gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 13 – 2017 / 2018 – II

Nova e ligeira crónica dedicada á PO02. Prova que como sabemos é constituída por 3 Zonas, onde as equipas “B”, não serão apuradas para a Fase Final.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Zona 1
12.ª Jornada
Dia 26-01-18
FC Porto B - Santo Tirso (21H30)
Dia 13-01-18
Boavista FC 22 - 26 SP. Oleiros
São Mamede 32 - 37 FC Gaia 20/36 SD
Marítimo 29 - 30 CCR Fermentões
17-01-18
CP Natação - CA Póvoa Varzim (21H30)

Jornada disputada de forma incompleta, pois teve dois jogos adiados, e em relação à jornada correspondente da 1.ª volta. Verificou-se que apenas um dos resultados foi rectificado, Felizmente que em todos os jogos que se disputaram não se registaram ocorrências disciplinares. O único resultado onde se verificou alteração em relação verificado na 1.ª volta foi no Boavista / SP. Oleiros, com a equipa do Bessa, a jogar em S. João Ver, e a perder o encontro, que foi disputado com equilíbrio, no primeiro tempo (12-11, a favor do Boavista FC), para no segundo tempo a equipa de Oleiros resolver o assunto colocando-se na frente do marcador e terminando como vencedor, com esta derrota, a equipa do Boavista FC, desce ao 2.º lugar da tabela classificativa apesar de ter mais um jogo disputado, e tornando a discussão pelos lugares de apuramento, mais acesa e provavelmente mais discutida do que se esperava. No Funchal disputou-se um dos mais equilibrados encontros da jornada o Marítimo / CCR Fermentões, encontro disputado sempre com grande equilíbrio, com o resultado ao intervalo a já favorável à equipa do CCR Fermentões por um golo de diferença (16-15), precisamente a mesma diferença com que terminou, com esta vitória os minhotos, ascenderam ao comando ao comando da zona isolados, e são na nossa opinião um dos grandes favoritos ao apuramento para a Fase Final. No pavilhão Eduardo Soares em São Mamede, a equipa local, recebeu o FC Gaia, e perdeu mais um encontro, no entanto o FC Gaia, apenas conseguiu consolidar a sua vitória nos segundos 30 minutos, pois o resultado ao intervalo apenas lhe era favorável por um golo (17-16). Com esta vitória a equipa do FC Gaia, entra na discussão pelo apuramento para a Fase Final.

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º CCR Fermentões (32 pontos), 2.º Boavista FC (+1 jogo, 31 pontos), 3.º FC Gaia (28 pontos), 4.º CA Póvoa Varzim (- 1 jogo, 27 pontos), 5.º SP. Oleiros, e GC Santo Tirso (-1 jogo) (26 pontos), 7.º Marítimo (+1 jogo), (19 pontos), 8.º CP Natação (-1 jogo, 18 pontos), 9.º FC Porto B (- 1 jogo, 15 pontos), 10.º São Mamede (14 pontos).

Zona 2
11.ª Jornada
Dia 06-01-18
SIR 1.º Maio 25 - 26 AD Albicastrense
12.ª Jornada
Dia 27-01-18
Benfica B - CD Marienses (12H00)
Dia 13-01-18
AC. Coimbra 28 - 25 Estarreja AC
AD Albicastrense 23 - 35 AD Sanjoanense
AC Sismaria 20 - 22 SIR 1.º Maio
Juventude Lis 18 - 27 ADC Benavente

Fim-de-semana, onde incluímos o jogo que se encontrava em atraso da 11.ª Jornada, (SIR 1.º Maio / AD Albicastrense), e os jogos disputados da jornada 12.ª, onde tivemos um jogo adiado provavelmente devido à participação dos Juniores A no Torneio das 4 Nações, deve-se destacar o facto de em nenhum dos encontros disputados se terem registado ocorrências disciplinares. Teremos ainda de dar realce à 1.ª vitória da AC. Coimbra nos jogos disputados até ao momento nesta zona, sendo um dos dois resultados que foram alterados em relação ao verificado na jornada similar ca 1.ª volta, vencendo o Estarreja AC, no encontro disputado em Coimbra e onde ao intervalo perdia por 14-12, tendo encetado uma total recuperação no segundo tempo, de realçar que este encontro teve 13 exclusões e duas desqualificações. No encontro que se encontrava em atraso da 11.ª jornada, deve informar-se que o mesmo recomeçou com o resultado numa igualdade a 3 golos, que era o resultado que se verificava no momento da interrupção. O Albicastrense com um primeiro tempo bem conseguido, chegou ao intervalo a vencer por 15-10, mas a equipa da Marinha Grande, com uma forte reacção no segundo tempo conseguiu que o encontro terminasse pela diferença mínima, não conseguindo anular na totalidade a vantagem do seu adversário. No entanto a equipa do SIR 1.º Maio, é uma das equipas que retificou o resultado ocorrido na 12.ª jornada frente à equipa do AC Sismaria, indo a Gândara vencer num dérbi regional, disputado com grande equilíbrio, construindo a sua vitória nos segundos 30 minutos, pois o resultado ao intervalo era favorável ao AC Sismaria por 9-8. Embora tudo seja possível pois ainda faltam disputar bastantes jornadas, somos da opinião de que com esta derrota o AC Sismaria, poderá ter hipotecado as suas hipóteses de discussão por um lugar para a Fase Final. Nos restantes encontros tivemos os resultados mais dilatados, verificando-se a vitória das equipas que na nossa opinião são francamente as mais favoritas aos lugares de apuramento para a Fase Final da Prova, com AD Sanjoanense na sua deslocação a Castelo Branco a vencer de forma clara e inequívoca o AD Albicastrense, e a isolar-se no 2.º lugar da Zona. No outro encontro disputado em Leiria, o ADC Benavente ao vencer de forma clara a Juventude Lis, manteve-se isolado comando da zona.

