gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sábado, 30 de abril de 2016

Competições Europeias 2015 / 2016 – LXVII

Jornada europeia das equipas portuguesas ainda nas Competições Europeias Masculinas, começou o Benfica a disputar o jogo da 2.ª Mão das 1/2 Final da Challenge CUP, ao vencer na Noruega e ao vencer a eliminatória, a equipa do Benfica está na final da prova.

CHALLENGE CUP MASCULINA 

BENFICA Vence Eliminatória
Vence 2.ª Mão 

O Benfica, na sua deslocação á Noruega para a disputa do jogo da 2.ª Mão, partia em grande vantagem, mas um bom inicio dos noruegueses que chegam a 3-0 aos 4 minutos de jogo, poderia ter colocado alguns problemas, felizmente equipa reagiu bem cerca dos 8 minutos iguala o encontro, para cercados 11 minutos e jogo estar na frente do marcador por 5-4, no entanto face ás perdidas no ataque e a uma notória precipitação nas suas ações atacantes, perante uma equipa norueguesa, que pouco dribla fazendo da velocidade de circulação da bola a sua principal arma, rapidamente se coloca na frente do marcador chegando a ter 4 golos de vantagem 10-6 aos 18 minutos de jogo, foi então que surgiu Hugo Figueira no seu melhor a dar grande confiança á equipa permitindo-lhe uma boa recuperação, no marcador e não dando grandes hipóteses dos noruegueses criarem esperanças, na volta no diferencial registado em Lisboa, neste momento Elledy Semedo, mostrava-se o elemento com o rendimento mais abaixo do esperado, e o intervalo chegou com os noruegueses ainda na frente por quatro (4) golos de diferença. No segundo tempo, o Benfica voltou a entrar mal, mas rapidamente se recompôs, embora andando sempre atrás do marcador até cerca 41 minutos, igualando a 17 golos, com o seu técnico a fazer uma total rotação do plantel dando tempo de jogo, a toda a gente, passasse por um período de equilíbrio no jogo e no marcador, até cerca dos 45 minutos quando se registava uma igualdade a 19 golos, a partir deste momento, e com a maioria dos seus jovens em campo o Benfica assume o comando do marcador, e cerca dos 47 minutos venceu por 22-19, maior vantagem que teve durante todo o encontro, destacando-se o jovem Augusto Aranda (4 golos e um dos melhores marcadores da equipa), juntamente com Javier Borragan com o mesmo número de golos) e até deu para a entrada do jovem guarda-redes Gustavo Capdville, terminando como justo vencedor com a equipa a ter 11 jogadores a marcarem golos. Na equipa Norueguesa os seus melhores elementos foram os suspeitos do costume, o sueco Andersson (7 golos e melhor marcador da equipa) e o norueguês Lunde com 5 golos, além do seu guarda-redes Lars Rismatk. Dirigiu o encontro a dupla romena constituída por Robert Harabagiu e Silviu Stanescu, que tiveram a vida facilidade pelo comportamento dos atletas em acmpo, mas registaram algumas falhas em especial na falta do atacante.

Resultados das 1/2 Final

1.ª Mão
Benfica 35 – 22 FyllingenBergen (Noruega)
2.ª Mão
FyllingenBergen 27 – 29 Benfica

As 1/2 Final terminal amanhã com o jogo do ABC, diante o HC Dukla Praha na República Checa (Porto Canal / Andebol TV), esperando nós por uma vitória da equipa Portuguesa, de forma a termos final totalmente lusa.

O Banhadas Andebol

Crónica de Fim-de-semana – 29 – 2015 / 2016 – II

APURAMENTOS PARA A FASE FINAL
ZONA SUL
3.º APURAMENTO IGUALMENTE AO RUBRO

Face ao nosso último texto sobre os apuramentos, recebemos um comentário de um nosso leitor, acerca da falta de informação acerca da Zona Sul, após uma troca de ideias, vamos publicar os possíveis cenários, que nos foram enviados, e cuja veracidade é perfeitamente possível, sendo algumas já por nós confirmadas. Intencionalmente publicamos o texto antes dos jogos desta zona se realizarem.

Hipótese 1
Vitória FC (perde)
CD Marienses (perde)
Alto Moinho (empata)

Todas as equipas ficam com 60 pontos, face ao regulamento de desempates, os pontos obtidos nos jogos entre si seriam:
Vitória FC – 10 Pontos
Alto Moinho – 9 Pontos
CD Marienses – 5 Pontos

Hipótese 2
Vitória FC (empata)
CD Marienses (empata)
Alto Moinho (vence)

Situação de desempate igual á anterior, mas com as equipas todas a fazer 61 pontos.

Hipótese 3
Vitória FC (empata)
CD Marienses (perde)
Alto Moinho (vence)

Vitória FC e Alto Moinho ficam com 61 pontos e Marienses, com 60 pontos, o desempate será favorável ao Alto Moinho através da diferença de golos (40-39), pois cada equipa contabiliza uma vitória.

Hipótese 4
Vitória FC (perde)
CD Marienses (empata)
Alto Moinho (vence)

Nesta situação Alto Moinho e CD Marienses contabilizam 61 pontos e o Vitória 60 pontos, pelo que o desempate seria favorável ao Alto Moinho, que faria 5 pontos, e o CD Marienses 3 pontos nos jogos entre si.

Caso o Vitória FC vença, será sempre a equipa apurada, pois têm vantagem direta sobre o CD Marienses, pois venceu os dois encontros.

Classificação após a 25.ª Jornada – Zona Sul

1.º Boa Hora (72 pontos), 2.º Sismaria (64 pontos), 3.º Vitória FC e CD Marienses (59 pontos), 5.º Alto Moinho (58 pontos), 6.º Juventude Lis (56 pontos), 7.º CDE Camões (54 pontos), 8.º Benfica B (53 pontos), 9.º ADC Benavente (48 pontos), 10.º 1.º Dezembro (41 pontos), 11.º IFC Torrense (38 pontos), 12.º GS Loures (34 pontos), 13.º Almada AC e 14.º Ílhavo (32 pontos).

O Analista

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Jogos Olímpicos (2016) – Sorteio de Grupos

SORTEIO

O Sorteio Final dos Jogos Olímpicos realizou-se hoje (29-04-16) pelas 18H30 (Hora em Portugal) na chamada ARENA DO FUTURO (local onde se disputa um Torneio Quadrangular para testar a funcionalidade do local, realizado com equipas de clube brasileiras, a saber – EC Pinheiros, Taubaté, Maringá, e Itajai) no Rio de Janeiro.

Recordamos que o torneio Olímpico, será jogado em dois grupos Preliminares de 6 equipas no sistema de TXT a uma volta, disputando a seguir os 1/4 Final (os 4 primeiros de cada grupo), 1/2 Final, Final e o jogo para definição do 3.º Classificado, não havendo jogos para definir classificações do 5.º ao 8.º lugar.

