gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

P004 – Fase Final – 2015 /2016 - Sorteio

Realizou-se hoje (29-02-16) o sorteio da Fase Final, e das fases de apuramento (Grupo ”B”). Será nesta Fase Final, que se irá registar certamente algum equilíbrio e um elevado nível de competitividade, pelo menos é o que se espera. 

Recordar que esta época a Fase Final Nacional é disputada por 6 equipas é designada por Grupo “A” 

·         O sistema de disputa será de TXT a duas voltas.

O Chamado Grupo “B” – Fase Apuramento, é disputado pelos clubes não apurados para a Fase Final Nacional, com os clubes a ficarem nas zonas onde já se encontravam. 

·         O Sistema de Disputa é de TXT a 1 volta, após sorteio, sendo para o efeito os campos considerados neutros ou neutralizados. 

·         Os clubes iniciam esta fase com 50% dos pontos acumulados na 1.ª Fase, com os normais arredondamentos. 

·         Descem á 2.ª Divisão Nacional (PO05) 4 equipas, duas em cada Zona.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos

Resultado do Sorteio
Grupo “A” - Disputa-se previsivelmente de 13-03-16 a 05-06-16
1.ª Jornada
 
Grupo “B” - Disputa-se previsivelmente de 20-03-16 a 05-06-16
Zona Norte
1.ª Jornada
Zona Sul
1.ª Jornada
Nota- No Grupo “B”, a prova vai ser realizada em locais neutros (ou neutralizados), mas para a qual desejamos que a CA tenha especial atenção, pois as pressões vão existir, e esta fase da prova, não é o local indicado, para se efetuarem experiências. 

O Noticias.

Crónica de Fim-de-semana – 20 – 2015 / 2016 – II

Ligeira crónica da PO02, que desta vez realizou, jornada completa. 

Nota - Esta época as equipa “B”, não são apuradas para a Fase Final.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos. 

Zona Norte – Resultados

16.ª Jornada (3.ª da 2.ª Volta)
Dia 12-03-16
Estarreja AC - Boavista FC (18H00)
17.ª Jornada (4.ª da 2.ª Volta)
Dia 09-04-16
CCR Fermentões - FC Gaia (17H30)
19.ª Jornada (6.ª da 2.ª Volta)
Dia 26-02-16
FC Porto B 32 – 35 Arsenal
Dia 27-02-16
SP. Oleiros 22 – 25 São Bernardo
Estarreja AC 21 – 26 FC Gaia
Boavista FC 23 – 26 Modicus
Marítimo 29 – 23 AD Sanjoanense
São Mamede 24 – 27 GC Santo Tirso
CCR Fermentões 25 – 25 Xico Andebol 

Zona que continua a ter discrepâncias entre as jornadas, o que por vezes é incompreensível, e que eventualmente poderemos considerar menos saudáveis, para a competição. Felizmente apenas não existiram jogos com registo de ocorrências disciplinares. Nos jogos realizados, verificaram-se algumas retificações em relação aos resultados ocorridos na 1.ª volta.  

Em Gaia, realizou-se o encontro antecipado da 19.ª Jornada FC Porto B / Arsenal, que foi um encontro onde o Arsenal ao vencer, reforçou a sua liderança na Zona, embora com mais um jogo, e tornou a sua candidatura, a um lugar na Fase de apuramento, cada vez, mais fiável. Foi um encontro, onde a equipa bracarense comandou o marcador durante os 60 minutos de jogo, chegando ao intervalo já vencer por 18-12, chegando a desfrutar de vantagens de 12 golos, como por exemplo quando vencia por 26-14, já no segundo tempo, sentenciando o jogo. Mas a equipa do FC Porto B, reage e reduz para 26-19, quando faz um parcial de 5-0, e posteriormente, coloca o diferencial em apenas 5 golos, aos 29-24 e aos 32-27, para num forcing final ainda reduzir a vantagem para apenas os 3 golos, com terminou o encontro. Digo Coelho com 9 golos, e Henrique Figueiredo com 7 golos, foram os melhores marcadores do FC Porto B, por sua vez André Caldas com 12 golos e Vasco Areias com 5 golos, foram os melhores marcadores do Arsenal. 

No Pavilhão do Funchal tivemos um dos jogos, onde foi retificado o resultado da 1.ª volta, desta vez com a vitória dos insulares. Dizer que o encontro teve duas partes completamente distintas, uma primeira onde predominou a AD Sanjoanense, que esteve grande parte do tempo na frente do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 14-12, e uma segunda parte, de completo domínio do Marítimo, que depois de um parcial inicial de 4-1, passou para a frente do marcador por 16-15, e nunca mais o, largou, indo alargando a sua vantagem progressivamente, até ao resultado final. Mesmo com esta vitória, dificilmente chegará á discussão de um dos lugares para a Fase Final, no entanto, e apesar de ter mais 2 jogos que os seus adversários, tem garantida a permanência na divisão, por seu lado a AD Sanjoanense, encontra-se cada vez mais, num dos lugares de grande perigo. Guilherme do Nascimento e Márcio Abreu, ambos com 6 golos cada, foram os principais marcadores do Marítimo, Bruno Pinho com 9 golos, foi o melhor marcador da AD Sanjoanense. 

Em Oleiros. Tivemos, mais um dérbi regional, com a disputa do SP. Oleiros / São Bernardo, que terminou tal como na 1.ª volta com a vitória da equipa de São Bernardo, num encontro de grande equilíbrio, mas que foi quase sempre com a equipa visitante no comando do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 17-15, mas com um segundo tempo com muito pior qualidade, e onde as defesas se superiorizaram aos ataques, dai o escasso número de golos, que se verificaram neste período. No SP. Oleiros, Hugo Oliveira, com 14 golos foi o seu melhor marcador, enquanto na equipa do São Bernardo, onde 11 atletas marcaram golos, Augusto Pereira com 5 golos, foi o seu melhor marcador.  

No Municipal de Estarreja, disputou-se mais um encontro da jornada, que colocou, frente a frente o Estarreja AC e o FC Gaia. Que terminou com nova vitória do FC Gaia, que construiu todo o resultado durante os primeiros 30 minutos de jogo, chegando ao intervalo a vencer por 15-9, para depois permitir uma excelente reação da equipa visitada, que minimizou os prejuízos, durante os segundos 30 minutos. João Vilar com 7 golos e Tiago Arrojado com 5 golos foram os principais marcadores do Estarreja AC, Luís Carvalho com 7 golos, Pedro Camara e Luis Galvão com 5 golos foram os melhores marcadores do FC Gaia, que mesmo com esta vitória, dificilmente chegará ao apuramento para a Fase Final, enquanto o Estarreja AC, continua nos chamados lugares de perigo. 

A Jornada teve ainda um Boavista FC / Modicus, que tal como na 1.ª volta, o Boavista voltou a perder, continuando no último lugar da tabela classificativa, cada vez mais numa situação difícil, enquanto o Modicus por sua vez ao vencer este encontro, começa a ficar mais confortável, a sensivelmente meio da tabela, mas que ainda não dá garantias matemáticas de permanência na Divisão. Neste encontro, registou-se algum equilíbrio embora o resultado ao intervalo já fosse favorável ao Modicus por 15-13, realizando-se depois um segundo tempo onde novamente a dominante do jogo foi o equilíbrio. Filipe Lopes com 7 golos, foi o melhor marcador da equipa do Boavista FC, Paulo Barbosa com 7 golos, Nuno Loureiro e Ruben Oliveira com 6 golos cada um foram os melhores marcadores do Modicus. 

