gal vence

Fim de Semana com as Super Taças - Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Mundial Sub 21 Masculino – 2013 - II

JUNIORES “A” MASCULINOS EM TORNEIO INTERNACIONAL NA POLÓNIA
Integrado no Plano de preparação (pensamos nós, pois a FAP não informou qual o objectivo final desta participação), para a disputa do Grupo 2 dos Torneios de Apuramento Europeus o Mundial de Sub 21 Masculino, que vai decorrer de 14 a 28 de Julho de 2013 na Bósnia Herzegovina.

O Grupo 2, onde Portugal está inserido juntamente com Suécia, Hungria e Bélgica, será disputado de 04 a 06-01-2013 na Hungria, e apurará duas equipas, tal como o Grupo1, todos os restantes Grupos (3 a 7), apurarão apenas uma equipa.

Este Torneio marca a estreia de Paulo Fidalgo no comando técnico dos Juniores “A” Masculinos, a quem desejamos desde já, felicidades e grandes êxitos.

O Torneio será disputado, além de Portugal, pela Polónia, Alemanha, Hungria e República Checa.

Lista de convocados
Calendário

Dia 02-11-12
Alemanha - Portugal (10H00)
Dia 03-11-12
Polónia - Portugal (18H00)
Dia 04-11-12
Portugal - República Checa (11H00)
Hungria - Portugal (17H00)

Nota - Menos uma hora em Portugal

O Formador

Informação - Clubes - Diversas

AC LUSITANOS
O Noticias

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Federação – Eleições – 2012 - VI

Dando continuidade às informações que nos comprometemos a dar, sempre que existam novidades, e informações credíveis, as divulgaríamos aos nossos leitores. Assim hoje informamos:

Através do Portal da FAP, ficamos a conhecer a lista que António Marreiros, apresentou para o Conselho de Arbitragem.

Transcrevendo o da FAP, a lista é constituída por:

Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteJorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil
Vice – presidenteCarlos dos Santos Joaquim
VogalDario Armando Nunes Garrido Ramos
Vogal – Felisberto Duarte Silva
Suplente – Ricardo Bruno Gonçalves Faria

Secção Das Competições não Profissionais
Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteCarlos dos Santos Joaquim
Vogal – Felisberto Duarte Silva

Secção de Avaliação dos Árbitros
Presidente - António Maria Gordicho Marreiros
Vice – presidenteJorge Manuel Fernandes Cerdeira Gil
VogalDario Armando Nunes Garrido Ramos

Num breve comentário, diremos que pelo afastamento que a grande maioria, para não dizer a totalidade destes elementos, tem da realidade da modalidade, irá encontrar grandes dificuldades de actuação, principalmente sabendo que o CA não é um “sindicato” ou uma Associação de Classe”, pois apenas lhe compete coordenar actividade estabelecer os parâmetros de formação e proceder à sua classificação técnica.

A lista engloba ex-dirigentes da APAOMA, que é a grande apoiante desta lista, e ex-elementos da extinta LIGA, no entanto não compreendemos, como pode um elemento que se encontra no Funchal, estar numa secção que envolve a responsabilidade de todas as nomeações, a não ser que o trabalho seja para ser entregue ao Vice-presidente, também não se entende como pode alguém que “sofre” de clubite, e até tem comportamentos condenáveis enquanto dirigente responsável quando vê o seu clube, estar numa lista destas. Será foi 1.ª 2.ª ou 3.ª escolha.

O Noticias

Crónica de Fim de Semana – 05 – 2011 / 2012 - III

Crónica de fim de semana dedicada à PO04, nume semana em que apenas se realizou uma jornada referente à Zona Norte, de forma a permitir que as duas zonas terminem na mesma data, pois como se sabe, esta Zona tens mais equipas do que a zona Sul. O Campeonato regressa em pleno no dia 11-11-12.

NotaNão se compreende como podem ser nomeados quadros de arbitragem de 1.º Ano Nacionais, para esta prova, estamos perante um autêntico contra-senso, é um “crime” prejudicial não só ao desenvolvimento e formação dos árbitros, como á competição.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
6.ª Jornada
Boavista FC 25 - 29 SC Espinho
AD Sanjoanense 20 - 29 Águas Santas
São Mamede 15 - 31 ABC
Xico Andebol 26 - 24 FC Gaia
AC Fafe 33 - 39 Ismai
FC Porto 30 - 15 Alavarium
Isento - São Bernardo

Jornada sem surpresas (na nossa opinião) decorrendo tudo com grande normalidade quanto a resultados, no entanto teremos dois factos a salientar, um a excelente vitória do Ismai em Fafe diante os locais, onde foi reeditado os duelos da época anterior em que as duas equipas adquiram o direito desportivo á 1.º Divisão, depois a grande dificuldade que o Xico Andebol demonstrou para levar de vencida o FC Gaia, num encontro em que os jovens de Gaia tudo fizeram para levar de vencida a equipa de Guimarães, estando a vencer ao fim dos primeiros 30 minutos por 17-13, mas um segundo período menos conseguido permitiu a recuperação do Xico e a consequente vitória. Foi um jogo que levou à elaboração de relatório disciplinar, facto esse sempre de lamentar. O SC Espinho venceu o Boavista FC na sua difícil deslocação ao Bessa, enquanto as vitórias do Águas Santas, do ABC, e do FC Porto sobre a Ad Sanjoanense, São Mamede e o Alavarium respectivamente, não sofrem qualquer contestação. ABC (18 pontos) comanda isolado a zona, contabilizando apenas vitórias nos jogos disputados até ao momento, no oposto continuam duas equipas apenas com derrotas (Alavarium e São Mamede).