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º ADC Benavente (30 pontos), 2.º AD Sanjoanense (29 pontos), 3.º Juventude Lis (27 pontos), 4.º AC Sismaria, e Benfica B (-1 jogo) (25 pontos), 6.º Estarreja AC (23 pontos), 7.º AD Albicastrense, SIR 1.º Maio, e CD Marienses (-1 jogo) (21 pontos), 10.º AC. Coimbra (14 pontos)

Zona 3
12.ª Jornada
Dia 13-01-18
1.º Dezembro 24 - 28 Zona Azul
Vela Tavira 31 - 32 Ginásio Sul
CCP Serpa 26 - 17 CF Sassoeiros
Vitória FC 21 - 23 Alto Moinho
SC Horta 29 - 28 CDE Camões

Na única zona que foi totalmente disputada, e onde se verificou que na maioria dos jogos ocorreu uma rectificação dos resultados ocorridos na jornada homóloga da 1.ª volta, foi também a única zona que teve um encontro com ocorrências disciplinares registadas. E iniciamos precisamente por este encontro, o CCP Serpa / CF Sassoeiros, que foi um dos encontros que obteve resultado diferente do registado na 1.ª volta, e que assinalou a primeira vitória até ao momento da equipa do CCP Serpa, que ao intervalo já vencia por 15-8. De registar que neste encontro se verificaram 18 exclusões e uma desqualificação directa. Com este resultado não se verificaram alterações destas equipas em termos classificativos. Um dos resultados que mais nos surpreendeu foi a vitória do Alto Moinho na condicção de visitante diante o Vitória FC, isolando-se no 2.º lugar da tabela classificativa, e assumindo deste modo a sua forte candidatura à discussão dos lugares de acesso à Fase Final. Neste encontro a equipa do Alto Moinho, construiu o seu resultado na primeira metade do encontro ao chegar ao intervalo a vencer por 12-7, com o Vitória FC a responder no segundo tempo mas já não teve tempo para mais do minimizar a derrota, este foi outro dos encontros onde se verificou alteração do resultado verificado na 1.ª volta, outro dos encontros onde se verificou a rectificação do resultado foi o 1.º Dezembro / Zona Azul, que desta vez terminou com a vitória do Zona Azul, que construiu a mesma nos primeiros 30 minutos ao chegar ao intervalo a vencer por 14-10, para a equipa local equilibrar totalmente o encontro no segundo tempo. Somos da opinião que qualquer destas equipas, já estará afastada da discussão dos lugares de apuramento, embora ainda faltem disputar muitos encontros. Depois tivemos dois encontros que foram disputadíssimos, pois terminaram ambos com a vitória a ser conseguida pela diferença mínima. O Ginásio Sul, foi a Tavira vencer a equipa local, num encontro de forte equilíbrio, com o Vela Tavira a chegar ao intervalo na frente do marcador por 20-18, apesar das diversas situações de igualdade entretanto registadas, para acabar por perder o encontro pela diferença de um golo. Na Horta, tivemos um SC Horta / CDE Camões, que surpreendentemente ofereceu uma extraordinária réplica à equipa que se apresenta como a mais favorita da zona (na nossa opinião), o equilíbrio foi de tal forma que ao intervalo se registava uma igualdade a 16 golos, para a equipa local apenas conseguiu ser superior no segundo tempo e somente pela diferença mínima.

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º SC Horta (34 pontos), 2.º Alto Moinho (33 pontos), 3.º Vitória FC (30 pontos), 4.º 1.º Dezembro, e CDE Camões (25 pontos), 6.º Ginásio Sul (23 pontos), 7.º Zona Azul (21 pontos), 8.º CF Sassoeiros (19 pontos), 9.º Vela Tavira (16 pontos), 10.º CCP Serpa (14 pontos).

O Banhadas Andebol

Sorteios – Época 2017 / 2018 - VII

A Federação anunciou através de uma notícia no seu portal e do seu Comunicado Oficial N.º 51 da época 2017 / 2018 em 15-01-18, a data da realização do sorteio, relativo a Taça de Portugal Masculina. O sorteio é realizado na FAP.
PO.20 – Taça de Portugal Seniores Masculinos
1/4 Final - Sorteio dia 30-01-18 pelas 17H00 

O Noticias

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 15 – 2017 / 2018

Crónica de fim-de-semana exclusivamente dedicada aos jogos realizados na PO09.

Nesta crónica apenas dizemos que transmissões da Andebol TV desta prova, devem estar caríssimas, pois são raras.

Quem quiser verificar as estatísticas, que surgem embora normalmente bastante tempo depois dos jogos, o seu endereço é (http://po09.videobserver.com/pt/),agora, aguardamos que as mesmas sejam feitas em directo, mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
1.ª Fase
12.ª Jornada
Dia 13-01-18
Madeira SAD 30 - 18 CS Madeira
13.ª Jornada
Dia 13-01-18
Santa Joana 20 - 27 CA Leça
Assomada 33 - 24 Alavarium
Maiastars 24 - 25 Colégio Gaia
JAC-Alcanena 24 - 25 Académico FC
Dia 21-01-18
SIR 1.º Maio/CJB - CS Madeira (17H00) 25/27
Juventude Lis - Madeira SAD (15H00 16/31

Jornada incompleta pelos motivos já conhecidos, e outra que ficou completa com a realização do jogo em atraso, no conjunto de resultados verificados, apenas um dos mesmos foi diferente do ocorrido na jornada homóloga da 1:ª Volta (JAC-Alcanena / Académico FC), que assinala uma das surpresas do fim-de-semana, juntamente com o Assomada / Alavarium, embora este possa não ser considerado uma surpresa. Uma referência pela positiva, pois todos os encontros foram disputados sem ocorrências disciplinares registadas.

