gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Competições Europeias 2017 / 2018 – LIV

Hoje (17-11-17), iniciou-se a disputa da 3.ª Ronda de Qualificação da Challenge CUP Masculina onde participa o Madeira SAD.

Masculinos

CHALLENGE CUP

MADEIRA SAD VENCE PARNASSOS STROVOLOU
(1ª MÃO)

O Madeira SAD iniciou a disputa desta eliminatória (32 equipas) com a realização do encontro da 1.ª Mão defrontando o Parnassos Strovolou (Chipre), no Funchal, on de será igualmente realizado o jogo da 2.ª Mão, com um pavilhão cheio, mas limitado conforme as normas da EHF. Resultado sem história, pois a equipa cipriota, demonstrou ser claramente inferior à equipa portuguesa, de tal forma que ao intervalo o resultado de 23-5, era completamente esclarecedor, do sentido que o jogo tinha pois a equipa do Madeira SAD, comandou o jogo e o marcador durante os 60 minutos. O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro, e o resultado final, é completamente esclarecedor da nítida superioridade do conjunto português. O resultado permitiu à equipa do Madeira SAD, fazer uma gestão de recursos, de forma a aproveitar a pouca resistência da equipa adversária. De tal forma o fez que os jovens João Miranda com 11 golos, e João Martins com 8 golos, com o experiente João Paulo Pinto igualmente com 8 golos, foram os melhores marcadores da equipa portuguesa, uma palavra, para a disciplina com que correu o encontro com apenas 1exclusão para cada lado, uma palavra para dizer que o melhor marcador da equipa visitante não passou dos 3 golos e foi Orestis Leontiou. Com este resultado, na nossa opinião a passagem à eliminatória seguinte está praticamente garantido. Pena que o Madeira SAD não tenha usado o Ticker da EHF.

Resultadoe e Calendário
1.ª Mão
Dia 17-11-17
Madeira SAD 46 – 12 Parnassos Strovolou
2.º Mão
Dia 18-11-17
Parnassos Strovolou – Madeira SAD (17H00)

Jogos disputados em Portugal

O Sorteio da 4.ª Eliminatória (1/8 Final), realiza-se no dia 28-11-17.

O Noticias

Torneio Internacional de Avilés - 2017

Juniores C Masculinos
No VIII Torneio Internacional Avilés
(Foto FAP)
A selecção Nacional de Juniores C Masculinos, segundo informa o sitio da Federação, participar num Torneio Internacional de Avilés, nas Astúrias, de 14 a 17-12-17.

È uma participação que consideramos “desgarrada”, que qualquer objectivo, que se conheça, pois nada é dito acerca do que se pretende com esta participação:

  • Quais os objectivos desta competição?
  • Pretende-se observar jogadores em competição?
  • Pretende-se preparar uma nova geração de atletas?
  • Ou será pura e simplesmente mais uma participação?

Responda quem souber, pois ao consultar-se o sitio da Federação não se encontra nenhuma definição dos objectivos, nem do seu enquadramento, em qualquer quadro competitivo.

A participação é antecedida de um pequeno (mais que pequeno) estágio a realizar no CAR de Gaia, e pelo que nos é dado a ler resume-se a dois (2 dias) de treinos em 12 a 14-12-17.

Lembramos que esta participação obriga a alterações nos jogos da PO06, PO07 e PO08, felizmente que a FAP, desta vez justificou as alterações que se encontram no CO N.º 39 de 16-11-17, face a esta informação, teremos de dar os parabéns a quem o elaborou pois o mesmo é informativo, dos motivos das possíveis alterações.

Não existe ainda nem informação sobre as equipas participantes bem como do calendário da competição, Recordamos que no último torneio, participaram no torneio as equipas, de Portugal, a Espanha, Roménia e a Áustria.