Num dos encontros mais importantes da jornada, defrontaram-se no pavilhão Eduardo Soares, o São Mamede e o GC Santo Tirso, duas das equipas, que discutem diretamente o apuramento para a Fase Final da Prova, e desta feita terminou com a vitória dos homens de Santo Tirso, que retificaram a derrota sofrida na 1.ª volta em casa. Foi um jogo com duas partes completamente distintas, nos primeiros 30 minutos, forte preponderância dos homens da equipa visitada, que chegaram ao intervalo na frente do marcador por 17-14, mas um excelente segundo tempo da equipa tirsense, levou a esta recuperasse o diferencial e terminasse como vencedora do encontro, mantendo-se assim na luta direta pelo 1.º lugar da Zona. João Baltazar com 9 golos e Tiago Andrade com 7 golos, foram os melhores marcadores do São Mamede, no GC Santo Tirso, com 10 jogadores a marcarem golos, João Nogueira com 7 golos, foi o seu principal marcador. 

Tivemos ainda um dérbi minhoto, mais propriamente dito de Guimarães, com a disputa em Fermentões do CCR Fermentões / Xico Andebol, que terminou numa igualdade, e foi um dos resultados, que sofreu uma retificação em relação ao verificado na 1.ª volta, onde o CCR Fermentões tinha vencido pela diferença mínima. Foi um encontro disputado com grande emotividade, e com grande equilíbrio, se traduz pelo resultado verificado ao intervalo, que chegou com o Xico Andebol a vencer pela diferença mínima (15-14), e que teve continuidade no segundo período, com a equipa do CCR Fermentões a alcançar a igualdade final. António Salgado com 5 golos, foi o melhor marcador do CCR Fermentões, enquanto Rui Oliveira com 8 golos, e Alfredo Bravo com 5 golos, foram os melhores marcadores do Xico Andebol. Esta igualdade acaba, por ser mais favorável á equipa do CCR Fermentões que se encontra num lugar a meio da tabela, enquanto o Xico Andebol, terá de amealhar mais pontos, para tentar abandonar a zona de perigo. 

Classificação após os jogos disputados até ao momento: - 1.º Arsenal (+1 jogo) (53 pontos), 2.º GC Santo Tirso (+1 jogo) (52 pontos), 3º São Mamede (48 Pontos), 4.º Marítimo (+2 jogos), e São Bernardo (44 pontos), 6.º FC Gaia (-1 jogo) (43 Pontos), 7.º CCR Fermentões (-1 jogo) (36 pontos), 8.º FC Porto B e Modicus (34 pontos), 10.º SP. Oleiros (33 pontos), 11.º Estarreja AC (-1 jogo) (31 pontos), 12.º Xico Andebol, e AD Sanjoanense (29 pontos), 14.º Boavista FC (-1 jogo) (20 pontos).  

Zona Sul – Resultados

17.ª Jornada (4.ª da 2.ª Volta)
Dia 09-04-16
Ílhavo - Juventude Lis (15H30)
19.ª Jornada (6.ª da 2.ª Volta)
Dia 26-02-16
Benfica B 19 – 24 Boa Hora
Dia 27-02-16
CD Marienses 25 – 27 AC Sismaria
IFC Torrense 27 – 24 Almada AC
1.º Dezembro 35 – 28 Vitória FC
Ílhavo AC 28 – 28 GS Loures
CDE Camões 20 – 19 Juventude Lis
Alto Moinho 32 – 24 ADC Benavente

Finalmente uma jornada completa, embora continue a existir um jogo em atraso. Esta foi uma jornada, com demasiadas ocorrências disciplinares. E verificaram-se diversas retificações de resultados, em relação ao ocorrido na 1.ª volta.

No encontro antecipado da 19.ª jornada, o Boa Hora foi á Quinta Marrocos, vencer o Benfica B, confirmando o resulta ocorrido na 1.ª volta, num encontro em que comando o o jogo e o marcador durante os 60 minutos, de jogo, chegando durante o primeiro tempo a ter por diversas vezes uma vantagem de 7 golos, (11-4, 12-5, como exemplos), para chegar ao intervalo a vencer pela mesma diferença 18-11. Depois tivemos um segundo tempo, pobre de andebol, onde uma equipa procurava, gerir a sua vantagem e a outra não encontrava soluções para o jogo, dai dizermos que o jogo, foi mais pobre em termos andebolísticos, com a equipa do Boa Hora a fazer uma completa gestão do seu plantel. Hugo Freitas e Leone Almeida, ambos com 5 golos cada, foram os melhores marcadores daa equipa do Benfica B, Luis Nunes com 8 golos, foi o melhor marcador do Boa Hora, com a curiosidade de terem todos sido obtidos ainda nos primeiros 30 minutos. Com esta vitória a equipa do Boa Hora mantêm-se no comando da Zona, sem derrotas.

Uma das grandes surpresas nesta zona e nesta jornada, foi a clara vitória do neo divisionário do 1.º Dezembro frente ao Vitória FC (jogo com ocorrências disciplinares registadas), no jogo disputado, entre estas duas equipas, e que foi um dos resultados retificados em relação ao que se passou na 1.ª volta. Com esta derrota a equipa do Vitória FC, que vinha demonstrando alguma irregularidade, competitiva, viu o seu possível lugar de apuramento para a Fase Final, ser discutido por mais equipas, que entretanto se aproximaram em termos pontuais, por sua vez a equipa do 1.º Dezembro, começa a situar-se em lugares, que embora não livres de perigo, são cada vez mais seguros, para uma possível permanência na Divisão. Neste encontro a equipa do 1.º Dezembro, já vencia ao intervalo por 18-12, com a equipa do Vitória FC a tentar reagir no segundo tempo e a equilibrar o jogo, mas sem nunca conseguir anular a desvantagem que trazia do primeiro período de jogo. João Brandão e Diogo Simão, com 7 golos cada, foram os melhores marcadores do 1.º Dezembro, André Praxedes com 7 golos, e Francisco Fuzeta com 5 golos, foram os melhores marcadores do Vitória FC.   

Outro dos principais, encontros da jornada, disputou-se em vila do Porto, onde o CD Marienses, defrontou o AC Sismaria, num encontro onde estavam presentes duas das mais fortes candidatas a um lugar na Fase Final da Prova, este foi um encontro onde o AC Sismaria confirmou o resultado da 1.ª volta, ao vencer a equipa insular num encontro, onde construiu o resultado durante os primeiros 30 minutos, quando chegou ao intervalo a vencer por 13-9, para depois ter de “suportar” a excelente reação dos homens do CD Marienses, no segundo período do jogo. Tiago Filipe com 8 golos, e Nelson Vertentes com 5 golos, foram os melhores marcadores do CD Marienses, Frederico Malhão com 11 golos e Filipe Oliveira com 6 golos, foram por sua vez os melhores marcadores do AC Sismaria.

Na Torre da Marinha, tivemos mais uma vitória do IFC Torrense, que procura fugir da zona de possível descida de divisão, e que venceu o Almada AC, retificando desta forma a igualdade que se tinha verificado na 1.ª volta, colocando o Almada AC, cada vez mais próximo da zona de descida de divisão. Neste encontro, o Almada AC, vencia ao intervalo por 13-10, mas claudicou completamente durante o segundo período de jogo, permitindo uma total e completa reação dos homens do IFC Torrense, que terminaram como vencedores, por uma margem igual a que sofriam ao intervalo. David Saraiva com 7 golos, foi o melhor marcador do IFC Torrense, enquanto Pedro Coelho com igual número de golos, foi o melhor marcador do Almada AC.

