Este fim de semana incio da 1.ª Divisão Feminina
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

VI Mundial Juvenil Masculino (Sub-19) – 2015 - II

Decorreu o 6.º Campeonato da Ásia Juvenil Masculino, que tinha a curiosidade de também apurar as equipas deste Continente para o VI Campeonato Mundial do Escalão que será disputada em 2015 na Rússia.
 
A prova asiática decorreu em Amman (Jordânia) e terminou em 16-09-14, e que contou com a presença de 10 Países (Qatar, Bahrain, Arábia Saudita, Irão, Kuwait, Japão, Coreia, Iraque, Síria e Jordânia). 
 
Sistema Competitivo:
 
Fase Preliminar – Dois grupos, no sistema TxT a uma volta
Jogos Classificativos – 5.º grupo A X 5.º grupo B, em jogos cruzados.
Fase Principal – 3.ºs e 4.ºs classificados de cada grupo
1/2 Final – 1.ºs e 2.ºs classificados de cada grupo
Jogos Classificativos – 3.º ao 8.º
Final
 
Segundo que depreendemos da leitura das diversas notícias da prova, verificou-se a ausência da Síria. 
 
A final foi disputada entre o Qatar e a Coreia, tendo a equipa da Coreia vencido o encontro por 26-25, o que demonstra grande equilíbrio durante o jogo.  
 
Classificação Final – 1.º Coreia, 2.º Qatar, 3.º Japão, 4.º Bahrain, 5.º Kuwait, 6.º Iraque, 7.º Irão, 8.º Jordânia, 9.º Arábia Saudita e 10.º Síria.
 
Apurados param o Campeonato Mundial 2015 do escalão os três primeiros classificados (Coreia, Qatar e Japão).
 
O Formador

Novidade no Andebol Açoriano

ANDEBOL INSULAR
 
Apenas servimos de meio de transmissão de um texto extremamente válido e perfeitamente identificado que nos foi enviado, e que desde já agradecemos.
 
O andebol dos açores em 2014/15 parece ter arrancado com uma dinâmica diferente, depois de entidade que coordenada o andebol regional ter sido eleito o Prof Rui santos, depois de na ilha de São miguel surgir este ano mais clubes interessados na prática do andebol em vários escalões, no andebol da ilha de Santa Maria, onde se enquadra o Clube Desportivo Os Marienses, a associação de andebol local, investiu na contratação dum técnico a tempo inteiro para criar uma maior dinâmica na modalidade, contratou novamente para o seu quadro técnico, um mariense com formação acadêmica, o Prof. Henrique Melo, jovem que após alguns anos em formação acadêmica fora da região, onde também jogou na equipe júnior e sênior dos Belenenses, está na ilha á cerca de dois anos em estágios profissionais, findo o qual a associação mariense, contratou-o para que se continue um trabalho que tem vindo a dar os seus frutos ao longos dos últimos 20 anos, com vasto palmarés nos vários escalões. 
Sendo assim, este novo técnico associativo terá a seu cargo funções como organização dos quadros competitivos, recrutamento de agentes não praticantes e entre outros a promoção da modalidade.
 
O Noticias

quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Andebol de Praia 2014 – Taça dos Campeões Europeus

TAÇA DOS CLUBES CAMPEÕES EUROPEUS EM ANDEBOL DE PRAIA
 
Segundo informação de 10-09-14, inserida no sitio da FAP, Portugal estará representado tanto em Masculinos como em Femininos, na 1.ª vez que se disputa a Taça dos Clubes Campeões Europeus em Andebol de Praia, tanto na vertente masculina como feminina.
 
A Prova será disputada em simultâneo na Gran Canária (Espanha), entre 31-10-14 e 02-11-14. 
 
Conforme informação veiculada pelo sitio da Federação, “Trata-se, num caso como noutra, da primeira realização desta competição que suscitou de imediato grande interesse e adesão por parte da família do Andebol. Inicialmente estava prevista a participação de apenas oito clubes em cada setor mas, face a esse interesse, a EHF alargou a participação a 10 clubes por prova.
 
Masculinos 
Portugal vai estar representado pelo W.GAW/Café Rossio, equipa que competirá com as seguintes formações:

BHC Detono Zagreb – Croácia
CBMP Ciudad de Malaga – Espanha
"Nordlichter" Oldenburg – Alemanha
AC Kiklopes Alexandroupoli – Grécia
Dabas Beach Boy’z – Hungria
Pallamano Grosseto – Itália
Paksoft Camelot – Holanda
“Ekaterinodar" Krasnodar – Rússia
Copaca Bale – Suíça
 
Femininos 
Portugal faz-se representar igualmente pelo campeão nacional, N. Belchior/Académico de Leria, que competirá com as seguintes formações:
 
C Detono Zagreb – Croácia
Cubas Llopis BM Playa Sevilla – Espanha
"Die Brüder" TSV Ismaning – Alemanha
ATC Kastoria – Grécia
OVB – Hungria
FIGH Esercito Futura Roma – Itália
Paksoft Camelot – Holanda
BHT Piotrkowianin Juko Piotrkow Trybunalski – Polónia
Beachqueens – Suiça

Nota – As equipas de reserva são: Nyborg da Dinamarca e Auto Forum Plock da Polónia em masculino e o Skrim Kongsberg da Noruega em Femininos.
 (Fontes FAP e EHF)

Conferimos o planeamento nacional anexo ao Comunicado Oficial n.º 8 época 2014 /2015, e verificamos de que nos masculinos, existem programados para aquela data, apenas estágios das Seleções “A” seniores e juniores, mas para os femininos existem jornada previstas da PO09 e Taça de Portugal (equipas da PO10), será que face a esta participação irá haver alterações de jogos? é a única que questão que se coloca.
 
