gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

domingo, 31 de maio de 2009

Crónica de Fim de Semana – 49

Mais um Fim de semana com actividade em fases decisivas em diversas provas.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.º Divisão Seniores Masculinos

F.Holanda - Vencedor do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos

Disputou-se a 2.ª mão da Final, com o seguinte resultado:

Marítimo 28 – 26 F. Holanda

Conforme tínhamos previsto , o jogo da 1.ª Mão ditou praticamente o Campeão Nacional, apesar da vitória o Marítimo, nunca criou situações de poder dilatar a vantagem, demonstrando que terminou a época em constante descida de forma em contraste com o seu opositor que tinha terminada a 1.ª fase da prova num modesto 6.º lugar, conseguiu rentabilizar os seus atletas de forma a que nesta fase e como o Calendário Federativo o proporcionava, terminar em crescendo. Com este resultado o F. Holanda tornou-se no novo Vencedor do Campeonato Nacional de Seniores Masculino e juntamente com o Marítimo que se classificou em 2.º Lugar, asseguraram já, por direito Desportivo, a sua participação no mais que provável novo Campeonato Nacional.

Ordenamento Classificativo

3/4 Lugar 2.ª Mão

Alavarium 32 – 30 Fafe

Aplicam-se nos comentários a este jogo , na pratica o que dissemos para o jogo da Final, pois como seria previsível a diferença de 8 golos verificada no jogo da 2.ª Mão, era praticamente irrecuperável. Com este resultado o AC Fafe, garantiu o 3.º Lugar na Prova e assegurou , a sua participação no mais que provável, novo Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos. Com estes resultados, a Associação de Andebol de Aveiro, ficará apenas com um Clube na nova prova, pois se a sua proposta tem sido aprovada, segundo sabemos , então teria mais representantes, mas a Associação de Andebol de Braga , soube sempre tirar partido da sua influencia junto dos Órgãos gestores modalidade ao seu mais alto nível.

PO04 – Camp. Nac. da 1.ª Divisão Juniores Masc. - Grupo A

Disputou a fase em concentração da Zona 2 , com os seguintes Resultados:

ABC 36 – 27 S. Bernardo
Águas Santas 34 – 28 F. Holanda
S. Bernardo 33 – 25 F. Holanda
ABC 24 – 14 Águas Santas
Aguas Santas 25 – 29 S. Bernardo
F. Holanda 17 – 37 ABC

Fase disputada e com grandes surpresas, que apenas se verificaram pela qualidade dos dirigentes que a modalidade tem e pela elaboração do Calendário Federativo , que tudo permitiu. Nós perguntamos como é possível que uma das melhores equipas de Juniores existentes, não seja apurada para a Fase Final , estamos certamente a referir-nos ao F. Holanda, 2:º Classificado na Fase Regular, em que apenas foi ultrapassada pelo Belenenses. Tudo isto só possível com a história dos jogadores Juniores a actuarem nos Seniores ( nós somos favoráveis , mas com regras mais apertadas ) e depois ao elaborar os Calendários em que permitiu uma paragem na Prova de Juniores ( Já alertados em tempo oportuno por nós ) . permitindo que o seu clube assegurasse na pratica o titulo Nacional em Seniores. Mas mesmo assim os seus dirigentes, preferiram , enfraquecer a equipa de Juniores, para defenderem uma margem de 9 golos, nos Seniores, e tiveram o prémio , foram afastados da Fase Final de Juniores, destruindo uma época de trabalho, nunca se lembrando dos jovens que não actuam nos Seniores. Era nestas situações que a Associação de Andebol de Braga deveria intervir e energicamente.
Tirando o comportamento deveras surpreendente pela negativa da equipa do F. Holanda , tudo o resto se processou de forma norma. Sendo apuradas as equipas mais apetrechadas, que se encontravam a disputar esta zona. No entanto foi confrangedor assistir ao último jogo desta Fase ( F. Holanda / ABC ) , sem publico, ( não se entende ) equipas sem interesse no jogo, sem velocidade e sem garra, pois uma equipa já estava apurada e a outra já não conseguia lá chegar, enfim uma tristeza.

Equipas já apuradas para a Fase Final, Belenenses e Sporting, a que se juntam as agora apuradas ABC e S. Bernardo, tirando a surpresa pela negativa do F. Holanda, estão apuradas as equipas Classificadas até ao 5.º lugar na Fase Regular, provando que a hierarquia então estabelecida estava correcta.

Não existe informação do local da realização da Fase Final, apesar dor rumores que correm de que a mesma será realizada no Restelo, pelo menos publico haverá, e será disputada entre 12 e 14 de Junho de 2009.

PO23 – Taça de Portugal Femininos 1/2 Final e Final


Madeira SAD - Vencedor da Taça de Portugal em Seniores Femininos

Disputaram-se os 1/2 Final e final desta prova com os seguintes resultados :

1/2 Final
João Barros 18 – 27 Gil Eanes
CS Madeira 24 – 32 Madeira SAD
Final
Gil Eanes 28 – 29 Madeira SAD

Disputaram-se este fim de semana em Ansião, as 1/2 Final e Final da Taça de Portugal de Andebol em Seniores Femininos, face ao sorteio entretanto realizado , poucas duvidas haveria de quem seriam os finalistas, e concretizou-se, pois foram apuradas para a disputa da Final as duas equipas com maior potencial ( Gil Eanes e Madeira SAD ).

Na final venceu após o 2.º Prolongamento a equipa do Madeira SAD, apesar da excelente réplica proporcionada pelo Gil Eanes, começa a notar-se o trabalho de Donner.

Temos a lamentar por a organização fazer coincidir a final com Final da Taça de Portugal em Futebol, retirando a possibilidade de qualquer transmissão televisiva, depois não se compreende como após se ter afirmado de que esta época , seria a época do Andebol Feminino, se tenha optado por transmitir, no portal da FAP, uma Fase intermédia de uma prova em detrimento de uma final. Enfim critérios….

O Noticias

Regras de Andebol - 49

Eis as soluções das perguntas anteriores:

241Resposta C – Regras ( 2:3, 2:4, 11:1 ), 242 Resposta B – Regras ( 2:8, 8:4, 16:3c ), 243 Resposta A – Regras ( 9:1, 15:2 ), 244 Resposta B,C,D – Regras ( 2:2 comentário, 16:5 ) 245 Resposta C – Regras ( 10:3, 15:2, 15:7 )

Perguntas Seguintes :

246 - O tempo de jogo terminou, mas não há nenhum sinal vindo do cronometrista. Quem termina o jogo?

A - O secretário
B - O árbitro de campo
C - O árbitro de baliza
D - Um dos árbitros

247 - O apito para terminar a primeira parte foi assinalado 1 minuto muito cedo. Na hora do apito, nenhuma equipa tinha a posse da bola e não havia nenhuma violação às regras. (A bola estava no chão na área de jogo). Ambas as equipas ainda estão no terreno de jogo. Decisão?

A - O minuto não é jogado
B - O minuto é jogado antes do intervalo
C - O minuto é jogado depois do intervalo, antes do começo da segunda parte
D - O minuto é somado à segunda parte
E - É decidido por um lance de moeda ao ar a equipa que fica com a posse da bola quando o minuto for jogado
F - A equipa que por último tinha a posse de bola fica de posse da mesma no começo do jogo

248 - O apito para terminar a primeira parte do jogo foi assinalado 1 minuto muito cedo. Não houve nenhuma violação às regras e a bola estava no ar por cima da área de baliza. O guarda-redes pega na bola depois do sinal de apito. Ambas as equipas ainda estão no terreno de jogo. Decisão?

A - O minuto não é jogado
B - O minuto é jogado antes do intervalo
C - O minuto é jogado depois do intervalo, antes do começo da segunda parte
D - O minuto é somado à segunda parte
E - A equipa que por último tinha a posse da bola continua de posse no começo do jogo
F - O jogo é reiniciado com um lançamento de guarda-redes

249 - O apito para terminar a primeira parte do jogo foi assinalado 1 minuto mais cedo. Não houve nenhuma violação às regras e a bola estava no ar sobre a área de baliza. Ao sinal de apito a bola saiu para fora da linha de saída de baliza. Ambas as equipas ainda estão no terreno de jogo. Decisão?

