O Encontro teve duas partes completamente distintas, os primeiros 30 minutos onde a equipa do Sporting, com Cudic (33% de eficácia), que foi decisivo em muitos momentos do jogo, e com um Carlos Ruesga (5 golos, 83% de eficácia) que fez uma exibição de luxo, em remos de jogar assistir e marcar, e ainda com Frankis Carol (5 golos, 83% de eficácia), a fazer um belo jogo, e com a equipa a cometer muito poucas falhas técnicas, diante uma equipa do Belenenses, jovem e que vive acima de tido da experiência de Carlos Siqueira (2 golos, 50 % de eficácia), e de Nuno Roque (7 golos (78% de eficácia), foi subindo de rendimento e passou de 9-5 aos 13 minutos de jogo, para 20-10, aos 28 minutos, e chegar ao intervalo pela mesma diferença 21-11. No segundo tempo o Belenenses com uma atitude mais agressiva em termos defensivo, e o Sporting que entrou numa fase de substituições, dando tempo de jogo aos mais jovens, e gerindo o plantel, mas cometendo um número excessivo de falhas técnicas em especial no ataque, embora nunca cedendo em demasia com Igor Zabic (5 golos, 71% de eficácia), e o guarda-redes Asanin (19% de eficácia) abaixo com rendimento abaixo do seu normal, apesar de algumas defesas de belo efeito, face a sua gestão de plantel teve 12 jogadores a marcarem golos com destaque para os jovens Edmilson Araújo (4 golos (67% de eficácia), e Bruno Gaspar (2 golos, 67% de eficácia). O Belenenses que teve uma excelente postura e uma forte melhoria de rendimento a que não é alheia a entrada para a baliza de João Moniz apesar dos seus 20% de eficácia, e que teve no jovem Gonçalo Ribeiro (8 golos, com 6 em 6 de 7 metros e uma eficácia global de 67%), Uma palavra final para a mesa de cronometragem que é ela que desta vez não têm o os marcadores e os números de golos correctamente atribuídos. Dirigiu o encontro a dupla madeirense constituída por Gonçalo Aveiro e Hugo Fernandes, que senão fosse o excesso de sanções disciplinares, algumas um autêntico exagero, e as violações da área por parte dos atacantes, ao passarem pela área de baliza para ganharem posição, teriam tido na nossa opinião uma avaliação positiva. Pois na nossa opinião ambas as desqualificações com cartão vermelho seguido de azul, foram corretamente aplicados.

No Flávio Sá Leite, no único encontro disputado á tarde, o Arsenal / Madeira SAD, foi um encontro disputado em sentido único, com a equipa insular a comandar o marcador durante os 60 minutos, com alguns dos seus jogadores a estarem imparáveis como é o caso de Fábio Magalhães que chegou ao final do encontro com 9 golos marcados. Dizer que ao intervalo já o Madeira SAD, se encontrava na frente do marcador por 21-15, e que depois no segundo tempo, apesar de um maior equilíbrio no jogo, em especial durante os primeiros 10 minutos deste período, voltaram á sua natural superioridade, e continuaram a aumentar a diferença que no final do encontro se cifrava em 10 golos. No Arsenal Vasco Areias com os seus 7 golos, e Sérgio Caniço com 5 golos, ainda tentaram “remar” contra a maré, sendo os melhores marcadores da equipa com o seu guarda-redes Ricardo Castro a marcar um golo, quando O Madeira SAD, jogava com sem guarda-redes. No Madeira SAD além de Fábio Magalhães já por nós referido, João Miranda com 6 golos, foi outro dos seus melhores marcadores, de registar a curiosidade de ambas as equipas apenas inscreverem no Boletim de jogo 13 jogadores, pois o mesmo foi disputado a uma hora, que dificulta a presença de muita gente inclusive espectadores, cujo número é completamente “ridículo” para uma 1.ª Divisão Nacional. Pelos motivos já indicados não são apresentadas as % de eficácia dos atletas referenciados.