No entanto congratulamo-nos com esta participação, esperando que a mesma não seja esporádica, mas sim, que exista uma continuidade desejável para bem desta vertente do Andebol, e que a mesma seja coberta de êxitos desportivos e sociais.
 
O Noticias

Informação – Clubes – Boavista FC

BOAVISTA FC
TREINOS EXPERIMENTAIS
 
Com o início do ano letivo, estão de volta os treinos dos mais novos. Deixamos em anexo os horários e local de treino. Traga o seu educando, contamos com a vossa presença!
Os nossos melhores cumprimentos
Departamento de Andebol Boavista Futebol Clube
Siga o nosso projeto no facebook :BoavistaDepartamentoAndebol
(Informação Boavista FC)
 
O Noticias

terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Europeu 2016 Masculino – V – Qualificação 2

PORTUGAL INICIA PREPARAÇÃO PARA A DISPUTA DA QUALIFICAÇÃO 2,
INTEGRADA NO GRUPO 5
 
O início desta participação faz-se através de dois (2) jogos de preparação integrados num mini estágio que a seleção está a realizar em Tabua, desde o dia 16 e que terminará no dia 20 do corrente mês. 
 
Recordando:
 
Que no Grupo de Portugal estão ainda as seguintes equipas: Hungria, Rússia e Ucrânia
 
A Qualificação 2, é constituída por 7 Grupos de 4 equipas, sendo apurados para a Fase Final os 2 (dois) primeiros classificados de cada grupo, e o melhor 3.º Classificado de todos os Grupos, que se juntarão á Polonia como País organizador. 
 
Os jogos serão efetuados diante a equipa da Tunísia, que pensamos foi bem escolhida, não só pelo seu valor atual, e porque é uma equipa que se encontra em preparação para o Mundial de 2015 no Qatar, como será uma equipa que poderá proporcionar bons jogos de preparação, não nos devemos esquecer que é uma equipa “riga”.
 
Calendário dos Jogos
Dia 19-09-14
Portugal – Tunísia (20H30 (Oliveira do Hospital) Andebol TV
Dia 20-09-14
Portugal – Tunísia (17H00) (Tábua) SporTV2

Convocatória
Calendário de jogos já definido:
Dia 29-10-14
1.ª Jornada
Hungria – Portugal (20H30)
Dia 02-11-14
2.ª Jornada
Portugal – Rússia (16H00) (V. Nova de Gaia)

Notas
 
De salientar a entrada da Sportv nas transmissões do Andebol Nacional, aguardamos que seja para continuar e não apenas uma ação esporádica.
 
A convocatória para este estágio do guarda-redes Luso-Cubano Alfredo Quintana, nada temos a opor, apenas gostaríamos de saber quem beneficia. Remetemos para um excelente artigo de opinião, de Alexandre Reis no Jornal Record de hoje (16-09-14), intitulado “Uma verdade incontornável”,a página 7 do link.
 
O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2014 / 2015 – XI

O Sporting ficou a conhecer (13-09-14), o seu adversário na EHF CUP.
 
Masculinos  
EHF CUP
 
O Sporting, inicia a sua participação na 2.ª Ronda de Qualificação (40 equipas), onde irá defrontar com o HC Sporta Hlohovec (Eslováquia). A 1.ª mão será disputada em Lisboa, em 11/12-10-2014 e a 2.ª mão em 18/19-10-2014.
 
O Noticias

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Crónica de Fim-de-semana No Feminino – 02 – 2014 / 2015

Crónica exclusivamente dedicada ao Feminino. 
 
PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.
 
1.ª Fase – 1.ª Jornada - Resultados
Madeira SAD 26 – 20 CS Madeira
Juventude Lis 26 – 22 Alpendorada
Passos Manuel 28 – 32 JAC-Alcanena
Colégio Gaia 22 – 20 Maiastars
Juventude Mar 18 – 23 João Barros
CA Leça 28 – 39 Alavarium
 
E começou o campeonato 2014/2015! Apesar de, em teoria, as equipas grandes terem missões facilitadas, o que se verificou foi que os jogos foram muito mais equilibrados do que era esperado, com os menos favoritos a dificultarem em muito a tarefa dos candidatos ao título. 
 
No dérbi madeirense, o Madeira Sad viu-se em dificuldades para levar de vencida o Sports Madeira. Perante um pavilhão com uma excelente moldura humana, o Sports Madeira fez uma fantástica primeira parte, sobretudo no capítulo defensivo, anulando os pontos fortes do Madeira Sad e comandados por uma fantástica Sara Gonçalves que mostrou a enorme qualidade que possui. Mas, na segunda parte, a equipa começou a cometer demasiadas falhas técnicas e a falhar na recuperação defensiva, o que acabou por ser fatal. Apesar de tudo, excelente comportamento de uma equipa que, apesar de ter perdido jogadoras fundamentais, ao conseguir fazer regressar Sara Gonçalves e Maria Rodrigues mostrou que pode voltar a conseguir um lugar entre os 8 primeiros. Quanto ao Madeira Sad, uma primeira parte má demais para ser verdade. Depois da grande conquista da Supertaça na semana passada, a equipa entrou em campo de uma forma sobranceira e teve muitas dificuldades para dar a volta ao resultado, valendo a velocidade de Cláudia Aguiar e a capacidade de remate de Ana Andrade para dar a volta a um jogo muito difícil. Uma lição para a equipa de Duarte Sousa. 
 