Em Ílhavo, defrontaram-se os dois últimos classificados da Zona, o Ílhavo AC / GS Loures (jogo com ocorrências disciplinares registadas), foi mais um encontro onde foi retificado o resultado ocorrido na 1.ª volta, onde se tinha verificado a vitória do GS Loures, desta vez tivemos uma igualdade no final no marcador, com o resultado de cada equipa a ser diferenciado consoante as partes do jogo, no primeiro tempo a equipa visitada, vencia ao intervalo por 18-14, depois não teve capacidade para continuar a impor o seu ritmo de jogo e teve de suportar a excelente reação do GS Loures, que conseguiu desta forma igualar o resultado final. Continuando as duas equipas a ocupar os dois últimos lugares da tabela classificativa da Zona. Tiago Sousa com 9 golos e António Ferreira com 6 golos, foram os melhores marcadores do Ílhavo AC, Alexandre Rua com 8 golos, e Henrique Martins com 5 golos, foram os melhores marcadores do GS Loures.

Em mais um jogo, muito bem disputado, (jogo com ocorrências disciplinares registadas), o CDE Camões, venceu a Juventude Lis pela diferença mínima. Num jogo, onde as defesas se sobrepuseram aos ataques de tal forma que o resultado ao intervalo era de apenas 8-7, a favor do CDE Camões, diferença que se manteve após a disputa do segundo tempo. Resulta que continua a colocar as duas equipas numa zona de manutenção na divisão, embora ainda faltem alguns jogos por disputar, mas que também as coloca fora de qualquer discussão pelos lugares de acesso á Fase Final. Tiago Silva com 6 golos foi o melhor marcador do CDE Camões, enquanto na Juventude delis onde 10 jogadores marcaram, com os seus melhores marcadores a serem Luis Fonseca e Francisco Santos com apenas 4 golos, cada.

No ultimo jogo relativo a esta jornada o Alto Moinho, recebeu o ADC Benavente, num jogo onde retificou o resultado ocorrido na 1.ª volta, e com esta vitória ainda aspirar a discutir um lugar no apuramento para a Fase Final. Enquanto o ADC Benavente, que está a realizar uma prova aquém das expectativas (pelo menos das nossas), está em princípio num lugar que lhe permite facilmente manter-se na divisão. Neste encontro o Alto Moinho entrou forte e ao intervalo já vencia por uns claros 17-10, abrandando nitidamente o ritmo no segundo tempo, sem nunca deixar de controlar o marcador, João Silva, Miguel Queluz e Tiago Gil, todos com 7 golos cada, foram os melhores marcadores do Alto Moinho, o ADC Benavente que teve 10 atletas seus a marcarem golos dos quais se destacou João Raquel com 9 golos, que foi o seu melhor marcador.

Classificação após os jogos disputados até ao momento:- 1.º Boa Hora (56 pontos), 2.º Sismaria (49 pontos), 3.º Vitória FC (46 pontos), 4.º CD Marienses (45 pontos), 5.º Alto Moinho (42 pontos), 6.º Juventude Lis (-1 jogo) (41 pontos), 7.º CDE Camões (40 pontos), 8.º Benfica B (39 pontos), 9.º ADC Benavente (37 pontos), 10.º 1.º Dezembro (32 pontos), 11.º IFC Torrense (28 pontos), 12.º Almada AC e GS Loures (26 pontos), 14.º Ílhavo (-1 jogo) (21 pontos).

O Banhadas Andebol

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 17 – 2015 / 2016 - IV

Crónica de fim-de-semana dedicada à última jornada da 1,ª Fase da PO04. Que é a prova, com maior regularidade competitiva.

São diretamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase. 

A 2.ª Fase Grupo B, é disputada em apenas uma volta, no sistema de TxT, descendo de Divisão os 2 últimos de cada zona nesta fase.

O Sorteio da Fase Final e do Grupo B (Fase de Apuramento, realiza-se no dia 29-02-16, na Federação.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

 
Zona Norte

Resultados
18.ª Jornada (9.º da 2.ª Volta)
Dia 28-02-16

Ismai 33 – 32 Xico Andebol
AA Avanca 20 – 38 Águas Santas
ABC 32 – 30 FC Porto
FC Gaia 22 – 30 Boavista FC
GC Santo Tirso 36 – 32 São Mamede

Apuradas para a Fase Final – ABC, Águas Santas e FC Porto
Apurados para a Fase de Apuramento e pontos que transitam – GC Santo Tirso (22 pontos), Ismai (19 pontos), Xico Andebol (16 pontos), Boavista FC e AA Avanca (14 pontos), FC Gaia (13 pontos) e São Mamede (11 pontos).

Nesta zona com tudo decidido, esta jornada serviu essencialmente, para as equipas que se situam do 4.º lugar até ao 10.º, e que irão disputar a chamada Fase de Apuramento, para se saber quem desce ou não de Divisão, amealharem o máximo de pontos possíveis, felizmente, tivemos mais uma jornada sem qualquer ocorrência disciplinar. Em dois (2) verificou-se a retificação do resultado em relação ao que se tinha passado na 9.ª jornada, da prova. Os nossos comentários apenas referem que nos jogos considerados mais importantes da jornada, tivemos a vitória do ABC sobre o FC Porto, retificando a igualdade ocorrida na 1.ª volta, mas na prática sem significado objetivo face ao apuramento das duas equipas para a Fase Final, e a dificílima vitória do Ismai sobre o Xico Andebol, o outro encontro onde foi retificado o resultado verificado na 1.ª volta foi no FC Gaia / Boavista, com a equipa do Bessa a vencer desta vez, e por números folgados. Nos restantes encontros nada de significativo se verificou.

Após a disputa desta jornada a classificação ficou assim ordenada – 1.º ABC (51 pontos), 2.º Águas Santas (50 pontos), 3.º FC Porto (46 pontos), 4.º GC Santo Tirso (43 pontos), 5.º Ismai (38 pontos), 6.º Xico Andebol (32 pontos), 7.º Boavista FC e AA Avanca (27 pontos), 9.º FC Gaia (25 pontos), 10.º São Mamede (21 pontos).