Resultados do Sorteio:

Masculinos

Grupo A – França, Dinamarca, Croácia, Qatar, Argentina e Tunísia.
Grupo B – Suécia, Alemanha, Egipto, Eslovénia, Polónia e Brasil

Num breve comentário, o Grupo “A”, parece-nos mais equilibrado, e de difícil prognóstico, com a França, a Tunísia e a Argentina a estarem novamente no mesmo Grupo.

Femininos

Grupo A – Noruega, Roménia, Montenegro, Brasil, Espanha e Angola.
Grupo B – Suécia, Argentina, Coreia do Sul, Rússia, Holanda e França

Ao contrário dos Masculinos, aqui o Grupo “B”, nos parece ser o de mais difícil previsão. Com a curiosidade de Montenegro, Brasil e Angola, repetirem o mesmo Grupo.

Os jogos serão disputados de 06-08-2016 a 21-08-2016.

Nos Jogos Olímpicos, serão usadas as regras que o IHF, têm usado em todas as provas sob sua jurisdição, e serão já aplicadas as novas regras divulgados em tempo e de que em Portugal nada se sabe sobre as mesmas, Lamentavelmente, pois o órgão da Federação responsável pelas mesmas, continua “mudo”.

O Banhadas Andebol

Informação - Clubes - Diversa

Andebol AD CAMACHA
O Noticias

PO02 – Campeonato Nacional 2.ª Divisão – 2015 / 2016 - Fase Final – Sorteio

Realizou-se (28-04-16) na sede da FAP, o sorteio da Fase Final Nacional, desta prova, que como se sabe, as descidas de divisão são diretas, após a classificação por Zona da 1.ª Fase. No entanto o sorteio foi feito antes da 1.ª Fase ter terminado, com jogos decisivos a serem disputados na última jornada a 30-04-16. Tenhamos esperança de que corra tudo dentro da normalidade.

Fase Final Nacional – de 07-05-16 a 25-06-16

Participantes 1.º Classificado, 2.º Classificado, 3.º Classificado (todos da Zona Norte), Boa Hora, AC Sismaria, e 3.º Classificado (Zona Sul). Como curiosidade, pode-se desde já referir a repetição da presença das equipas do Boa Hora e do AC Sismaria, quanto às restantes equipas apenas poderemos comentar após se saber quem são os apurados.  

Fórmula de disputa – Esta fase será disputada no sistema de TXT a 2 voltas, iniciando as equipas a Fase Final Nacional com zero pontos.

Apuramento – As equipas classificadas no 1.º e 2.º lugar, ascenderão na época 2016 / 2017 à 1.ª Divisão Nacional (PO01).

Resultado do Sorteio:

1.ª Jornada
Não se podem fazer comentários ao sorteio sem se saber quem são as equipas apuradas, pois esperamos que a pressa, não seja inimiga, pois por exemplo exige-se a marcação dos jogos da 1.ª jornada até ás 12H00 do dia 02-05-16, ou seja, a próxima segunda feira.

Nota – Toda e qualquer referencia feita diz sempre respeito aos regulamentos em vigor na presente época.

O Banhadas Andebol

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Competições Europeias 2015 / 2016 – LXVI

Este fim-de-semana, as equipas portuguesas regressam ás competições Europeias com disputa da 2.ª Mão das 1/2 Final da Challenge CUP, com a participação do Benfica e do ABC.

CHALLENGE CUP MASCULINA
1/2 Final 

Esperamos que os resultados nos levem a uma final inédita entre dois clubes portugueses.

Resultados e Calendário das 1/2 Final

1.ª Mão
Benfica 35 – 22 FyllingenBergen (Noruega)
ABC 34 – 33 HC Dukla Praha (República Checa)

2.ª Mão
Dia 30-04-16
FyllingenBergen – Benfica (20H45)
Dia 01-05-16
HC Dukla Praha – ABC (18H00) Porto Canal / Andebol TV

Horas Locais

O Banhadas Andebol

All Star Team – Liga dos Campeões Europeus – Masculino – Época 2015/2016 – I

VOTE PARA O ALL-STAR TEAM
MASCULINO
DA LIGA DOS CAMPEÕES 
A EHF, pelo 4.ª ano consecutivo leva a efeito uma votação online, para o chamado All-Star Team da Liga dos Campeões Masculinos.

Na última votação (época passada), participaram na votação mais de 44.000 pessoas, a pré-seleção da EHF, engloba cerca de 50 jogadores e treinadores.

A Votação decorre até 24 de Maio de 2016, as votações poderão ser feitas neste link.

As votações poderão ser feitas, por posição e ainda para o melhor defensor, mas igualmente para o mais jovem (nascido em 1993 ou em data posterior), e ainda para o melhor treinador.

Estão representados nos pré-designados 18 Países e 17 clubes, que participam ou participaram na Liga dos Campeões Masculina.

A escolha final será anunciada durante a realização da Final 4 em Colónia em 28 / 29 Maio de 2016

De salientar a nomeação do Português TIAGO ROCHA, na categoria de melhor Pivot, os nossos sinceros parabéns.

Atletas nomeados

Guarda-Redes
Niklas Landim (Dinamarca) – THW Kiel (Alemanha)
Thierry Omeyer (França) – PSG (França)
Arpad Sterbil (Espanha) – HC Vardar (Macedónia)
Matias Andersson (Suécia) – SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Rodrigo Corrales (Espanha) – Orlen Wisla Plock (Polónia)

Ponta Esquerda
Timur Dibirov (Rússia) – HC Vardar (Macedónia)
Gudjon Valur Sigurdsson (Islândia) – FC Barcelona (Espanha)
Uwe Gensheimer (Alemanha) – Rhein-Neckar Lowen (Alemanha)
Manuel Strlek (Croacia) – KS Vive Tauron Kielce (Polónia)
Jonas Kallman (Suécia) – MOL-Pick Szeged (Hungria)

Lateral Esquerdo
Momir Llic (Sérvia) – MVM Veszprem (Hungria)
Michael Jurecki (Polónia) - KS Vive Tauron Kielce (Polónia)
Wael Jallouz (Tunísia) – FC Barcelona (Espanha)
Iman Jamail (Hungria) – IFK Kristiandstad (Suécia)
Mikkel Hansen (Dinamarca) – PSG (França)

Central
Rasmus Lauge Scmidt (Dinamarca) - SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Dean Bombac (Eslovénia) - MOL-Pick Szeged (Hungria)
Andy Schmid (Suíça) - Rhein-Neckar Lowen (Alemanha)
Nikola Karabatic (França) – PSG (França)
Domagoj Duvnjak (Croácia) – THW Kiel (Alemanha)

Pivot
Julien Aguinagalde (Espanha) - KS Vive Tauron Kielce (Polónia)
Rastko Stojkovic (Sérvia) – HC Meshkov Brest (Bielorrússia)
Tiago Rocha (Portugal) - Orlen Wisla Plock (Polónia)
Andreas Nilsson (Suécia) – MVM Veszprem (Hungria)
Alem Toskic (Sérvia) – HC Vardar (Macedónia)

Lateral Direito
KIril Lazarov (Macedónia) – FC Barcelona (Espanha)
Marko Vujin (Sérvia) – THW Kiel (Alemanha)
Laszlo Nagy (Hungria) – MVM Veszprem (Hungria)
Alex Dujshebaev (Espanha) – HC Vardar (Macedónia)
Jure Dolenec (Eslovénia) – Montpellier HB (França)