Lista de convocados como de costume sem comentários:
O Formador

Competições Europeias 2017 / 2018 – LIII – Liga dos Campeões Masculinos

O Sporting vai disputar a 8.ª jornada na Fase de Grupos da Liga dos Campeões Europeus, integrando o Grupo D.
Grupo D Constituição – HC Metalurg (Macedónia) Montpellier HB (França), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogas HT (Turquia), Chekhovskie Medvedi (Rússia) e Sporting (Portugal) 

Nesta 8.ª Jornada a equipa portuguesa, volta a defrontar a equipa ucraniana do HC Motor Zaporozhye, na Ucrânia, equipa que veio vencer ao Pavilhão João Rocha na 2.ª Jornada do Grupo, por um resultado confortável. Desejamos á equipa portuguesa que seja um bom jogo de Andebol, e que embora não seja fácil, consiga rectificar o resultado anterior.

8.ª Jornada
Dia 18-11-17
HC Motor Zaporozhye - Sporting (18H00) EHF TV

Horas em Locais

Nota:

A Fase de Grupos (A, B, C e D com 28 equipas), terá início em 14-09-17 e terminará para os grupos A e B em 28-02/04-03-18, e para os grupos C e D em 29-11/03-12-17. O 1.º e 2.º classificado dos Grupos C e D, disputaram os chamados jogos KO, para apurar as 2 equipas que se juntarão aos 2.º, 3,º, 4.º, 5.º, e 6.º classificados dos grupos A e B passam para os chamados “last 16” (12 equipas), os 1.º classificados dos Grupos A e B, passam directamente aos 1/4 Final. 

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2017 / 2018 – LII

Este fim-de-semana, vai disputar-se a 3.ª Ronda de Qualificação da EHF CUP Masculina onde participa o FC Porto.

Masculinos

EHF CUP
O FC Porto, vai defrontar a forte equipa alemã do Füchse Berlin na 3.ª Ronda de Qualificação (32 equipas) – iniciando a eliminatória com o seguinte Calendário.

Calendário
1.ª Mão
Dia 18-11-17
FC Porto – Füchse Berlin (18H30) Canal Porto / Andebol TV
2.º Mão
Dia 23-11-17
Füchse Berlin – FC Porto (19H30)

Horas Locais

Desejamos á equipa portuguesa boa sorte na competição.

O Noticias

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Alterações de Datas

FEDERAÇÃO ALTERA DATAS
DA
TAÇA PORTUGAL FEMININA, E
1.ª DIVISÃO FEMININA

A FAP através do seu CO N.º 38 de 14-11-17, informa da alteração de algumas datas destas duas provas.

Estranha-se que as referidas alterações sejam feitas a frio, e sem qualquer justificação, porquê?

Quais os motivos que levam a que as referidas datas sejam alteradas, e de tal modo, que as principais provas do género Feminino terminam, a sua actividade em 20-05-18, e agora não existe preocupação da inactividade a que a maioria dos clubes vão estar sujeitos.

Ou será que existe descriminação dos géneros, era importante que a FAP, tivesse esclarecido quais os motivos que levaram a que estas alterações fossem feitas, e desta forma evitava-se todo e qualquer especulação pudesse ser feita.

Outra novidade, deste CO, é que ao contrário da Final Four Masculina, a Final Four Feminina, ainda não têm qualquer lugar definido, pois continuam em aberto as candidaturas à sua organização, lamentável que a uma altura destas da época ainda não exista um local para a sua organização.

Alterações Indicadas pela FAP
PO23 – Taça de Portugal – Novas Datas
1/4 Final – 25-04-18
1/2 Final – 19-05-18
Final – 20-05-18
PO09 – 1.ª Divisão Nacional Seniores Femininos – Novas Datas
Grupo A
1/2 Final – 1.º Jogo 14-04-18. 2.º Jogo 21-04-18, possível 3.º Jogo 22-04-18.
Final - 1.º Jogo 28-04-18. 2.º Jogo 29-04-18, 3.º Jogo 05-05-18, possível 4.º Jogo 06-05-18, possível 5.º Jogo 12-05-18.

Jogos de definição do 3.º ao 8.º Lugar – 1.º Jogo 29-04-18, 2.º Jogo 05-05-18, possível 3.º Jogo 06-05-18 (segundo se depreende do teor do CO)

Grupo B
3.ª Jornada – Antecipada para 14-04-18.