O Noticias

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Crónica de Fim de Semana No Feminino – 04 – 2012 / 2013

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino.
PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase
3.ª Jornada
Santa Joana 23 - 31 Alavarium
João Barros 38 - 22 Passos Manuel
Maiastars - CS Madeira (adiado 20-01-13)
CA Leça 25 - 28 Colégio Gaia
Juventude Lis 25 - 25 JAC-Alcanena
Juventude Mar - Madeira SAD (Adiado 20-01-13)

O jogo mais interessante da jornada foi o Juve Lis / Jac, tal como era de esperar. Alguns disseram que tínhamos sido muito optimistas ao prognosticar o 7º lugar para a formação de Alcanena mas não temos problemas em reconhecer que se a antevisão fosse feita agora, colocaríamos a jovem formação do JAC ainda mais acima. A equipa depois de ter perdido por apenas 2 golos diante do Colégio João de Barros, arrancou agora um precioso empate perante uma Juve Lis que se vinha mostrando muito forte. A Juve Lis sentiu a falta de Gizelle Carvalho mas teve uma Telma Amado a jogar ao mais alto nível e uma Patrícia Mendes que começa a aparecer no escalão sénior e uma Inês Silva ao seu nível. A equipa teve o jogo na mão e deixou-o escapar, mostrando uma imaturidade que já não vinha sendo normal na equipa. Quanto ao JAC, mostrou toda a sua crença e qualidade. Patrícia Rodrigues parece não saber jogar mal e não sabemos onde esta jovem vai parar com jogos atrás de jogos de grande qualidade. Vanessa Oliveira e Neuza Valente foram as suas melhores acompanhantes, mas o que mais nos impressionou foi a força mental que sempre revelaram mesmo quando as coisas pareciam condenadas ao insucesso. O JAC tem tudo para ser uma das equipas de futuro do andebol português e vai-o demonstrado a cada jornada que passa. Jogo muito emotivo e que valeu a pena ver na FAP TV.

O Colégio João de Barros / Passos Manuel foi um jogo de sentido único. Desde muito cedo que se percebeu que a diferença entre ambas as equipas eram grande e o jogo serviu para que todas as atletas tivessem bastante tempo de jogo. A formação de Pombal jogou a um ritmo mais acelerado do que o costume e foi interessante ver que isso trouxe frutos. Toda a primeira linha esteve em grande forma e é pena que as suas pontas não tenham a mesma qualidade que as outras jogadoras (apesar do bom jogo de Paula Malcato) pois, caso contrário, este CJB poderia ser candidato ao título. Sendo assim, falta qualquer coisa. Quanto ao Passos, a equipa ainda não se adaptou à divisão maior. Contudo, somos da opinião que o técnico Hélder Fonseca tem sido inteligente na opção de dar muitos minutos a várias jogadoras, pois já que o grande objectivo do Passos Manuel será a segunda fase na luta para a despromoção, tem aproveitado para potenciar o crescimento das jovens atletas. Na próxima semana tem ainda 2 deslocações difíceis, mas depois talvez esteja apto para defrontar equipas como o Cale, Santa Joana ou Juve Mar.

Outro jogo desinteressante foi o Santa Joana / Alavarium. O Santa Joana não apresentou Marlene Pinto e Mariana Regadas e o jogo foi aborrecido, com o Alavarium sempre na frente, mas a jogar apenas o necessário. Maria Lopes voltou a mostrar que É talvez a melhor rematadora do campeonato nacional e Lisa Antunes esteve também em grande plano. Talvez a nota mais interessante deste jogo foi o regresso aos pavilhões de Rita Alves, depois de prolongada lesão, mas ainda muito longe do que se lhe reconhece. O Alavarium conta por vitórias os 3 jogos realizados e ainda não jogou em casa, pelo que começa a ser uma equipa temida. O Santa Joana pouco mais podia fazer perante as duas ausências e a completa diferença de qualidade em relação ao seu adversário. Maria Domingues foi trazendo a equipa às costas, jogando em várias posições no campo, enquanto Rita Monteiro parece de regresso à sua melhor forma, tendo defendido muito bem na baliza do Santa Joana. 3 jogos em casa, 3 derrotas, as coisas não estão famosas lá para os lados da Maia.