Na Maia tivemos o Águas Santas / SC Horta, que foi um encontro que venceu a equipa que todos esperavam e que cerca dos 10 minutos de jogo já vencia por 5-1, e após um oportuno Time-Out da equipa do SC Horta, esta começou a equilibrar o encontro de tal forma que chegou ao intervalo a perder pela diferença mínima (14-13).No segundo tempo embora a equipa do Águas Santas tenha comandado a maior parte do tempo o jogo e o marcador, os insulares ainda conseguiram equilibrar o marcador em diversas ocasiões como aos 43 minutos igualaram o marcador a 21 golos, mas a partir daqui a equipa maiata acelerou no jogo e rapidamente chaga aos 4 golos de vantagem aos 54 minutos, para terminar o encontro em nítida superioridade. Na equipa do *aguas Santas mais uma vez António Campos (29% de eficácia), e o seu colega de equipa e de posto Pedro Pacheco (38% de eficácia) foram os principais obstáculos aos homens do SC Horta, mas o homem do jogo foi certamente Pedro Cruz com os seus 15 golos (8 em 8 de 7 metros e 75% de eficácia), no SC Horta que se apresentou com apenas 12 jogadores inscritos Edgar Landim (8 golos, 57% de eficácia), e Hugo Freitas (6 golos e 67% de eficácia), foram os seus melhores marcadores, com este resultado a equipa insular continua a registar apenas uma vitória até ao momento.

Em Fafe realizou-se o AC Fafe / Benfica, que terminou com folgada vitória do Benfica conforme se esperava, apesar de o encontro ter começado com a lgum equilíbrio pois aos 9 minutos de jogo, o Benfica encontrava.se na frente do marcador apenas por um golo 4-3, mas um parcial de 6-0 em 6 minutos leva o resultado para 10-3 a favor da equipa visitante, a partir daqui o jogo ficou praticamente resolvido, e o intervalo chegou com o resultado de 18-10 a favor do Benfica. Nos segundos 30 minutos nada mais deverá ser acrescentado a não ser que a vantagem foi sempre em crescendo, e que o Benfica, teve mais uma vez oportunidade gerir o plantel e o resultado, com 13 jogadores a concretizarem golos, destacando-se João Pais (83% de eficácia), Stefan Terzic (63% de eficácia) e Belone Moreira (100% de eficácia), todos com 5 golos cada um, destacando este último mais uma vez pelo que joga assiste e faz jogar, bem acompanhador por Hugo Figueira em dia sim com 50% de eficácia) No AC Fafe, Bruno Dias na baliza (39% de eficácia), foi um dos seus principais elementos, enquanto o experiente Nuno Pimenta com 7 golos (100% de eficácia), a maior parte aos 6 metros foi o seu elemento mais produtivo.

No Segundo jogo que se realizou nesta jornada no Flávio Sá leite, tivemos o ABC / Ismai, jogo onde apenas se registou equilíbrio até cerca dos 8 minutos de jogo quando o marcador assinalava uma igualdade a 6 golos, a partir deste momento o ABC passou para a frente do marcador, para chegar tranquilamente ao intervalo a vencer por 18-12. Os segundos 30 minutos foram jogados praticamente sem história pois o diferencial entre as equipas, foi-se acentuado com o andar do tempo e o aproximar dos 60 minutos. De destacar que neste encontro o ABC nem utilizou Humberto Gomes, na baliza sendo a mesma entregue e bem a Emanuel Ribeiro (45% de eficácia) e a Cláudio Silva (53% de eficácia). André gomes com 9 golos (82% de eficácia) foi o principal marcador, seguido por Hugo Rocha (8 golos, 3 em 3 de 7 metros e 67% de eficácia). Na equipa do Ismai, Yoan Blanco (46% de eficácia), e Angel Zulueta (43% de eficácia), foram os seus melhores marcadores, mas em nossa opinião de baixa eficácia.

No Pavilhão Eduardo Soares, tivemos o São Mamede / FC Porto, encontro onde se esperava uma forte superioridade da equipa do FC Porto, mas por displicência, juntamento com o excesso de confiança, e o querer dos adversários levam-nos a situações difíceis, e foi precisamente isto que se passou neste encontro onde apesar de ter vencido o FC Porto, passou por momentos de grande dificuldade, e com esta derrota a equipa do São Mamede, continua a ser a única equipa que ainda não regista qualquer vitoria na prova. Neste encontro o equilíbrio verificado durante os primeiros 30 minutos foi enorme e surpreendeu muita gente, pois o São Mamede chega a estar na frente do marcador, com 3 golos de vantagem, como por exemplo aos (8-5) cerca dos 19 minutos de jogo, para o intervalo chegar com uma igualdade a 9 golos e Alfredo Quintana (42% de eficácia), a ser uma das figuras do jogo, no segundo período do jogo o equilíbrio manteve.se até cerca dos 51 minutos com o FC Porto já na frente do marcador, mas apenas pela diferença mínima 19-18, quando é solicitado um Time-out pelo seu técnico, que se mostrou ser de uma enorme oportunidade, pois os últimos 9 minutos foram jogados com nítida superioridade da equipa do FC Porto, que construi a diferencial final. Vasco Marques foi desta feita o principal marcador do São Mamede com 10 golos (67% de eficácia), enquanto no FC Porto, António Areia com 7 golos 3 em 4 de 7 metros, e 70% de eficácia) foi dos mais produtivos elementos.