Zona Sul

Resultados
15.ª Jornada
Dia 26-02-16

Ginásio Sul 28 –
29 Estarreja AC
18.ª Jornada (9.ª da 2.ª Volta
Dia 28-02-16

Benfica 48 – 18 ADC Benavente
Sporting 35 – 25 Juventude Lis
Belenenses 26 – 29 São Bernardo
Estarreja AC 39 – 17 IFC Torrense
Ginásio Sul 16 – 38 Alto Moinho

Apurados para a Fase Final – Benfica, Sporting, e Alto Moinho
Apurados para a Fase de Apuramento e pontos que transitam – Estarreja AC (21 pontos), Belenenses (20 pontos), São Bernardo (17 pontos), Juventude Lis (17 pontos), Ginásio Sul (14 pontos), ADC Benavente (13 pontos), e IFC Torrense (10 pontos)

Jogou-se o jogo em atraso da 15.ª jornada, para que o acerto da prova, fosse feiro ainda antes da disputa da última jornada desta fase, tendo depois uma jornada completa. Onde ficaram definidos os três (3) lugares de apuramento para a Fase Final, com o Alto Moinho a vencer e por números que não deixaram dúvidas acerca da sua superioridade o Ginásio do Sul e a ser a última equipa desta zona, a confirmar o seu apuramento, As outras equipas que esperavam que uma ou outra “escorregasse” para ter esperanças no apuramento, venceram também os seus jogos pelo que não se registou qualquer alteração, sendo de salientar que pela primeira vez em muitas épocas (que nos recordemos), o Belenenses, que foi o único jogo retificado em relação á 1.ª volta, e foi derrotado pelo São Bernardo, não disputa a Fase Final desta Prova Nacional. A equipa do Estarreja AC, que foi uma das boas surpresas, nesta fase apesar de averbar duas vitórias nos últimos dias, não obteve o apuramento que almejava. E o Benfica terminou a fase invicto, o que será sempre um facto a registar, as outras equipas a procuraram, nesta jornada amealhar o máximo de pontos para a Fase de Apuramento. Um destaque especial para ter sido uma jornada sem registo de ocorrências disciplinares. Assinalar, ainda de que somente um resultado e que já referimos foi retificado em relação ao ocorrido na 1.ª volta.
Após a disputa desta jornada a classificação ficou assim ordenada – 1.º Benfica (54 pontos), 2.º Sporting (45 pontos), 3.º Alto Moinho (42 pontos), 4.º Estarreja AC (41 pontos), 5.º Belenenses (39 pontos), 6.º São Bernardo (34 pontos), 7.º Juventude Lis (33 pontos), 8.º Ginásio Sul (27 pontos), 9.º ADC Benavente (26 pontos), 10.º IFC Torrense (19 pontos)

O Noticias

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos - Atualizada

Grupo “A” - Play OFF – 1/4 Final

2ª Jogo
Dia 27-02-16
ABC 32 – 28 Passos Manuel s/d
Sporting 33 – 24 Águas Santas
Benfica 40 – 30 Madeira SAD
Dia 28-02-16
FC Porto 30 - 24 AA Avanca  

Após os 2.ºs Jogos. Que se realizaram ficaram definidas as 1/2 Final, e os seus enquadramentos das mesmas. 

Apurados para as 1/2 Final (5 jogos)Benfica, Sporting, ABC, e FC Porto

Enquadramento para os 1/2 Final (casa, fora, casa, fora, casa)

Dia 19-03-16
 FC Porto – Benfica
ABC – Sporting
Dia 26-03-16
Benfica – FC Porto
Sporting – ABC
Dia 16-04-16
FC Porto – Benfica
ABC – Sporting
Dia 23-04-16
Benfica – FC Porto 
Sporting – ABC
Dia 30-04-16
FC Porto – Benfica
ABC – Sporting
 
Começamos pelo ABC / Passos Manuel, verificando-se a segunda vitória da equipa bracarense, e a consequente passagem ás 1/2 Final, no entanto foi um jogo, disputado com forte oposição do Passos Manuel, e quem sabe talvez alguma displicência ou excesso de confiança do ABC. O ABC que comandou o marcador durante grande parte do tempo de jogo, rapidamente chegou aos seis (6) golos de vantagem, estavam decorridos cerca de12 minutos de jogo, mas uma forte reação do Passos Manuel, levou o encontro para um forte equilíbrio, que se refletiu no resultado ao intervalo onde O ABC vencia pela diferença mínima (17-16). Com Emanuel Ribeiro (48% de eficácia) a ser uma das grandes figuras do encontro na baliza do ABC, o equilíbrio manteve-se, com o Passos Manuel a estar por diversas vezes na frente do marcador, embora sempre pela diferença de apenas um golo, a última das quais cerca dos 46 minutos, quando vencia por 26-25, a partir daqui deu-se o “acordar” dos bracarenses, que rapidamente metram o jogo, na sua ordem natural e voltaram a estar na frende do marcador por quatro e cinco golos. Hugo Rocha com 12 golos (86% de eficácia, 5 de 7metros, 100% de eficácia), e Nuno Grilo com 8 golos (73% de eficácia), foram os melhores marcadores do ABC. No Passos Manuel, Gonçalo Ribeiro com 11 golos (61% de eficácia) e Pedro Sequeira com 6 golos (50% de eficácia), foram os seus melhores marcadores. 

Atualização em 28-02-12 

Distou-se no Dragão Caixa o último dos encontros dos 1/4 Final, o que opunha o FC Porto á AA Avanca, com o natural favoritismo do FC Porto, já vencedor do primeiro encontro. Foi um jogo onde o FC Porto, controlou todo o jogo e o marcador durante os 60 minutos, dando até tempo de jogo aos menos utlizados, mas sem nunca assumir riscos, num encontro por vezes mal jogado de parte de a parte, com demasiadas percas de bola e de faltas técnicas. O FC Porto, com Hugo Laurentino (41% de eficácia) em bom plano, procurou, através da sua defesa, e do forte bloco, responder as ações atacantes da AA Avanca, e criara várias situações de contra ataque, por sua vez a AA Avanca, nunca esteve a um nível daquilo que já demonstrou esta época, notando que a equipa esteve demasiado tempo sem a presença dos seus cubanos em campo (Victor Iturriza e Pedro Valdez), com muita naturalidade o intervalo chegou com o FC Porto na frente do marcador por 18-12. No segundo tempo, de referir que o FC Porto aos 8 golos de vantagem cerca dos 40 minutos, quando vencia por 24-16, e a AA Avanca, após uma forte melhoria no seu sistema defensivo, conseguiu, reduzir diversas vezes para os 5 golos de diferença (28-23 e 29.24) mas sem nunca fazer perigar a vantagem adquirida pelo equipa do FC Porto, que assim continua, sem perder nesta prova Nacional, de referir no FC Porto, a utilização de Nuno Gonçalves (4 golos, e 100% de eficácia) no ataque que deu excelente resposta, com 11 atletas a marcar golos, sendo Alexis Borges (5 golos e 83% de eficácia) o seu melhor marcador, e a estreia do jovem Ricardo Ferreira. Na AA Avanca uma especial referencia para o jovem guarda-redes Pedro Carvalho (38% de eficácia), não esquecendo que os seus golos se distribuíram por 10 atletas, sendo Miguel Batista o seu melhor marcador com 4 golos (40% de eficácia).