A - O minuto não é jogado
B - O minuto é jogado antes do intervalo
C - O minuto é jogado depois do intervalo, antes do começo da segunda parte
D - O minuto é somado à segunda parte
E - A equipa que por último tinha a posse da bola continua de posse no começo de jogo
F - O jogo é reiniciado com um lançamento de guarda-redes

250 - Jogador B11 tem a bola no ataque e tenta fintar o defensor A2. Por causa de um sinal de apito da área de espectador, defensor A2 pára e não entra mais em acção. B11 fica isolado para rematar à baliza. Decisão?

A - Lançamento de 7 metros para B
B - Paragem do tempo de jogo; consulta ao cronometrista
C - Lançamento livre para A
D - Lançamento livre para B

As soluções serão sempre publicadas na semana seguinte.

Pelo nosso colaborador

O Regras

sábado, 30 de maio de 2009

Galeria de Campeões – Femininos

Divulgação de mais um vencedor de uma prova do Calendário Nacional , no Feminino.

PO13 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Iniciados Femininos

Campeão Nacional – JAC Alcanena – Associação de Andebol de Santarém
O Formador

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Final Play Off – 4.ª Mão - LPA

Mais uma vez a organização do Benfica deixa a desejar. Publico mal distribuído pelo Pavilhão, a zona da Claque com toda a gente em pé até não mais caber, e outras zonas , quase vazias. Se mais gente não teve, deve-se à falta de informação de que haveria bilhetes para o publico em geral , conforme se verificou, mas apenas só muito perto do inicio do jogo. Os aspectos informativos não podem ser descurados, sob pena da descredibilização da organização do jogo. Depois, e mais era escusado que a animação durante o jogo , nos seus momentos de interrupção ou dos “Time Out”, apresentasse uma música em tons provocatórios, não é desta forma que se cria um bom ambiente para as pessoas com as suas famílias se deslocarem aos locais de pratica desportiva, e logicamente que se afastam.

Resultado da 4.ª Mão da Final

Benfica 23 – 20 FC Porto

Primeira parte do Benfica, com um jogo extraordinário, velocidade ao ataque, defesa coesa, com eliminação pura e simples da Meia Distância do Porto, esta actuação da equipa do Benfica , permitiu que chagasse ao intervalo com uma vantagem de 7 golos. Durante este período salienta-se a actuação de Cláudio Pedroso e de Carlos Carneiro , com um discernimento que não lhe é habitual. Uma segunda parte em quase tínhamos uma reviravolta total nos acontecimentos, FC Porto melhorou substancialmente, menos falhas técnicas, maior eficácia tanto ofensiva como defensiva, O Benfica durante 24 minutos apenas marcou 4 golos o que é francamente mau, foi uma equipa sem força , completamente esgotada, sem recuperação, que sofreu um parcial de 5 – 0 no inicio da 2.ª parte, e que viveu com o espectro do prolongamento nos minutos finais. Poderemos ainda dizer que o Benfica venceu , levando a atribuição do titulo para o 5.º Jogo, mas na realidade o herói da noite chama-se João Ferreirinho, com uma monumental actuação. Carlos Carneiro esteve em evidência nos bons e nos maus momentos da sua equipa, acabando o jogo completamente de “rastos”. No FC Porto Hugo Laurentino foi enorme durante todo o encontro, e Ricardo Moreira foi o elemento com maior eficácia na sua equipa. Lamenta-se a ausência de Rui Silva neste jogo, por lesão. E que falta ele fez a esta equipa. A Dupla Internacional que dirigiu o encontro Eurico Nicolau / Ivan Caçador, já os vimos produzir melhor trabalho apesar de não terem qualquer influência no resultado. Estiveram menos bem na Lei da vantagem, na Sanção Progressiva, pois confundiram , no nosso entender controlo do adversário com comportamento agressivo.

Finalíssima ( 5.º Jogo ) a disputar no dia 3 de Junho de 2009 , pelas 21H00 no Pavilhão Caixão Dragão. Esperamos que os atletas de ambas as equipas recuperem fisicamente

O Noticias

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Informação – LPA – Clubes

Promo da Final Play Off da LPA 4.ª Mão

Iniciados – Águas Santas – 4.ª Fase – Zona 2

Iniciados – G.Santo Tirso – 4.ª Fase – Zona 1

Noticias

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Despedida de Paulo Vieira

Paulo Viera, abandona a actividade ao fim de muitos anos dedicado à mesma , sempre com elevação. O Madeira SAD seu último Clube, publicou o vídeo que hoje divulgamos

Obrigado Paulo, até sempre.

O Historiador

terça-feira, 26 de maio de 2009

O Livro – A Vida Num Jogo – O Bluff – III

Hoje vamos falar de mais uma passagem deste livro, que pelo seu conteúdo “erudito” e pela história que envolve, está quase a transformar-se num campeão de vendas, já merece sessões de divulgação e autógrafos na Feira do Livro , e quem sabe , poderá ser próximo candidato aos “Globos de Ouro”.

Na sua narrativa, envolve várias vezes o nome do Rui Coelho, num desfilar de maldizer e contradições, que só ficam ”bem” , desde a história do processo em tribunal, mas depois foi convidá-lo para Vice Presidente , o que não se entende , a determinado passo diz” … o Rui Coelho nunca se assumia…” (Pág.60) e mais à frente volta aos vis ataques pessoais, e diz “… O Rui não aceitava cargos. Não aceitava isto, não aceitava aquilo… “ ( Pág.71 ).

Mas caso curioso, na sua narrativa, nunca existiu nada de mal feito ou menos conseguido, da sua parte; só existe a valorização pessoal e o elevar pessoal do seu ego. Por exemplo nunca diz em relação ao Eng. Rui Coelho, que foi o próprio Ex-Presidente da FAP que invalidou a candidatura em tempo do mesmo a Secretário Geral da EHF; é triste mas esta é a verdade pura, que nunca é narrada.

Porquê???

Hoje ficarei por aqui; esperem por mais, até breve.

O Escritor

domingo, 24 de maio de 2009

Crónica de Fim de Semana - 48

Mais um Fim de semana com actividade em fases decisivas em diversas provas.

Campeonato da LPA

Disputou-se a 3.ª mão da Final, com o seguinte resultado:

FC Porto 33 – 26 Benfica

Face ao resultado verificado na 2.ª mão , desta final , este 3.º jogo serviria para constatar a real forma destas duas equipas, que por sinal foram as duas primeiras classificadas durante a Fase Regular. E, o jogo em si, não defraudou as expectativas, com a Caixa Dragão , mais uma vez cheio, a demonstrara o interesse competitivo desta formula de disputa, e daquilo que a Liga trouxe de novo à modalidade, emoção, empenho, organização e adeptos, que na realidade era o ingrediente em falta.

O FC Porto venceu, e com números não esperados , mas que espelham o desnorteio e a falta de equilíbrio que a equipa do Benfica demonstrou a partir do momento em ficou a trás do marcador. Momento crucial do jogo, no nosso entender aos 16 minutos da 1.ª Parte , quando Carlos Carneiro falha um Livre de 7 metros, mascado em atitude displicente, é a partir deste momento que o FC Porto passa para a frente do marcador. O Benfica nunca soube aproveitar as situações de superioridade numérica , em especial no inicio da 2.ª Parte, em que nos primeiros 5 minutos , passa de uma diferença de 4 golos ao intervalo para 8 golos ( aqui acabou o jogo ) . João Fereirinho não foi o Guarda Redes que o Benfica necessitava, nem o seu substituto Nuno Silva. Apenas Rui Silva e Edgar Madureira estiveram ao seu nível, mas só, Carlos Carneiro demonstrou “garra” e força de vontade , para tentar reverter as situações. No FC Porto , Eduardo Filipe , após um inicio de jogo nada auspicioso, conseguiu ultrapassar a fase menos boa, e tornar-se no melhor jogador da sua equipa em conjunto com o Guarda Redes Hugo Laurentino, também Filipe Mota foi o jogador para todas as posições e sempre com trabalho valido, Inácio do Carmo fez da eficácia a sua principal arma. No Benfica , apesar da utilização de Zaikin , ficou demonstrado que não está condições de dar o seu contributo à equipa. Uma palavra para João Lopes , bastas vezes criticado, mas que demonstrou que tem condições para jogar mais vezes ao ataque. A dupla de arbitragem constituída por Duarte Santos / Ricardo Vieira, tiveram um trabalho positivo ,com um critério disciplinar apertado, mas que se aceita plenamente, não deixou existir protestos e sancionou sempre os mesmos. No Jogo Passivo esteve bem, no entanto nas Faltas do Atacante e na Lei da Vantagem tiveram algumas falhas, não teve trabalho fácil.