Boa Hora 31 – 30 AA Avanca

Jogo disputado no Pavilhão Fernando Tavares, que se iniciou com cerca de 15 minutos de atraso, sem que se conheça o motivo (se foi por mau funcionamentos dos intercomunicadores, como chegou a ser aventado, lamenta-se pois um jogo com dois delegados deveriam saber, que não intercomunicadores dirigem o jogo sem eles, mas fazemos este nosso comentário sobre reserva). O Pavilhão encontrava-se com menos publico que o desejável, e foi um encontro emotivo, e forte equilíbrio, com os ataques a falharem em demasia, com diversas falhas técnicas, e maus passes, para ambos os lados, embora a equipa do Boa Hora tenha comandado durante mais tempo o marcador, em especial a partir dos 10 minutos, mas chegou ao intervalo a vencer pela diferença mínima (14-13), destacando-se neste período Pedro Sequeira (8 golos, 62% de eficácia) o melhor marcador do Boa Hora e o seu guarda-redes Henrique Carlota (21% de eficácia, mas com defesas importantes em momentos decisivos), enquanto na AA Avanca o seu guarda-redes Carreras (29% de eficácia) estava igualmente bem, mas a equipa não defendia a bem e falhava no ataque em especial na zona dos 6 metros. No segundo período de jogo, não se registaram grandes alterações na forma de jogar das equipas, e o Boa Hora chegou a ter 4 golos de vantagem aos 35 minutos quando vencia por 18-14, mas a AA Avanca nunca se deu por vencida e na maior parte das vezes mais com o coração do que com discernimento, igualada o marcador a24 golos aos 50 minutos fazendo prever 10 minutos finais, jogados com emotividade mas com respeito pelo adversário e aqui queremos saudar ambas as equipas. Os minutos finais foram terríveis com diversas igualdades e alternâncias no marcador, prevalecendo a qualidade dos jovens Miguel Batista (6 golos, 55% de eficácia)) e Diogo Oliveira (em especial na conversão dos 7 metros) (8 golos, e 80% de eficácia)), e do guarda-redes Luís Silva (32% de eficácia) na AA Avanca e a forte experiencia de Luís Nunes (9 golos, e na equipa do Boa Hora, que acaba por vencer o jogo, na concretização de um livre direto já depois dos 60 minutos mas perfeitamente legal. Dirigiu o encontro a dupla de Lisboa constituída por Tiago Monteiro e António Trinca, que apesar de alguns erros em especial na sanção progressiva, pois na a aplicaram com equidade (na nossa opinião), estiveram bem melhor num jogo de grande equilíbrio do que a última vez que os tínhamos visto.

A Classificação ficou assim ordenada: - 1.º FC Porto (30 pontos), 2.º Sporting, e Benfica (28 pontos), 4.º Madeira SAD (22 pontos), 5.º AA Avanca (21 pontos), 6.º ABC (20 pontos, -2 jogos), 7.º Boa Hora (19 Pontos), 8.º Águas Santas (18 pontos), 9.º AC Fafe (15 pontos, -1 jogo), 10.º Belenenses (- 1 jogo), e Arsenal (14 pontos), 12.º Ismai (-1 jogo) (13 pontos), 13.º SC Horta (-3 jogos), e São Mamede (11 pontos).  

O Banhadas Andebol

Selecção Nacional Seniores Masculina – Última Hora - I

CARLOS MARTINGO
NOVO ADJUNTO
 DO
SELECCIONADOR NACIONAL

Inesperadamente, e através de uma Televisão de Clubes, sem qualquer informação por parte de quem de direito, até hoje (27-10-16), ficamos a saber que o técnico da AA Avanca, Carlos Martingp é o novo adjunto do Seleccionador da equipa de Seniores Masculina, deve no entanto dizer-se que quando interrogado acercado tema no final do jogo Boa Hora / AA Avanca, Carlos Martingo se recusou delicada e educadamente a falar sobre o assunto.