O Banhadas Andebol

Competições Europeias 2017 / 2018 – LI

Este fim-de-semana, vai a disputar-se a 3.ª Ronda de Qualificação da Challenge CUP Masculina onde participa o Madeira SAD.
Masculinos

CHALLENGE CUP
O Madeira SAD vai disputar as a 1.ª Mão e a 2.ª Mão da 3.ª Ronda de Qualificação (32 equipas) – defrontando o Parnassos Strovolou (Chipre), no Funchal.

Calendário
1.ª Mão
Dia 17-11-17
Madeira SAD – Parnassos Strovolou (19H00)
2.º Mão
Dia 18-11-17
Parnassos Strovolou – Madeira SAD (17H00)

Desejamos á equipa portuguesa boa sorte na competição

O Noticias

Informação - Clubes - Diversa

ADC BENAVENTE
O Noticias

Foto do Ano 2016 – IHF

FOTO DE ANDEBOL DO ANO DE 2016
(ESTA ANO A IHF PREMIOU DUAS)

Como é sua tradição a IHF, promoveu o concurso das melhores imagens e fotos do Ano de 2016 de Andebol.

Andebol é… Emoção, energia, paixão, velocidade e trabalho de equipa. É difícil descrever a modalidade numa única palavra, mas ainda é mais difícil capturá-lo em imagens. Mas existem certamente entre os verdadeiros adeptos da modalidade, fotógrafos que foram e são bem-sucedidos, foi esta a mensagem da IHF na procura das imagens da modalidade.

Felizmente e segundo as palavras da própria IHF, foi grande a dificuldade de escolha, pois foram apresentados excelentes trabalhos, que dignificam a modalidade.

Este ano e conforme já dissemos no subtítulo deste artigo, a IHF resolveu premiar duas Fotos, uma na vertente indoor, e outra na vertente de praia, e os seus vencedores representam dois Continentes, pois são provenientes da Hungria e da Austrália.

Anikó Kovács (Hungria) – Que capturou um instantâneo da jogadora norueguesa Heide Loke durante um encontro pela sua equipa o Gyori Audi ETO KC para a Liga dos Campeões Europeus no Feminino.
Bronwyn Thompson (Austrália) – Foi o outro contemplado com o prémio, relacionado com o andebol de praia, e apresenta o jogador vitoriano Matthew Campbell em acção durante o Open de praia realizado na Austrália.
 

O Noticias

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 20 – 2017 / 2018 – I

Cronica intermédia da PO01, dedicada aos dois encontros que se disputaram hoje (15-11-17).

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

10.ª Jornada
Dia 15-11-17
Sporting 47 – 24 Arsenal
11.º Jornada
Dia 15-11-17
Belenenses 29 – 32 FC Porto

Disputara-se dois encontros, um que se encontrava em atraso, e que completou a 10.º Jornada desta Fase, e outro disputado por antecipação, relativo à 11.ª Jornada da prova, ambos os jogos disputados fora das datas normais da suas jornadas, devido á sua participação nas provas Europeias de Clubes. Continua-se a não entender o critério de nomeações realizadas pelo CA da Federação, porque mais uma vez são nomeados para estes dois encontros duplas que fazem parte do quadro do Nível 3, conforme Circular N.º 007 de 04-10-17. Encontros disputados sem ocorrências disciplinares registadas.