Ordenamento Classificativo

3/4 Lugar - 2.ª Mão

Madeira SAD 29 – 27 Sporting

Com este resultado , o Sporting obteve o 3.º Lugar na Prova, conseguindo desta forma alcançar uma participação Europeia na próxima época ( Taça Challenge ). Esta Classificação foi obtida através da Diferenças de golos, na 1.ª mão o Sporting tinha vencido por 4 golos de diferença.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.º Divisão Seniores Masculinos

Disputou-se a 1.ª mão da Final, com o seguinte resultado:

F. Holanda 28- 19 Marítimo

Resultado não esperado pela diferença verificada, O Marítimo pode ter hipotecado com esta diferença a suas hipóteses de ser novamente o vencedor da PO01, dificilmente mesmo jogando em casa o jogo da 2.ª mão, os Madeirenses conseguirão um resultado com uma diferença de golos que lhes permita alcançar o titulo. Os homens de Guimarães, com um Calendário que lhes foi extremamente favorável, pois disputaram os jogos da PO01 , em datas não coincidentes com a segunda Fase da PO04 ( Juniores ), o que lhes permitiu utilizar os mesmos na equipa Seniores, no jogo da 2.º mão já tal não será possível pois é em simultâneo com a disputa da Zona 2 do Grupo “A”, dos Juniores.

Ordenamento Classificativo

3/4 Lugar 1.ª Mão

Fafe 25 – 18 Alavarium

Com este resultado , em principio o AC Fafe deve ter assegurado o 3.º lugar na prova , garantindo, se tudo correr conforme o que tem vindo noticiado nos Jornais , a sua participação no próximo Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, pois não acreditamos que o Alavarium, consiga uma rectificação do resultado por 8 golos de diferença. A concretizar-se esta nossa previsão e não mais que isso, a Associação de Andebol de Aveiro, não consegue ter mais representanes, na próxima época na prova de topo do Andebol, pelo contrário e conforme alguns leitores tem dito a estratégia do Presidente da Associação de Andebol de Braga deu os seus frutos.

PO04 – Camp. Nac. Da 1.ª Divisão Juniores Masc. - Grupo A

Disputou a fase em concentração da Zona 1 , com os seguintes Resultados:

FC Porto 18 – 28 Sporting
Infesta 21 – 41 Belenenses
Sporting 26 – 27 Belenenses
FC Porto 28– 22 Infesta
Infesta 27 – 27 Sporting
Belenenses 28 – 23 FC Porto

Fase disputada sem grandes surpresas, em que ficaram apuradas, para a Fase Final , as duas equipas melhores classificadas na 1.ª fase , mantendo-se a hierarquia. Apenas um resultado desnivelado ( Infesta / Belenenses ), e em quase todos os outros o equilíbrio foi a nota dominante., salienta-se ainda o equilíbrio verificado no jogo Belenenses / Sporting , o que pode aguçar o “apetite” para a Fase Final.

Equipas já apuradas para a Fase Final, Belenenses e Sporting.

A zona 2 composta pelas equipas do F.Holanda, ABC, Águas Santas e S. Bernardo, disputa-se em Foz Côa nos dias 29 a 31 de Maio

PO23 – Taça de Portugal Femininos 1/4 Final

Disputaram-se os 1/4 Final desta prova com os seguintes resultados :

SC Salgueiros 22 – 39 CS Madeira
Juv. Lis 15 – 20 João Barros
C. Gaia 30 – 31 Madeira SAD ( Ap. Prolongamento )
Gil Eanes 39 – 23 ND Sta. Joana

Depois da disputa destes jogos , ficaram encontrados os apurados para a disputa das 1/2 Final, e Final em regime de concentração. Sem surpresas , ficaram apuradas as melhores equipas Nacionais com excepção do C. Gaia , que disputou os 1/4 Final com o Madeira SAD. O Sistema de disputa desta prova , só provocará “Taça”, se eventualmente for alterado o sistema de disputa, e as melhores equipas iniciarem a sua participação mais cedo, de forma a poder proporcionar jogos entre as melhores equipas antecipadamente.

Equipas apuradas, para as 1/2 Final e Final ,a disputar em Ansião nos próximos dias 30 e 31 de Maio o Gil Eanes, João Barros, Madeira SAD e CS Madeira.

O Noticias

Iniciativas – Formação

O Independente FC Torrense, vai realizar o seu Iº Clinic de Formação.

Este clinic, que irá decorrer entre os dias 29 e 31 de Maio, tem como objectivo abordar as questões relacionadas com a iniciação à modalidade. Quer na perspectiva do praticante, quer na do treinador que dá os seus primeiros passos nesta etapa tão importante da formação dos nossos atletas.

Esta acção contará com a presença de Pedro Sequeira, Carlos Garcia, João Costa., entre outros, e está inserida no plano de formação da FAP, como seminário de 15 horas para o grau 1 e 2.
1.º Seminário Técnico Cientifico de Andebol da ESDRM

Inserido no âmbito da unidade curricular de Propedêutica dos Desporto Colectivos – Bloco de Andebol, os alunos do 1.º ano do curso de Gestão das Organizações Desportivas, realizam o 1.º Seminário Técnico Científico de Andebol da ESDRM, no próximo dia 27 de Maio, pelas 09.30 h, no Auditório da ESDRM.


Louvamos estas duas iniciativas, apenas lamentamos a proximidade das datas , que certamente vai impedir muita gente que estaria interessada, nos temas a estar presente, pensamos que a FAP, deveria coordenar este tipo de actividades de forma a permitir o máximo de presenças possíveis.

O Banhadas Andebol

sábado, 23 de maio de 2009

Informação – LPA – Clubes

Promo da Final Play Off da LPA 3.ª Mão

SC Salgueiros ¼ Final PO23 – Taça de Portugal
Saudamos com alegria e satisfação o regresso da Alma Salgueirista

Noticias

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Final Play Off – 2.ª Mão - LPA

Mais uma vez se o pavilhão da Luz , mais gente não teve, deve-se à falta de informação de que haveria bilhetes para o publico em geral , conforme se verificou. Existem aspectos informativos que os clubes não podem descurar, sob pena de posteriormente, os amantes da modalidade não comparecerem. Depois, era escusado que a animação durante o jogo , nos seus momentos de interrupção ou dos “Time Out”, apresentasse uma música em tons provocatórios, pois estas atitudes não levam a lado nenhum , e seja a prova disputada sob a égide da FAP ou da Liga o respeito pelos adversários deve estar sempre presente.

È verdade neste jogo esteve presente o Seleccionador Nacional o que se saúda pelo ineditismo


Resultado da 2.ª Mão da Final

Benfica 32 – 27 FC Porto

Esperávamos mais em termos andebolisticos, apesar de a vitória do Benfica não sofrer qualquer contestação, só existiu algum FC Porto até ao Intervalo ( 15-15 ) , começou bem e comandou até aos 10 minutos do primeiro tempo, depois veio o nervosismo e as falhas técnicas ( 10 contra 3 do Benfica ), e não fora a excelente exibição mais uma vez do jovem Guarda Redes Hugo Laurentino e a história do jogo teria sido outra, no FC Porto , não entende a falta de velocidade de circulação de bola, e a falta de soluções atacantes, Eduardo Filipe falhou, produzindo uma exibição para esquecer, Ricardo Moreira não esteve à altura do produzido na 1.ª mão e apenas Inácio do Carmo , esteve ao seu verdadeiro nível , sendo razoavelmente acompanhado pelo jovem pivot Tiago Rocha. No Benfica de salientar a ausência de Zaikin, que face à vontade demonstrada pelos restantes elementos , não se deu pela sua falta, pois Rui Silva ( 7 golos ), esteve muito bem, tanto a atacar como a defender, e Edgar Madureira, que jogou a Central com Carlos Carneiro descaído sobre a esquerda esteve um distribuidor com visão de jogo, Carlos Carneiro ( 12 golos )jogando mais para o colectivo deu desta vez um contributo decisivo para a vitória da sua equipa. Uma chamada de atenção a Luís Nunes, que novamente falha em momentos decisivos ao querer “inventar”.

A Dupla Internacional que dirigiu o encontro Eurico Nicolau / Ivan Caçador, produziu trabalho de qualidade com poucos erros, e impôs-se aos jogadores, muito bem na Lei da Vantagem, e no controlo do jogo, concentrados , não arrogantes principalmente Eurico Nicolau que costuma ser agressivo, firmes nas suas decisões, com poucas falhas nos passos.