Finalmente, tivemos o Cale / Colégio de Gaia. O jogo foi mais desequilibrado do que o resultado final aparenta. A equipa de Gaia dominou praticamente o jogo inteiro e só nos últimos 20 minutos começou a ceder terreno e a permitir a aproximação da equipa de Leça. Sara Andrade foi a melhor jogadora em campo, com pormenores de grande qualidade na ponta esquerda, mas Fernanda Carvalho e Vanessa Silva estiveram também em bom nível numa vitória justa de uma equipa que parece vir a subir de produção e que trazia muito bem estudada a lição, cortando literalmente todo o fio de jogo ofensivo do Cale. Quanto ao Cale, a primeira parte foi simplesmente horrível. A equipa demorou muito a entrar no jogo e quando, na segunda parte, tem uma excelente reacção, já era tarde demais, apesar de ter quase encostado no marcador. Patrícia Gilvaia começa a mostrar que pode ser útil à equipa e Ana Paula mostrou garra na parte final do jogo. A equipa melhorou em relação aos últimos jogos mas ainda falta para poder chegar ao nível do Colégio de Gaia.

As próximas duas jornadas irão disputar-se esta Quinta-feira e Sábado pelo que daqui a uma semana lhe iremos trazer as novidades destas duas jornadas. Estão a faltar jogos grandes!

Críticos Femininos

domingo, 28 de outubro de 2012

Crónica de Fim de Semana – 06 – 2012 / 2013 - II

É a crónica possível, dedicada á PO02.

Gostaríamos de alertar, para a forma como são inseridos os pedidos de Time Out em alguns dos Boletins de Jogo, pois como se sabe não pode haver 3 Time Out’s no mesmo período de jogo, ou o segundo pedido ser antes do primeiro, e verificaram-se situações destas, ver nesta jornada por exemplo: Vitória FC / Ginásio Sul, ou Santana / São Bernardo.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

6.ª Jornada – Resultados

Zona Norte
FC Infesta 22 - 29 Modicus
Ismai 28 - 28 SP Oleiros
São Mamede 27 - 21 Ílhavo
Santo Tirso 28 - 25 Académico FC
Santana 38 - 28 São Bernardo

O Santo Tirso, confirmou o seu bom momento ao vencer embora com alguma dificuldade o Académico FC, continuando desta forma a ser a única da Zona Norte que ainda não conheceu o “sabor” da derrota. O Jogo grande o que se disputou entre o Ismai e uma das grandes surpresas pela positiva nesta Zona o SP Oleiros, foi um encontro de total equilíbrio e apenas poderia dar na igualdade que se veio a verificar no final do mesmo. O São Mamede que aos poucos tem vindo a subir de rendimento, depois do excelente empate obtido na última jornada, venceu o Ílhavo, que nos primeiros 30 minutos ainda lhe criou alguns problemas. O FC Infesta continua a efectuar uma prova aquém do desejado, e voltou a ser derrotado, desta vez na condição de visitado pelo Modicus, num encontro onde a equipa de Sandim deu uma total reviravolta ao resultado nos segundos 30 minutos, onde passou de perdedor ao intervalo por 13-11, para vencedor por uma margem convincente. Por fim dizer que o Santana venceu por margem não esperada o São Bernardo, parecendo confirmar que esta época é na verdade uma das grandes candidatas ao apuramento, de destacar mais uma vez os 12 golos de Gustavo Almeida do Santana. Comanda a zona o Santana (16 pontos), seguido do Santo Tirso (14 pontos – menos 1 jogo) é a única equipa que ainda não perdeu, em último lugar encontra-se o Ílhavo que apenas contabiliza derrotas.

Zona Sul
Benavente 33 - 17 CD Marienses
Vela Tavira 31 - 22 Samora Correia
Marítimo 28 - 30 AC Sismaria
Passos Manuel 30 - 20 Boa Hora
Vitória FC 29 - 30 Ginásio Sul

Jornada com dois resultados que foram uma total surpresa estamos a referir-nos à vitória do Ginásio do Sul em Setúbal, perante a equipa local, num jogo de grande equilíbrio durante a maior parte do tempo de jogo (uma igualdade a 18 golos ao intervalo), com esta derrota a equipa do Vitória FC averbou a segunda na competição. A outra surpresa foi a merecida vitória do AC Sismaria na Madeira no recinto do Marítimo, que evidenciou claramente a irregularidade competitiva a que tem estado sujeito. Aproveita-se aqui, para dizer que a transmissão do jogo na Marítimo TV, foi de grande qualidade, com comentários a propósito, embora como se compreende por vezes fossem clubistas, mas sem exageros. O Sismaria comandou quase sempre o marcador, chegando a desfrutar de 7 golos de vantagem á passagem do minuto 20 (14-7), com um jogo baseado na maior experiencia dos seus jogadores em especial Filipe Oliveira (6 golos) e João Sousa (5 golos), o Marítimo com o jovem Bruno Nunes (10 golos), em grande forma, e com os seus GR’s em pleno foi progressivamente diminuído a desvantagem para registar uma igualdade a 23 golos cerca do minuto 50 com uma fugaz passagem pelo comando do marcador aos 24-23, logo de seguida, a partir daqui o jogo entrou numa toada de equilíbrio constante, acabando por vencer quem foi mais experiente. Uma palavra negativa para o comportamento de alguns atletas, referimo-nos ao André Gomes do Sismaria, que poderia muito bem ter evitado tantas simulações “teatralizadas” e ao GR’s do Marítimo Tiago Rodrigues, pelo seu comportamento demasiado agressivo, que lhe poderia ter valida uma desqualificação a terminar o jogo. Uma palavra para a jovem dupla Gonçalo Aveiro / Hugo Fernandes, que estiveram á altura do jogo e nunca se deixaram intimidar, num jogo onde os minutos finais foram terríveis para qualquer dupla de arbitragem. Com este resultado nesta zona deixou de haver equipas sem derrotas. Nos restantes encontros de destacar a expressiva vitória do Benavente diante os Açorianos do Marienses, em Tavira o a equipa local venceu e bem o Samora Correia, que parece-nos esta a “pagar” a sua inexperiência na Divisão. No encontro Passos Manuel / Boa Hora, nova derrota do Boa Hora e por números completamente esclarecedores, continuando a ser a única sem qualquer vitória nesta zona. Comanda a Zona a dupla, Sismaria (15 pontos) seguido da dupla Benavente e Vitória FC (13 pontos). O último lugar é ocupado pelo Boa Hora (7 pontos) sem vitórias.