Benfica 40 – 30 Madeira SAD

Jogo disputado na Luz, que terminou com um resultado enganador, face ao que se passou em campo, pois o encontro apenas se desequilibrou, nos últimos 10 minutos finais. O Madeira SAD com um excelente jogo defensivo, foi sempre controlando o ataque do Benfica que teve em Elledy Semedo (11 golos, 73% de eficácia) o seu expoente máximo, com golos para todos os gostos e feitios e com uma excelente exibição, pois sendo possuidor de tempo de remate como poucos atletas o possuem em Portugal por vezes parece completamente alheado do ambiente do jogo, o que não foi o caso de hoje. O Benfica teve problemas defensivos nos até cerca do 15 minutos, melhorando e muito após este período de jogo, que foi sempre de grande equilíbrio como o mostra o resultado que se verificava ao intervalo de 17-16 a favor do Benfica. Que teve de trocar de guarda-redes saindo Hugo Figueira (33% de eficácia), e entrando Nikola (20%), que mais tarde voltou a ser para entrar novamente Hugo Figueira. O equilíbrio no jogo foi-se mantendo até cerca dos 46 minutos quando o Benfica vencia apenas por um golo 28-27, duramente este período o Madeira SAD, que também trocou e destrocou os seus guarda-redes, enquanto teve força física, foi defendendo num sistema aberto, mas que obriga a um grande esforço físico, de que veio a pagar nos momentos finais do encontro, pois o Benfica foi sempre gerindo o seu plantel, enquanto o Madeira SAD, tinha poucas hipóteses de fazer o mesmo. NO Benfica deve-se ainda destacar o trabalho atacante, da equipa apesar da ausência por lesão de Belone Moreira, e onde Javier Borragan (83% de eficácia), Tiago Pereira (100% de eficácia), João Pais (100% de eficácia), todos com 5 golos cada. De referir que mais uma vez ao arriscar o guarda-redes como jogador de campo o Madeira SAD, volta a sofrer um golo direto. No Madeira SAD, mais uma vez Cláudio Pedroso com 8 golos (53% de eficácia), e Nelson Pina 7 golos (88% de eficácia), e que continua a ser um atleta que faz da velocidade de execução uma das suas principais armas, foram os melhores marcadores do Madeira SAD. Dirigiu o encontro a dupla da EHF, composta por Daniel Martins e Roberto Martins, que estiveram com um critério disciplinar largo, não tem nada a ver com aquilo que se presenciou em outros jogos, mas pecaram na nossa opinião na lei da vantagem e em especial no jogo passivo. Jã que nos livres de 7 metros e na falta do atacante pouco ou nada se lhes pode apontar. 

Sporting 33 – 24 Águas Santas 

No Pavilhão do Ginásio do Sul disputou-se o Águas Santas / Sporting, que terminou com a segunda vitória do Sporting, e a consequente passagem ás 1/2 Final do Play OFF, num jogo em que comandou o marcador, praticamente durante os 60 minutos, chegando a ter vantagens de 11 golos por diversas vezes no encontro, o que é plenamente demonstrativo da sua superioridade neste encontro. O seu ataque planeado esteve bem, assim como a sua defesa, e a velocidade que imprimiu, deram poucas alternativas, ao seu adversário, que foi respondendo como pode, mas teve no seu sistema defensivo o seu calcanhar de “Aquiles”, onde tanto Telmo Ferreira (20% de eficácia), como João Moniz (23% de eficácia), não estiveram nos seus dias, enquanto do lado contrário Aljosa Cudic (32% de eficácia), deu grande confiança á sua equipas. Este encontro que não teve grande história, teve momentos de grande “trapalhada”, como seja entre os 40 e os cerca dos 52 minutos, que foi mal jogado com percas de bola ataques falhados precipitações puras, de tudo aconteceu. Finalmente o técnico do Sporting, face ao resultado que se estava a verificar, deu tempo de jogo aos menos utilizados, como Sérgio Barros, Francisco Tavares e outros, o que permitiu em alguns momentos á equipa maiata equilibrar o jogo, que não o resultado. Frankis Carol com 8 golos (89% de eficácia), e Pedro Solha (86% de eficácia) foram os melhores marcadores da equipa Sporting, No Águas Santas, Pedro Cruz com 7 golos (78% de eficácia), e Pedro Peneda com 6 golos (60% de eficácia), foram os seus melhores marcadores. Dirigiu o encontro a jovem dupla madeirense constituída por Gonçalo Aveiro e Hugo Fernandes, que demonstraram uma total ausência de critério na aplicação da disciplina, num encontro onde imperou o respeito, tiveram ainda falta de critério nos livres de 7 metros, e na aplicação do jogo passivo pecaram por excesso, na nossa opinião ainda têm de crescer.

Grupo B

2.ª Fase
1.ª Jornada
Dia 27-02-16
Belenenses - SC Horta (20H30)
AC Fafe 28 – 29 Ismai

Numa jornada sem ocorrências disciplinares, a jornada iniciou-se no Municipal de Fafe, tivemos um AC Fafe / Ismai, que terminou com a vitória da equipa maiata pela diferença mínima, num jogo, em que marcou o golo da vitória nos segundos finais, e após a exclusão de Nuno Pimenta do AC Fafe. Foi um encontro de algum equilíbrio, embora a equipa local, tenha assumido o comando do jogo e do marcador a partir dos 8 minutos, chegando ao intervalo na frente do marcador por 16-13. No segundo tempo, teve um bom início de jogo, mas foi claudicando, permitindo que o Ismai equilibrasse o jogo, e aos 50 minutos registava-se uma igualdade a 24 golos. O Ismai com o seu guarda-redes Reynel Nelson (32% de eficácia), a ser um dos grandes obstáculos da equipa adversária, teve ainda em Angel Zulueta com 8 golos (53% de eficácia), e em Sérgio Caniço com 7 golos (78% de eficácia) os seus melhores marcadores. No AC Fafe Armando Pinto com 10 golos (83% de eficácia), e Nuno Pimenta com 6 golos (75% de eficácia), os seus melhores marcadores. Um encontro com um dado curioso, os 9 livres de 7 metros assinalados a favor do AC Fafe, que apenas transformou 8. Com esta derrota e face á derrota do SC Horta, a equipa do AC Fafe, continua a ocupar um dos lugares de descida. No Pavilhão Acácio Rosa, o Belenenses, recebeu e venceu o SC Horta, num jogo incaracterístico, chegando ao intervalo a perder por um diferencial de cinco (5) golos, 18-13, chegando a estar durante o primeiro período a perder por um diferencial de 7 golos, cerca dos 21 minutos /15-8), a equipa do Belenenses neste período de jogo apenas esteve no comando do jogo até aos 5 minutos de jogo, quando vencia por 3-2. No segundo tempo surgiu em campo outro Belenenses, com outra dinâmica de jogo e mais assertiva, enquanto o SC Horta, baixava, nitidamente o seu ritmo de jogo, de tal forma, que aos 53 minutos de Jogo a equipa visitada, já estava na frente do marcador por um diferencial de 4 golos (25-21), Com esta vitória a equipa do Belenenses, descola dos seus adversários diretos, ficando somente atrás do Ismai. Pedro Pinto e Ivo Santos, ambos com 6 golos cada foram os melhores marcadores da equipa do Belenenses, Afonso Almeida com 6 golos e Raifer Noa com 5 golos, foram os melhores marcadores do SC Horta.

Classificação do Grupo “B”, após este jogo: 1.º Ismai (20 pontos), 2.º Belenenses (18 pontos), 3.º AC Fafe e SC Horta (16 pontos).

O Banhadas Andebol

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Taça de Portugal – Iniciativas -2016

MERCHANDAISING
(CD MARIENSES / SPORTING) 
Excelente iniciativa, pela forma de divulgação da modalidade na Região, e aproveitando a deslocação de um histórico da modalidade para disputa de uma prova, num exemplo daquilo que se pode fazer em prol da modalidade, vivendo o mesmo com grande intensidade. 

O Noticias

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Campeonato do Mundo Alemanha 2017 – Femininos - II

23.º MUNDIAL DE SENIORES FEMININOS
(ALEMANHA)  
Vai realizar-se na Alemanha em 2017, de 1 a 17 de Dezembro de 2016, o Mundial no género Feminino, onde serão utilizados 6 recintos a saber (Leipzig, Magdeburg, Bietighein, Trier, Oldenburg e Hamburg, sendo nesta última cidade que se realizarão as 1/2 Final e Final da prova.