Aguardaremos pelas próximas nomeações do CA da Liga, com expectativa.

Com este resultado, vão realizar-se pelo menos 4 jogos nesta final do Play Off.

O Noticias

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Informação – LPA – Clubes

Promo da Final Play Off da LPA 2.ª Mão

Cartaz da Final da PO01 – 1.ª Mão

Gil Eanes ¼ Final PO23 – Taça de Portugal

Paço D’Arcos – PO03 – 3:ª Divisão Nacional

Texto de Apoio enviado pelo P’Arcos

No próximo Domingo, 24 de Maio de 2009, a nossa equipa de Seniores Masculinos de Andebol do Clube Desportivo Paço de Arcos joga mais uma "cartada" rumo ao título do Campeonato Nacional da 3ª Divisão, neste momento é a única equipa em Portugal apenas com vitórias em jogos oficiais, e irá defrontar o histórico Vitória de Setúbal, clube que apenas perdeu na primeira volta da 2ª fase por dois golos frente à nossa equipa. Desta forma, muito provavelmente quem vencer o encontro irá disputar a final da respectiva prova e como o apoio é fundamental para as aspirações da nossa equipa convidamos toda a comunidade do Concelho de Oeiras, da Vila de Paço de Arcos, associados do Clube Desportivo Paço de Arcos, simpatizantes, jogadores, técnicos e dirigentes da modalidade, amantes da modalidade, adeptos do desporto em geral e comunicação social a estar presente no próximo dia 24 de Maio de 2009 num jogo que se espera de altíssima qualidade, como foi na primeira volta, e de extrema emoção no Pavilhão Antoine Velge em Setúbal pelas 19h00 para apoiar a nossa equipa e para a festa do andebol.

Esperemos que possam comparecer todos em força de forma a mostrar que o Desporto não é apenas feito pelos ditos "grandes" e pelas ditas "ligas profissionais", algo que a nosso ver está cada vez mais medíocre devido às atitudes menos próprias dos "pseudo" atletas de alta competição que desconhecem algo que estas duas equipas fim de semana a fim de semana jogam... "POR AMOR À CAMISOLA E À MODALIDADE!!"

Noticias

quarta-feira, 20 de maio de 2009

O Fim da Liga – O Porquê

Segundo noticias que correm nos Jornais, aproxima-se o fim da Liga. Nós interrogamo-nos , Porquê ?

Custos ?
Falta de organização ?
Motivação ?
Falta de clubes na competição ?
Visão dos Dirigentes ?
Patrocínios ?
Democraticidade no Organismo ?
Clubismo ?
Promessas encapotadas ?
Pressões de outros organismos ?

Enfim uma série de Porquês, se poderão levantar, alguns até ligados entre si. Dificilmente se descortinarão os reais motivos , sempre encapotados debaixo da capa dos custos e no número de clubes , conforme temos vindo a auscultar nos pavilhões.

Mas as declarações de responsáveis, de alguns Clubes, da Liga, do Governo e até da FAP , dirigem-nos a outros caminhos e a outras ideias.

Fala-se nos custos, essencialmente em termos de Segurança Social, mas segundo consta esse assunto já estará resolvido, e levanta-se uma questão, Será que os Atletas vão passar a receber menos, por estar a disputar uma prova de Falso Amadorismo???

Pedro Cruz sai do Sporting para o Águas Santas, ( Clube que já se reforçou e de que maneira ), apenas por amor à camisola??? E os outros???

Poder-se-á acreditar que Carlos Carneiro e outros , assinaram novamente pelo Benfica , por valores inferiores aos anteriores, apenas porque não assinaram contratos como profissionais???

Será que os atletas que se vão deslocar para as equipas das Regiões Autónomas , não são verdadeiros profissionais??? E os Estrangeiros , são o quê ???

Será que o estado não vai fiscalizar estas verdadeiras aberrações???

Porque será que o Belenenses, até teve um jogo transmitido na RTP2 , relativo à Taça de Portugal, ou um jogo das competições Europeias. Afinal é a FAP que tem contrato com esta estação Televisiva.

Será verdade que a FAP, já assinou um protocolo com a Benfica TV??? Quais os direitos dos adversários do Benfica???

Quais as promessas da FAP??? Simples ajudas financeiras nas deslocações para as provas Europeias, arbitragens por valores inferiores, inscrições facilitadas, pagamento das viagens às Regiões Autónomas etc… ???

Mas quais os pressupostos financeiros, para as equipas , que vão participar num Campeonato de 12 Clubes??? Será que o F. Holanda , que já é devedor de avultada quantia à FAP, vai ter condições para participar???

Será que a Região autónoma da Madeira vai subsidiar duas equipas da Região na mesma Prova???

Quem terá os direitos de imagem destas equipas ??? , Como serão os patrocínios da FAP , distribuídos por estas equipas??? Como será o planeamento da Prova articulado com o Planeamento das Selecções???

Poderemos concluir sem nenhum receio que, alguns estão a poupar num lado , apenas para contratar mais atletas e serem mais competitivos. O Campeonato vai ser a degola de uns para gáudio de outros , vai prevalecer o Falso Amadorismo, que como disse o Presidente da Liga ao Jornal Record, é mais fácil ser Falso Amador do que Falso Profissional, e vai prevalecer a protecção de uns sobre os outros. Mas atenção depois vai ”fiar fino”.

O Livro do Luís Santos é publicado mesmo no momento oportuno.

O Jurídico

terça-feira, 19 de maio de 2009

Galeria de Campeões – Femininos

Hoje vamos iniciar a divulgação dos vencedores das diversas provas constantes do Calendário Nacional , começando no Feminino.

PO11 – Campeonato Nacional de Juniores Femininos


Campeão Nacional – Colégio João de Barros – Associação de Andebol de Leiria

O Formador

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Crónica de Fim de Semana - 47

Fim de semana com actividade ao rubro, face ás fases em que se encontram as diversas provas.

Campeonato da LPA

Disputou-se a 1.ª mão da Final, com o seguinte resultado:

FC Porto 32 – 25 Benfica

Mais uma vez o novel Pavilhão Caixa Dragão, se encheu para um jogo Grande do Andebol Português.

O FC Porto venceu, com números que não espelham o equilíbrio verificado na maior parte do tempo de jogo. Pois até aos 55 minutos de jogo a maior diferença tinha sido apenas de 4 golos. Ambas as equipas tem obrigação de produzir mais em termos andebolisticos, face à valia dos seus planteis. O Benfica acusou em demasia a responsabilidade do jogo e os seus atletas deram fortes sinais de fadiga, e falta de discernimento em alguns momentos do encontro. O FC Porto, esteve melhor, mas por vezes não encontrou soluções tanto ao nível do ataque como da defesa para resolver os problemas que lhe foram colocados, não demonstrou tanta falta de frescura física, pois executa mais rotatividade de Jogadores. O Benfica utilizou desta vez dois jovens do seu plantel , estamos a referir-nos a João Antunes e a João Pais, mas estes atletas só podem render se tiveram tempo de utilização e não apenas 1 ou 2 minutos em campo. O FC Porto , teve em Ricardo Moreira o seu melhor elemento, bem acompanhado por Eduardo Filipe, por sua vez Hugo Laurentino, não esteve nos seus dias. No Benfica, faltou João Ferreirinho, e a equipa ressentiu-se, o seu elemento em maior destaque acabou por ser Luís Nunes, pois Zaikin esteve também bastante mal. A dupla de arbitragem constituída por Daniel Martins / Roberto Martins , não teve trabalho fácil , mas já os vimos produzir melhor trabalho , mais equilibrado. O seu critério disciplinar foi desproporcionado, pois deve ser uniforme e se exclui por agarrar ou puxar a camisola ( bem ) , deve fazê-lo sempre, durante todo o encontro, deve dar menos conversa aos atletas e concentrar-se mais no jogo, deve ainda rever a sua concepção de falta do atacante em especial Daniel Martins. Por sua vez Roberto Martins tem de ter a noção das faltas cometidas sobre os pontas e nem sempre quando os mesmos fazem “espectáculo” com as suas quedas , a bola é do Guarda Redes, pois a falta existe, deve ser sancionada tanto tecnicamente como disciplinarmente.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.º Divisão Seniores Masculinos

Disputaram-se os jogos relativos à 2.ª mão das 1/2 Final, com os seguintes resultados:

Alavarium 30 – 25 F. Holanda
Marítimo 26 – 25 Fafe


Com os resultados verificados , confirmaram-se as nossas previsões, e estão encontrados os Finalistas desta prova. De referir a extrema dificuldade que o Marítimo, encontrou para levar de vencida o Fafe que , pelo que sabemos “vendeu” cara a sua eliminação. O Alavarium, como era previsível retectificou o resultado da 1.ª mão , mas a diferença de golos então verificada, não era de molde a permitir uma total rectificação. Na final prevemos um maiores dificuldades para o F. Holanda , pois nada ta realização da 2.ª mão, não poderá utilizar os Juniores, devido à realização da Zona 2 do Grupo A da 2.ª Fase do respectivo Campeonato.