Em Gaia, o novo candidato ao título Colégio de Gaia venceu com muitas dificuldades o Maiastars. A equipa que ainda não apresentou a sua aquisição Jéssica Ferreira, revelou um jogo muito insípido, apenas com as pivots Bebiana Sabino e Helena Soares (adaptada à ponta) em maior destaque. Muito pouco para uma equipa com um dos melhores planteis em Portugal e que tem obrigação de, ofensivamente, ter que produzir muito mais. E nem se pode invocar a falta de Jéssica Ferreira para justificar as dificuldades já que as guarda-redes estiveram em bom plano. Quanto ao Maiastars, mantém as dificuldades de estatura do plantel mas compensou isso com uma notável atitude defensiva. O grande destaque entre a equipa da Maia foi Ana Sampaio, uma ponta esquerda que começa o campeonato em boa forma, bem acompanhada pela inevitável Diana Oliveira, a jogadora revelação da época passada. O Maiastars parece mostrar que irá fazer, novamente, um campeonato tranquilo a meio da tabela. 
 
A Juve Mar recebeu o Colégio João de Barros, em jogo transmitido em direto pela Andebol TV. E a equipa das Meirinhas, candidata ao título, suou muito para vencer, estando a perder inclusivamente ao intervalo. Foi um jogo jogado a um ritmo muito lento, por duas equipas que demoram muito tempo nos seus ataques organizados. Eduarda Pinheiro foi assumindo a despesa do jogo e Francisca Marques comprovou que é mesmo reforço, com uma elevada dose de eficácia em termos de concretização. Mas nota-se que, em termos de dinâmica de ataque, a equipa ainda não conseguiu substituir Dulce Pina, agravada pela ausência de Gizelle Carvalho neste encontro. A Juve Mar mostrou aquilo que costuma ser: uma equipa sem grandes individualidades mas que joga um andebol muito arrumado baseado numa defesa muito sólida. Andreia Martins continua a ser uma jogadora de referência nesta equipa e Ana Lemos e Sandra Peixoto acompanharam-na bem. Faltou uma Teresa Santos ao seu nível para a equipa de Paulo Martins conseguir o escândalo. 
 
Em Leiria, a Juve Lis venceu o primodivisionário Alpendorada mas esteve atrás do marcador na maioria do tempo. A equipa de Alpendorada mostrou que pode ser a grande surpresa do campeonato, realizando uma primeira parte de boa qualidade, com Josiane Costa a mostrar todo o seu talento, uma jogadora com características antropométricas muito raras no andebol português. Mas, na segunda parte, a equipa de Alpendorada ressentiu-se, mostrando que ainda não está rotinada com jogos desta intensidade e as falhas técnicas avolumaram-se, não conseguindo superar a vantagem mas deixando excelentes indicações para o futuro. Na Juve Lis, apesar da equipa estar mais desfalcada em relação à última época, abre espaço a mais minutos para algumas jogadoras e Ana Carolina Silva aproveitou esse papel de mais protagonismo para rubricar uma excelente exibição, registando um notável poder de remate, muito bem acompanhada por Adriana Bastos. Ao contrário da época passada, a Juve Lis começa bem o campeonato e isso é muito importante para dar confiança a uma equipa que perdeu duas das suas principais figuras. 
 
Em Lisboa, o Passos Manuel complicou bastante a tarefa ao Jac, realizando uma partida muito agradável com uma excelente exibição de Cátia Santos, muito bem acompanhada pela sua irmã Cátia e por Joana Pereira. O Passos Manuel irá ter dificuldades na luta pela manutenção mas mostrou que pode mesmo lutar por esse desiderato se conseguir registar uma evolução e maior adaptação ao ritmo primodivisionário. Quanto ao Jac, às já habituais Patrícia Rodrigues e Neuza Valente juntou-se a ponta Ana Rita Henriques que rubricou uma ótima exibição. Apesar de tudo, o Jac tem que melhorar muito se quer atingir um lugar entre as 4 melhores equipas portuguesas. 
 
Finalmente, num jogo que apenas se realizou este Domingo, o campeão nacional Alavarium foi a Leça triunfar com muita facilidade. A equipa do Cale fez o que pode mas, tal como tínhamos antevisto, as suas limitações para esta época são enormes, com a saída de algumas jogadoras preponderantes e é uma das principais candidatas à descida de divisão. Cristiana Morgado é o abono de família desta equipa e, neste encontro, esteve muito bem acompanhada por Ana Lopes. Mas pagou o preço de um Alavarium que quis começar bem o campeonato, apagando a perda da Supertaça na passada semana. Mariana Lopes e Mónica Soares foram as artilheiras de uma equipa que teve sempre o jogo controlado e cuja superioridade é incontestável. Com as aquisições realizadas, a equipa de Aveiro tem um plantel muito superior a todas as outras e é na nossa opinião, apesar da derrota na Supertaça, a grande favorita ao título nacional. 
 