Ponta Direita
Gasper Marguc (Eslovénia) - MVM Veszprem (Hungria)
Lasse Svan (Dinamarca) - SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Victor Tomas (Espanha) – FC Barcelona (Espanha)
Tobias Reichmann (Alemanha) – SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Kristian Bjornsen (Noruega) - IFK Kristiandstad (Suécia)

Defensor
Luka Karabatic (França) – PSG (França)
Timuzsin Schuch (Hungria) - MVM Veszprem (Hungria)
Erlend Mamelund (Noruega) – THW Kiel (Alemanha)
Viran Morros (Espanha) – FC Barcelona (Espanha)
Tobias Karlsson (Suécia) – SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)

Jovem Jogador
Blaz Janc (Eslovénia) – RK Celje Pivovarna Lasko (Eslovénia)
Domagoj Pavlovic (Croácia) – HC PPD Zagreb (Croácia)
Darko Djukic (Sérvia) – Besiktas Jimnastik Kulubu (Turquia)
Lasso Andersson (Dinamarca) – KIF Kolding Kobenhavn (Dinamarca)
Jerry Tolbring (Suécia) - IFK Kristiandstad (Suécia)

Treinador
Javier Sabate (Espanha) - MVM Veszprem (Hungria)
Ljubomir Vranjes (Suécia) - SG Flensburg-Handewitt (Alemanha)
Veselin Vujovic (Montenegro) - HC PPD Zagreb (Croácia)
Raul Gonzalez (Espanha) – HC Vardar (Macedónia)
Talant Dujshebaev (Espanha) – Vive Tauron Kielce (Polónia)

O Histórico

Andebol 4ll – Campeonato Nacional de ACR7 – 2016 - I

APD LEIRIA
CAMPEÃO NACIONAL DE ACR7 

Terminou com a vitória da equipa da equipa do APD Leira a Fase Final do Campeonato Nacional de Andebol em Cadeira de Rodas – ACR7, que decorreu no dia 23 de Abril de 2016, na Torre da Marinha, no seu Pavilhão Municipal.

A Federação na continuidade do desenvolvimento, do Projeto Andebol 4All, programou para esta época um conjunto de competições – Sendo esta final uma das diversas provas programadas.

Para esta competição participam as seguintes equipas – IFC Torrense, AA Rovisco Pais, Vitória FC – Setúbal, APD Braga, APD Porto, Sporting CP / CP Messines / Algarve, APD Leiria e APD Lisboa.

Resultados

1.º Jogo (Ap. Final) APD Leiria 19 – 12 APD Lisboa
2.º Jogo (Ap. 7/8 Lugar) AA Rovisco Pais 17 – 1 Vitória FC
3.º Jogo (Ap. Final) APD Braga 0 – 15 Sporting CP / CP Messines / Algarve
4.ª Jogo (Ap. 5/6 Lugar) APD Porto 7 – 12 IFC Torrense
5.º Jogo (Ap. 3/4 Lugar)APD Lisboa 15 – 0 APD Braga
6.º Jogo (Ap. 1/2 Lugar)APD Leiria 16 – 8 Sporting CP / CP Messines / Algarve

Com a grande e boa novidade da final ter sido transmitida pela Andebol TV

Classificação Final
1.º - APD Leiria
2.º - Sporting CP / CP Messines / Algarve
3.º - APD Lisboa
4.º - IFC Torrense
5.º - APD Porto
6.º - AA Rovisco Pais
7.º - Vitória FC – Setúbal

A APD Braga, não compareceu, e desconhecem-se os motivos, pois a informação não existe.

O Noticias

PO06 – 2.ª fase (Apuramento) – 2015 / 2016 –II

Após a realização do sorteio da chamada Fase de Apuramentos incluída na 2.ª Fase, Grupo “A”. Tal como na época anterior o Calendário definitivo bem como as equipas presentes e o local da realização da prova apenas foram divulgados em noticia relativamente escondida no sitio da Federação e através do CO N.º 77 do mesmo dia.

PO06 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juvenis Masculinos (Fase de Apuramento)

Formato Competitivo

No sistema de TXT a uma volta, em concentração. Apurando-se os 2 primeiros Classificados para a Fase Final.

As equipas das Regiões Autónomas referidas anteriormente, senão ficarem apuradas para disputar a Fase Final, disputam na próxima época a Fase de Apuramento na PO07 (esta é uma nota de extrema importância, pelo que significa)

Clubes Participantes:- Águas Santas, Benfica e CD B. Perestrelo (Madeira).
Local de Realização: - Pavilhão do Águas Santas

Calendário
1.ª Jornada
Dia 29-04-16
Benfica – Águas Santas (20H30)
2.ª Jornada
Dia 30-04-16
CD B. Perestrelo (Madeira) – Benfica (17H15)
3.ª Jornada
Dia 01-05-16
Águas Santas - CD B. Perestrelo (Madeira) (15H00)

O Noticias.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

PO03 – Crónica de Fim-de-semana – 08 – 2015 / 2016

Breve crónica da PO03, referente á 2.ª Fase desta prova nacional não fixa, que este fim-de-semana teve na prática uma jornada dupla. Nós separamos os textos de cada jornada de forma simplificar e não tornar demasiado fastidioso a sua leitura.

PO03 – Campeonato nacional da 3.ª Divisão Seniores Masculinos

Existiu uma forte alteração regulamentar que comunicada através do Comunicado Oficial n.º 63 de 01-03-16, para a qual chamamos a devida atenção, pois a Fase Final será disputada por três equipas, os vencedores de cada Zona e o representante dos Açores, que discutirão o Titulo de Campeão Nacional. Mantêm-se o critério definido para as promoções (Açores mesmo Campeão Nacional, nunca será promovido).

A Fase Final será disputada em concentração no sistema de TxT a uma volta, em campo neutro a indicar pela Federação, em 10-06-16, 11-06-16 e 12-06-16.

2.ª Fase

Zona 2 – 8.ª- Jornada
Dia 25-04-16
Samora Correia 26 - 25 Vela Tavira
CCP Serpa 28 - 27 CF Sassoeiros
Ginásio Sul 31 - 18 Oriental Lisboa c/d
Zona Azul 31 - 26 AD Albicastrense
Dia 23-04-16
CF Sassoeiros 27 - 23 Samora Correia
Ginásio Sul 25 - 22 Vela Tavira
CCP Serpa 22 - 31 AD Albicastrense
Zona Azul 28 - 25 Oriental Lisboa