A Final será disputada entre o Marítimo e o F. Holanda . 1.ª mão em 23-05-09 e a 2.ª mão em 31-05-09.

PO06 – Camp. Nac. Da 1.ª Divisão Juvenis Masc. - Grupo A

Disputou a fase em concentração da Zona 2 , com os seguintes Resultados:

NA Penedono 30 – 45 Benfica
Belenenses 39 – 34 Águas Santas
Benfica 26 – 24 Águas Santas
NA Penedono 31 – 34 Belenenses
Belenenses 24 – 24 Benfica
Águas Santas 45 – 33 NA Penedono

Esta fase de apuramento para a Final, disputou-se na Associação de Lisboa no Pavilhão Ginásio do Sul ( Infelizmente não sabemos se a organização foi da Associação ou não, pois não existe Informação credível sobre esta organização ).

Mais uma vez se verificou um equilibro entre os seus contendores com excepção do NA Penedono , no entanto saúda-se desde já a presença desta equipa nesta fase da prova, que é o sinal de vitalidade da Região de Viseu . De registar ainda o facto de as equipas apuradas para Fase Final ( Belenenses e Benfica ), terem sido as equipas Classificados, nas duas primeiras posições na Zona Sul.

Estão apuradas as 4 equipas que vão disputar a Fase Final da Prova , e que são ABC, FC Porto, Benfica e Belenenses.

PO23 – Taça de Portugal Femininos 1/8 Final

Disputaram-se os 1/8 Final desta prova com os seguintes resultados :

Benfica C. Branco 19 – 33 CS Madeira
Juv. Mar 26 – 28 ND St. Joana
SC Salgueiros 36 – 35 Almeida Garrett
Juv. Lis 25 – 24 Maiastars

Depois da disputa destes jogos , ficaram encontrados os últimos apurados para os 1/4 Final desta prova, que se irão juntar ás 4 equipas que constituíram o chamado Grupo “A” da Fase final do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão.

O único resultado que merece destaque no nosso entender, é a vitoria do Salgueiros sobre o Almeida Garrett, pois significa o regresso de um histórico à modalidade. Os outros resultados eram previsíveis. A Prova na pratica , ganha interesse com a disputa dos 1/4 Final.

Equipas apuradas, para os 1/4 Final , Gil Eanes, João Barros, Madeira SAD, Col. Gaia, CS Madeira, ND St. Joana, Salgueiros e J. Lis.

O Noticias

Regras de Andebol - 48

Eis as soluções das perguntas anteriores:

236Resposta B,D – Regras ( 16:3, 16:5, 16:13 ), 237Resposta C,D – Regras ( 16:6c ), 238Resposta B,D – Regras ( 4:2, 4:3 ), 239 Resposta A,C – Regras ( 2:1, 2:2, 8:7, 16:6d, 16:9, 16:13 ) 240 Resposta A,C,D – Regras ( 2:2 Comentário, 16:5, 16:6c )

Perguntas Seguintes :

241 - O guarda-redes da equipa A defende um remate 5 segundos antes do fim do jogo. A bola bate no tecto sobre a área de baliza. O sinal de final automático soa imediatamente antes do lançamento livre ser executado pela equipa B. Decisão?

A - Lançamento livre após sinal de apito
B - Paragem do tempo de jogo
C - O jogo terminou
D - O resultado do lançamento livre deve ser determinado; depois disso o jogo termina

242 - B8 já tem uma advertência. Durante uma paragem do tempo de jogo de equipa ele senta-se no banco e fala de uma maneira de anti-desportiva contra os árbitros. Decisão?

A - Desqualificação de B8
B - 2-minutos exclusão de B8
C - Advertência de B8
D - Nenhuma acção é possível

243 - Mesmo antes do fim do jogo quando o resultado está 22-21 para a sua equipa dele, A12 executa um lançamento de saída correctamente. A bola sai na direcção da baliza de A. Guarda-redes A1 não toca na bola porque está na sua área de baliza. A bola entra na baliza. Os colegas de A12 tinham cruzado a linha central depois do apito do árbitro mas antes da bola ser jogada e correm na direcção da baliza da equipa B. Decisão?

A - Golo para B
B - Lançamento livre para B
C - Repetição do lançamento de saída
D - Castigo pessoal contra A12
E - Paragem do tempo de jogo

244 - Quem está autorizado a participar no desempate através de Livres de 7 metros?

A - Todos os jogadores inscritos no Boletim de Jogo
B - Jogadores que não foram excluídos durante o jogo
C - Jogadores que não foram desqualificados
D - Jogadores que não estavam a cumprir suspensão de 2 minutos quando o jogo terminou
E - Os jogadores autorizados pelos árbitros

245 - Equipa A tem um lançamento de saída. O árbitro de campo faz o sinal de apito para a execução. Agora A13 tira a bola da mão de A9 que estava pronto para executar o lançamento, porque A13 vê que A7 e A3 estão correndo para a baliza adversária numa posição mais favorável. A13 lança a bola para A7 que marca golo. Decisão?

A - Golo para A
B - Correcção; repetição do lançamento de saída para A
C - Lançamento livre para B
D - Aviso verbal contra A13
E - Aviso verbal contra A13 e A7

As soluções serão sempre publicadas na semana seguinte.

Pelo nosso colaborador

O Regras

domingo, 17 de maio de 2009

Autocolantes Famosos – No Feminino – 4

Mais um de uma equipa que teve épocas áureas , infelizmente este já acabou. E tanta falta fazia ao Andebol feminino.

Liceu de Maria Amália
O Historiador

sábado, 16 de maio de 2009

Informação – IHF – Nomeações

Apesar da FAP , mais uma vez, não dar nenhuma informação sobre estes assuntos, informamos de que :

A Dupla IHF de Leiria , constituída por Eurico Nicolau / Ivan Caçador, foi nomeada para dirigir a 1.ª mão da Final do Campeonato da Tunísia entre o Etoile Sportive du,Sahel eo Esperance Sportive de Tunis. O Encontro será disputado na Salle Olypique de Sousse, com capacidade para 3 mil espectadores.

A Dupla não queremos de deixar de desejar felicidades e ao mesmo tempo endereçar-lhes os nossos parabéns pela distinção.

O Noticias

sexta-feira, 15 de maio de 2009

1/2 Final Play Off – 3.ª Mão - LPA

Benfica apurado para a final com o FC Porto, após vencer o Sporting no Prolongamento ( 28-25 ).

A Liga se algum mérito teve, foi saber criar as expectativas , nos seus jogos, e principalmente conseguir que o publico enchesse os Pavilhões, aqui um seus grandes méritos.

O pavilhão da Luz , se mais gente não teve, deve-se à falta de qualidade e mesquinhez dos dirigentes da modalidade, que pretendem transformar um espectáculo publico em algo particular e transformar os mesmos em guerrilhas institucionais, que só os prejudicam e em nada beneficiam. O Benfica ao não atribuir os bilhetes que por direito Regulamentar ( desde que fossem cumpridos todos os pressupostos ) ao Sporting , retirou cor e qualidade ao ambiente envolvente Com esta atitude criou condições propicias às situações que se verificaram , tais como garrafas de água, isqueiros e outro objectos, inclusive um pedaço de cadeira, que obrigou a diversas interrupções mais ou menos longas. Tendo numa delas, as equipas e os árbitros abandonado o recinto de jogo, até estar garantida a segurança mínima para todos os intervenientes.

È pena!!!

Aguardaremos atentamente, a actuação do Conselho de Disciplina da LPA.

Vamos ao Jogo.

Resultado da 3.ª Mão da 1/2 Final

Benfica 28 – 25 Sporting

Excelente espectáculo, com emotividade , mas por vezes mal jogado, O Benfica venceu com todo o mérito, comandou o jogo durante a maior parte do tempo , saindo a vencer ao intervalo por um golo ( 14-13 ), mas permitiu a reacção do Sporting que aos 45 minutos empatou e aos 55 vencia por dois golos ( 23-21 ) . A 4 segundos do fim do tempo regulamentar o Sporting vencia por um golo ( 24-23 ) , mas uma fraca prestação defensiva , permitiu que Zaikin obtivesse o golo do empate e lavasse o jogo para prolongamento.