Críticos Femininos

PO23 - Taça de Portugal Seniores Femininos – 2014 / 2015 – II - Sorteio

A Federação através do seu Comunicado Oficial. N.º 26 (08-09-14), repete a estrutura da prova, já publicada no seu Comunicado Oficial n:º14 (29-07-14), para esta prova que deveria ser por excelência do Calendário Feminino, a prova onde normalmente se verificam as grandes surpresas nos resultados, devendo desse modo ser uma prova de massiva participação, e com Regulamento aberto, e sem condicionantes
 
Infelizmente ainda não se sabe quantas equipas irão existir na PO10, pois apesar de apenas existirem 3 zonas, apenas a AA Porto (8 equipa), as outras apenas poderemos deduzir as equipas participantes pelo resultado do sorteio. Recordamos que na época que terminou o número de equipas que representaram a PO10 foi em número de 20. Segundo o que conseguimos deduzir (poderá mais tarde não coincidir) o número para está época será exatamente o mesmo. 
 
A única novidade foi a indicação da data do sorteio para a 1.ª e 2.ª Eliminatórias (15-09-14), cujo resultado publicamos.
 
Sorteio da 1.ª Eliminatória – disputa-se em 18-10-14
 
Zona 1 – 8 Equipas
Académico FC – ABC / Manabola
S. Félix Marinha – AC Lusitanos
Isentos – (6) – Didáxis, AD Amarante, FC Infesta e Santa Joana.
 
Zona 2 – 7 Equipas
Benfica e C. Branco – Cister SA
Isentos – (5) – AA Espinho, ADA Canelas, Batalha AC, SIR 1.º Maio e Ílhavo.
 
Zona 3 – 5 equipas
Porto Salvo – Vela Tavira
Isentos – (3) – ARE Porto Alto, Assomada e Lagoa AC.
 
Sorteio da 2.ª Eliminatória – disputa-se em 01-11-14
 
Zona 1 – 12 Equipas (anteriores Zonas 1 + Zona 2)
Ílhavo – Académico FC / ABC
AA Espinho – Didáxis
Sir 1.º Maio – Santa Joana
Batalha AC – Benfica e C. Branco / Cister SA
ADA Canelas – AD Amarante
FC Infesta - S. Félix Marinha / AC Lusitanos
 
Zona 2 – 4 Equipas (anterior Zona 3)
Lagoa AC - Porto Salvo / Vela Tavira
Assomada – ARE Porto Alto
 
Restante estrutura da prova será:
3ª Eliminatória – Vencedores da 2ª Eliminatória – 13.12.2014
1/8 Final – Vencedores da 3ª Eliminatória e Clubes PO.09 - 10.01.2015
1/4 Final – Vencedores dos 1/8 Final – 28.02.2015
1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 28.03.2015
Final – Vencedores 1/2 Final – 29.03.2015
 
A FAP, prevê no Regulamento Especifico da Prova, a realização na prática de uma Final Four.
 
O Noticias

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2014 / 2015 – II - Sorteio

A Federação através do seu Comunicado Oficial. N.º 25 (08-09-14), repete a estrutura da prova, já publicada no seu Comunicado Oficial n:º13 (29-07-14), para esta prova que deveria ser de excelência no Calendário Masculino, por ser a prova onde normalmente se verificam as grandes surpresas nos resultados, devendo desse modo ser uma prova de massiva participação, e com Regulamento aberto, e sem condicionantes
 
Infelizmente ainda não se sabe quantas equipas irão existir na PO03, pois apesar de apenas existirem 5 zonas, apenas a AA Aveiro (6 equipa, sendo 2 da AA Viseu), as outras apenas poderemos deduzir as equipas participantes pelo resultado do sorteio, na época finda o número de participantes na 1.ª Eliminatória foi de 61, com a inclusão das equipas oriundos da PO02. Esta época o número divulgado cifra-se em 59 (divididos pelo mesmo número de zonas), o que significa uma diminuição de equipas na PO03, pequena é um facto, mas é uma diminuição. 
 
A única novidade foi a informação de que não existirá 3.ª Eliminatória, o poderá levar a supor que não se atingiu o número esperado de inscritos na PO03, e que as equipas da PO02 entrarão já na 1.ª Eliminatória, e ainda a indicação da data do sorteio para a 1.ª Eliminatórias (15-09-14), cujo resultado publicamos. 
 
Sorteio da 1.ª Eliminatória – disputa-se em 12-10-14
 
Zona 1 – 18 equipas 
Isentos (8) – AC Fafe, Académico FC, Arsenal Devesa, Boavista FC, Fermentões, Santana, Marítimo e FC Gaia.
 
Zona 2 – 17 equipas 
Isentos (5) Avanca, Sismaria, AD Sanjoanense, São Bernardo e Ílhavo.
 
Zona 3 – 16 equipas 
Isentos (6) ADC Benavente, Almada AC, Boa Hora, CD Marienses, CDE Camões e GS Loures.
 
Zona 4 – 8 equipas 
Isentos (2) Alto Moinho e IFC Torrense
 
Restante estrutura da prova será:
2.ª Eliminatória – Vencedores da 1.ª Eliminatória - 23.11.2014;
1/16 Final - Vencedores da Eliminatória anterior e clubes da PO.01 – 17.01.2015
1/8 Final – Vencedores dos 1/16 Final - 07.02.2015
1/4 Final – Vencedores dos 1/8 Final – 28.02.2015
1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 28.03.2015
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 29.03.2015
 
Deduzindo-se do conteúdo do CO n.º 13, embora não o diga declaradamente, a prova poderá terminar, com a realização de uma “final four”.
 