No encontro entre equipas madeirenses, relativo à 12.ª Jornada, venceu tal como na jornada homóloga o Madeira SAD, num encontro de sentido único, pois o Madeira SAD comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos regulamentares do encontro, depois de chegar aos 14-5 (9 golos de diferença), atingiu o intervalo com o resultado praticamente definido (18-6), importa recordar que a equipa do CS Madeira sem Ana Andrade e Jéssica Gouveia, fica bastante limitada no seu poder de remate, e em especial na defesa, o que permitiu ás suas adversárias concretizar de forma mais facilitada. No segundo tempo e com o resultado praticamente definido o Madeira SAD fez uma completa gestão do seu plantel, e controlou o jogo e o marcador. Mónica Soares com 9 golos e Renata Tavares com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Madeira SAD, que contínua sem derrotas na prova, enquanto as melhores marcadoras do CS Madeira, não passaram dos 4 golos e foram, Ana Castro e Cláudia Aguiar.

No pavilhão Carlos Queiroz, disputou-se o Assomada / Alavarium, que tal como no jogo da 1.ª volta, a equipa da Assomada voltou a surpreender o favorito Alavarium, controlando praticamente todo o encontro, indo acumulando o diferencial que a depois de 13-9 ainda no primeiro período de jogo, chegou ao intervalo com o encontro praticamente resolvido, e a vencer por um dilatado 16-9, que lhe deu algum conforto para a disputa dos 30 minutos do segundo período de jogo, onde ainda aumentou o diferencial existente ao intervalo, com esta derrota o Alavarium mantem o 3.º lugar de parceria com o Maiastars, em virtude de este também ter registado uma derrota nesta jornada. No Assomada Kassia César com 12 golos e Dulce Pina com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras, por sua vez no Alavarium, Cláudia Correia com 10 golos, foi a sua melhor marcadora. Com esta vitória o Assomada chega ao 5.º lugar da tabela classificativa, embora à condicção pois o SIR 1.º Maio/CJB tem menos um jogo.

No único encontro onde se verificou uma alteração no resultado da 1.ª Volta, o JAC-Alcanena / Académico FC, que terminou com a surpreendente vitória da equipa do Lima (na nossa opinião). Foi um encontro disputadíssimo, conforme se comprova pelas 13 exclusões no tal e uma desqualificação, e que a equipa do JAC-Alcanena comandou durante o primeiro tempo, que terminou com o resultado a seu favor de 11-9. No segundo tempo a equipa visitada ainda chegou aos 4 golos de vantagem quando vencia por 12-8, mas a equipa do Académico FC com uma excelente reacção, dá a volta ao marcador e coloca-se na frente do marcador, por 20-19, diferença que se registou-se no final do encontro. Aurora Prata com 8 golos, e Marta Santos com 6 golos, foram as melhores marcadoras do JAC-Alcanena, com Cristiana Alves, e Barbara Gandra, ambas com 7 golos cada, a serem as melhores marcadoras do Académico FC, que apesar desta vitória continua a manter-se no 11.º lugar da tabela classificativa, mas com a curiosidade de Cristiana Alves ser a melhor marcadora, até este momento com 86 golos.

Num dos jogos mais disputados da jornada, o Maiastars defrontou na Maia o Colégio Gaia, num jogo pleno de equilíbrio com a equipa maiata, a surpreender um Colégio Gaia, que se viu obrigado a puxar de todos os seus “galões”, para manter a invencibilidade nesta Fase da Prova. O Maiastars comandou o encontro e o jogo durante parte do primeiro tempo onde chegou a estar na frente do marcador por 6-2 por exemplo, mas após a igualdade a 8 golos, permitiu que o resultado ao intervalo já fosse favorável ao Colégio Gaia, pela diferença mínima (15-14). No segundo tempo o equilíbrio foi total, conforme se constata pelo parcial verificado (uma igualdade a 10 golos), e onde se verificaram diversas igualdades totais no marcador. Maria Duarte com 10 golos, e Neide Duarte com 5 golos, foram as melhores marcadoras do Maiastars, enquanto no Colégio Gaia, Helena Soares com 7 golos, Joana Resende e Patrícia Lima, ambas com 5 golos cada, foram as suas melhores marcadoras.

No encontro com um dos resultados mais dilatados da Jornada, o CA Leça foi a São Pedro Fins vencer a equipa local do Santa Joana, que desta forma continua a ser a única equipa nesta fase que apenas contabiliza derrotas. Foi um encontro onde o domínio do CA Leça nunca esteve em causa, chegando ao intervalo já frente do marcador por 12-10, para no segundo tempo confirmar a sua superioridade, e dilatar o resultado para os números finais, no entanto na equipa do Santa Joana, 10 atletas marcaram golos, com Diana Pereira com os seus 4 golos a ser a sua principal marcadora. No CA Leça, que também teve 10 jogadoras a marcarem golos, teve em Mariana Gomes com 6 golos a sua principal marcadora.

Classificação após este encontro: - 1.º Colégio Gaia (38 pontos), 2.º Madeira SAD (-1 jogo, 35 pontos), 3.º Maiastars, e Alavarium (29 pontos), 5.º Assomada (26 pontos), 6.º SIR 1.º Maio/CJB (-1 jogo, 25 pontos), 7.º Juventude Lis (-1 jogo, 24 pontos), 8.º JAC-Alcanena (23 pontos), 9.º CS Madeira (-1 jogo, 22 pontos), 10.º CA Leça (21 pontos), 11.º Académico FC (19 pontos), 12.º Santa Joana (13 pontos). 