Jornada que teve uma característica comum á anterior, ou seja 50% dos jogos tiveram o registo de ocorrências disciplinares, o que se lamenta. Teve ainda a outra característica que não têm sido normal, que foi a vitória de todas as equipas que jogaram na situação de visitados. O Principal encontro da jornada disputou-se em Beja, onde se encontraram os até então comandantes da prova o Zona Azul / AD Albicastrense, que terminou com a vitória dos da equipa local, mas que foi disputado com grande equilíbrio, conforme se verifica pelo resultado ao intervalo que era favorável ao Zona Azul pela diferença mínima (14-13), mas com as diferenças a acentuarem-se no segundo período de jogo a favor da equipa alentejana, que acaba por vencer por uma margem fora das normais previsões e que com este resultado se isola no comando da Zona. Em Samora Correia, joga-se um dos encontros mais equilibrados da jornada, que termina com a segunda vitória da equipa local e com a terceira derrota consecutiva da equipa algarvia do Vela Tavira. Jogo de grande equilíbrio e de grande entrega dos jogadores de ambos os lados, com a equipa local a chegar ao intervalo na frente do marcador por 16-14, e ater de suportar a excelente reação dos algarvios no segundo tempo. Jogo com um número exagerado de exclusões (12 no total e uma desqualificação. A equipa do Samora Correia apesar de ter vencido o encontro não abandonou os últimos lugares da classificação da zona. Em Serpa tivemos mais um jogo de grande equilíbrio com os locais a defrontarem o CF Sassoeiros, a quem vencerem pela diferença mínima (jogo com ocorrências disciplinares registadas), tal como o anterior com 12 exclusões, e onde cada equipa dominou a sua parte, pois durante os primeiros 30 minutos os locais apesar de terminarem na frente do marcador por 15-12, o marcador esteve quase equilibrado com os visitantes algumas vezes no comando, até se registar algumas igualdades, como a 9 e a 11 golos, momento a partir do qual os locais passaram para a frente do marcador. Nos segundos 30 minutos o CF Sassoeiros correu sempre atrás do prejuízo, chegando a estar a quatro (4) golos de distancia, aos 20-16, 22-18 e aos 26-22, para recuperarem nos minutos finais, acabando por perder pela diferença mínima conforme já foi dito. Inesperadamente o jogo com o resultado mais dilatado disputou-se no Pavilhão Fernando Tavares (mais uma inversão de pavilhão), e colocou frente a frente o Ginásio Sul e o Oriental Lisboa (jogo com ocorrências disciplinares registadas), e que terminou com a folgada vitória do Ginásio Sul, que ao intervalo já vencia por 16-10, para depois concretizar toda a sua vantagem nos segundos 30 minutos, num encontro completamente atípico, efetuado pelo Oriental Lisboa.

Classificação depois de disputa esta jornada - 1.º Zona Azul (22 pontos), 2.º AD Albicastrense (20 pontos), 3.º Vela Tavira (18 pontos), 4.º Ginásio Sul (16 pontos), 5.º CF Sassoeiros e CCP Serpa (14 pontos), 7.º Oriental Lisboa e Samora Correia (12 pontos).

Zona 1 – 8.ª Jornada
Dia 25-04-16
Póvoa Lanhoso 29 - 23 ACD Monte
FC Infesta 20 - 21 Gondomar Cultural
AD Amarante 25 - 27 SC Espinho
Beira Mar 27 - 31 GC Santo Tirso B s/d

Zona nesta jornada não se registaram ocorrências disciplinares nos encontros disputados. Foi mais uma jornada onde a maioria dos jogos se disputaram com grande equilíbrio, e onde tivemos o Póvoa Lanhoso de regresso às vitórias, precisamente diante a equipa, que na jornada anterior tinha (na nossa opinião) sido a grande surpresa da jornada, o ACD Monte, a equipa do Póvoa Lanhoso, venceu o encontro disputado sempre com grande equilíbrio, com o resultado ao intervalo a situar-se em 16-14, já a favor dos visitados, com a confirmação do resultado a verificar-se no segundo tempo, com esta vitória a equipa do Póvoa Lanhoso, manteve o 2.º lugar na classificação. O Gondomar cultural, continua a fazer uma boa prova até ao momento, pois desta vez teve nova vitória pela diferença mínima, no jogo que realizou com o FC Infesta, que teve 30 minutos de total equilíbrio e até alternâncias no marcador, pois o FC Infesta chegou a estar na frente do marcador (6-5), para depois de algumas igualdades a 9 e 11 golos, o Gondomar Cultural, fez o 12-11, com chegou o intervalo. O segundo tempo foi quase sempre comandado pela equipa visitante, que chegou a ter quatro (4) golos de vantagem (18-14), para o FC Infesta igualar a 19 golos, e acabar perdendo pela diferença mínima. O SC Espinho, parece que finalmente “encarreirou”, e obteve a sua segunda vitória seguida, e ambas na condição de visitante, desta vez diante o AD Amarante. Foi mais um jogo de grande equilíbrio com o intervalo a chegar com o SC Espinho na frente por 13-12, no segundo tempo a equipa visitante comandou o jogo durante os 30 minutos chegando por diversas vezes a ter vantagens de três (3) golos (20-17, 22-19), para terminar com apenas dois (2) golos de vantagem. Por tivemos a vitória do até agora comandante da classificação da zona, o GC Santo Tirso B, em casa do Beira Mar. Em mais um resultado de algum equilíbrio, e onde a equipa do Beira Mar, começou bem ao fazer um parcial de 3-0, para depois de algumas igualdades, a 10, 11, e 14 golos por exemplo terminar o primeiro tempo com nova igualdade a 15 golos. Nos segundos 30 minutos, voltou a registar forte equilíbrio, no jogo, embora a equipa de tirsense, chegasse a estar na frente do marcador por quatro (4) golos, aos 30-26, depois de se registar nova igualdade a 25 golos, terminando a vencer pela margem anteriormente referida.

Classificação depois de disputa esta jornada – 1.º GC Santo Tirso B (22 pontos), 2.º Póvoa Lanhoso (19 pontos), 3.º Gondomar Cultural (18 pontos), 4.º SC Espinho, ACD Monte, FC Infesta e Beira Mar (14 pontos), 8.º AD Amarante (13 pontos).

O Noticias

Crónica de Fim-de-semana – 28 – 2015 / 2016 – II

APURAMENTOS PARA A FASE FINAL
ZONA NORTE AO RUBRO

Face ao nosso último texto, recebemos de um leitor perfeitamente identificado, as seguintes opções, todas elas perfeitamente válidas, e que aqui com o devido respeito, transcrevemos.

Hipótese 1
Hipótese 2 

Hipótese 3
Hipótese 4 – Esta análise é da na nossa autoria, parte do princípio do que poderia acontecer de pior e de melhor.

Conforme se pode verificar pela Classificação que abaixo transcrevemos, o pior que pode acontecer ao Arsenal, é perder o último encontro, e neste caso faria 66 pontos, o melhor que pode acontecer a qualquer das outras equipas é vencerem os seus jogos, o que daria (FC Gaia 66 pontos, S. Tirso 68 pontos, S. Mamede 67 pontos), com base nesta análise (que foi a feita por nós) que se torna impossível face á existência de um S. Tirso / FC Gaia, (na última Jornada) o desempate entre o Arsenal e o FC Gaia, seria favorável ao Arsenal, uma vitória para cada lado (Arsenal 34 / 21 FC Gaia, e FC Gaia 29 / 27 Arsenal), por diferença de golos. Assim e continuando com a conjetura do melhor e do pior (o pior que pode acontecer ao Arsenal, é perder o último encontro, e neste caso faria 66 pontos, com a vitória do FC Gaia sobre o S. Tirso, teremos, Arsenal, FC Gaia, e S. Tirso com 66 pontos), e nesta situação o desempate seria favorável ao FC Gaia com 10 pontos, seguido do Arsenal com 8 pontos, e do S. Tirso com 6 pontos, (pontuação nos jogos entre si), a Académica de São Mamede caso vença, faria 67 pontos., que é precisamente a hipótese 3 que nos foi enviada. No entanto uma última hipótese, será o S. Tirso vencer o FC Gaia, e nesta situação o FC Gaia faria somente 64 pontos e ficaria imediatamente de fora.