O Noticias

domingo, 14 de Setembro de 2014

Crónica de Fim-de-semana – 01 – 2014 / 2015 - II

Iniciamos a nossas habituais crónicas, dedicadas á PO02,
 
Nota - Se, se continuarem a verificar os adiamentos que se constatam nesta jornada, em especial na zona Sul iremos ter uma prova cuja irregularidade deixará de existir, e na nossa opinião a verdade desportiva da prova irá ser certamente questionável
 
PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.
 
1.ª Jornada – Resultados
Zona Norte
Marítimo 36 – 28 FC Porto "B"
FC Gaia 36 – 24 Académico FC
AD Sanjoanense 26 – 29 Arsenal Devesa
Avanca 29 – 21 Boavista FC
CDC Santana 28 – 33 São Bernardo
Fermentões 16 – 31 AC Fafe
SP Oleiros 22 – 20 São Mamede
 
Deveremos salientar os resultados das equipas com maior experiencia. Com especial incidência, nas equipas que na época anterior militavam na PO01, o AC Fafe venceu de fora clara o CCR Fermentões, num dérbi regional, num jogo de sentido único, onde a vitória da equipa de Fafe nunca esteve em causa. Em Avanca a equipa local, venceu um neo divisionário que esta época se prepara para efetuar algumas surpresas (segundo as informações que vamos tendo, mas desta fez falharam totalmente), pois foram completamente dominados pela AA Avanca. Um outro jogo que despertou grande curiosidade foi a deslocação do outro neo divisionário, os bracarenses do Arsenal de Devesa a São João da Madeira para defrontar a equipa local, onde venceram com toda a justiça, construindo o resultado durante o primeiro tempo (17-9), para depois permitirem uma excelente reação dos locais. Em Gueifães a equipa local perdeu e por números dilatados diante um São Bernardo, que se apresenta completamente renovado e com um novo técnico, poderá ser talvez uma das agradáveis surpresas da época, a equipa de Santana apresentou muitas fragilidades em relação ao seu normal comportamento, tomando como referencia as últimas épocas. O FC Gaia que na voz de alguns já estava condenado antes de a prova começar, venceu e por números completamente esclarecedores o Académico FC, num jogo de sentido único. Em Oleiros uma equipas que na última época estava na zona de perigo venceu uma das equipas participantes na Fase Final na última época, num encontro com duas partes distintas, os 30 minutos iniciais foram de domínio do São Mamede (11-8), segundos 30 minutos de domínio dos homens da equipa local onde concretizaram a sua vitória. Por fim os “B” do FC Porto, deslocaram-se ao Funchal onde foram amplamente derrotados pelos locais, que dominaram o jogo em toda a linha, chegando ao intervalo já na posição de vencedores por uma margem de sete (7) golos (17-10). Parece-nos que esta época mais uma vez deverá ser a zona será mais competitiva, mas ainda como se costuma dizer “ a procissão vai no adro”. 
 
Zona Sul
1.ª Jornada
Almada 33 – 29 Vitória FC
Samora Correia 16 – 17 ADC Benavente
IFC Torrense 17 – 11 GS Loures
Sismaria 18 – 22 Benfica "B"
Vela Tavira 13 – 31 Boa Hora
Alto Moinho 24 – 25 CDE Camões
Dia 01-11-14
CD Marienses - Ílhavo (15H30) 
 
Jornada de abertura com um adiamento, que conforme já referimos não se entende, pelo contrário e na nossa opinião respeitamos todas as outras o achamos totalmente incompreensível. Em Tavira o repescado Vela Tavira por desistência do Ginásio do Sul recebeu um dos (pelo menos em teoria) favoritos ao apuramento para a Fase Final da Prova, o Boa Hora e foi completamente “cilindrado” pelo seu adversário. Curiosamente as duas equipas da zona que estiveram presentes na Fase Final (nesta zona, não existem equipas que tenham descido de divisão), sentiram ambas grandes dificuldades em levar de vencida os seus adversários. O CD Camões na sua deslocação ao Alto Moinho onde venceu os locais pela diferença mínima, e nos últimos momentos do encontro, que foi sempre disputado com grande equilíbrio. Em Samora Correia, onde disputou mais dérbi Ribatejano, a equipa local sob novo comando técnico, perdeu pela diferença mínima com os seus vizinhos de Benavente, igualmente num encontro jogado sempre com grande equilíbrio, num pavilhão completamente cheio, com um número de espectadores de fazer inveja a muitos jogos da 1.ª Divisão. Falando agora dos neo divisionários, diremos que tiveram sortes diferentes, o Almada AC, recebeu e venceu o Vitória FC, que perdeu uma das referências o pivot Diogo Godinho, num jogo onde o resultado não espelha o grande equilíbrio que existiu quase sempre, conforme se pode constatar pelo resultado que se verificava ao intervalo, uma igualdade a 15 golos. O outro neo divisionário, o GS Loures, deslocou-se á Torre da Marinha, para defrontar um dos “eternos” candidatos á Fase Final O IFC Torrense, onde foram amplamente derrotados. Neste encontro verificou-se um resultado estranho e que já não se enquadra no Andebol atual, ou então registou-se uma total supremacia dos sistemas defensivos, basta dizer que o resultado no final do 1,º tempo era de 6-4 a favor dos locais. Em Gândara, o Sismaria recebeu o Benfica “B”, e perdeu por uma diferença que traduz a superior qualidade da jovem equipa encanada, mas é ao mesmo tempo um indicador do que a equipa da região de Leiria poderá fazer esta época, o encontro teve na nossa opinião a curiosidade de ver sentado no banco encarnado, alguém que no passado recente era uma das referências da equipa local. Ainda é cedo para efetuar grandes previsões até porque a prova vai ser longa.
 