No prolongamento João Ferreirinho, venceu o jogo, com três defesas consecutivas, diga-se desde já que durante os 10 minutos do prolongamento o Sporting apenas consegui marcar um golo , e em que Vladimir Bolotskih , esteve simplesmente desastroso, “agredindo” João Ferreirinho. O Sporting perdeu a consistência atacante que vinha demonstrando a partir do momento que o Benfica decidiu efectuar marcação individual a Bosko Bjelanovic. Foi pena que Luís Nunes ( até teve uma excelente actuação ) e Carlos Carneiro, contribuíssem para o espectáculo “circense” que se verificou a partir dos 50 minutos de jogo, ao caírem e ficarem no chão com pseudo lesões na maior parte das vezes cortando sistematicamente a possibilidade de Contra Ataque ao Adversário. No Benfica deve-se destacar além dos já mencionados a actuação de Nikola Mirickios, no Sporting, Humberto Gomes acompanhou muito bem o Bosko e Nuno Roque fez uma excelente 2.ª parte.

A Dupla Internacional que dirigiu o encontro Duarte Santos / Ricardo Viera, teve uma actuação deveras positiva, concentrados , não arrogantes, mas firmes nas suas decisões, bem disciplinarmente, com muito poucos falhas nos passos. Mas , existe sempre um mas foi demasiado passiva com a simulação de lesões. Esperamos que o bom senso impere na CA da LPA, nas restantes nomeações da Final..

Final – Á melhor de cinco jogos

FC Porto – Benfica ( Casa / Fora / Casa / Fora / Casa )

Datas
1.ª Mão
FC Porto – Benfica ( 17-05-09 )
2.ª Mão
Benfica – FC Porto ( 21-05-09 )
3.ª Mão
FC Porto – Benfica ( 24-05-09 )
4.ª Mão
Benfica – FC Porto ( 28-05-09, se necessário )
5.ª Mão
FC Porto – Benfica ( 03-06-09, se necessário )

O Noticias

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Analise das Nomeações – Fim de Semana

Analise sumária das nomeações para os jogos do Fim de semana. Lembramos que se trata somente de uma analise, e portanto também ela sujeita a criticas, que serão sempre bem aceitas quando efectuadas de forma correcta, e não “pauliteira”.

LPA – Play Off – 1/2 Final
3.ª Mão


Delegado – Total concordância.

Dupla – Também tem a nossa concordância, não repetição de nomeados, e foi nomeada uma das melhores duplas do momento. Aquilo que desejamos é que todos os intervenientes estejam à altura do encontro.

Jogo – Dupla

Benfica - Sporting – Duarte Santos / Ricardo Vieira

Nota: não comentamos as nomeações para a 1.ª mão da Final, por a mesma ainda não ser do nosso conhecimento.

Ordenamento Classificativo
2.ª Mão

Delegados – Sem reparos

Duplas – Em principio sem reparos.

Jogos – Duplas

SC Horta – S. Bernardo
– Daniel Martins / Roberto Martins
ABC - Belenenses – Bruno Rodrigues / Carlos Capela
S. Bernardo – SC Horta – João Moreira / Alberto Cerqueira

Nota : os jogos entre o SC Horta e o S. Bernardo disputam-se ambos em Aveiro

Nomeações FAP

PO01- 1/2 Final 2.ª mão, Finalmente estamos de acordo com as mesmas.

PO06 – Zona 2 2.ª Fase – É uma fase disputada em concentração , e o normal seria as duplas que actuam , estarem de igual modo em concentração e devidamente acompanhadas, no entanto não foi esse o entendimento do CA da FAP, e discordamos frontalmente de uma dupla apitar dois jogos seguidos nesta fase, apesar da qualidade das duplas nomeadas, existem factores que podem condicionar as actuações de um jogo para o outro. São no nosso entender critérios economicistas e não desportivos.

PO23 – São os parentes pobres nas nomeações, apesar de apenas haver 4 jogos e haver muita gente disponível.

Voltamos, mais uma vez a questionar as nomeações dos Observadores, que não existem. Apesar de hoje já ser 5.ª Feira. Quem são os responsáveis desta situação!!!

O Analista

Informação – LPA – Clubes

1/2 Finais Play Off 3.ª Mão

Selecções regionais Femininas

I Edição do Campus Andebol – Espinho 8 a 12 de Julho de 2009.

EQUIPA TÉCNICA DO CAMPUS:

CARLOS RESENDE
JUAN OLIVER CORONADO
PROF. JOSÉ SOARES
PAULO JORGE PEREIRA
JORGE RITO
RICARDO TAVARES
PAULO SÁ
PEDRO LAGARTO
IRINEU MOREIRA
PEDRO LEITE
LICINIO SIMÕES
PAULO FÉLIX (NÉNÉ)
LEONOR ZITA SOARES
ANDRÉ AFRA

Noticias

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Noticia – Ex – Praticantes – Lá como Cá !!!

Não resistimos, em transcrever parte uma noticia sobre o Andebol ( nossa modalidade de eleição ) em Angola, face ao simbolismo que a mesma representa, e ao paralelismo que se poderá estabelecer entre o que se passa lá e o que se passa cá.

Parte da Noticia

“Federação de Andebol reúne-se com ex-praticantes

….. Durante o encontro entre a direcção liderada por Pedro Godinho estará em debate o programa em alusão à efeméride, do qual se prevê uma maratona de jogos entre os veteranos em ambos os sexos, bem como abordar aspectos sobre o estado da modalidade.

Perto de 200 atletas de diversas gerações foram convocados para a maratona de jogos…”


Estão os leitores a ver a nossa FAP, com esta gerência ou a anterior, e reunir-se com ex-praticantes !!!!

Vejam o que aconteceu os atletas que foram campeões em 1976, por exemplo, alguma vez foram chamados para o que quer que seja, e quem fala destes, fala dos primeiros Campeões Europeus em Juvenis.

Cá seria ( é ) possível e atribuir à maior parte dos Ex - Atletas das Selecções , vários apelidos e cognomes ( Livro sobre Luís Santos ) .

O Jurássico

terça-feira, 12 de maio de 2009

Scandibérico Feminino – 2009

Verdadeiramente desastrosa a participação da Selecção Nacional de Juniores B Feminina no Scaniberico disputado na Noruega nos dias 8 a 10 de Maio.

Não se entende o significado desta participação, em servimos de “bombo da festa” , perante as fortes equipas Escandinavas, tanto mais que a Espanha não participou algum motivo levou esta a não participar , assim em vez de Scandibérico talvez esta prova se devesse chamar “Scandluso”.

A Fap , que enviou esta selecção apenas acompanhada da Seleccionadora e do Fisioterapeuta, que tiveram de tratar de tudo, e já fez desaparecer da pagina principal do seu Portal toda e qualquer informação acerca desta participação. Assim é tratado o Andebol feminino., mais ainda apresentou um resultado errado , pois a Noruega venceu a Alemanha por 29/26 e não o contrário.

Resultados dos jogos:

Suécia 22 – 30 Dinamarca
Portugal 17 – 39 Noruega
Suécia 21– 19Alemanha
Portugal 15– 38 Dinamarca
Noruega 24 – 26 Suécia
Dinamarca 18 – 24 Alemanha
Alemanha 31 – 19 Portugal
Dinamarca 32 – 27 Noruega
Portugal 15 – 33 Suécia
Alemanha 26 – 29 Noruega

O Vencedor do Torneio foi a Dinamarca em Igualdade pontual com a Suécia.

O Noticias

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Crónica de Fim de Semana - 46

Fim de semana fértil em actividade, havendo até participação de uma Selecção Nacional , mas sobre esta falaremos em post próprio.

Campeonato da LPA

Disputaram-se os jogos relativos à 2.ª mão das 1/2 Final, com os seguintes resultados:

Sporting 36 – 25 Benfica
Madeira SAD 29 – 30 FC Porto

Sporting 36 – 25 Benfica

Pavilhão cheio, significa que os clubes começam a organizar os jogos com mais cuidado, e isso só traz benefícios aos próprios e á modalidade, diga-se de passagem que é um factor que a liga tem conseguido , ou seja dar motivação e incentivar à organização, chamando publico, esperemos que estas sinergias não sejam perdidas num futuro próximo.