A EHF, iniciou o processo de inscrição das equipas que irão disputar o apuramento Europeu, com a Federações a terem de se inscrever até 18 de Março do corrente ano.

O Mundial será como disputado por 24 equipas, a saber:

Noruega – Campeã em título
Alemanha - Organizador
Europa – 9 Lugares a serem atribuídos através de jogos de qualificação
Europa – As três (3) equipas melhores classificadas no Euro de 2016 na Suécia
África – 3 lugares
Ásia – 3 equipas
Paramérica – 3 equipas
Oceânia – 1 equipa (Através de um torneio de qualificação)

Nota – Os nove (9) lugares Europeus, serão disputados através de Fases de Qualificação (Fase 1 e Fase 2), no entanto estas estão dependentes do número de Países inscritos.

A Qualificação Europeia, que poderá ser disputada em duas Fases, para as equipas não qualificadas diretamente.

As equipas que disputam a Fase Final do Euro 2016 Feminino, em Dezembro de 2016, apenas disputarão a Fase 2 de Qualificação.

A Fase de Qualificação 1, será disputada, entre Outubro e Dezembro de 2016, e a Fase de Qualificação 2, embora a EHF, não o explicite, será certamente no sistema de Play OFF, em dois fim-de-semana, de 9/11-06-17 e 13/15-06-17. Com os vencedores a serem diretamente qualificados para o Mundial.

O Sorteio para os jogos da Fase 2 de Qualificação (Play OFF), está previsto, ser realizado em Junho de 2016.

Veremos se, será desta vez, que Portugal consegue, pelo menos chegar aos jogos de qualificação (Play OFF).

O Noticias

Copa da Europa em Veteranos -2016

I Copa Europa de Veteranos 
Entre os dias 1 a 3 de Abril de 2016 o Município da Mealhada, receberá a I Copa Europa de Veteranos, evento que terá a organização da Ctachawards em parceria com a Câmara Municipal da Mealhada.
Mais informações através de filipe.duarte@catchawards.pt

O Noticias

Informação - Clubes - Diversas

VALE GRANDE
O Noticias

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Arbitragem – Formação – Play OFF – 2015 /2016 -I

FORMAÇÃO – PLAY OFF
2015 / 2016 
Após a nossa publicação acerca deste tema, vários comentários foram feitos (alguns, quase que não temos duvidas), com o objetivo de denegrir o que foi escrito pelo Blog.  

Aproveitamos para reafirmar tudo o que dissemos, pois corresponde a uma total verdade, e vamos prova-lo. 

A célebre informação publicada no site da Arbitragem (fomos pesquisar e descobrimos, que o mesmo existe, mas pelos vistos, pouca sabe o sabe), é a informação N.º 034 de 11-02-16, que apenas publica nomes, e diz conforme se assinala, que o programa da ação será divulgado posteriormente, o que nos leva a dizer e a reforçar, a frase “Como é Possível?
Quanto aos nomes das duplas, foram convocados, “quase” todas as duplas de nível 4, não se entendendo por exemplo, quais os motivos da não convocação por exemplo, da dupla da EHF, composta, por Daniel Martins e Roberto Martins? No entanto esta dupla que não foi convocada, mas já se encontra nomeada, em que ficamos? Se a sua não presença se deve a um qualquer impedimento, deveria ter sido feita e a sua ausência justificada, a sua não convocação é uma demonstração de total anarquia. 

Se tivessem sido divulgadas as orientações, ou tivessem sido convidados a estarem presentes os técnicos das equipas, ou seus representantes, certamente que não teríamos, notícias, como a que em (24-03-16), é publicada no Jornal o Record. 

Sobre esta informação muito haverá provavelmente a escrever, mas por hoje, ficamos por aqui.

O Analista

IHF / EHF – Países Emergentes

TORNEIO IHF / EHF DOS PAÍSES EMERGENTES
(Geórgia) 
A IHF / EHF, vai organizar mais um Torneio, para as chamadas Nações Emergentes, no Feminino. O Torneio será disputado em Tbilisi, na Geórgia de 8 a 13 de Março de 2016.

Participantes
Albânia
Arménia
Bélgica
Chipre
Estónia
Ilhas Faroé
Geórgia
Letónia.

As equipas, foram divididas em dois grupos, na 1.ª Fase da Prova – Disputada de 8 a 10-03-16
 
Grupo A – Chipre, Letónia, Geórgia, e Albânia.
Grupo B – Ilhas Faroé, Bélgica, Estónia, e Arménia.

A segunda Fase da Prova, será disputada, em 12 e 13-03-16, com jogos cruzados, e as 1/2 Final, a ser disputada pelos dois primeiros classificados de cada Grupo, e a final e o jogo do 3/4 Lugar a ser realizados em 13-03-16.

Para este torneio, foram nomeadas as seguintes duplas do EHF Young Referee Programme:

Edin Kulovic / Vedaal Skaljic (Bósnia)
Volha Kazak / Katsiaryna Vasilevich (Bielorrússia)
Andrea Hesse / Alysha Martin (Grã Bretanha)
Kinga Haraszti / Brigitta Nachtmann (Hungria)
Gokhan Adiguzel / Ildeniz Kaygusuz (Turquia)

Portugueses, não constam porquê? Responda quem souber?

Felizmente para delegados e com a função específica de avaliação das duplas de arbitragem foi indicado, um português, a quem desde já endereçamos os nossos parabéns.

Carmem Manchado (Espanha)
António Goulão (Portugal)
Isgandar Asgaroz (Azerbaijão)
Tamaz Tevzadze (Geórgia)
Wassili Fegir (Ucrânia)
 
O Noticias

Ranking Seleções – EHF – 2015 - II

GLOBAL
(MASCULINOS + FEMININOS) 

Tal como já noticiamos, a EHF, publicou, em 09-02-16, os Diversos Rankings, sobre as Secções Jovens e de Seniores, tanto em Masculinos, como em Femininos, relativa ao ano de 2015. 

Na continuidade dos anteriores textos sobre o assunto, hoje iremos divulgar a posição ocupada, por Portugal, na globalidade (Masculinos + Femininos). Reforçamos o que já anteriormente se disse, deque “Deveremos ter em atenção de que este ranking, conforme noticiado em tempo, certamente que irão influenciar, a posição das equipas nas provas de seleções dos escalões mais jovens”.
A França passa a frente do ranking, por troca com a Dinamarca, assim como a Suécia passa a ocupar a 3.ª posição por troca com a Espanha. 

Portugal, sobe quatro (4) lugares, passando de 23.º em 2014, para 19.º em 2015, ultrapassando, a Áustria, a Republica Checa, a Eslováquia e a Suíça. Mas uma das mais surpreendentes movimentações foi a descida da Hungria de 5.º para 10.º Lugar, entre outras. Esta uma analise sumária, pois certamente que muitas mais movimentações existirem, e algumas com relevo. 

Até ao momento desconhece-se qualquer informação por parte da Federação. 

O Analista

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Mundial Sub-20 Feminino – 2016 – IV - Qualificação

Portugal vai efetuar um ligeiro estágio, em Sangalhos de 14 a 17-03-16, que se segue á disputa do Torneio das 4 Nações, que serviram de preparação para a disputa do Grupo (4) de Apuramento Europeu para a Fase Final do Mundial Sub-20 Feminino - 2016 a decorrer de 3 a 17 de Julho de 2016 na Rússia. 