O Banhadas Andebol

sábado, 27 de outubro de 2012

Nomeações – EHF – 2012 / 2013 - X

Novas nomeações da EHF para as provas Europeias de Clubes, desta vez para Delegados e Árbitros, sendo de assinalar a estreia da dupla Portuguesa Daniel Freitas / César Carvalho, após a sua aprovação no curso de Córdova, a quem expressamos desde já as nossas felicitações,

Delegados

Manuel da Conceição - Foi nomeado, para o encontro da 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da Challenge CUP Feminina, que se disputa entre o HBC Nimes (França) e o WHC Backa Palaka-Nopal (Sérvia), previsivelmente em França no dia 17/18-11-12.

João Costa - Foi nomeado, para os encontros da 1.ª e 2.º Mão da 3.ª Eliminatória da CUP Winner’s CUP Feminina, que se disputa entre o Byasen Trondheim (Noruega) e o SERCODAK Dalfsent (Holanda), na Holanda nos dias 17 e 18-11-12.

Árbitros

Daniel Martins / Roberto Martins – Foram nomeados para dirigir o encontro da 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da EHF CUP Feminina, que se disputa entre o Westfriesland SEW (Holanda) e o HAC Handball (França), em França no dia 18-11-12.

Daniel Freitas / César Carvalho – Foram nomeados para dirigir o encontro da 2.ª Mão da 3.ª Eliminatória da Challenge CUP Feminina, que se disputa entre o H 65 Höör (Suécia) e o Esercito Figh Futura Roma (Itália), em Itália no dia 17-11-12.

Aos nomeados endereçamos os nossos parabéns, e os desejos de que tudo corra pelo melhor.

O Regras

Informação - Clubes - Diversas

GC ODIVELAS
O Noticias

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

O Andebol a Crise… e o Futuro…

Já em 26-10-211, o nosso colega (Banhadas Andebol), tinha feito um sério alerta do que se estava a passar, felizmente algumas das mediadas por preconizadas em tempo, foram aplicadas no seio da modalidade, tais como por exemplo:

·       O fim do projecto Resende;
·       A revisão dos quadros competitivos, de forma a torna-los mais viáveis e económicos (embora não estejamos totalmente de acordo com o que foi feito);
·       Revisão dos custos associados que a FAP, cobrava;
·       Revisão dos custos Associados aos corpos técnicos das diversas Selecções (segundo sabemos ainda em curso);
·       Revisão do número de fases em concentração (nem todas).

No entanto ainda temos por resolver:

·       A completa revisão dos programas das selecções, com os custos associados e que não são poucos;
·       E a completa revisão dos custos associados a uma gestão eficaz da própria Federação.

Mas de que serve uma gestão eficaz e fazer cortes em tudo se:

·       No Desporto Escolar, se diminui as horas do mesmo como actividade extra curricular, e se perdem fontes de desenvolvimento e de recrutamento;
·       O OE prevê novo e forte corte nos apoios ao Desporto e consequentemente ás Federações;
·       Conforme se consta o Estado, o não cumpre com a Lei nem com os protocolos que estabeleceu ou devia ter estabelecido, acerca das viagens às Ilhas, obrigando que no caso de andebol, a Federação tenha de suportar uma verba mensal de 50.000 Euros (segundo palavras do Presidente da FAP) Como é possível a uma federação que está em reestruturação financeira suportar tais custos, na nossa opinião só por endividamento;
·       Conforme se sabe os jogos das equipas das ilhas no continente estão sistematicamente a ser adiados para Janeiro de 2013, e na maior parte dos casos em realização de jornadas duplas, mais uma vez o Estado a não cumprir;
·       Para culminar, publica-se um Decreto-lei (216/2012) sobre Policiamento em espectáculos desportivos em vias públicas e não só, com matéria que têm em especial atenção os escalões mais jovens, mas que é inútil para a maioria das Federações, pois apenas por milagre o conseguirão cumprir (ver artigos 5.º e 7.º), independentemente de outros aspectos que não trazem qualquer vantagem ao desporto, bem pelo contrário.
Enfim haveria mais uma panóplia de questões se poderiam levantar, como por exemplo o recente despacho sobre transmissões em sinal aberto. Mas são os tempos de vacas magras... É a Crise...