O Sporting , venceu e convenceu, com uma excelente organização defensiva, e com ataque planeado e um contra ataque em pleno. Promoveu a rotatividade dos jogadores, nunca deixando que a fadiga se apoderasse dos seus elementos, ao invés o Benfica, poucas substituições fez , o sete inicial acusou demasiado o esforço físico, e os seus jovens atletas raramente são utilizados, ou quando são chamados o resultado já está de tal forma , que a sua utilização não é minimamente motivadora, não se compreende que Carlos Carneiro que veio perdendo discernimento ao longo do encontro, apenas tenha sido substituído a 7 minutos do final do encontro. No Sporting destaque para João Pinto e Bosko Bjelanovic pela sua eficácia, tanto a defender como a atacar, e Bruno Moreira que realizou uma exibição de encher o “olho” , as sua mão são autenticas tenazes. No Benfica , apesar de tudo João Ferreirinho, ainda foi o elemento com melhor prestação. Com este resultado, vamos ter 3.ª mão na Luz, esperando que o espectáculo prevaleça e bom senso também. Sobre a Dupla de Arbitragem António Goulão / Paulo Silva, como entraram concentrados no jogo, realizaram um trabalho muito equilibrado, tanto em termos técnicos como disciplinares , podendo afirmar-se que foi das arbitragens com mais qualidade que presenciamos esta época.

Madeira SAD 29 – 30 FC Porto

Tal como tínhamos previsto, o Madeira SAD vendeu cara a sua derrota, e merecia o 3.º jogo. O FC Porto apenas venceu após dois prolongamentos, e por um único golo, através de um livre de sete metros executado por Eduardo Filipe , no fim do 2.º Prolongamento. O jogo iniciou-se com um parcial de 4 a 0, favorável ao Madeira SAD , mas a partir dai após a recuperação do FC Porto, a toada de equilíbrio foi uma constante. Não fosse a desqualificação de Mário Costa ainda na 1.ª Parte do encontro que abalou a estrutura defensiva do Madeira SAD, e o resultado poderia ainda ter sido mais equilibrado ao Intervalo ( 13-15 ), No Prolongamento já sem Yuriy Kostetsky, desqualificado por sucessão de exclusões , pouco mais haveria a fazer. O FC Porto teve em Eduardo Filipe o seu elemento em destaque e mais uma vez o jovem Guarda Redes Hugo Laurentino, com uma excelente eficácia. No Madeira SAD destaque ainda para a exibição do Guarda Verkic Svetislav. Deve-se ainda salientar o excelente trabalho desenvolvido pelo jovem técnico Paulo Fidalgo. A dupla de arbitragem , António Trinca / Tiago Monteiro, tal como tínhamos previsto, não esteve bem , e foi um protagonismo negativo, que não se deveria registar. É impensável , que uma dupla que dirige jogos das 1/2 Final de uma prova, desconheça o Regulamento da Prova e não saiba que no final do 1.º Prolongamento , se continuassem empatados , teria de haver 2.º Prolongamento, tanto mais que este tipo de desempate se encontra consignado nas Regras de Jogo. Esteve ainda desequilibrada na aplicação da Sanção Progressiva.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.º Divisão Seniores Masculinos

Disputaram-se os jogos relativos à 1.ª mão das 1/2 Final, com os seguintes resultados:

F. Holanda 31 – 21 Alavarium
Fafe 29 - 29 Marítimo

Os jogos da 1.ª mão das 1/2 Final desta prova, provocaram alguma surpresa, pois nesta fase seria impensável que por exemplo o F. Holanda derrotasse o Alavarium por números tão expressivos, que naturalmente confere ao F. Holanda uma forte dose de favoritismo para o apuramento, pois será quase impensável que o Alavarium consiga a reviravolta no resultado. O Empate do Marítimo em Fafe, coloca esta equipa em vantagem , pois não acreditamos que o Fafe vença na Madeira. Com estes resultados, quase que nos arriscamos a prever uma Final a ser disputada entre o Marítimo e o F. Holanda, que nesta Fase da Prova tem sido a grande surpresa, pela positiva, mas, que tem beneficiado da paragem do Campeonato Nacional de Juniores da 1.ª Divisão, que lhe tem permitido a utilização nos seniores dos seus melhores atletas.

PO06 – Camp. Nac. Da 1.ª Divisão Juvenis Masc. - Grupo A

Disputou a fase em concentração da Zona 1 , com os seguintes Resultados:

S.Bernardo 27 - 31 FC Porto
CF Madeira 26 - 26 ABC
FC Porto 22 - 27 ABC
S.Bernardo 30 - 24 CF Madeira
CF Madeira 24 - 35 FC Porto
ABC 26 - 26 S. Bernardo

Esta fase de apuramento para a Final, disputou-se na Associação de Braga no Pavilhão S. Sá Leite, o equilíbrio foi a nota dominante e apenas um existiu um resultado fora dos paradigmas , estamos a referir-nos ao Madeira / FC Porto. De registar ainda o facto de serem apurados O ABC e o FC Porto , que foram respectivamente o 1.º e 2.º Classificados da Zona Norte na 1.ª fase. Ficamos a aguardar os apurados da Zona 2 a disputar no próximo fim de semana do Pavilhão do Ginásio do Sul com as seguintes equipas ( Águas Santas , Benfica , NA Penedono e Belenenses )

PO09 – Camp. Nac. Da 1.ª Divisão Sén. Femininos - Grupo A

Disputou a 6.ª e última Jornada da 2,ª Fase, com os seguintes resultados

Gil Eanes 33 - 18 João Barros
C. Gaia 29 – 37 Madeira SAD

O único interesse desta jornada era saber quem seria o 3.º Classificado desta prova , pois o resta já estava decidido. Com a vitória do Gil Eanes sobre o João barros e por números que não deixam qualquer margem de duvidas , o Gil Eanes Classificou-se no 3. Lugar do Campeonato Nacional . E garantiu desde já a sua Participação nas Provas da EHF ( Challenge CUP ), na próxima época.

O Noticias

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Analise das Nomeações – Fim de Semana

Analise sumária das nomeações para os jogos do Fim de semana. Esta semana voltamos a ter novidades nas nomeações da LPA, já foram divulgadas as nomeações para a 2.ª mão dos jogos Classificativos, no nosso entender mal, esperemos que depois do nosso post não desapareçam do site como em anterior ocasião.

LPA – Play Off – 1/2 Final
2.ª Mão

Delegados – Teria a nossa total concordância , não fosse o facto de o delegado nomeado para o Sporting / Benfica ser precisamente o mesmo que esteve no Benfica / Sporting, o que consideramos uma anormalidade.

Duplas – Tal como no jogo da 1.ª mão discordamos da nomeação da dupla para o jogo FC Porto / Madeira SAD, e verificou-se que tínhamos razão nos nossos receios, manifestamos de igual modo a nossa discordância na nomeação da Dupla para o jogo Madeira SAD / FC Porto. A qualidade exigida para este jogo, deveria ter sido nomeada uma dupla com maior equilíbrio nas suas actuações. Por outro saudamos o ressurgimento da Dupla nomeada para o Sporting / Benfica, esperando que os mesmos estejam à altura do encontro.

Jogos – Duplas

Sporting - Benfica – António Goulão / Paulo Silva
Madeira SAD – SC Horta – António Trinca / Tiago Monteiro

Ordenamento Classificativo
2.ª Mão

Delegados – Sem reparos

Duplas – Em principio sem reparos.

Jogos – Duplas

ABC – Belenenses – Bruno Rodrigues / Carlos Capela
S. Bernardo – SC Horta – João Moreira / Alberto Cerqueira

Nomeações FAP

PO01- 1/2 Final 1.ª mão, entendemos as nomeações e estamos de acordo com as mesmas.

PO06 – Zona 1 2.ª Fase – É uma fase disputada em concentração , e o normal seria as duplas que actuam , estarem de igual modo em concentração e devidamente acompanhadas, pois não existe lógica nenhuma , indicar um responsável de arbitragem ( comunicado n.º 112 ) e depois nomear todos os dias dupla diferentes, com a agravante de no último dia a mesma dupla efectuar os dois jogos e mais as nomeações já estarem efectuadas e divulgadas atempadamente. São critérios difíceis de entender.

PO09 – Para o grupo “A” , falaremos apenas do jogo, que envolve alguma decisão. O Gil Eanes / João Barros, a dupla tem qualidade mínima para dirigir este jogo, agora mandar vir uma dupla da Madeira para se deslocar ao Algarve e fazer este jogo, com toda a sinceridade não lembra ao diabo, apesar de efectuarem quatro jogos no fim de semana.