Deve-se no entanto dizer que o mesmo já á algum tempo que vêm colaborando nas selecções mais jovens, embora por vezes e por informações por nós obtidas o seu nome seja muitas vezes omitido das respectivas convocatórias. Assim está encontrado o substituto de Luís Monteiro. Ao Carlos Martingo desejamos as maiores felicidades no desempenho das suas funções.

Apenas se lamenta a falta de informação da Federação sobre estes assuntos.

O Banhadas Andebol

Andebolmania – 2017

ANDEBOLMANIA - 2017

De 12 a 15 de Abril em S. João da Madeira o Andebolmania. Um dos maiores torneios de andebol da península ibérica, promete competição, entretenimento e muito espetáculo.

Eis alguns números da última edição, 54 equipas portuguesas, 56 equipas espanholas, 3 equipas francesas, está edicção passas por haver equipas escandinavas.

Para além dos muitos jogos que iremos ter, numa grande festa e o BEST TRICK SHOW são os grandes atractivos do evento.

Esta ano as inscrições são limitadas a 120 equipas, relembrando que torneio é para masculino e feminino e em todos os escalões de formação.

Mais informações em: www.andebolmania.com 
Eis o link do trailer da espectacular edição do ano passado:

Esperamos pelo seu clube, mas não demore a inscrição
(fonte Andebolmania)

O Noticias

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Gala do Desporto - Ano - 2016

Gala Desportiva - 2016

A Confederação do Desporto de Portugal, organiza a 21.ª Gala do Desporto, no próximo dia 16 de Novembro, é uma iniciativa que vai distinguir os desportistas que mais se evidenciaram na época desportiva finda.

A edição deste ano é subordinada ao tema “A Internacionalização do Desporto Português”, pretendendo desta forma a Confederação do Desporto de Portugal, apoiar o esforço de afirmação Internacional a que se tem vindo a assistir por parte do desporto nacional, segundo as suas próprias palavras.

Nas informações disponibilizadas pela Confederação do Desporto de Portugal, informa que entre outras distinções e homenagens, serão entregues os prémios aos melhores desportistas do ano, nas seguintes Categorias, tendo a FAP, indicado para as diferentes categorias os seguintes elementos e equipa.

Jovem Promessa – André Gomes
Atleta Masculino – Pedro Seabra Marques
Atleta Feminino – Ana Andrade
Treinador – Carlos Resende
EquipaSelecção Nacional Sub-16 Masculina de Andebol de Praia

Após estas indicações a CDP, divulgou a lista dos cinco finalistas em cada categoria que irão ser sujeitos a votação, com a o Andebol a ter apenas um Finalista sujeito a votação e na categoria Treinador do Ano, cuja honra coube a Carlos Resende. Para a votação online que decorrerá até às 17H00 do dia 15-11-16, que será feito através de um registo prévio nestelink, e só depois haverá acesso á votação.

Normalmente, na gala, além do Prémio relativo á Personalidade do ano, será entregue o Prémio Alto Prestígio da CDP, que serão atribuído de acordos com o tema. No entanto até ao momento nada se sabe acerca do assunto.

O Banhadas Andebol

Mundial Sub 21 Masculino – 2017 – III

MUNDIAL SUB-21 MASCULINO

Alertados por alguns dos nossos leitores, para os erros que continha a convocatória divulgada para este 1.º Estágio que Portugal vai efectuar de 31-10-16 a 04-11-16 em Guimarães, com a sua equipa  de Juniores A Masculinos, que participarão no Torneio de Apuramento Europeu para o Mundial de Sub-21 Masculino, que vai decorrer de 17 a 30 de Julho na Argélia.

A Federação em 25-10-16, divulgou nova convocatória (actualizada), que continua a conter o erro de atribuir a AA Avanca á AA Lisboa no caso do atleta Diogo Oliveira.