Quando é que, se resolve o problema das viagens?

Mas nós do Andebol somos muitos e não morre de certeza, cai, mas levanta-se e cada vez mais forte

O Reticências

Nomeações – EHF – 2012 / 2013 - IX

Nova nomeação da EHF, voltando nós a afirmar que no nosso entender é de prestígio, pois engloba uma das provas de topo da EHF.

Árbitros

Duarte Santos / Ricardo Vieira – Foram nomeados para dirigir o encontro da 3.ª Jornada do Grupo “C” da Liga dos Campeões Europeus Feminina, que se disputa entre o FTC Rail Cargo Hungaria (Hungria) e o IK Savehof (Suécia), na Hungria no dia 28-10-12.

Aos nomeados endereçamos os nossos parabéns, e os desejos de que tudo corra pelo melhor.

O Regras

Clubes - Informação - Diversos

BATALHA AC
ACADÉMICA DE COIMBRA
O Noticias

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Crónica Intermédia de Fim de Semana – 10 – 2012 / 2013 – I

Esta é a crónica referente à jornada disputada a meio da semana e que antecede a paragem do campeonato, para preparação da Selecção Nacional, que vai disputar o Grupo de Apuramento para o Euro 2014. A PO01, regressa assim apenas no dia 10-11-12 com a disputa da 9.ª jornada. Onde pára a Televisão Publica?

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.
8.ª Jornada – Resultados
Dia 24-10-12
Avanca 23-
25 Belenenses
Madeira SAD 16 -
34 Benfica Sporting 37 - 27 AC Fafe
Águas Santas 26 -
35 FC Porto SC Horta 24 – 22 ABC
CDE Camões - Xico Andebol (27-10-12 ás18H00)

Jornada que fica incompleta por adiamento do encontro entre o CDE Camões e o Xico Andebol, que apenas será realizado no dia 27. Uma nota positiva para as duas transmissões que se realizaram. No jogo da Madeira onde a equipa do Madeira SAD defrontou o líder Benfica no rescaldo da sua eliminação das provas europeias, a equipa insular foi completamente “cilindrada” pelo Benfica, que não utilizou Vicente Alamo, actuando no seu lugar o jovem Miguel Espinha que foi uma das grandes figuras do encontro com uma eficácia de 52%. Foi um encontro de total supremacia dos encarnados que comandaram o marcador praticamente desde o início do jogo, aproveitando muito bem as limitações que o Madeira SAD apresenta nesta altura, e com Carlos Carneiro (7 golos) em grande momento de forma. Nos insulares com desusado número de faltas técnicas (17) o jovem João Paulo Pinto (7 golos) foi mais uma vez o marcador de serviço. Na Maia jogava outro encontro que despertava a atenção dos adeptos o Águas Santas / FC Porto, que terminou com uma fácil vitória dos portistas que ao intervalo também “cilindravam” o seu adversário (19-9), tendo o encontro praticamente resolvido. O FC Porto no segundo período, limitou-se a gerir resultado e plantel, onde se assinala o regresso à competição de Tiago Rocha (6 golos). A excelente prestação defensiva do FC Porto permitiu-lhe o uso de uma das principais armas o contra ataque, onde mais uma vez foi exímio (92% de eficácia – 12 golos em 13 acções), Hugo Laurentino com uma eficácia de 56% foi o suporte da sua equipa e Ricardo Moreira (7 golos) foi o marcador de serviço. No Águas Santas tudo correu mal, e apenas Eduardo Salgado com 9 golos esteve próximo do seu valor.  Em Avanca realizou o A. Avanca / Belenenses, que terminou com a vitória dos azuis do Restelo, que obtiveram um resultado final, onde o diferencial que se verifica não espelha o equilíbrio durante o jogo, pois por exemplo aos 42 minutos registava-se uma igualdade a 21 golos, tendo os locais efectuado uma excelente recuperação de uma desvantagem que nunca tinha ultrapassado os 3 golos, e aos 47 minutos o Belenenses vencia pela margem mínima (23-22), mas a A. Avanca apenas concretizou 2 golos em 18 minutos, permitindo ao adversário adquirir uma margem confortável. Elledy Semedo com 13 golos foi o marcador de serviço da equipa lisboeta. Nos restantes encontros da jornada destaque para a vitória do SC Horta sobre o ABC, em Odivelas o Sporting venceu o AC Fafe. O Benfica comanda isolado (24 pontos), contabilizando vitórias em todos os jogos disputados, no final da tabela o CDE Camões é último classificado apenas com derrotas.