Mais uma vez questionamos as nomeações dos Observadores, que não existem nos jogos decisivos muito estranho e mais, registando-se um elevado número de jogos , em 3 dias existem apenas 5 Observações, e em escalões de formação, será que está correcto!!!Quem são os responsáveis desta situação!!!

O Analista

Informação – LPA – Clubes

1/2 Finais Play Off e Autógrafos

F. Holanda – 1/2 Final Paly Off PO01
Gil Eanes – Grupo A – PO09
Noticias

quinta-feira, 7 de maio de 2009

1/2 Final Play Off – 1.ª Mão - LPA

Jogou-se a 1.ª Mão das 1/2 Final do Play OFF da prova da Liga, com os seguintes resultados:

Resultados 1.ª Mão 1/2 Final

Benfica 26 – 24 Sporting
FC Porto 28 – 23 Madeira SAD

Benfica 26 – 24 Sporting

Começar , por saudar finalmente a organização de um jogo no pavilhão da Luz, esta época com o mesmo quase cheio, e com a presença das claques sempre vigiadas pela policia ( uma situação que gostaríamos de ver nunca ser necessária ).

O Jogo sempre equilibrado e até com algumas alternâncias no marcador, com o Sporting a comandar até cerca dos 15 minutos, altura em que o Benfica mercê da excelente forma de Ferreirinho e de Zaikin , passou a comandar o mesmo até aproximadamente aos 42 minutos, momento em que o Sporting passou novamente para a frente, mas foi sol de “pouca dura” , a partir daqui a equipa da Luz, tomou o comando do jogo, não mais o perdendo. A 14 segundos do fim do tempo regulamentar o resultado encontrava-se em 25 / 24 a favor dos encarnados, momento em que Paulo Faria solicita um “Time Out”, mas de nada serviu , pois ainda sofreu mais um golo. O Benfica , venceu porque teve dois atletas em grande nível , os já referidos , com Ferreirinho a atingir um nível eficácia de 38% , e Zaikin ( 10 golos ) , mais uma vez Carlos Carneiro, foi demasiado egoísta e com demasiadas falhas técnicas. No Sporting , de destacar o trabalho de Bruno Moreira, que esteve sensacional, e mais uma vez de Bosko ( 8 golos ) , no entanto esteve demasiado permeável em termos defensivos, com Bolotskih demasiado tempo em campo. A Dupla Internacional que dirigiu o encontro Eurico Nicolau / Ivan Caçador, teve uma noite em poderia ter brilhado , pois ninguém complicou ávida e os jogadores estiveram nesse aspecto soberbos. Mas Eurico Nicolau não necessita de fazer correrias para sancionar um atleta tem de ser mais discreto , personalidade não é agressividade, do mesmo modo deve acertar com o seu colega o critério de 7 metros, pois o seu colega tem um critério mais uniforme e correcto com as regras de jogo. Tirando estes pormenores, tiveram uma actuação mais positiva do que negativa, mas já os vimos fazer melhor.

FC Porto 28 – 23 Madeira SAD.

Jogo que cria um marco histórico na Modalidade, pois teve o privilegio de ser a modalidade que inaugurou, em termos de competições oficiais o novel pavilhão “ Caixa Dragão”, no entanto não estava presente “estranhamente ninguém da FAP, o que também já não surpreende. Surpreende sim é que estando a disputar-se as meias finais da prova de topo do Andebol Nacional, e estando envolvidas as equipas que fornecem atletas às Selecções Nacionais, não se tenha sequer vislumbrado alguém do seu corpo técnico, em especial o Seleccionador nacional , Estranho!!!

O FC Porto , entrou bem no jogo e comandou toda a 1.ª parte do mesmo , mas , existe sempre um mas , o Madeira com alguma organização até aos 20 minutos foi dando replica, dos 20 aos 30 minutos a equipa da casa distanciou-se criando a diferença que se verificava ao Intervalo ( 17 – 10 ), fruto das exclusões entretanto verificadas na equipa da Madeira. A 2.ª parte do encontro foi mais do mesmo, mas o Madeira SAD oferecendo sempre excelente replica encetou alguma recuperação chegando apenas a 3 golos de diferença ( 53 minutos ) . Mas deve-se registar um facto completamente anormal em jogos de andebol, o facto de o FC Porto chegar a estar a jogar apenas com 2 jogadores de campo , e que foi muito mal aproveitado pelo Madeira SAD , fruto do cansaço que os seus elementos demonstravam no momento. NO FC Porto de salientar a extraordinária exibição de Hugo Laurentino ( eficácia de 42 % ) e a boa actuação de Inácio do Carmo. No Madeira SAD Yuriy Kostetsky ( 7 golos ) , esteve muito abaixo do que pode produzir, falhando inclusive 3 livres de 7 metros, e os Guarda Redes estiveram em dia não. O jogo da 2.ª mão, não vai ser fácil. Temos grande dificuldade em classificar a actuação da dupla de arbitragem constituída pelos Aveirenses Mário Coutinho / Ramiro Silva, pois num jogo em que os atletas não complicaram , verificaram-se 13 exclusões, um exagero para o que se passou, não entraram concentrados e isso reflectiu-se, no seu desempenho, Ramiro Silva, esteve mal na Sanção Progressiva, com um critério completamente exagerado em determinados momentos, Não sancionou faltas claras dos atacantes ( não basta assinalar as faltas de bloqueio dos Pivot’s ) , e demonstrou uma nítida falta de critério, prejudicando claramente a actuação do seu colega que durante a maior parte do tempo tentou manter-se sereno e mais confiante, acabando no entanto nos momentos finais por se desunir. Ramiro Silva deve rever todos os seus processos ( neste jogo ) e verificar que até transformou nítidas faltas de atacante em livres de 7 metros. Deve ainda lembrar-se que os sinais estão consignados nas regras de jogo , e são para ser claramente efectuados, em caso de duvida.

O Noticias

quarta-feira, 6 de maio de 2009

O Livro – A Vida Num Jogo – O Bluff – II

Depois de lido com atenção, verificamos que existem, verdadeiras “peças” esclarecedoras do carácter e bondade quer do autor quer do “António”.

Ficámos a saber que a sucessão na Federação vai passar a ser monárquica, ou seja o sucessor será sempre designado pelo presente e actual; é assim que a personagem principal do livro nos descreve todo o processo de sucessão.

Ficamos ainda a saber a qualidade dos dirigentes Associativos que temos, pois segundo a narrativa do personagem principal, diga-se de passagem que não são muitas, mas o António, sempre à mesa do restaurante, lá vai tirando “nabos da púcara “, são dirigentes sem pensamento, meros seguidores do poder instituído e sem pensamento, pois têm de seguir as directrizes da Federação e não podem ter projectos próprios de desenvolvimento, e além de tudo o mais, conforme consta a página 151 do livro “… foi necessário contactar todas as Associações e ter a garantia, por escrito, de toda elas de que Henrique Torrinha era também o seu Presidente.” Ao ponto que isto chegou!!! Agora já nem é necessário cumprir estatutos, pois nunca ninguém chegou a saber quais os sócios efectivos que propuseram a lista de Henrique Torrinha.

Esta garantia por escrito seria necessária, por haver receio de que a palavra dos dirigentes associativos podia não chegar???!!!

Alguém se disporia a sofrer as retaliações posteriores, habituais e recorrentes, de que o Ex – Presidente da Associação de Andebol do Porto, Norberto é testemunha???

Hoje ficarei por aqui; esperem por mais, até breve.

O Escritor

terça-feira, 5 de maio de 2009

Mundial de Juniores Sub 21 – 2009 – Egipto

Ontem foi efectuado no Cairo, o sorteio dos Grupos para O Mundial de Sub21 Masculinos , que se disputará no Egipto de 06 a 19 de Agosto de 2009.

Portugal ficou inserida no Grupo “D”, conjuntamente com Dinamarca, Republica Checa, Argélia, Bielo-Rússia e Marrocos.

São apuradas para a fase seguinte as os três primeiros de cada grupo, transportando os resultados dos jogos entre si e que.

Para Portugal , este sorteio é realizado na altura em que se dá como certa a saída dos quadros Federativos do Treinador Luís Monteiro, esperamos que o bom senso impere e que o mesmo acompanhe a equipa até ao fim, pois não é nestes momentos que se procederá a alterações.

O Formador