Classificação após a 25.ª Jornada – Zona Norte

1.º Arsenal (65 pontos), e GC Santo 7Tirso (65 pontos), 3º São Mamede (64 Pontos), 4.º FC Gaia (63 pontos), 5.º São Bernardo (57 pontos), 6.º Marítimo (52 pontos), 7.º FC Porto B (46 pontos), 8.º CCR Fermentões (45 pontos) e SP. Oleiros (45 pontos), 10.º Modicus (44 pontos), 11.º AD Sanjoanense (43 pontos), 12.º Estarreja AC e Xico Andebol (40 pontos), 14.º Boavista FC (30 pontos).

O Analista

Sorteios – Época 2015 / 2016 - VII

SORTEIOS

A Federação anunciou através do seu Comunicado Oficial n.º 78 da época 2015 / 2016 em 25-04-16 (com alguma antecedência), as datas da realização de diversos sorteios, de algumas das principais provas Nacionais. Os sorteios são realizadas na FAP.

PO.02 – CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2-ª DIVISÃO – FASE FINAL
Sorteio dia 28-04-2016 pelas 17H00
Início da prova em 07-05-16

PO.06 – CAMPEONATO NACIONAL JUVENIS MASCULINOS 1.ª DIVISÃO – FASE FINAL
Sorteio dia 02-05-2016 pelas 17H00
Início da prova em 14-05-16

PO.08 – CAMPEONATO NACIONAL INICIADOS MASCULINOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 09-05-2016 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 20 e 22-05-2016
Fase Final dias 02 a 05-06-2016

PO.12 – CAMPEONATO NACIONAL JUVENIS FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 09-05-2016 pelas 17H15
Fase de Apuramento dias 20 e 22-05-2016
Fase Final dias 03 a 05-06-2016

PO.13 – CAMPEONATO NACIONAL INICIADOS FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 10-05-2016 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 27 e 29-05-2016
Fase Final dias 10 a 12-06-2016

PO.11 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES FEMININOS – FASE DE APURAMENTO E FASE FINAL
Sorteio dia 16-05-2016 pelas 17H00
Fase de Apuramento dias 27 e 29-05-2016
Fase Final dias 10 a 12-06-2016

PO.05 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES MASCULINOS 2.ª DIVISÃO – FINAL
Sorteio dia 16-05-2016 pelas 17H15
Início em 29-05-2016

O Noticias

terça-feira, 26 de abril de 2016

P004 – Fase Final – 2014 /2015 – IV

Crónica dedicada á Fase Final Nacional da PO04, reiteramos a nossa opinião é agora que pode existir a ta desejada competitividade no escalão que todos dizem não existir.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Fase Final Nacional – Grupo “A”
4.ª Jornada
Dia 24-04-16
Sporting 23 - 37 Benfica
FC Porto 27 - 25 ABC
Alto Moinho 26 - 31 Águas Santas

Prova, que continua a ser até ao momento, um verdadeiro exemplo em termos disciplinares, assinalando-se que foi mais uma jornada onde nos encontros disputados não se verificaram-se ocorrências disciplinares, poderemos ainda reafirmar que as assistências superaram o que anteriormente se vinha verificando, confirmando-se que quando existe equilíbrio e competição existe público. Esperamos agora que a Andebol TV dê alguma atenção a esta prova, e que o CA não se perca em experiencias, é uma fase decisiva da prova, que na nossa opinião está a ser muito mais competitiva, do que muitos estariam á espera. Felizmente tem estado a decorrer sem adiamentos o que se saúda.

Depois de na jornada anterior ter sido a grande surpresa da jornada ao ir vencer ao Colégio de Carvalhos o FC Porto, nesta jornada foi completamente “cilindrado” pela equipa do Benfica na condição de visitado, num encontro onde foi completamente dominada e já perdia de forma clara ao intervalo por 18-13, para no segundo período de jogo ter praticamente deixado de existir, o Benfica que se apresentou com todos os seus “pesos pesados”, com esta vitória continua a ser a única equipa que apenas contabiliza vitórias não só nesta fase como na anterior. Nem os 7 golos de Francisco Tavares e os 6 golos de Hélder Silva, salvaram a equipa do Sporting, enquanto no Benfica, Augusto Aranda com 10 golos, e Miguel Xavier com 9 golos, foram os melhores marcadores do Benfica, Apesar de ainda faltarem algumas jornadas para se começarem a fazer previsões, a derrota do ABC, frente ao FC Porto, não estava nas previsões de muita gente (nós incluídos), pois com a sua derrota no Colégio de Carvalhos, embora terminasse o primeiro tempo na frente do marcador por 13-12, viria a ser ultrapassado pelo FC Porto no segundo tempo, num encontro sempre disputado com grande equilíbrio. Com esta derrota o ABC encontrasse no 2.º lugar em igualdade pontual com FC Porto e Águas Santas, mas já a quatro (4) pontos de distância do líder da competição. Gonçalo Ferreira com 7 golos, e Leonel Fernandes com 5 golos foram os melhores marcadores do FC Porto, João Peixoto com 7 golos, e Gonçalo Areias com 5 golos, foram os melhores marcadores do ABC. No outro encontro da jornada, defrontaram-se Alto Moinho / Águas Santas, ou seja um dos favoritos (Águas Santas), e provavelmente a uma das equipas mais fraca desta fase, (isto considerando não o Sporting), foi um encontro com o resultado final “enganador”, para quem apenas o vê, pois a equipa do Alto Minho, jogo de igual para igual, com o Águas Santas de tal forma, que no final dos primeiros 30 minutos estava na frente do marcador, pela diferença mínima, 12-11, apenas cedendo nos segundos 30 minutos, resta dizer que sofreu 6 golos de livre de 7 metros, contra 2 a seu favor onde apenas converteu 1, com este resultado ocupa, juntamente com o Sporting, os últimos lugares da Classificação. Pedro Padre com 12 golos, e Ricardo Ferreira com 5 golos, foram os melhores marcadores do Alto Moinho, Pedro Sousa com 12 golos, e Luís Frade com 7 golos, foram os melhores marcadores do Águas Santas.

Classificação após esta jornada: - 1.º Benfica (12 pontos), 2.º ABC, FC Porto e Águas Santos (8 pontos), 5.º Alto Moinho e Sporting (6 pontos).

O Noticias.