Sporting 47 – 24 Arsenal

Jogo disputado no Pavilhão João Rocha, que se apresentava com uma fraca moldura humana, provavelmente devido à hora a que o jogo foi disputado. Jogo que terminou com a vitória esperada, da equipa do Sporting num jogo de sentido único, e que chegou rapidamente ao 5-1 aos 7 minutos de jogo, para ainda no primeiro tempo, chegar aos 12 golos de vantagem, quando estavam decorridos cerca de 27 minutos (19-7), e com dois jogadores em grande plano Manuel Gaspar (38% de eficácia), na baliza do Sporting, e Kopco (7 golos, 88% de eficácia), quer aos 6 metros quer no contra-ataque, sempre bem acompanhados por Filipe Borges, o melhor marcador da equipa (9 golos, 90% de eficácia), realizando um encontro pausado quer a defender quer a atacar, que o Arsenal nunca soube contrariar, e que teve na baliza em David Cunha (15% de eficácia) mas apesar de tudo seu principal elemento, pois a recuperação defensiva da sua equipa era bastante fraca, e com as equipas a apresentarem sistemas defensivos diferentes, enquanto o Sporting jogo num 6x0, que variava em algumas situações, e o Arsenal, a jogar em termos defensivos, em 5x1, apenas se estranha que se tenha apresentado com apenas 11 jogadores inscritos. No segundo tempo o Sporting, iniciou a sua gestão do plantel, começando a gerir o mesmo logo no seu início, de forma a dar tempo de jogo a quase toda a gente, com Carlos Ruesga (7 golos, 100% de eficácia), e Francisco Tavares (6 golos, 60% de eficácia), bem como o jovem Bruno Gastar que ainda marcou 4 golos (80% de eficácia), enquanto o Arsenal ia fazendo pela vida e aos 45 minutos de jogo j+a perdia por 33-16, (17 golos de diferença), quando alterou o seu sistema defensivo, para 6x0, mas diferença foi-se acentuando apesar dos bons desempenhos quer de Ivo Silva (5 golos, 83% de eficácia), quer de Rui Lourenço igualmente com 5 golos /83% de eficácia), mas a diferença era notória e o diferencial foi aumentando até o resultado final. Dirigiu o encontro a dupla mista de Lisboa / Santarém, constituída por Tiago Correia e João Aranha, cujo maior pecado foi a validação de golos em plena violação da área dos 6 metros.

No mítico Acácio Rosa, que apresentava uma razoável moldura humana, para o que é ultimamente a sua normalidade, para ver um encontro que já foi considerado um dos clássicos da modalidade, o Belenenses / FC Porto. Mas onde infelizmente a anunciada transmissão do jogo se resumiu aos primeiros 24 minutos de jogo, o que representa (na nossa opinião) uma autêntica machadada na modalidade. O Encontro onde a diferença dos planteis é abismal, começou por ser de grande equilíbrio até aos 5 minutos de jogo, quando se registava uma igualdade a 3 golos, a partir deste momento o FC Porto, com grande eficácia no seu sistema defensivo, que se demonstrava coeso, com a equipa do Belenenses sem soluções de ataque, para penetrar na mesma, pois o bloco central do FC Porto fazia toda a diferença e deste modo aos 23minutos de jogo o FC Porto vencia por 16-8, uma das maiores diferenças que registou nos primeiros 30 minutos, no entanto uma ligeira reacção da equipa do Belenenses, levou a que o intervalo chegasse com o resultado em 19-13 a favor do FC Porto. No segundo tempo uma boa entrada em jogo do FC Porto leva a que o resultado chegue, aos 9 golos de diferença (23-14 aos 36, 25-16 aos 38 e 26-17 aos 39 minutos), pois a partir deste momento entrou-se numa toada de equilíbrio, com a equipa do Belenenses a reduzir a diferença aos 43 minutos de jogo para apenas 5 golos (27-22), diferença que se foi mantendo até cerca dos 50 minutos (29-24) para a equipa visitada fazer um parcial de 4-0 que colocou o resultado em apenas 2 golos de diferença ao passar de 30-24, para 30-28 aos 56 minutos, quando o FC Porto sente a necessidade de fazer algo e utiliza um oportuno time-OUT. Não se entende bem a estatística deste encontro, pois não coloca qualquer valor no guarda-redes do Belenenses, João Moniz que defendeu a sua baliza pelo menos nos 30 minutos iniciais. Colocando toos os valores e, Miguel Moreira (22% de eficácia), quando mais uma vez no FC Porto os seus guarda-redes atingiram, Alfredo Quintana (31% de eficácia), e Hugo Laurentino (36% de eficácia).João Ferreira com 7 golos (58% de eficácia), e Nuno Roque (6 golos, 46% de eficácia), e com 4 assistências, foram os elementos em destaque na equipa do Belenenses. No FC Porto com 10 jogadores a marcarem golos, Miguel Martins (6 golos e 60% de eficácia), e Hernandez (6 golos, 67% de eficácia), foram os seus principais marcadores. Uma referência para a eficácia do FC Porto nos 6 metros com 10 golos em 10 oportunidades. Especial atenção ao elevado número da Faltas Técnicas (17) registado no encontro.