O Banhadas Andebol

Crónica de Fim-de-semana – 02 – 2014 / 2015 – I

Finalmente, podemos começar e acabar uma crónica da PO01, sem o habitual “ritual” de jogos adiados, sem se saber bem porquê. Mas já começaram a habitual inversão de campos como por exemplo o Madeira SAD / SC Horta a ser disputada na Horta.
 
Repetimos, por imperativo de consciência, o texto sobre as estatísticas que está época estão a ser processadas em bom ritmo. “As estatísticas diretas aos jogos obtêm-se a partir, segundo o que nos é dado a perceber, através de um banner criado no próprio sítio da FAP, o que é uma iniciativa de Louvar (Match Center). E acrescentamos pelo que vimos este fim-de-semana têm qualidade, assim seja para o resto da prova.”
 
Regressaram os problemas com o sitio da FAP, sem resultados, sempre a dar erro, e forma poucos os jogos que se estavam a disputar, agora imagine-se quando estiverem a decorrer todas as provas. Para fazer uma ideia do que se estava a passar bastar ler os comentários no Facebook. Porque até a própria transmissão, segundo dizem esses mesmos cometários teve várias falhas, mas aí a responsabilidade para não ser da FAP, mas sim de quem lhe cedia o sinal. É pena. 
 
PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos. 
 
2.ª Jornada - Resultados
Santo Tirso 25 – 39 ABC
Sporting 28 – 21 Benfica
Xico Andebol 27 – 41 Passos Manuel
Madeira SAD 32 – 30 SC Horta
Ismai 24 – 23 Águas Santas
FC Porto 33 – 21 Belenenses 
 
Uma jornada que começou com um Sporting / Benfica que terminou com a vitória da equipa do Sporting. Além deste jogo foi uma jornada que onde se verificaram algumas surpresas ou resultados inesperados, dependendo do ponto de vista que se queira analisar os mesmos, em Guimarães disputou o Xico Andebol / Passos Manuel que terminou com um resultado completamente inesperado pelo menos da nossa parte, com a equipa de Lisboa a construir um resultado final que já não vimos registar-se na PO01, á algum tempo. E onde o equilíbrio apenas existiu durante os primeiros 30 minutos, chegando ao intervalo com o Passos na frente do marcador mas apenas por três (3) golos (18-15). No segundo período de jogo aconteceu o impensável e a vantagem foi sendo construída, com o guarda-redes do Xico Andebol Pedro Carvalho (12% de eficácia) em dia não, enquanto no lado contrário Miguel Espinha (34% de eficácia) justificava o porquê da sua titularidade. Á equipa lisboeta tudo correu de feição, com uma das suas principais armas, o contra ataque a funcionar em pleno (12 golos em 12 ações), de destacar ainda o excelente jogo de Bélone Moreira com 10 golos marcados sendo o melhor marcador da equipa e do jogo. Na equipa vimaranense André Caldas foi o seu atleta mais em evidência com 7 golos marcados. Na Maia disputou-se o Ismai / Águas Santas, o dérbi local que terminou surpreendentemente com a vitória da equipa do Ismai, embora apenas diferença mínima. Foi um encontro que terminou com 3 desqualificações por acumulação de exclusões (Ismai) e uma desqualificação direta na equipa do Águas Santas, num encontro que teve um total de 21 exclusões, o que na nossa opinião é um número completamente disparatado para uma 1.ª Divisão Nacional, mas caso curioso foi um jogo sem relatório disciplinar. Apesar da derrota a equipa do Águas Santas vencia ao intervalo por 10-12. No Ismai salienta-se pelo que jogou e pelos golos marcador Sérgio Caniço com 5 golos e Miguel Pereira que o melhor marcador da sua equipa com 6 golos, na equipa do Águas Santas o destaque vai todo para os 13 golos marcador por Pedro Cruz, que mesmo assim foram insuficientes para a sua equipa vencer o encontro. Em Santo Tirso disputou-se o Santo Tirso / ABC, com a equipa neo divisionária a sofrer pesada derrota diante um ABC que rapidamente chegou aos 5-0, cerca dos 6 minutos de jogo, obrigando o seu adversário a solicitar um time-OUT, para tentar alterar alguma coisa, no entanto ABC não deixou os créditos por mãos alheias e comando o jogo e o marcador durante os 60 minutos. Para a fraca atuação dos tirsenses muito contribuiu a sua má prestação defensiva, que se reflete nitidamente na média global de eficácia apresentada pelos seus guarda-redes (15%), em contra ponto com os 32% apresentados pelos guarda-redes do ABC. Ao intervalo já se registava uma vitória do ABC por números completamente esclarecedores (19-12), resultado que permitiu ao técnico bracarense fazer uma gestão total do seu plantel. Destaca-se na equipa de Santo Tirso o seu reforço Mário Lourenço com 8 golos, enquanto na equipa bracarense com quase todos os jogadores de campo a marcarem destacou-se o jovem Diogo Branquinho com 8 golos, sendo muito bem acompanhado por Nuno Grilo e João Paulo Pinto ambos com 7 golos. Em Grijó disputou-se o FC Porto / Belenenses, onde a equipa portista venceu sem qualquer dificuldade uma débil equipa do Restelo, que não ofereceu qualquer réplica, e os 30 minutos iniciais chegaram já com o FC Porto na frente do marcador por 18-10. No segundo período o técnico do Belenenses e bem, na nossa opinião resolveu dar tempo de jogo aos mais jovens de forma a procurar um maior entrosamento da equipa. Neste encontro, de todos os jogadores de campo utilizados pelos portistas apenas Alexis Borges não conseguiu concretizar, já que João Ferraz apesar de estar no banco nunca chegou a participar no jogo. Mais ma vez o seus guarda-redes estiveram num nível bastante elevado Hugo Laurentino (44% de eficácia) e Alfredo Bravo (41% de eficácia), enquanto do lado contrário Henrique Carlota que apenas jogou os últimos dez minutos de jogo conseguiu mesmo assim ainda vir a ter uma eficácia de 25%. Mas a grande figura do encontro foi o internacional brasileiro Wesley Freitas com 7 golos todos de excelente técnica, Ricardo Moreira marcou exatamente os mesmos, mas 3 são na conversão de livres de 7 metros. NO Belenenses o “veterano” João Pinto com 6 golos acabou por ser o melhor marcador da equipa, com Vasco Pinto a realizar também ele um excelente jogo, marcando 4 golos mas assistindo como poucos o fazem. Na Horta disputou-se o Madeira SAD / SC Horta, o dérbi insular disputado com inversão de campo, e que terminou com a vitória da equipa madeirense que já havia surpreendido na 1.ª jornada. Foi um jogo em que os madeirenses comandaram a maior parte do tempo, tendo atingido o intervalo já na frente do marcador por 19-15. Mas com os insulares da Horta a nunca se darem por vencidos e a efetuarem uma aproximação no marcador que acaba por refletir um equilíbrio que se registou no encontro. Nos Madeirense a sua grande figura acaba por ser o central Nuno Silva com 8 golos, seguido por Sérgio Rola com 6 golos. No SC Horta Juan Pesarin e Afonso Almeida com 7 golos foram os seus principais marcadores, seguido de perto por Nelson Pina com 6 golos. Classificação ficou assim Ordenada: 1.º FC Porto, Sporting e Madeira SAD (6 pontos), 4.º ABC (5 pontos), 5.º Passos Manuel, Benfica (4 pontos, 7.º Ismai ( – 1 jogo), Águas Santas (3 pontos), 9.º Belenenses, Xico Andebol e Santo Tirso (2 pontos), 12.º SC Horta (1 ponto – 1 jogo). 
 