Novas Nomeações da EHF – Carlos Garcia

CARLOS GARCIA
NOMEADO PARA NOVAS
AÇÕES DE FORMAÇÃO 

As nomeações são, 3 e 4 de junho de 2016, na Polónia, 24 e 25 de junho de 2016 na Grécia, e no mês de Julho na Croácia, durante os EUSA GAMES, integrado no programa da EHF “Jovens árbitros”.
O Noticias

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 27 – 2015 / 2016 – II

Ligeira crónica da PO02, no seu regresso ao formato normal.

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Zona Norte – Resultados
25.ª Jornada (12.ª da 2.ª Volta)
Dia 23-04-16
Xico Andebol 25 – 28 SP. Oleiros
Modicus 22 – 19 AD Sanjoanense
FC Gaia 29 – 27 Arsenal
Estarreja AC 24 – 32 São Mamede
Boavista FC 25 – 30 FC Porto B
CCR Fermentões 26 – 32 Marítimo
São Bernardo 29 – 29 GC Santo Tirso

Zona onde a uma jornada do fim desta fase, confirmamos o Arsenal como a única equipa com lugar já garantido, pois fazendo a pontuação mínima de 66 pontos, poderá na pior das hipóteses de ficar igual em termos pontuais com o FC Gaia, mas no sistema de desempate têm a vantagem em diferença de golos. Assim temos três equipas a discutir restantes lugares de apuramentos para a Fase Final, (GC Santo Tirso, São Mamede e FC Gaia), com dois jogos decisivos na última jornada. Em relação aos lugares de descida além da equipa já confirmada, apenas duas equipas poderão ainda descer de divisão, (Xico Andebol e Estarreja AC) Nos jogos disputados nesta 25.ª jornada, tudo a ser decidido na última jornada, mais de 50% dos mesmos, terminaram com os resultados a retificar o que se tinha verificado na 1.ª volta, e apesar da competitividade existente não verificou nenhum jogo com ocorrências disciplinares registadas. E tivemos mais um jogo com a inversão de pavilhão. Importa referir, que todas as referências a subidas e descidas, são sempre feitas com base nos regulamentos em vigor, para a presente época.

Apuradas para a Fase Final – Arsenal
Equipas que já desceram de DivisãoBoavista FC

Num dos encontros onde o resultado foi confirmado, o São Mamede, foi ao Municipal de Estarreja, vencer a equipa local, num jogo em que comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos, mantendo os locais sempre a uma distância confortável, que variou entre os 3 e os 5 golos no primeiro tempo, (10-7, 14-9), chegando ao intervalo a vencer por 18-13. No segundo tempo, apesar de alguma réplica da equipa visitada que voltou a colocar o resultado em 3 de diferença (20-17), para a partir daqui ir estabelecendo uma diferença confortável e que servia na perfeição os seus objetivos, mantendo-se na “luta” por um dos lugares de acesso á Fase Final, enquanto os locais com esta derrota, adiaram a decisão da sua posição para a última jornada. Tiago Arrojado com 7 golos, foi o melhor marcador da equipa do Estarreja AC, Tiago Andrade com 8 golos e João Baltazar com 7 golos, foram os melhores marcadores do São Mamede.

No Boavista FC / FC Porto B, tivemos outro dos encontros onde foi confirmado o resultado da 1.ª volta. Jogo que terminou com a vitória do FC Porto B, mas que não foi fácil pois a equipa dos homens do Bessa, nos primeiros 30 minutos chegaram a estar na frente do marcador, quando passaram de um resultado desfavorável de 8-5, para a frente do marcador por 11-9, para voltarem a permitir que a equipa do FC Porto B, repusesse ordem na cas e chegasse ao intervalo já na frente do marcador por 15-13. No segundo tempo o Boavista FC procurou que o seu adversário nunca se distanciasse muito no marcador, mas quando o marcador registava 26-23, a favor da equipa visitante, aí acabou a sua resistência, permitindo que a diferença final fosse uma das maiores registadas durante o encontro. Recorda-se que defrontaram-se duas equipas com posições completamente definidas, o Boavista FC, com a descida de divisão já garantida, e outra com a manutenção também já garantida. Paulo Rodrigues com 11 golos, foi o melhor marcador do Boavista FC, Rui Ferreira com 6 golos, Ruben Ribeiro e José Gomes com 5 golos cada, foram os principais marcadores do FC Porto B, que teve 10 jogadores a marcarem golos.

Um dos jogos mais importantes da jornada, disputou-se em São Bernardo, onde a equipa local, já afastada da discussão dos lugares de acesso á Fase Final recebeu um dos grandes favoritos á disputa desses lugares o GC Santo Tirso. Num encontro que terminou empatado, e que com esta igualdade, adiou para a última jornada onde defronta o FC Gaia, a definição de quem estará na Fase Final, depois de comandar a Zona durante variadas jornadas, chega a esta fase numa posição ainda indefinida. Este foi um encontro de fortes emoções com alternâncias no marcador e com várias igualdades, a equipa local que chegou aos 8-5, sofre um parcial de 3-0 e permite que os tirsenses igualassem a 8 golos, para rapidamente passarem para a frente do marcador e chegarem ao intervalo a vencer por 15-13. No segundo tempo a toada de grande equilíbrio manteve-se, embora a equipa do GC Santo Tirso, estivesse mais vezes na frente do marcador, o São Bernardo, sempre reativo, chegou aos momentos de decisão na frente do marcador por 27-26, para permitir que o encontro terminasse numa igualdade a 29 golos. Diogo Taboada com 1 golos, e Augusto Pereira com 6 golos foram os melhores marcadores do São Bernardo, João Nogueira e Francisco Fontes com 7 golos cada foram os melhores marcadores do GC Santo Tirso.

Em Sandim disputou-se o Modicus / AD Sanjoanense, que foi um dos encontros onde foi confirmado o resultado da 1.ª volta, disputado entre duas equipas, que tinham os seus lugares definidos e com a manutenção garantida, disputaram um encontro de grande equilíbrio, conforme se pode verificar pelo resultado ao intervalo onde a equipa do Modicus vencia pela diferença mínima (10-9), sempre com excelente réplica da equipa visitante, situação que se manteve, durante os segundos 30 minutos. Nuno Loureiro com 8 golos, e Paulo Barbosa com 7 golos, foram os melhores marcadores da equipa local, enquanto Rui Rodrigues com 5 golos foi o melhor marcador da AD Sanjoanense

No Funchal disputou-se o CCR Fermentões / Marítimo, em mais um jogo onde se verificou a inversão de pavilhão (uma nova moda esta época), foi um dos encontros onde se verificou alteração do resultado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, e que foi disputado entre duas equipas com as suas posições completamente definidas, ou seja manutenção de divisão. Foi um encontro sem grandes problemas e que permitiu aos seus técnicos fazerem uma gestão de plantel. O Marítimo comandou quase sempre o jogo e o marcador mas sem criar grandes diferenças, atingindo-se o intervalo com os madeirenses na frente do marcador por 17-13, no segundo tempo a toada de equilíbrio manteve-se durante os 30 minutos que a compõem, no CCR Fermentões com 10 jogadores a marcarem golos, António Salgado com 6 golos, e João Barbosa com 5 golos, foram os melhores marcadores da equipa, Nelson Silva com 8 golos e Paulo Moura com 7 golos, foram os melhores marcadores do Marítimo.