Participam nesta prova 31 Países incluindo os já apurados:

Rússia – Organizador
Dinamarca – 1.º Classificada no Euro Sub-19 de 2015
Roménia – 1.ª Classificado no Mundial de Sub-18 de 2014
Suécia – 3.ª Classificada no Euro Sub-19 em 2015
Os Grupos de Apuramento serão disputados em concentração de 18 a 20-03-16. 

O Grupo 4, de Portugal será disputado na Sérvia 

Convocadas, sem comentários:
Calendário

1.ª Jornada
Dia 18-03-16
Portugal – Bósnia (15H00)
Sérvia – Holanda (17H00)
2.ª Jornada
Dia 19-03-16
Bósnia – Sérvia (15H00)
Holanda – Portugal (17H00)
3.ª Jornada
Dia 20-03-16
Holanda – Bósnia (10H00)
Sérvia – Portugal (12H00)
 
Horas em Portugal

Os apuramentos serão Feitos da seguinte Forma:
Grupo 1 – 2 equipas
Restantes Grupos – 1 Equipa
 
Infelizmente o Grupo de Portugal, apenas apura uma equipa, a vencedora do Grupo.

O Noticias

Torneio das 4 Nações – Juniores Femininos -2016 - I

TORNEIO DA 4 NAÇÕES – SUB-20 - FEMININOS 

Tal como em épocas anteriores (em 2014 Portugal não participou), a participação da Selecção Nacional de Juniores “A” Feminino neste torneio (Espanha – Tenerife) serve de preparação para a disputa do Grupo de Qualificação Europeia (Grupo 4), que se disputa na Sérvia, para o Campeonato do Mundial de Sub-20 que se disputará de 3 a 16 de Julho na Rússia.
A participação de Portugal neste torneio não tem sido de molde a criar grandes expectativas, pois nas suas últimas participações, a nossa classificação (com exceção de 2015, onde obtivemos um excelente 2.º lugar, atrás da Alemanha, num torneio que foi disputado em Portugal) têm-se resumido ao último lugar, sem termos averbado qualquer resultado positivo. Diga-se no entanto que na edição de 2012, Mónica Sores foi classificada como a Melhor Jogadora do Torneio 

De referir que este torneio se disputa precisamente uma semana antes da disputa do Grupo de Apuramento Europeu, já referido, e que será antecedido de um estágio a decorrer em Almada, a partir dia 8-03-16. 

Assim esperamos sinceramente que o nosso comportamento desportivo seja no mínimo igual ao verificado em 2015.

Convocatória – Sem comentário
Não se entende porque são convocadas 17 atletas, pois a Anais Gouveia, apenas irá participar no estágio e na convocatória, para a Qualificação Europeia. 

Calendário:

1ª Jornada

Dia 11-03-16
Alemanha – França (16H30)
Espanha – Portugal (18H30)

2ª Jornada

Dia 12-03-16
Portugal - Alemanha (16H30)
Espanha – França (18H30)

3ª Jornada

Dia 13-03-16
França - Portugal (10H00)
Espanha - Alemanha (12H00)

Não é fornecida informação, se esta seleção será acompanhada por uma dupla de arbitragem, como é normal nestes torneios, como ainda se viu, no última 4 Nações em Masculinos disputado em Portugal.

O Formador

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Crónica de Fim-de-semana – 16 – 2015 / 2016 - IV

Crónica de fim-de-semana dedicada à PO04. Que é a prova, com maior regularidade competitiva. 

São diretamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase.  

A 2.ª Fase Grupo B, é disputada em apenas uma volta, no sistema de TxT, descendo de Divisão os 2 últimos de cada zona nesta fase.  

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte

Resultados
17.ª Jornada (8.ª da 2.ª Volta)
Dia 21-02-16
Águas Santas 37 - 22 Ismai
Xico Andebol 32 - 32 GC Santo Tirso
São Mamede 26 - 27 FC Gaia
Boavista FC 23 -
32 ABC 18/41 = s/d
FC Porto 36 - 25 AA Avanca

Apuradas para a Fase Final – ABC, Águas Santas e FC Porto

Confirmou-se o apuramento do FC Porto, com o GC Santo Tirso, a ficar de fora do apuramento. Comos apuramentos definidos, tivemos uma jornada sem qualquer ocorrência disciplinar. A jornada definiu já todos os apurados na zona, pelo que a que falta servirá para as equipas não apuradas amealhar o máximo de pontos para a Fase de Apuramento. Em dois (2) verificou-se a retificação do resultado em relação ao que se tinha passado na 7.ª jornada, da prova.

Em Guimarães, em jogo decisivo para o GC Santo Tirso, assistiu-se a um encontro de grande equilíbrio com o Xico Andebol, que terminou numa igualdade, e este foi um dos resultados retificados em relação ao verificado na 1.ª volta. O resultado ao intervalo era favorável aos tirsenses por 19-17, com os homens da casa a ter uma excelente reação e a terminarem com uma igualdade. Com a equipa de Guimarães a “amealhar” pontos para a disputa da 2.ª Fase. Paulo Abreu com 10 golos, Jorge Fernandes e Francisco Ribeiro, ambos com 7 golos, foram os melhores marcadores do Xico Andebol, O GC Santo Tirso com 10 atletas a marcarem golos, teve em Tiago Costa com 9 golos, e Manuel Lima com 7 golos, os seus melhores marcadores.

O outro encontro, onde foi retificado o resultado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, foi o São Mamede / FC Gaia, com a equipa de Gaia num encontro de grande equilíbrio a terminar como vencedora pela diferença mínima, enquanto o São Mamede com mais derrota, ainda não foi desta vez que registou uma vitória nesta fase da prova. Ao intervalo o FC Gaia, encontrava-se na frente do marcador por 15-13, o que comparado com o resultado final, nos dá a noção correta do equilíbrio verificado. Luís Moreira com / golos, e André Costa com 6 golos foram os principais marcadores do São Mamede. No FC Gaia, Luís Carvalho com 10 golos, Tiago Brito e Alvaro Queirós, ambos com 6 golos cada, foram os melhores marcadores da equipa.

Depois tivemos jogos desequilibrados, começando por referir aquele que deu a confirmação do FC Porto, na Fase Final da Prova, que venceu no Colégio de Carvalhos a AA Avanca, que ainda causou alguns problemas nos primeiros 30 minutos, chegando ao intervalo a perder apenas por 16-13, utilizando todos os jovens que tem atuado na equipa principal. No segundo tempo, surgiu a nítida superioridade do FC Porto, que terminou como um justo vencedor, e por uma margem, que não deixa dúvidas a ninguém, acerca da justiça da sua vitória. Com 12 atletas a marcarem golos, o FC Porto, teve em Ruben ribeiro com 7 golos, Diogo Silva e Diogo Coelho, ambos com 5 golos cada os seus principais marcadores. Pela AA Avanca, Diogo Oliveira com 12 golos e Jenilson Monteiro com 5 golos, foram os seus melhores marcadores.