Após a realização destes jogos a classificação é a seguinte – 1.º Sporting (+ 1 jogo, 30 pontos), 2.º Benfica, e FC Porto (+1 jogo) (28 pontos), 4.º ABC (26 pontos),e Belenenses (+ 2 jogos), (26 pontos), 6.º AA Avanca (23 pontos, 7.º Madeira SAD (20 pontos), 8.º Águas Santas (18 pontos), 9.º Boa Hora, e Ismai (17 pontos), 11.º Xico Andebol (16 pontos), 12.º Arsenal (15 pontos), 13.º AC Fafe (13 pontos), 14.º São Bernardo (11 pontos). 

O Banhadas Andebol

Torneios de Seleções Regionais (Masculinos e Femininos) - II

Conforme anteriormente por nós referido, no seguimento do efectuado na época anterior onde a Federação reactivou as provas de Selecções Regionais, quer em Masculinos, quer em Femininos, provas que chegaram a ser por PO30 e PO31, mas com novo formato (que na nossa opinião bastante melhor que o anterior) estas designações deixaram de existir, e como tal também não as usaremos. Hoje iremos abordar a prova feminina, mantendo a introdução de abordagem que fizemos para o masculino.

Apenas voltamos a referir que se não se registarem candidaturas á organização das diversas Fases, cada Associação será responsável pela sua Seleção, com excepão das Selecções das Regiões Autónomas, que será da responsabilidade da Federação, com a omissão já assinalada, nos CO’s N.º 36 e 37 desta época, são omissos em alojamento, que se existir ninguém sabe de quem é a responsabilidade.

Torneio Seleções Regionais Femininas - Prova destinada a atletas nascidos em 2003 e 2004.

Participam em princípio – Algarve, Aveiro, Braga, Leiria, Lisboa, Madeira, Porto, Setúbal (*), Vila Real (*), um total de 10 de Associações. Verifica-se assim uma evolução positiva, pois passamos de 8 Associações (7 equipas, pois duas associações formavam uma única equipa), ou seja um aumento de cerca de 25%, o que consideramos bastante positivo.

(*) – Segundo a FAP, aceites a título de excepção, não se entende porquê? Havia Limites ou pressupostos de inscrição, que são desconhecidos? Ou será para justificar o formato competitivo?

Sistema competitivo.

A Prova será dividida em 3 fases:

1.ª Fase – 3 Zonas (1 zonas com 4 equipas e 2 zonas 3 equipas), jogando no sistema de TxT a 1 volta, apurando-se o 1.º Classificado de cada Zona para a Fase Final, o 2.º da zona com 3 (4 equipas), fica igualmente apurado para a Fase Final. As restantes equipas ficam apurados para uma Fase Intermédia.

Zona 1 – n.º 1 Braga (*), n.º 2 Vila Real, n.º 3 Aveiro;
Zona 2 – n.º 1 Porto (*), n.º 2 Viseu, n.º 3 Leiria;
Zona 3 – n.º 1 Lisboa (*), n.º 2 Madeira, n.º 3 Setúbal, n.º 4 Algarve;

Na nossa opinião zonas constituídas para minimizar custos, mas mesmo assim haverá zonas que são bastante dispendiosas, como por exemplo as zonas 2 e 3.

(*) Cabeças de série (classificação da época 2016/2017) - Isto diz a Federação, e nós perguntamos para que servem? Nada é dito no Comunicado de divulgação dos dados essenciais da prova.

Esta Fase será disputa em 09 e 10-12-17, o que dará origem a 3 concentrações.