Em Guimarães, disputou-se um dos jogos com maior incidência, na possível descida de divisão o Xico Andebol / SP. Oleiros, que terminou com a vitória da equipa da Região de Aveiro, que desta forma retificou o resultado verificado na jornada homologa da 1.ª volta, o Xico Andebol por sua vez com esta derrota, ficou numa situação de possível descida de divisão a ser decidida na última jornada. Surpreendentemente o SP. Oleiros entrou bem no jogo, o comandou o mesmo e o marcador praticamente durante os 60 minutos de jogo, tendo nos primeiros 30 minutos, e por várias veze 3 golos de vantagem (6-3, 10-7, 13-10), para chegar ao intervalo a vencer por 14-11, no segundo período de jogo, uma boa entrada do SP. Oleiros, chegou a ter 7 golos de vantagem (27-20), para permitir nos minutos finais uma reação dos homens de Guimarães, que colocaram a diferença final em apenas 3 golos. Rui Oliveira com 9 golos, e José Silva com 6 golos, foram os melhores marcadores do Xico Andebol, Miguel Cortinhas com 9 golos, João Ramos e Tiago Teixeira com 5 golos cada, foram os melhores marcadores do SP. Oleiros.

Por último tivemos um dos jogos, senão o jogo mais importante da jornada, o FC Gaia / Arsenal, disputado no pavilhão de Gaia com uma boa moldura humana, e que terminou com a difícil vitória do FC Gaia, após a disputa de um encontro de grande equilíbrio e alternâncias no marcador, onde a vitória da equipa do FC Gaia, a coloca na tora da discussão de um dos dois lugares disponíveis no apuramento da Zona, conforme já explicamos no início da nossa crónica. O FC Gaia chegou a comandar o marcador no primeiro tempo (5-3) para a equipa bracarense rapidamente dar a volta ao marcador e passar para a frente do mesmo aos 8-7 e 9-8, para os primeiros 30 minutos terminarem com o resultado em 12-10 a favor do Arsenal., mas uma excelente entrada em jogo no segundo tempo por parte da equipa visitada, rapidamente deu a volta ao resultado e se colocou na frente do marcador por 14-12, ao fazer um parcial de 4-0, para terminar como vencedor precisamente pela margem de dois (2) golos. Pedro Garcia com 11 golos, e Pedro Ribeiro com 5 golos, foram os melhores marcadores do FC Gaia. No Arsenal com 10 jogadores a marcarem golos, o seu principal marcador foi Francisco Albuquerque com 9 golos.


Classificação após a 25.ª Jornada completa: - 1.º Arsenal (65 pontos), e GC Santo 7Tirso (65 pontos), 3º São Mamede (64 Pontos), 4.º FC Gaia (63 pontos), 5.º São Bernardo (57 pontos), 6.º Marítimo (52 pontos), 7.º FC Porto B (46 pontos), 8.º CCR Fermentões (45 pontos) e SP. Oleiros (45 pontos), 10.º Modicus (44 pontos), 11.º AD Sanjoanense (43 pontos), 12.º Estarreja AC e Xico Andebol (40 pontos), 14.º Boavista FC (30 pontos). 

Zona Sul – Resultados
22.ª Jornada (9.ª da 2.ª Volta)
Dia 25-04-16
Juventude Lis 22 – 19 AC Sismaria
25.ª Jornada (12.ª da 2.ª Volta)
Dia 21-04-16
CDE Camões 29 - 25 1.º Dezembro
Dia 22-04-16
Benfica B 25 – 23 Alto Moinho
Dia 23-04-16
Juventude Lis 23 – 24 CD Marienses
Almada AC 25 – 29 Vitória FC
Boa Hora 38 – 17 GS Loures
IFC Torrense 29 – 32 Ílhavo AC
AC Sismaria 30 – 25 ADC Benavente

Com os jogos da Zona em dia após a realização do jogo em atraso, a jornada caracterizou-se por uma quase total confirmação dos resultados verificados na jornada homóloga da 1.ª volta, e ainda por não se terem verificado ocorrências disciplinares em nenhum encontro o que é sempre merecedor de destaque, Com os resultados verificados, teremos três equipas (Vitória FC, CD Marienses, e Alto Moinho) a discutir o único lugar vago no apuramento da Zona para a Fase Final, e com calendário existente na última jornada o nosso favoritismo vai para o Vitória FC, pois em caso de igualdade com o CD Marienses, o Vitória FC tem a vantagem de duas vitórias. Em termos de descida de divisão, a mesma também será decidida na última jornada entre três (3) equipas (GS Loures, Almada AC e Ílhavo AC). Onde teremos um decisivo GS Loures / Almada AC, esperamos que o CA esteja atento a estas situações.

Apuradas para a Fase Final – Boa Hora e AC Sismaria.

Num encontro antecipado da jornada e disputado no Pavilhão Moniz Pereira, entre duas equipas com as suas posições completamente definidas CDE Camões / 1.º Dezembro (manutenção garantia), tivemos um encontro equilibrado, e com as equipas mais preocupadas em jogar andebol, do que com o resultado, não existindo grande comentário a fazer, ao intervalo já o CDE Camões vencia por 15-12, e durante o segundo tempo, foi controlando o jogo e o resultado, com total gestão do plantel onde 10 jogadores marcaram golos, com Hugo Dias, Tiago Silva e João Oliveira a serem os seus principais marcadores com 5 golos, no neo divisionário, que se manteve na divisão sendo de salientar tal facto, teve em José Veiga com 11 golos, e Daniel Dias com 5 golos, os seus melhores marcadores.

Um dos jogos mais importantes da jornada disputou-se na Quinta de Marrocos e colocou frente a frente o Benfica B e o Alto Moinho, ou seja duas equipas com perspetivas diferentes, ainda na prova, uma com a sua posição já definida (manutenção) o Benfica B, e outra o Alto Moinho que ainda pode ter aspirações em ser a terceira equipa apurada da zona para a Fase Final. O Encontro começou por ser de grande equilíbrio, nos primeiros 30 minutos com sucessivas igualdades, com o alto do Moinho a assumir o coimando do jogo e a chegar ao intervalo a vencer por 14-11, nos segundos 30 minutos a equipa visitante ainda chegou a comandar o marcador com um diferencial de quatro golos (19-15), para sofrer um parcial de 8-3, passando de um 20-17 a seu favos para um 25-23 a favor do Benfica B, que foi o resultado final. Com este resultado embora não seja impossível o seu apuramento para a fase final, tornou-se mais complicado. Hugo Freitas com 7 golos e André Lima com 5 golos, foram os melhores marcadores do Benfica B, com Tiago Gil a marcar 7 golos e Miguel Queluz a marcar 6 e a serem os melhores marcadores do Alto Moinho. Este foi um dos encontros onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta.