O Noticias

domingo, 14 de janeiro de 2018

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XVIII

26.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA – ALEMANHA – 2019
GRUPO 4 (PÓVOA DE VARZIM)
4.ª Jornada (Portugal empate com a Polónia)
VENCE A QUALIFICAÇÃO
Portugal finalmente após um, longo período de ausência, num pavilhão completamente esgotado, e cujo publico nunca regateou o seu fortíssimo apoio às cores Nacionais. Portugal apesar de ter obtido uma igualdade final, resultado mais que improvável em Andebol, e que certamente não era esperado por muitos de nós (incluímo-nos neles), foi um encontro muito sofrido em especial a partir dos 33 minutos, pois durante o primeiro tempo Portugal, esteve sempre no comando do jogo e do marcador, atacando com serenidade, e defendendo com alguma assertividade, embora em alguns momentos a tal agressividade saída da defesa aos fortes laterias polacos, não foi eficaz, mas tanto Gilberto Duarte (6 golos), e Pedro Portela (6 golos, 4 de 7 metros), como Alexis Borges (4 golos), e o jovem Miguel Martins (4 golos), e Rui Silva (2 golos), fizeram a diferença em termos atacantes, e colocaram Portugal com uma vantagem de 4 golos aos 14 minutos (9-5), e que se repetiu aos 17 minutos (10-6), quando a Polonia troca os seus guarda-redes (saiu Morawski, entrando Wyszomirski), e Portugal consegue chegar ao intervalo a vencer por 15-13. No recomeço Portugal, chega a 17-14 cerca dos 33 minutos para depois sofrer uma autêntica paragem, passando a atacar sem paciência, e transposição defesa / ataque demasiado lenta, de tal forma que sofre um parcial de 5-0 em 7 minutos, com a Polonia a colocar-se pela 1.ª vez na frente do marcador aos 39 minutos (18-17), depois de seguida a Polonia nunca conseguiu estar na frente do marcador por mais de dois golos, com Portugal a recuperar por diversas vezes, de tal forma que 46 minutos o encontro se encontrava igualado a 21 golos, para aos 52 minutos nova igualdade, agora a 24 golos, com Portugal a voltar a colocar-se no comando do jogo e do marcador, vencendo aos 56 minutos por 26-24, e fazendo uma autêntica gestão do resultado, até final, para desespero dos polacos. Uma referência para os dois guarda-redes que alternaram na baliza de Portugal, quer Humberto Gomes, quer Hugo Figueira, tiveram momentos decisivos. Pois os polacos obtêm a igualdade a cerca de 30 segundos do fim do tempo regulamentar, com Portugal a fazer um time-OUT de equipa e a gerir o tempo que faltava, pois por um golo se ganha, por um golo se perde, e a diferença total entre os golos marcador e sofridos deu a vantagem à equipa Portuguesa, que assim garantiu o apuramento para o desejado Play OFF. Não podemos terminar sem uma referência especial ao autêntico “bombardeiro” que foi Tomasz Gebala com 6 golos. Mais um encontro dirigido pela dupla espanhola constituída por Javier Mata e Yon Lopez, que num jogo de contacto físico, e muito mais difícil que os anteriores, embora tenham estado bem na generalidade, continuaram a ter diversos lapsos, quer na lei da vantagem, quer na falta do acatante.
Resultados

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
Polónia 30 – 19 Kosovo
Portugal 47 – 16 Chipre
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Kosovo 22 – 36 Portugal
Chipre 13 – 46 Polónia
3.ª Jornada
Dia 14-01-17
Chipre 24 – 22 Kosovo
Portugal 27 – 27 Polónia

Classificação do Grupo1.º Portugal, 2.º Polónia, 3.º Chipre, 4.º Kosovo.

Equipas já apuradas, através dos grupos

Grupo 1 – Rússia
Grupo 2 – Lituânia
Grupo 3 – Roménia
Grupo 4Portugal (Parabéns Portugal)
Grupo 5 – Holanda
Grupo 6 – Bósnia Herzegovina

Serão apuradas ainda mais 10 equipas Europeias, para o Play Off. Com o melhor classificado não apurado (restantes 13 equipas) do Euro 2018 na Croácia, a ser automaticamente apurados, para o Mundial. 

O Banhadas Andebol

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 31 – 2017 / 2018 – I

Crónica elaborada somente para o encontro que se jogou por antecipação relativo à 20.ª jornada da PO01, num momento em que a prova está interrompida por trabalhos da Selecção Nacional.

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

16.ª Jornada
Dia 13-01-17
Madeira SAD 36 – 21 Arsenal

Jogo que se disputou por antecipação (Motivo da participação do Madeira SAD na Challemge CUP) e que as duas equipas resolveram disputar nesta data. Felizmente disputado sem ocorrências disciplinares.

Num encontro realizado no pavilhão do Funchal, diante uma razoável moldura humana, disputou-se o jogo antecipado da 20.ª Jornada Madeira SAD / Arsenal, que terminou por confirmar o resultado ocorrido na jornada homóloga da 1.ª volta. Foi um jogo onde apenas se registou até cerca dos 17 minutos de jogo, quando se verificava uma igualdade a 8 golos, tendo inclusive o Arsenal passado pela frente do marcador (7-6 aos 11 minutos por exemplo), mas a partir da igualdade a 8 golos, a equipa insular tomou conta do jogo e do marcador e foi sempre aumentando o diferencial entre as duas equipas que ao intervalo já se situava em 9 golos a favor do Madeira SAD (20-11). Nos segundos 30 minutos tivemos mais uma vez o Madeira SAD a comandar o jogo e o marcador, nunca permitindo qualquer veleidade ao seu adversário, e terminou a vencer pelo maior diferencial que se registou ao longo de todo o encontro, (15 golos). Uma das grandes diferenças entre as duas equipas está na eficácia dos principais homens que estiveram na baliza das equipas, com Luís Carvalho do Madeira SAD a chegar aos 41%, enquanto Luís Oliveira no Arsenal apenas chegou aos 10%. De referir que o Madeira SAD concretizou 11 golos de contra-ataque, contra apenas 2 do seu adversário. O Resultado permitiu ao técnico do Madeira SAD, fazer uma completa gestão do seu plantel, onde 11 jogadores concretizaram golos, com João Pinto (9 golos, 60% de eficácia), Elledy Semedo (86% de eficácia, - 2 de 7 metros), e Bruno Moreira (86% de eficácia), ambos com 6 golos cada, foram os seus principais marcadores. O Arsenal, que se apresentou com apenas 11 jogadores inscritos no boletim de jogo, o que limitou e muito o seu técnico, teve em André Caldas com 5 golos (83% de eficácia, 4 de 7 metros), o seu melhor marcador.