Disputou-se ainda o Boavista FC / ABC, com as equipas, com as suas posições praticamente definidas, e onde a superioridade da equipa bracarense, nunca este em duvida, o que lhe permitiu, fazer uma autêntica gestão do seu plantel. Apesar de alguma réplica por parte da equipa do Bessa durante o primeiro tempo o intervalo chegou, já com o ABC na frente do marcador por 16-12, para confirmar a sua superioridade no segundo tempo e dilatar a vantagem no marcador. Com esta vitória o ABC, mantêm-se no comando da zona, enquanto o Boavista FC, continua a ocupar um dos últimos lugares da tabela classificativa. Francisco Fino com 5 golos foi o melhor marcador da equipa do Boavista FC, no ABC Rui Ferreira com 10 golos, e Lucas Ferrão com 5 golos, foram os melhores marcadores da equipa.

Por último temos o Águas Santas / Ismai, num dérbi maiato, onde a superioridade do Águas Santas, equipa já apurada para a Fase Final nunca esteve em duvida, e venceu facilmente como seria de esperar, com o resultado ao intervalo a situar-se já em 20-12 a seu favor, para no segundo período de jogo consolidar a sua vantagem, cujos números finais não deixam duvidas a ninguém (pelo menos a nós). No Águas Santas, com 12 atletas a marcarem golos, Gonçalo Vieira e Mário rego, ambos com 6 golos foram os seus principais marcadores. Na equipa do Ismai, Hugo Glória com 6 golos e Afonso Cavadas com 5 golos, foram os seus melhores marcadores.
 
Após a disputa desta jornada a classificação ficou assim ordenada – 1.º ABC (48 pontos), 2.º Águas Santas (47 pontos), 3.º FC Porto (45 pontos), 4.º GC Santo Tirso (40 pontos), 5.º Ismai (35 pontos), 6.º Xico Andebol (31 pontos), 7.º AA Avanca (26 pontos), 8.º FC Gaia e Boavista FC (24 pontos), 10.º São Mamede (20 pontos).

Zona Sul

Resultados
15.ª Jornada
Dia 26-02-16

Ginásio Sul - Estarreja AC (21H30)
17.ª Jornada (8.ª da 2.ª Volta)
Dia 21-02-16
Juventude Lis 15 - 30 Benfica
ADC Benavente 24 - 24 Ginásio Sul
Alto Moinho 25 - 25 Estarreja AC
IFC Torrense 20 - 26 Belenenses
São Bernardo 27 -
29 Sporting

Desta feita tivemos uma jornada completa e a zona apenas ficará com um jogo em atraso até ao dia 26, consideramos que este jogo, poderá ter forte influência na definição dos apuramentos para a Fase Final, onde existem três (3) equipas (Alto Moinho, Belenenses e Estarreja AC), a disputarem um (1) lugar. Um destaque especial para ter sido uma jornada sem registo de ocorrências disciplinares. Assinalar, ainda de que em dois (2) dos encontros foi retificado o resultado, em relação ao ocorrido na 1.ª volta.

Apurados para a Fase Final – Benfica, Sporting.

Em São Bernardo, disputou-se um dos jogos, que definiu o outro finalista da zona, onde a equipa local defrontou o Sporting, e perdeu, num jogo que terminou com um resultado muito mais equilibrado do que se poderia imaginar, face ao que as duas equipas tem produzido em termos andebolísticos até ao momento. Foi jogo com alguma indisciplina, pois verificaram-se 16 exclusões no total e uma desqualificação, números verdadeiramente esclarecedores, assim como o número de livres de 7 metros de que beneficiou a equipa local (12) dos quais apenas converteu 6, e aqui esta uma das explicações para a sua derrota. O Resultado ao intervalo era favorável á equipa do Sporting por 19-14, e não faria supor uma excelente reação dos locais. Fábio Basto com 6 golos, foi o principal marcador da equipa do São Bernardo, Bruno Gaspar com 11 golos, e Miguel Delgado com 5 golos, foram os melhores marcadores da equipa do Sporting.

No principal jogo da jornada (na nossa opinião) o Alto Moinho / Estarreja AC, pois colocava frente a frente duas das equipas que ainda podem discutir um dos lugares de apuramento para a Fase Final. Foi um jogo com duas partes distintas, nos primeiros 30 minutos superioridade da equipa do Estarreja AC, que chegou ao intervalo a vencer por 14-12, e uma segunda parte com superioridade da equipa do Alto Moinho, desta forma de estar de ambas as equipas, resultou uma igualdade final no resultado. Sendo este um dos resultados que foi retificado em relação ao ocorrido na 1.ª volta, e que deixou tudo em aberto para a última jornada. Onde nos parece que a equipa do Estarreja AC, leva ligeira vantagem. Nuno Nunes e Pedro Padre, ambos com 8 golos foram os melhores marcadores do Alto Moinho, enquanto Tomas Almeida com 8 golos, foi o melhor marcador do Estarreja AC

O outro encontro onde o resultado, foi retificado em relação ao verificado na primeira volta da prova, foi o ADC Benavente / Ginásio Sul, realizado pavilhão do Ginásio Sul, em mais um encontro com inversão de pavilhão. E que terminou numa igualdade, entre duas equipas com as suas posições classificativas praticamente definidas, ou seja ambas encontram-se na chamada zona de perigo, e terão de “batalhar” e muito para evitar surpresas, sempre desagradáveis. Fábio Leal com 15 golos e Fábio Diogo com 5 golos, foram os melhores marcadores do ADC Benavente, por sua vez. Vasco Boal com 9 golos, e Diogo Neves com 5 golos foram os melhores marcadores do Ginásio Sul.

Tivemos depois dois resultados sendo um deles o mais dilatado da jornada, o Juventude Lis / Benfica, disputado em Leiria, e onde a equipa do Benfica, deixou, bem vincada a sua superioridade, continuando a ser a única equipa que apenas contabiliza vitórias até ao momento nesta Fase da Prova. O resultado que se verificava ao intervalo de 18-8, a favor do Benfica, era um perfeito indicador do que se iria passar. Jogo que terminou com o vencedor perfeitamente definido e sem contestação. Francisco Santos com 7 golos, foi o melhor marcador da Juventude Lis, enquanto no Benfica, onde 10 atletas marcaram golos, Hugo Freitas e Augusto Aranda, ambos com 6 golos cada, foram os seus principais marcadores.

Por último tivemos o IFC Torrense / Belenenses, disputado na Torre da Marinha, onde o equilíbrio foi maior do que se poderia supor, com a equipa do Belenenses, a encontrar grandes dificuldades, que não estão completamente definidas no resultado final, pois jogos contra uma equipa que apresentou apenas 10 jogadores inscritos, e o resultado no final do primeiro tempo, era uma igualdade a 10 golos. Apenas no segundo tempo a equipa do Belenenses, conseguiu materializar a sua ligeira superioridade e continuar a ter esperanças, no apuramento para a fase final. João Leal, com 7 golos e Renato Neves com 6 golos, foram os melhores marcadores da equipa da Torre da Marinha. André Alves com 6 golos, foi o melhor marcador do Belenenses-

Após a disputa destes jogos a classificação ficou assim ordenada – 1.º Benfica (51 pontos), 2.º Sporting (42 pontos), 3.º Alto Moinho (39pontos), 4.º Belenenses (38 pontos), 5.º Estarreja AC (-1 jogo) (35 pontos), 6.º Juventude Lis (32 pontos), 7.º São Bernardo (31 pontos), 8.º Ginásio Sul (-1 jogo) e ADC Benavente (25 pontos), 10.º IFC Torrense (18 pontos)

O Noticias