Sporting 37 – 27 AC Fafe

Encontro jogado num excelente pavilhão, mas praticamente sem público o que é uma pena. O Sporting venceu sem grande contestação, mas foi um jogo de andebol, onde a qualidade apenas existiu a espaços, pois foram mais os momentos maus que os momentos bons. No Sporting a novidade foi o tempo e jogo de Nuno Silva que excedeu as expectativas, a equipa de Lisboa comandou o marcador desde o primeiro minuto, utilizando o contra ataque como a sua principal arma, pois sistematização no ataque organizado não existiu, com elevado número de falhas técnicas e de maus passes. Hugo Figueira teve de ser substituído cerca dos 13 minutos, entrando para o seu lugar o jovem Luís Oliveira (19% de eficácia) que também não esteve melhor, regressando para os 15 minutos finais, onde foi uma das principais figuras do jogo. Viga-se que Pedro Solha (10 golos), esteve imparável na sua acção preferida o contra ataque, cotando como o melhor marcador da equipa e mais eficaz. O cubano Marzo (6 golos), realizou também (finalmente) uma boa exibição, com excelentes acções de intercepção do passe e saídas para o contra ataque. De referir ainda no Sporting a utilização dos jovens Nuno Gonçalves e Sérgio Barros com tempo de jogo. No AC Fafe foi notória a ausência de Luís Nunes e Miguel Marinho apesar de algumas boas intervenções, esteve longe do que já tem produzido na baliza, na nossa opinião apenas César Gonçalves (5 golos), bem acompanhado pelo experiente Cláudio Mota (6 golos) estiveram acima da média da equipa, onde Mário Pereira comete várias faltas de atacante até sem bola que nunca foram assinaladas. Dirigiu o encontro a dupla lisboeta António Trinca / Tiago Monteiro, que começaram muito bem na aplicação da sanção progressiva para posteriormente permitirem situações completamente anormais como agarrar cinturar e puxar camisolas. Falta de atenção nas faltas de atacante nomeadamente sem bola, e devem melhor a sua forma de julgar os golos validados com os atacantes em contacto com o solo. Bem no jogo Passivo.

Nota - Felizmente houve uma transmissão pela FAP TV, mas chama-se mais uma vez a tenção do comentador, de que comentar um jogo de andebol na televisão, não é fazer um relato radiofónico de futebol, apesar de já se terem verificado algumas melhorias, mas poucas e foi isso que passou, também se chama a atenção para o uso de expressões que são notoriamente futeboleiras, tais como: “olhos em bico”, “volta ao terreno” e aquela de “bater na baliza” quando uma bola vai aos postes é demais, ou ainda quando se refere a um remate de um atleta e diz “bom lançamento”. Sendo na nossa opinião uma oportunidade perdida. Também é verdade que quem inseriu o nome da pessoa apenas diz que é VOZ, nem é comentador nem colaborador nem nada é apenas a voz, e pensamos que isto diz tudo.

SC Horta 24 – 22 ABC

O SC Horta / ABC, que terminou com a vitória dos insulares, foi um encontro que excedeu as expectativas dos mais optimistas, tal foi a superioridade demonstrada em campo pela equipa Insular durantes os primeiros 30 minutos, alicerçada num Guarda Redes Nuno Silva (45% eficácia final) que defendia tudo e mais alguma coisa, na real categoria de um “veterano” de seu nome Yuriy Kostetsky (8 golos), e com o jovem centram Rui Barreto (5 golos) a ser fundamental nas acções individuais e na distribuição do jogo. A forma como defendeu num 6x0, nunca deu grandes hipóteses a um ABC carente de 1.ª linha, cabe aqui uma referência para a ausência de José Pedro Coelho, e com um ataque demasiado individualizado, sem ideias e com acções inconsequentes, sem colectividade, e onde apenas Pedro Seabra (5 golos) conseguia ir dando alguma expressão, neste período Humberto Gomes não esteve feliz, e apenas se começaram a registar melhorias defensivas depois da entrada de Bruno Dias (51% de eficácia) para a baliza do ABC, que foi um dos pilares da equipa nos segundos 30 minutos. O SC Horta que aos 22 minutos de jogo vencia por 10-3, com grande parte dos golos marcados de contra ataque, perante uma equipa que não conseguia fazer a ligação com os 6 metros, nas suas acções de ataque. O maior diferencial no marcador registou-se aos 25 minutos quando o resultado se encontrava nuns expressivos 13-5 a favor do Horta. Nos segundos 30 minutos, tanto Filipe Duque como Carlos Resende, tiveram de fazer alterações nas equipas, no SC Horta para dar descanso a alguns atletas e no ABC para se tentar outra alternativas, e o ABC começou a equilibrara o encontro, com uma melhor ligação com os 6 metros, onde José R. Costa se ia impondo, e ia causando algumas exclusões, e uma dupla marcação individual a Yuriy e a Rui Barreto, que resultou em pleno, tudo isto acompanhado do total acerto de Luís Bogas (8 golos) na 1.ª linha, que marcou 4 dos últimos 5 golos do ABC, permitiu uma plena aproximação do resultado, que só não foi maior, mais uma vez por mérito do guarda redes do Horta Nuno Silva, com mais uma defesa nos últimos segundos, de referir que o ABC não tirou o devido aproveitamento das situações de superioridade numérica em campo que se registaram. O encontro foi dirigido pela dupla Aveirense Mário Coutinho / Ramiro Silva, que realizou globalmente uma boa prestação, embora se possam apontar alguns exageros disciplinares por volta dos 40 minutos de jogo, e as situações de passos em contra ataque onde efectivamente se registaram algumas falhas. Bem no jogo Passivo e na Falta do Atacante.