Após a realização deste jogo a classificação é a seguinte – 1.º Sporting (48 pontos), 2.º FC Porto e Benfica (46 pontos), 4.º ABC (42 pontos), 5.º AA Avanca (40 pontos), 6.º Belenenses (37 pontos), 7.º Madeira SAD (+1 jogo, 35 pontos), 8.º Águas Santas (33 pontos), 9.º Boa Hora (30 pontos), 10.º Ismai (28 pontos), 11.º AC Fafe (26 pontos), 12.º Arsenal (+ 1 jogo, 25 pontos), 13.º Xico Andebol (23 pontos), 14.º São Bernardo (21 pontos). 

O Banhadas Andebol

Torneio das 4 Nações Masculinos – 2017 / 2018 – IV

TORNEIO DAS 4 NAÇÕES
JUNIORES A – MASCULINOS
(3.ª Jornada Portugal perde com a França)
Classifica-se em 4.º Lugar
(Foto FAP)
A Seleção de Juniores A Masculina, que disputou o Torneio das 4 Nações de 12 a 14 de Janeiro de 2018, não fugiu aos desempenhos que têm tido ultimamente neste torneio, e mais uma vez voltou a ficar em último lugar no mesmo, após uma “copiosa” derrota frente à equipa que venceu o torneio a França, num encontro hoje disputado e onde aos 18 minutos de jogo já perdia por 13-8, para o intervalo chegar com 22-15 a favor dos franceses, que mais uma vez provaram a qualidade de excelência da sua escola de andebol. No segundo tempo tivemos mais do mesmo com os franceses a fazerem “gato, sapato” da equipa portuguesa, e a irem aumentando o diferencial existente entre as duas equipas. De tal forma, que aos 37 minutos venciam por 27-16, aos 49 por 35-22, aos 54 por 39-23, para terminarem nuns 42-25. Pensamos que não vale a pena dizer mais nada acerca deste encontro pois foi uma autêntica lição de como se deve jogar andebol. No jogo seguinte surpreendentemente a Alemanha venceu a Espanha pela diferença mínima, com o golo da vitória a surgir no último minuto.

O Torneio foi disputado em Konstabz (Alemanha). Com a participação das mesmas equipas que participaram nas três últimas edicções do Torneio.

Voltamos a referir, que a participação neste torneio (pensamos nós) devem inserir-se nalgum objectivo que não é definido, e o próprio Portal da FAP, não prevê mais nenhuma actividade competitiva (Apenas Estágios) para esta Selecção nesta época.

A falta de divulgação dos Boletins de jogo, no Portal da FAP, não é na nossa opinião um bom serviço à modalidade.

Resultados

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
França 25 – 24 Espanha
Alemanha 30 – 30 Portugal
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Alemanha 25 – 32 França
Espanha 28 – 26 Portugal
3.ª Jornada
Dia 14-01-18
Portugal 25 – 42 França
Alemanha 21 – 20 Espanha

Classificação Final1.º França, 2.º Alemanha, 3.º Espanha, e 4.º Portugal

Nota – O Torneio pôde ser acompanhado em directo através do seguinte endereço:
https://dhb.de/nationalteams/u20m/livestream.html 

O Banhadas Andebol

sábado, 13 de janeiro de 2018

Torneio das 4 Nações Masculinos – 2017 / 2018 – III

TORNEIO DAS 4 NAÇÕES
JUNIORES A – MASCULINOS
(2.ª Jornada Portugal perde com Espanha)
A Seleção de Juniores A Masculina, que se encontra a disputar o Torneio de 12 a 14 de Janeiro de 2018, realizou o seu segundo encontro, frente à fortíssima equipa de Espanha que se apresenta neste torneio, com ambições, tal como a França, que nesta segunda jornada, venceu folgadamente a equipa da Alemanha, com o resultado ao intervalo a ser-lhe já favorável por 19-10. Portugal nesta jornada, apesar de ter obtido um resultado que reflete algum equilíbrio durante os 60 minutos, cometeu na nossa opinião demasiados erros técnicos em especial no ataque, com bolas perdidas, maus passes, e completa precipitação, pois defensivamente até teve bons momentos, com a baliza bem protegida por Manuel Gaspar, chegando durante os primeiros 30 minutos de jogo a ter 3 golos de vantagem quando vencia por 10-7 cerca dos 22 minutos de jogo, com a equipa de Espanha a igualar a 11 golos aos 28 minutos, para chegar ao intervalo a vencer por 13-12. No segundo tempo continuou a verificar-se em termos de marcador algum equilíbrio, e Portugal depois de estar igualado termos de marcador pela última vez aos 55 minutos quando o marcador assinalava uma igualdade a 25 golos, sendo na nossa opinião momento decisivo, quando o resultado era 27-26 aos 58 minutos de jogo e Portugal falha um contra-ataque frente ao guarda-redes de Espanha, para na sequência da jogada passarmos da possibilidade de uma igualdade, a uma derrota por dois golos de diferença. Diogo Silva com 9 golos e Nekrushets com 4 golos, foram os melhores marcadores da equipa portuguesa, enquanto na equipa de Espanha Juan Sarrió e Mikel Amilibia, ambos com 5 golos foram os seus melhores marcadores. Amanhã disputaremos a última jornada da prova defrontando a super favorita equipa de França, que conta por vitórias todos os encontros disputados até ao momento.