Um dos jogos mais equilibrados da jornada, disputou em Leiria, onde o Juventude Lis perdeu pela diferença mínima com os insulares do CD Marienses, que confirmou o resultado ocorrido na primeira volta, e que comandaram praticamente jogo e o marcador durante os 60 minutos de jogo, em especial durante os 30 minutos do primeiros tempo, com a maior vantagem a ser precisamente a que se verificou ao intervalo (13-8), depois ter estado a vencer por 4-3, e 8-5, por exemplo, no segundo período de jogo a Juventude Lis, que teve uma excelente reação, chegou inclusive a igualar o marcador aos 19 golos, para a partir deste momento o jogo ser de total equilíbrio até final. Com esta vitória a equipa do CD Marienses, mantêm-se na discussão da última vaga de apuramento da Zona para a Fase Final da prova. Bruno Perfeito com 6 golos e Francisco Santos com 5 golos foram os melhores marcadores da Juventude Lis, Antonio Cortez com 9 golos, foi o melhor marcador do CD Marienses.

No Pavilhão Adelino Moura, disputou-se o Almada AC / Vitória FC, que era decisivo para s aspirações de ambas as equipas, uma para tentar fugir dos lugares de descida de divisão e outra para não sair e continuar nos lugares de discussão para o acesso á Fase Final, foi um jogo onde a equipa setubalense, comandou quase sempre o marcador, embora tenha permitido que a equipa do Almada AC, chega-se por exemplo a uma igualdade a 11 golos ainda no primeiro tempo, para rapidamente se voltarem assumir, como os grandes favoritos, e chegarem já ao intervalo na frente do marcador por 15-12. No segundo tempo o Vitória FC, já não concedeu tantas facilidades e foi controlando o jogo e o resultado, chegando a ter 7 golos de vantagem (25-18), para terminar como justo vencedor, e desta forma manter-se na corrida ao último lugar de acesso á Fase Final, enquanto o Almada AC, continua a ser um dos candidatos á descida de divisão. Tiago Pereira com 11 golos, foi o melhor marcador do Almada AC, João Mimoso com 9 golos e André Praxedes com 8 golos, foram os melhores marcadores do Vitória FC.

O encontro que se realizou na Torre da Marinha, disputou um dos mais importantes jogos da jornada, pois podia em definitivo decidir uma das descidas de divisão, mas que terminou com a surpreendente vitória do Ílhavo AC, sobre a equipa do IFC Torrense, colocando-se na hipótese não descer automaticamente, enquanto por sua vez o IFC Torrense, já se tinha livrado do espectro da descida de divisão desde a jornada anterior., a equipa da Região de Aveiro comandou na prática quase sempre o marcador embora nunca se situação com um diferencial de segurança absoluta, e assim o intervalo é atingido, com os visitantes a vencerem por 18-16, e terminaram por aumentar a sua vantagem no segundo tempo. Um aspeto que deve revelar a entrega total da equipa do Ílhavo está no facto desta apenas se apresentar com 10 jogadores inscritos. Vladimiro Bonaparte com 8 golos, e David Saraiva com 6 golos, foram os melhores marcadores do IFC Torrense, Tiago Sousa com 9 golos, e Renato Areias com 7 golos, foram os melhores marcadores do Ílhavo. Este foi um dos resultados retificado em relação á 1.ª Volta.

Em Gândara realizou-se o AC Sismaria / ADC Benavente, um encontro, que apenas servia para as equipas se manterem em forma e dar minutos de jogo aos seus atletas, pois qualquer das equipas, já tinha a sua posição definida, o AC Sismaria apurada para a Fase Final, e o ADC Benavente com a manutenção na divisão garantida. A equipa visitada comandou o marcador durante os 60 minutos de jogo, mas apenas desequilibrou o marcador a partir dos 9-7, quando passou para 15-8, e terminou o primeiro tempo a vencer por 17-10. No segundo tempo chegou a ter por diversas vezes 9 golos de vantagem, 19-10, 25-16, para depois “deixar” o ADC Benavente reduzir para um diferencial de 4 golos (26-22), para terminar com apenas 5 golos de diferença. No AC Sismaria onde 10 atletas marcaram golos, Frederico Malhão com 7 golos, Filipe Oliveira e Tiago Cotrim com 5 golos cada, foram os seus principais marcadores.

O resultado mais dilatado da jornada verificou-se entre o Boa Hora e GS Loures, no encontro disputado no recinto do Boa Hora, que comandou praticamente o marcador durante os 60 minutos de jogo, passando ainda no primeiro tempo de uma vantagem de quatro (4) golos, quando vencia por 11-7, para um resultado ao intervalo de 17-8, que diz bem a diferença existente entre as duas equipas. Segundos 30 minutos sem história pois a equipa do Boa Hora foi dominando a seu “bel-prazer”, e foi progressivamente aumentando o diferencial, passando de 22-10, para 27-11, e seguidamente para 33-14, para terminar com um diferencial de 21 golos, e desta forma a equipa do GS Loures continua numa zona de possível despromoção, que será completamente definida na última jornada. O Boa Hora com 12 jogadores a marcarem golos, teve em Tiago Prata e Igor Stojanovic ambos com 6 golos cada os seus principais marcadores, Nuno Oliveira com 10 golos foi o melhor marcador do GS Loures.

Terminamos a nossa crónica com o jogo em atraso da 17.ª jornada, disputado em Leiria, entre vizinhos, com a Juventude Lis a receber o AC Sismaria, num encontro, que já não definia nada, pois ambas as equipas já tinham as suas posições completamente estabilizadas, encontro disputado com o pavilhão cheio, e que terminou com a vitória inesperada da equipa Juventude Lis, embora na nossa opinião a equipa do AC Sismaria, tenha encarado o encontro com demasiada confiança. O equilíbrio entre as equipas apenas existiu durante o primeiro tempo e até o marcador assinar uma igualdade a 9 golos, a partir desse momento a Juventude lis assumiu o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo já na frente do marcador por 13-10. O segundo tempo foi uma continuação dos últimos minutos do primeiro, e continuou com a superioridade da Juventude Lis, que chegou a ter seis (6) golos de vantagem, quando o marcador assinalava 19-13 a seu favor, ligeira reação dos homens de Gandar, que apenas serviu para amenizar a derrota que tornava evidente. Este foi um resultado retificado em relação ao se tinha verificado na jornada homologa da 1.ª volta. João Marques com 7 golos foi o melhor marcador da Juventude Lis, Filipe Oliveira com 9 golos e Frederico Malhão com 6 golos, foram os melhores marcadores do AC Sismaria.

Classificação após os jogos a conclusão da 25.ª jornada:- 1.º Boa Hora (72 pontos), 2.º Sismaria (64 pontos), 3.º Vitória FC e CD Marienses (59 pontos), 5.º Alto Moinho (58 pontos), 6.º Juventude Lis (56 pontos), 7.º CDE Camões (54 pontos), 8.º Benfica B (53 pontos), 9.º ADC Benavente (48 pontos), 10.º 1.º Dezembro (41 pontos), 11.º IFC Torrense (38 pontos), 12.º GS Loures (34 pontos), 13.º Almada AC e 14.º Ílhavo (32 pontos). 

O Banhadas Andebol