Assim divulgamos a Lista de convocados para o estágio, como se costume sem comentários e actualizada conforme divulgação no sitio da Federação.
O Formador

Informações - Clubes - Diversa

AC SISMARIA
O Noticiais

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 04 – 2016 / 2017 - V

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04,

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
5.ª Jornada
Dia 23-10-16
ABC 36 - 22 CD Feirense
Boavista FC 34 - 28 Xico Andebol
Académico FC 19 - 34 Águas Santas
FC Porto 29 - 32 Ismai
AA Avanca 30 - 26 GC Santo Tirso

Jornada, onde se registou, uma surpresa em jogos onde prevaleceu maioritariamente vitórias das equipas a que já se lhe atribuía favoritismo. A grande surpresa foi a vitória do Ismai como visitante diante o FC Porto (jogo com ocorrências disciplinares), onde ao fim do primeiro tempo já vencia por 14-12, consolidando o resultado no segundo tempo, e com esta vitória assumiu o comando o comando isolado da zona contabilizando apenas vitórias. Paulo Cândido com 8 golos foi o melhor marcador do FC Porto, por sua vez António Almeida com 8 golos e Afonso Cavadas com 7 golos, foram os melhores marcadores dos maiatos. No Flávio Sá Leite, tivemos um ABC que parece de regresso ao seu normal, com clara vitória sobre o CD Feirense, terminando o primeiro tempo já com uma forte e clara vantagem (21-12). No segundo tempo do jogo a equipa bracarense limitou-se a gerir o resultado e o plantel, e a continuar a dilatar o resultado. Gonçalo Areias com 9 golos e Francisco Silva com 6 golos foram os melhores marcadores do ABC, no CD Feirense, João Cardoso com 10 golos, e Carlos Madureira com 8 golos, foram os seus melhores marcadores. Tivemos ainda a normal vitória do Águas Santas no Lima diante o Académico FC e por números que não deixam duvidas sobre a justiça da mesma. O Resultado ao intervalo era um perfeito indicador do que se passava com os maiatos já na frente do marcador por 19-13, com a diferença a acentuar-se nos segundos 30 minutos. Gonçalo Meireles com 8 golos foi o melhor marcador do Académico FC, por sua vez no Águas Santas com 13 jogadores a marcarem golos, Digo Quintas com 10 golos, foi o seu principal marcador. Tivemos uma das surpresas da jornada com a 1.ª vitória do Boavista FC diante o Xico Andebol (jogo com ocorrências disciplinares), A melhor entrada no jogo da equipa do Bessa, permitiu-lhe chegar ao intervalo na frente do marcador por 16-12, num jogo em que comandou o marcador durante os 60 minutos, terminando como justo vencedor. No Boavista FC onde 12 jogadores concretizaram golos, Francisco Lopes e David Pereira, ambos com 6 golos cada, foram os seus principais marcadores. Manuel Lima com 8 golos, e Rui Pedrosa com 7 golos foram os melhores marcadores do Xico Andebol. Em mais um jogo com inversão de pavilhão, disputou-se em Santo Tirso o AA Avanca / GC Santo Tirso, que terminou com nova derrota da equipa do GC Santo Tirso, que ao intervalo já perdia por 18-12, encetando uma ténue recuperação no segundo tempo, mas que não chegou, e assim continua a ser a única equipa na Zona que apenas contabiliza derrotas. Eduardo Mendonça com 9 golos, foi o melhor marcador da AA Avanca, por sua vez António Cruz com 12 golos e Carlos Martins com 7 golos, foram os melhores marcadores do GC Santo Tirso.

Classificação até ao momento: - 1.º Ismai (15 pontos), 2.º FC Porto, e Águas Santas (13 pontos), 4.º Académico FC (11 pontos), 5.º Xico Andebol, ABC, AA Avanca, e CD Feirense (9 pontos), 9.º Boavista FC (7 pontos), 10.º GC Santo Tirso (5 pontos).