O Torneio está a ser disputado em Konstabz (Alemanha). Com a participação das mesmas equipas que participaram nas três últimas edicções do Torneio.

Voltamos a referir, que a participação neste torneio (pensamos nós) devem inserir-se nalgum objectivo que não é definido, e o próprio Portal da FAP, não prevê mais nenhuma actividade competitiva (Apenas Estágios) para esta Selecção nesta época.

A falta de divulgação dos Boletins de jogo, no Portal da FAP, não é na nossa opinião um bom serviço à modalidade.

Resultados e Calendário de jogos

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
França 25 – 24 Espanha
Alemanha 30 – 30 Portugal
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Alemanha 25 – 32 França
Espanha 28 – 26 Portugal
3.ª Jornada
Dia 14-01-18
Portugal - França (09H00)
Alemanha – Espanha (11H30)

Horas em Portugal Continental

Nota – O Torneio pode ser acompanhado em directo através do seguinte endereço:
https://dhb.de/nationalteams/u20m/livestream.html. 

O Banhadas Andebol

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XVII

26.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA – ALEMANHA – 2019
GRUPO 4 (PÓVOA DE VARZIM)
2.ª Jornada (Portugal vence Kosovo)
Portugal deu hoje continuidade à sua participação no Grupo 4 de qualificação para o Play OFF, na Póvoa de Varzim, defrontando a equipa do Kosovo, a quem venceu, ficando reservando como era esperado o jogo decisivo a ser com a Polónia. Este foi um encontro onde Portugal não entrou bem, e a equipa Kosovar, tal como tinha feito na véspera diante a equipa Polaca, usando uma defesa agressiva, criou fortes problemas à equipa Nacional, de tal forma a equipa do Kosovo, comandou o marcador até cerca dos 12 minutos, quando vencia por 6-5, chegando a ter 3 golos de vantagem (6-3), mas Portugal corrigiu a sua forma de jogar, e com Humberto Gomes na baliza (no primeiro tempo) a entrar igualmente no jogo, onde Gilberto Duarte (3 golos) foi um dos seus expoente máximos, bem acompanhado por Sérgio Barros (3 golos), aos 25 minutos vencia por 15-8, uma das maiores diferenças registada no primeiro tempo, para se chegar ao intervalo a vencer por 17-11. No segundo tempo Portugal não abrandou o seu ritmo de jogo e aos 40 minutos de jogo vencia por 24-12, já com Ricardo Candeias na baliza, e com o Seleccionador Nacional, a iniciar a sua gestão do plantel, preparando e salvaguardando o decisivo jogo com a Polónia, chegando a estar em campo uma equipa bastante jovem, esta gestão não foi impeditiva de se atingir a maior diferença, registada no jogo (15 golos), aos 44 minutos quando vencia por 27-12, e aos 50 minutos quando colocou o resultado em 30-15. Uma palavra ainda para os jovens Cavalcanti (4 golos), quer a defender quer a atacar e para Diogo Branquinho (4 golos), destacando-se ainda o facto de 12 jogadores da equipa Nacional, terem concretizado golos, com Pedro Portela e Miguel Martins, ambos com 5 golos, a serem os principais marcadores da equipa. Na equipa Kosovar uma palavra de apreço para Deniz Terziqi que com 5 golos, foi o seu melhor marcador. SNovo jogo dirigido pela dupla espanhola constituída por Javier Mata e Yon Lopez, que num jogo mais difícil que o anterior, embora tenham estado bem na generalidade, tiveram vários lapsos em especial na lei da vantagem , competindo-nos alertar que esta equipa de arbitragem que vai estar presente no encontro decisivo com a Polónia.

Uma nota para o público presente, que não deixou de apoiar a equipa, apesar das condicções meteorológicas que se registavam.

Esperamos que no próximo e decisivo jogo, Portugal evidencie a mesma atitude, que certamente será bastante necessária diante um adversário com os pergaminhos que possuiu a Polónia.

Resultados e Calendário

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
Polónia 30 – 19 Kosovo
Portugal 47 – 16 Chipre
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Kosovo 22 – 36 Portugal
Chipre - Polónia (20H30)
3.ª Jornada
Dia 14-01-17
Chipre – Kosovo (15H30)
Portugal – Polónia (18H00) TVI24 

O Banhadas Andebol

Torneio das 4 Nações Masculinos – 2017 / 2018 – II

TORNEIO DAS 4 NAÇÕES
JUNIORES A – MASCULINOS
(1.ª Jornada Portugal empata com Alemanha)
Segundo informação do Portal da FAP, a Seleção de Juniores A Masculina, que se encontra a disputar o Torneio de 12 a 14 de Janeiro de 2018, realizou o seu primeiro encontro, tendo após uma exibição bem conseguida, obter uma excelente igualdade (na nossa Opinião), com a Alemanha, pois na última vez que se defrontaram a equipa Alemã tinha sido uma clara vencedora, desta vez Portugal não se deixou intimidar e realizou um encontro plena de equilíbrio no jogo praticado e no marcador, embora a Alemanha tenha chegado ao intervalo na frente do marcador por 17-16. No segundo tempo o Seleccionado português deu uma excelente resposta, e chegou a estar na frente do marcador por diversas vezes, a última das quais a 30-29, com a equipa alemã a obter a igualdade nos últimos 15 segundos do encontro. Em grande destaque na equipa portuguesa esteve o guarda-redes Manuel Gaspar.

O Torneio está a ser disputado em Konstabz (Alemanha). Com a participação das mesmas equipas que participaram nas três últimas edicções do Torneio.

Voltamos a referir, que a participação neste torneio (pensamos nós) devem inserir-se nalgum objectivo que não é definido, e o próprio Portal da FAP, não prevê mais nenhuma actividade competitiva (Apenas Estágios) para esta Selecção nesta época.