O Banhadas Andebol

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Prelectores da EHF para 2012 / 2014

Eis uma noticia publicada no site da EHF (23-10-12), mas que sem se entender muito bem o porquê da omissão no Portal da FAP.

A EHF, divulgou a lista de prelectores confirmados para o período de 2012 – 2014, relativamente a Técnicos, árbitros e Andebol de Praia. Portugal tem dois nomes que fazem parte das respectivas listas, o que deverá ser motivo de orgulho, assim:

Prelector de Técnicos – Carlos Garcia
Prelector de Árbitros – António Goulão

Conforme, se pode constatar, Branislav Pokrajac é pela Federação Sérvia, esta de um técnico que “não servia para Portugal”, surgir nesta lista, dá que pensar.
Nota- Apenas se divulga as listas de Técnicos e de Árbitros

As listas não são exclusivas, pois membros dos Órgãos da EHF, também podem ser nomeados como palestrantes em ocasiões especiais, assim como peritos externos poderão ser convidados, se necessário

O Formador

Nomeações – EHF – 2012 / 2013 - VIII

A EHF, divulgou em 23-10-12 as nomeações para os Grupos de Qualificação 1 do Europeu de 2016, e para os Grupos de Qualificação 2 para o Europeu de 2014, tendo Portugal uma dupla nomeada.

Árbitros

Daniel Martins / Roberto Martins – Foram nomeados para dirigir o encontro da 2.ª Jornada do Grupo “C” da Qualificação 1 do Euro 2016, que se disputa entre o Bélgica e a Estónia, na Bélgica em 03-11-12.

Aos nomeados endereçamos os nossos parabéns, e os desejos de que tudo corra pelo melhor.

O Regras

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Europeu de Sub 17 e 19 Feminino 2013 – II - Sorteios

Europeu Sub 17 Feminino 2013

Realizou-se o sorteio dos para os torneios de qualificação das quinze (15) vagas para a Fase Final, e que serão disputados de 22 a 24 de Março de 2013.

A fase final (16 equipas) se realiza entre 15 e 25 de Agosto de 2013 na Polónia, que como País organizador já está qualificado.

Foram constituídos 8 grupos de 4 equipas, com os Grupos 1 a 7 apurarem 2 equipas e o Grupo 8, a apurar apenas uma equipa para a Fase Final.

Portugal está inserido no Grupo 6, que apura duas equipas e é composto por Hungria, Lituânia e Macedónia, a preferência para a organização do Grupo vai para a Hungria, seguido da Lituânia e depois por Portugal.
Podem participar os atletas nascidos em 1996 ou antes.

Europeu Sub 19 Feminino 2013

Realizou-se o sorteio para os torneios de qualificação das treze (13) vagas para a Fase Final, e que serão disputados de 17 a 19 de Maio de 2013.

A fase final (16 equipas) se realiza entre 1 e 11 de Agosto de 2013 na Dinamarca, que como País organizador já está qualificado, assim como a Rússia e a Noruega, com base nas classificações obtidas no último Europeu de Sub 17.

Foram constituídos 7 grupos de 4 equipas, com os Grupos 1 a 6 apurarem 2 equipas e o Grupo 7, a apurar apenas uma equipa para a Fase Final.

Portugal está inserido no Grupo 2, que apura duas equipas e é composto por França, Montenegro e Itália, a preferência para a organização do Grupo vai para a França, seguida da Itália e depois por Portugal.
Podem participar os atletas nascidos em 1994 ou antes.

O Noticias

Competições Europeias 2012 / 2013 – XI - Sorteio

Realizou-se hoje (23-10-12) na EHF, o sorteio da 3.ª Eliminatória da EHF CUP, onde Portugal se encontra representado pelo FC Porto (Transitou da Liga dos Campeões) e do Benfica.

MASCULINOS

EHF CUP

O FC Porto, que apenas inicia a sua participação nesta 3.ª Ronda de Qualificação, jogara com o RK Cimos Koper (Eslovenia). A 1.ª mão será disputada na Eslovénia em 24/25-11-2012 e a 2.ª mão joga-se em 01/02-12-2012, em Portugal.

O RK Cimos Koper, é um velho conhecido do andebol português, pois venceu a final da Challenge CUP em 2010/2011, batendo na final o Benfica (27-27 na luz e 31-27 na Eslovénia), esta época, apenas iniciou a sua participação na 2.ª Ronda, tendo eliminado os holandeses do HV KRAS/Volendam, com duas vitórias na Holanda por 32-31 e na Eslovénia por 27-25. Na última época atingiram os 1/4 Final da Liga dos Campeões Europeus onde foram eliminados pelo Atlético Madrid. Na nossa opinião embora não seja um adversário nada fácil, estará ao alcance do FC Porto.  