Zona Sul
4.ª Jornada
Dia 01-12-16
Estarreja AC - Alto Moinho (16H00)
5.ª Jornada
Dia 23-10-16
Benfica 38 - 24 Juventude Lis
Sporting 37 - 28 Estarreja AC
Alto Moinho 27 - 17 São Bernardo
ADC Benavente 26 - 29 Belenenses
Ginásio Sul 25 - 29 AC Sismaria

Felizmente voltamos a ter uma jornada completa, o que se saúda, e tivemos uma jornada onde se registou dois jogos com a existência de relatório. Jornada sem qualquer surpresa pois venceram os naturais favoritos, e por resultados quase sempre desequilibrados em termos de resultado final. Um dos encontros com a existência de relatório, foi o Sporting / Estarreja AC, precisamente um dos encontros que terminaram com o resultado mais dilatado da jornada. O Sporting ao vencer este encontro, continuou a ser uma das duas equipas que comandam a zona apenas com vitórias. O outro encontro onde se verificaram ocorrências disciplinares, foi no Benfica / Juventude Lis, que foi outro dos resultados mais dilatados da jornada, num encontro sempre comandado pela equipa do Benfica B, que ao intervalo já vencia por 19-14, consolidando a sua superioridade no segundo tempo. Com esta vitória o Benfica B, continua juntamente como Sporting a comandar invictos a zona, enquanto a Juventude Lis é uma das equipas que não regista qualquer vitória. O Benfica B, com 11 jogadores a marcarem golos, teve em Gonçalo Cunha com 7 golos, e Pedro Santana com 6 golos os seus principais marcadores, por sua vez João Cartas com 7 golos e Pedro Santos com 5 golos foram os melhores marcadores da Juventude Lis. No Pavilhão do Ginásio Sul, disputou-se o Ginásio Sul / AC Sismaria, que terminou com a vitória da equipa de Gândara, num jogo em que praticamente comandou sempre o jogo e o marcador, pois já vencia ao intervalo por 15-13, e com esta derrota a equipa do Ginásio Sul continua nos últimos lugares da classificação apenas com derrotas. Tiago Gonçalves com 9 golos foi o melhor marcador do Ginásio Sul, enquanto Iuri Anastácio com 10 golos, e José Santos com 5 golos, foram os melhores marcadores do AC Sismaria. O jogo mais equilibrado da jornada, realizou-se em Benavente, onde o ADC Benavente defrontou o Belenenses, que construiu o resultado nos primeiros 30 minutos, ao chegar ao intervalo a vencer por 16-11, para depois permitir uma excelente reacção dos locais, que nos segundos 30 minutos reduziram a diferença para somente 3 golos. Com esta derrota o ADC Benavente continua sem registar qualquer vitória na prova, Casco Moura com 8 golos, e Ricardo Marques com 6 golos, foram os melhores marcadores do ADC Benavente. No Belenenses com 10 jogadores a marcarem golos, Gabriel Cavalcanti e Bruno Ferreira, ambos com 6 golos cada, foram os principais marcadores da equipa do Restelo. Terminamos com o Alto Moinho / São Bernardo, onde a equipa sensação da última época o Alto Moinho venceu o São Bernardo, que costuma ser uma boa escola de formação por números que não deixam dúvidas acerca da justeza do resultado, pois já vencia ao intervalo por 18-10, realizando um segundo tempo em nítida poupança de esforços. Victor Talmazan, e Gonçalo Nogueira com 6 golos cada, foram os melhores marcadores do Alto Moinho, João Almeida com 5 golos foi o melhor marcador do São Bernardo.

Classificação até ao momento: - 1.º Benfica, e Sporting (15 pontos), 3.º AC Sismaria, e Belenenses (12 pontos), 5.º Alto Moinho (-1 jogo), e São Bernardo (9 pontos), 7.º Estarreja AC (8 pontos, -1 jogo), 8.º ADC Benavente (6 pontos), 9.º Juventude Lis e Ginásio Sul (5 pontos).

O Noticias

Mundial Sub 21 Masculino – 2017 – II

MUNDIAL SUB-21 MASCULINO
Apuramento Europeu

Portugal vai efectuar de 31-10-16 a 04-11-16 em Guimarães, o seu primeiro estágio de Juniores A Masculinos, que participarão no Torneio de Apuramento Europeu para o Mundial de Sub-21 Masculino, que vai decorrer de 17 a 30 de Julho na Argélia.

O torneio de qualificação será disputado de 6 a 8 de Janeiro de 2017, em principio na Macedónia, que tem a prioridade na organização do Grupo 3.

Apenas é apurado o 1.º classificado de cada um dos 7 Grupos

Portugal está integrado no Grupo 3 juntamente com a forte equipa da Polónia, Macedónia, e Turquia.

Até ao momento a EHF, ainda não confirmou a organização de qualquer dos Grupos nem os seus Calendários.

Lista de convocados para o estágio, como se costume sem comentários
O Formador