Sporting 28 – 21 Benfica 
 
Segundo dérbi da época e segunda vitória da equipa Sporting, agora em jogo disputado no Pavilhão do Ginásio do Sul que se apresentava muito bem composto de público. Foi um encontro de grande equilíbrio até cerca dos 25 minutos, quando o Sporting vencia por 13-11, a partir desse momento e até ao intervalo a equipa de verde faz um parcial de 4-1, e na nossa opinião resolve o encontro, chegando desse modo ao intervalo a vencer por 17-12, uma vantagem que em jogos desta natureza por vezes se revelam suficientes e outras vezes insuficiente. Nos segundos 30 minutos os encarnados apesarem de alterarem o seu sistema defensivo, nunca conseguiram uma aproximação eficaz no marcador e cerca dos 42 minutos a vantagem do Sporting cifrava-se em 7 golos 24-17, momento em que se dá uma forte aproximação do Benfica que chega a estar apenas a 4 golos de diferença (25-21), entrando em cena dois homens que dão pelo nome de Ricardo, ambos, um Ricardo Candeias, com uma soberba exibição e sendo para nós o homem do jogo com uma eficácia de 50% e o outro Ricardo Correia, que entra para defender 2 livres de 7 metros em 3, e após estes momentos o encontro terminou, com a equipa do Sporting a repor novamente a diferença nos 7 golos com que terminou o encontro. De referir que o Benfica, apenas conseguia bater Ricardo Candeias de ponta, ora Dario Andrade (3 golos) ora António Areia (4 golos) e que foi o melhor marcador da sua equipa. No Sporting além da figura do jogo já por nós referida Ricardo Candeias, destaque ainda para Pedro Solha com 10 golos, e para o cubano Frankis Carol não só pelo que marcou 5 golos, mas também pelo que jogou e fez jogar (4 assistências). Jogo dirigido e bem pela dupla IHF de Leiria Ivan Caçador / Eurico Nicolau, em que as poucas falhas que registamos foram apenas na sanção progressiva. Nesta encontro só não entendemos o excesso de diálogo do delegado ao jogo com o técnico encarnado e o motivo por que estavam durante os últimos minutos sistematicamente 3 elementos de pé no banco da mesma equipa, sem qualquer atuação do delegado da FAP
 
O Banhadas Andebol

sexta-feira, 12 de Setembro de 2014

Super Globe – 2014 - III

FC BARCELONA VENCE EDIÇÃO DE 2014
(REPETINDO A VITÓRIA DE 2013) 
A prova que decorreu no Qatar de 7 a 12 de Setembro, é um Torneio que a IFH qualifica e designa como “Mundial” de Clubes, e que este ano serviu como teste para o Mundial de 2015 a realizar no mesmo local (Doah no Qatar) onde estreou um novo complexo desportivo (Qatar Handball Association Complex), dos quatro que serão utilizados no Mundial de 2015. Recorda-se que na última edição em 2013 foram distribuídos prémios monetários aos 3 primeiros classificados (400 mil dólares, 200 mil dólares e 150 mil dólares, respectivamente).
 