Resultados e Calendário de jogos

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
França 25 – 24 Espanha
Alemanha 30 – 30 Portugal
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Alemanha – França (15H00)
Espanha – Portugal (17H30)
3.ª Jornada
Dia 14-01-18
Portugal - França (09H00)
Alemanha – Espanha (11H30)

Horas em Portugal Continental

Nota – O Torneio pode ser acompanhado em directo através do seguinte endereço - 
https://dhb.de/nationalteams/u20m/livestream.html 

O Banhadas Andebol

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XVI

26.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA – ALEMANHA – 2019
GRUPO 4 (PÓVOA DE VARZIM)
1.ª Jornada (Portugal vence Chipre)
Portugal iniciou hoje a sua participação no Grupo 4 de qualificação para o Play OFF, na Póvoa de Varzim, defrontando a equipa do Chipre, após a Polónia, a grande adversária das cores Nacionais, ter vencido no encontro de abertura deste Grupo o Kosovo por 30-19, com o resultado ao intervalo a ser de 13-12, a favor da Polónia. Portugal como era esperado protagonizou um jogo de sentido único, embora tivesse iniciado com alguns ataques precipitados e algumas falhas técnicas, foi progressivamente melhorando o sistema, com ataques rápidos e contra ataques puros iniciados no guarda-redes, no primeiro tempo Ricardo Candeias, e com Gilberto Duarte (7 golos) em grande plano, muito bem acompanhados por Rui Silva (3 golos), e aos 19 minutos de jogo Portugal vencia por uns expressivos 14-2, para o intervalo chegar com o resultado a favor das cores nacionais por 22-7. Importa informar que Chipre a partir dos 25 minutos começou a atacar com 7 jogadores de campo, situação que manteve quase em todo o segundo tempo proporcionando uma série golos, com a baliza do Chipre sem guarda-redes, com Hugo Figueira que foi o guarda-redes na baliza de Portugal no segundo tempo a marcar 2 golos), fora aqueles que marcou Sérgio Barros (5 golos), que esteve muito bem acompanhado por Pedro Portela (6 golos), deve-se ainda salientar a forma briosa e aplicada da Selecção Nacional, que apesar do acentuar da diferença entre as duas equipas nunca abrandou o seu ritmo de jogo, de tal forma que aos 47 minutos vencia por 37-12 (25 golos de vantagem), devendo não se esquecer a total rotação do plantel que foi feita durante os 60 minutos, o que permitiu, que dos 16 jogadores inscritos (Humberto Gomes, foi o atleta preterido), 14 marcassem golos, terminando encontro com a maior vantagem ocorrida durante os 60 minutos (31 golos). Na equipa de Chipre um atleta deve ser referenciado (Julios Argyrou, com 6 golos). Sobre a arbitragem da dupla espanhola constituída por Javier Mata e Yon Lopez, que num jogo facilíssimo, tiveram uma actuação bastante positiva, diga-se desde já que esta será a dupla que irá dirigir todos os jogos de Portugal.

Esperávamos mais público presente neste encontro, no entanto considerando o dia de semana, e a hora do encontro, esperamos que nos próximos dias, o Pavilhão apresente outra moldura humana, no apoio à equipa de Portugal

Esperamos que nos próximos jogos, Portugal continue a evidenciar a mesma atitude em especial no jogo com a Polónia, e até com o Kosovo, pois a diferença de golos, poderá ser determinante.

Resultados e Calendário

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
Polónia 30 – 19 Kosovo
Portugal 47 – 16 Chipre
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Kosovo – Portugal (18H00) TVI24
Chipre - Polónia (20H30)
3.ª Jornada
Dia 14-01-17
Chipre – Kosovo (15H30)
Portugal – Polónia (18H00) TVI24 

O Banhadas Andebol

O Incrível – Pavilhões - Época 2017/2018 – XXX

O INCRÍVEL …

Este texto, irá certamente acusar algum burburinho, não tínhamos intenção de o publicar hoje para evitar “ruído”, mas pensamos que se estava a passar demasiado tempo para deixarmos passar em claro o conteúdo do CO N.º 49 de 08-01-18, cujo conteúdo é deveras surreal, para o deixarmos passar em claro. Ver imagem do mesmo:
Não se compreende como passados quase 5 meses depois do início das provas, surgem este tipo de indicações, depois coloca-se a questão ainda mais pertinente, não estão os pavilhões homologados? Então o porquê destas atitudes, que passam em CO em vez de Circular do CA, pois estas exigências são do CA, e a Direcção da FAP, apadrinha as mesmas.

Isto é uma amostra do que se irá passar na próxima época, e que já tínhamos avisado, pois os nossos “passarinhos”, já nos tinham dito que existiam fortes indícios de se agravarem ainda mais as exigências do CA, e onde os Clubes seriam os mais penalizados, e assim vai a (não) evolução do Andebol Nacional.

Este CO, não é mais do que uma “fuga” para a frente, e uma forma subtil de ultrapassar os Estatutos da FAP e a própria Lei, pois qualquer alteração regulamentar só pode entrar em vigor na época seguinte, ora como não podem alterar Regulamentos, vai de fazer um CO, com exigências dissimuladas.