O Benfica, jogará nesta 3.ª Ronda de Qualificação, com os Franceses do HBC Nantes. A 1.ª mão será disputada em França em 24/25-11-2012 e a 2.ª mão joga-se em 01/02-12, em Portugal.

Na nossa opinião a tarefa do Benfica não é fácil, mas não impossível, apesar do clube Francês não ter um grande historial (pelo menos não está visível no site da EHF), encontra-se actualmente no 7.º lugar (6 pontos) na difícil liga Francesa, onde é a 3.ª melhor defesa. Contabilizando na liga francesa até este momento 3 vitórias e 3 derrotas. Conta com Alberto Entrerrios, Valero Rivera e Jorge Maqueda entre outros nas suas Fileiras.

Sorteio
Os clubes apurados nesta 3.ª Ronda de Qualificação (16 equipas), irão disputar a chamada Fase de Grupos (4 grupos de 4 equipas), no sistema de TXT a duas voltas (6 jornadas), que apenas se iniciará após a realização do Mundial de 2013 em Espanha.

O Noticias

Crónica de Fim de Semana – 04 – 2011 / 2012 - III

Crónica de fim de semana dedicada à PO04.

Continuam a verificar-se conforme era previsível neste novo formato da competição, os resultados completamente desequilibrados.

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona Norte
5.ª Jornada
Águas Santas 36 – 20 Boavista FC
SC Espinho 26 – 30 São Bernardo
Alavarium 28 – 29 AD Sanjoanense
FC Gaia 22 – 16 São Mamede
Ismai 25 – 28 Xico Andebol
ABC 32 – 22 FC Porto
Isento - AC Fafe

O Jogo da jornada, disputado em Braga entre dois (ABC / FC Porto) dos mais que prováveis apurados para a Fase Final, a terceira vaga deverá ser bastante discutida, nas nossas previsões (falíveis como tudo o que são previsões), foi um jogo de sentido único que “defraudou” as expectativas de quem esperava um jogo equilibrado, pois apenas se registou equilíbrio e relativo nos 30 minutos iniciais. Na Maia jogou-se o Ismai / Xico Andebol, outro dos encontros onde eventualmente estará outra das equipas que poderá discutir um dos lugares de apuramento o Xico Andebol, que assim contabilizou a sua segunda vitória fora de portas. DE referir a fácil vitória do Águas Santas sobre o Boavista FC, perfilhando-se certamente como um dos grandes favoritos à discussão de um dos 3 lugares na Fafe Final, vitória difícil do São Bernardo em Espinho num encontro equilibrado, o São Mamede averbou nova derrota, agora diante o FC Gaia. ABC (15 pontos) comanda isolado a zona, contabilizando apenas vitórias nos jogos disputados até ao momento, no oposto, há duas equipas apenas com derrotas (Alavarium e São Mamede).

Zona Sul
4.ª Jornada
Passos Manuel 30 – 28 Alto Moinho
Benavente 23 – 33 Juventude Lis
Benfica 24 – 19 Sporting
Belenenses 51 – 27 Ginásio Sul
Paço Arcos 33 – 25 GS Loures

Numa jornada onde se confirmaram que existem (na nossa opinião), apenas 3 candidatos aos 2 lugares de apuramento para a Fase Final (Benfica, Sporting e Belenenses), fora desta previsão e voltamos a dizer na nossa opinião é tudo surpresa. Começamos pelo derby Benfica / Sporting, que terminou com a merecida vitória dos encarnados, num encontro equilibrado até cerca dos 48 minutos de jogo (18-17 a favor do Benfica), para após as inúmeras falhas técnicas cometidas pelos jovens do Sporting em situação de ataque, acompanhadas pelos livres de 7 metros não concretizados por Sérgio Barros (2), o Benfica ganhar uma vantagem de 3 golos, que foi gerindo e aumentando, com o seu técnica a fazer uma marcação individual a Nuno Gonçalves que resultou em pleno, foi um encontro onde estiveram em especial evidência pela positiva, os GR’s do Benfica Miguel Espinha e Miguel Moreira. Apenas gostaríamos de chamar a atenção a quem de direito, para a confrangedora falta de conhecimentos técnico / tácticos e das Regras de jogo demonstrada pela locutora de serviço na Benfica TV, que a própria comentadora (Irene Henriques) tinha grande dificuldade em colmatar.  Com esta vitória o Benfica isola-se no comando da zona só com vitórias. DE salientar ainda que as equipas que temos considerado como surpresas pela positiva, duas delas defrontaram-se (Passos Manuel / Alto Moinho) com a vitória a pender para o Passos Manuel num jogo equilibrado, e a Juventude Lis foi a Benavente vencer sem qualquer dificuldade a equipa local. O Paço Arcos venceu o GS Loures sem grandes problemas, obtendo assim a sua primeira vitória. Por fim a esmagadora vitória do Belenenses diante o Ginásio Sul, resultado que é o espelho deste modelo competitivo. Benfica (12 pontos), sem derrotas comanda a classificação, enquanto na cauda se encontra o Benavente apenas com derrotas.

O Noticias