Esta época participaram, os seguintes clubes:
 
Grupo “A” - SG Flensburg-Handewitt (Alemanha), El Jaish (Qatar), AL Ahli (Qatar) e Taubate (Brasil)
 
Grupo “B” - FC Barcelona (Espanha), AL-SADD (Qatar), Esperance Tunis (Tunísia) e Sydney University HC (Austrália)
 
O torneio disputou-se em dois Grupos, com a sua Fase Preliminar a ser disputada TxT a uma volta, entre 07 e 09-09-14, e teve como vencedores de cada grupo, as equipas que toda a gente previa, (Grupo A – SG Flensburg-Handewitt, e Grupo B – FC Barcelona). 
 
No entanto na disputa das 1/2 Finais, com jogos cruzados entre os dois (2), primeiros classificados de cada Grupo, verificou-se a grande surpresa da prova com a surpreendente derrota dos Campeões Europeus (SG Flensburg-Handewitt) diante a equipa do (AL-SADD). A final foi assim disputada entre as equipas do, FC Barcelona e do AL-SADD, que já tinham defrontado na Fase Preliminar, com a vitória do FC Barcelona por 34-25, e que desta vez terminou com mais uma vitória da equipa do FC Barcelona, que após um primeiro tempo de algum equilíbrio, disparou no segundo, chegando aos 10 golos de diferença quando estavam decorridos cerca de 52 minutos (31-21),com uma excelente exibição do seu guarda-redes Bósnio Danijel Saric, terminando com o resultado favorável á equipa de Barcelona por 34-26. 
 
Com esta vitória a do FC Barcelona (a 2.ª consecutiva), a equipa embolsou 400 mil dólares de prémio monetário
 
No encontro que decidia o 3.º Lugar (SG Flensburg-Handewitt - El Jaish) vencendo normalmente a equipa Campeã da Europa por 27-17.
 
Classificação Final1.º FC Barcelona (Espanha), 2.º AL-SADD (Qatar), 3.º SG Flensburg-Handewitt (Alemanha), 4.º El Jaish (Qatar), 5.º Esperance Tunis (Tunísia), 6.º Taubate (Brasil), 7.º AL Ahli (Qatar)  e 8.º Sydney University HC (Austrália).
 
Os vencedores do Torneio desde 2010 são:
2010 – Atlético Madrid (Espanha)
2011 - THW Kiel (Alemanha)
2012 – Atlético Madrid (Espanha)
2013 – FC Barcelona (Espanha)
2014 – FC Barcelona (Espanha)
 
O Analista

Marketing e os Clubes

Hoje falamos sobre este tema, pois a maioria dos clubes não aproveita este processo para divulgação das suas atividades, que será a forma mais moderna de “vender” o seu produto e criar valor e satisfação aos sponsors, gerindo relacionamentos lucrativos para ambas as partes. 
 
Felizmente existem exceções, e uma delas é o CS Madeira, que divulga a sua equipa, neste caso de Seniores, e a sua composição, temos pena que outros não lhe sigam o exemplo, e certamente o Andebol Feminino teria outra visibilidade.
 
CS MADEIRA 
 
Não publicamos as fotos individuais dos seus elementos, apenas por uma questão de espaço.
 
O Banhadas Andebol

Informação - Clubes - Diversa

ARC ALPENDORADA
O Noticias

quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Arbitragem - Informação

Num texto que publicamos, focamos o aspeto da ausência de Oficiais de Mesa, nos jogos, focando ainda o aspeto dos delegados presentes nos referidos encontros.
 
De um leitor perfeitamente identificado recebemos a informação necessária, para os acontecimentos então verificados, e iremos descrever, conforme as informações até nó chegadas. 
 
Relativamente à ausência dos oficiais de mesa neste ultimo fim-de-semana, nomeadamente na final da PO 24 deveu-se ao facto de estarem na reciclagem em Viseu conjuntamente com os árbitros do grupo I e II.
 
Delegados aos jogos auxiliaram em algumas tarefas para que tudo corresse sem problemas o que se veio a verificar.
 
Ainda relativamente aos delegados aos jogos da PO 01 serão nomeados os que tiveram aproveitamento nos testes escritos como observadores, realizado na primeira ação de formação em Viseu, e ainda na ação de formação para novos observadores realizada aquando do Torneio Internacional de Viseu.
 
Quanto ao aproveitamento na 1ª ação de formação foi muito positivo, pois só 2 observadores tiveram notas negativas. No outro curso são desconhecidos, até ao momento os resultados.
 
Ficou estabelecido que haverá uma ação de formação antes do início do play-off para delegados e observadores.
 
Espera-se assim que algumas das dúvidas existentes tenham sido esclarecidas.” 
 
Assim pela nossa parte, agradecemos desde já o esclarecimento, que evita comentários muitas das vezes inapropriados para as situações, assim todos procedem. 
 
O Banhadas Andebol