As justificações apresentadas, levam-nos a questionar:

  • Como têm sido feito até agora?
  • É para justificar a alínea d) do Ponto 15, do CO 21 de 24-08-17?
  • O CA quando apresentou o Novo (des) Regulamento de Arbitragem, esqueceu-se da matéria que está plasmada na alínea z) do Artigo 23.º (Deveres dos quadros de Arbitragem), ou só se lembrou agora?
  • Esqueceu-se igualmente do que determinou no mesmo (des) Regulamento no seu Artigo 100.º (Acesso à Cabine dos árbitros)? Como agora só existem na Prática CROM, os mesmos não estão contemplados neste artigo, porquê?
  • Coloca-se ainda a questão e quando forem Oficiais de Mesa nomeados pela FAP, qual será o Procedimento? Também ficam impedidos de entrar na Cabine dos árbitros?
  • Será que é para dar cabal cumprimento do texto constante do ponto 1, do Artigo 103.º (Boletim de Jogo) do (des) Regulamento de Arbitragem?
  • Esta questão leva-nos, a outra e como foi processado até ao momento?
Depois destas questões, os Clubes que se preparem, para o futuro, que não vemos, claro e mais saudável, pois em vez de facilidades, cada vez se complica mais. AGUARDEMOS…

O Reticências

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Campeonato do Mundo Masculino 2019 – XV

26.º MUNDIAL DE SENIORES MASCULINOS
DINAMARCA – ALEMANHA – 2019
GRUPO 4
PÓVOA DE VARZIM
Portugal, após uma intensa preparação para a disputa deste Grupo de Apuramento para o Play OFF de acesso ao Mundial, vai iniciar a sua participação desportiva, esperando da nossa parte, que não existam constrangimentos de qualquer natureza, apesar de considerarmos, que a FAP, ao não divulgar os 16 atletas que irão disputar o Grupo está a incorrer num erro de informação primário, depois de ter publicado um excelente documento através do seu “gabinete de informação”, que era desconhecido até esta altura, pois apenas era conhecido a AND Marketing, que faria este tipo de trabalho, mas parece que estamos perante uma mudança.
Assim recordamos o Calendário

1.ª Jornada
Dia 12-01-18
Polónia – Kosovo (17H15)
Portugal – Chipre (19H30) TVI24
2.ª Jornada
Dia 13-01-18
Kosovo – Portugal (18H00) TVI24
Chipre - Polónia (20H30)
3.ª Jornada
Dia 14-01-17
Chipre – Kosovo (15H30)
Portugal – Polónia (18H00) TVI24

Terminamos desejando as maiores felicidades ao Seleccionado Português.

O Banhadas Andebol

Europeu 2018 Masculino – XX

EURO 2018 MASCULINO NA CROÁCIA

Vai-se iniciar-se a Fase Final que será é disputada por 16 equipas, de 12 a 28-01-2018, em quatro cidades (Zagreb, Varazdin, Porec e Split) na Croácia, nunca esquecendo que é o último Europeu a ser disputado por 16 equipas.

Alemanha – Campeã em Titulo

A Ronda Preliminar – É constituída por 4 grupos de 4 equipas, e disputa-se de 12 a 17 de Janeiro, sendo apuradas para a chamada Main Round, os 3 primeiro classificados de cada grupo. Os apurados do Grupo A, juntam-se com os apurados do Grupo B, passaram a constituir o Grupo 1, sucedendo o mesmo com os apurados dos Grupos C e D, que se juntaram no Grupo 2. As restantes equipas não disputarão, mais jogos sendo classificadas segundo critérios já definidos pela EHF.

Grupos na Fase Preliminar – de 12 a 17-01-18

Grupo A (Split) – Croácia, Suécia, Sérvia e Islândia.
Grupo B (Porec) – França, Bielorrússia, Noruega, e Áustria.
Grupo C (Zagreb) - Alemanha, Macedónia, Montenegro e Eslovénia.
Grupo D (Varazdin) - Espanha, Dinamarca, República Checa e Hungria.

Main Round – de 18 a 24 de Janeiro

5.º e 6.º Lugar, os 3.º classificados de cada Grupo da Main Round – 26 de Janeiro

1/2 Final – em 26 de Janeiro

3.º E 4.º Lugar – em 28 de Janeiro

Final – em 28 de Janeiro
 
Nota – Os jogos das 1/2 Final, 3.º e 4.º lugar e Final, são disputados em Zagreb na Arena Zagreb, com capacidade para 15200 espectadores. Mas que segundo noticias que circulam em alguns Mídias, será encerrado após este Europeu, por dívidas da Federação Croata de Andebol com os gestores do espaço. (Ver Handball Planet)

ARBITRAGEMPortugal volta a estar representado no Europeu pela Dupla da Madeira, Duarte Santos / Ricardo Vieira, que integram as 12 duplas seleccionadas pela EHF, para dirigir os jogos deste Campeonato.
Desta vez não temos nenhum delegado na prova.

Os nossos sinceros parabéns aos nomeados e aos que ficaram de fora, pois são todos de grande valor

O Noticias

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Europeu 2018 Masculino – XIX - Transmissões

EURO 2018 MASCULINO NA CROÁCIA

Vai-se iniciar-se a Fase Final que será é disputada por 16 equipas, de 12 a 28-01-2018, em quatro cidades (Zagreb, Varazdin, Porec e Split) na Croácia, sendo o último Europeu a ser disputado por 16 equipas.

Através do sítio da Federação e do Guia TV, tomamos conhecimento das transmissões em direto, que já estão previstas, através da Sport TV

As transmissões já previstas são

Dia 12-01-18
França – Noruega (19H30) Sport.Tv5
Dia 13-01-18
Dinamarca – Hungria (19H30) Sport.Tv3
Dia 14-01-18
Islândia – Croácia (19H30) Sport.Tv5
Dia 15-01-18
Eslovénia – Alemanha (17H15) Sport.Tv5
Dia 16-01-18
Croácia – Suécia (19H30) Sport.Tv5
França - Bielorrússia (17H15) Sport.Tv5
Dia 17-01-18
Alemanha – Macedónia (17H15) Sport.Tv5
Espanha – Dinamarca (19H30) Sport.Tv5

Horas em Portugal Continental

Nota – Como todos os encontros são transmitidos em directo pela EHFTV. Em virtude destas transmissões, poderá significar, que em Portugal não haverá acesso às transmissões que são feitas pela EHF TV, no mínimo para estes encontros. 

O Noticias