Fase intermédiaAqui o CO N.º 37 da Federação desta época, comete um erro, ao referir conforme imagem por nós apresentada, ao referir novamente o 2.º Classificado da Zona 3, quando deveria referir era o 2.º Classificado da Zona 1. Disputada em apenas 2 zonas de 3 equipas, que jogam no sistema de TxT a 1 volta, apurando-se o 1.º Classificado de cada zona para a Fase Final. Os segundos Classificados das zonas 2 e 3?Ddeverá ser 1, serão cabeças de série. Mantemos a nossa questão para que servem?
Estranho que a FAP não tenha divulgado, quais as zonas da 1.ª Fase que constituirão as zonas nesta fase intermédia, ou será que vai haver sorteio, este era um ponto que deveria ser completamente esclarecido.

Esta Fase será disputa em 24 e 25-02-18, o que dará origem a 2 concentrações.

Fase Final – Participam as 6 equipas apuradas quer na 1.ª Fase quer na Fase Intermédia, que numa 1.ª Fase serão agrupadas em 2 zonas de 3 equipas, jogando TxT a 1 volta, com os 1.º e 2.º classificados de cada zona, a disputarem as 1/2 Final, enquanto os 3.º Classificados farão um jogo de definição do 5.º e 6.º Lugar.

Esta Fase será disputa em 08 a 10-06-18, o que dará origem a 1 concentração.

Apesar do CO ser omisso, pensamos que estas zonas serão sorteadas, pois não existe razão para ser de outro modo.

A prova dará origem a um total de 6 concentrações, será que vai haver candidaturas para todas? Duvidamos, e neste caso, o local será sorteado, com os pavilhões a serem da responsabilidade da Associação sorteada, mas alimentação da responsabilidade de cada participante, e nós voltamos a perguntar e o alojamento se houver necessidade do mesmo de quem é a responsabilidade?

Como nota final (aplicada a ambos os géneros), diremos que a FAP considera a possibilidade de os jogos da 1.ª Fase as fases serem disputados num só dia, sistema do qual discordamos em absoluto, pois torna a mesma uma prova feita por favor e economicista e não uma competição para desenvolvimento e implementação da modalidade, nestes termos provavelmente o mais sensato (na nossa opinião), em vez de se fazerem deslocações de centenas de Km’s, Mais valia fazerem-se concentrações regionais, para observação, e desenvolvimento envolvendo os clubes das respectivas Associações

O Formador

Competições Europeias 2017 / 2018 – L

Este fim-de-semana, continua a disputa da 3.ª Ronda de Qualificação da Challenge CUP Feminina, onde vai participar o Alavarium, o SIR 1.ª Maio/CJB, já qualificado para a ronda seguinte.

Femininos

CHALLENGE CUP
O Alavarium vai disputar as a 1.ª Mão e a 2.ª Mão da 3.ª Ronda de Qualificação (32 equipas) – defrontando o ZJRK Bor RTB (Sérvia). Em Aveiro.
Calendário
1.ª Mão
Dia 18-11-17
Alavarium – ZJRK Bor RTB (21H30)
2.º Mão
Dia 19-11-17
ZJRK Bor RTB – Alavarium (18H00) Andebol TV

Desejamos á equipa portuguesa boa sorte na competição

O Noticias

Andebol de Praia 2017 / 2018 – Europeus – VII

MONTENEGRO – 2018
EUROS SUB-18
 
A EHF informou de que o prazo para as inscrições nos Euros 2018 de Andebol, de ambos os géneros para os Sub-18, na vertente Praia, terminam em 15 de Dezembro de 2017.

As provas foram disputadas por 12 equipas em cada género, sendo este o 9.º Euro para as categorias mais jovens.

A prova será disputada em Montenegro de 29 de Junho a 1 de Julho de 2018

As inscrições serão aceites pela ordem de entrada, assim as 12 equipas escolhidas, serão as primeiras 12 a inscreverem-se. Esperamos que Portugal tenha tido esta limitação em conta. Recordando que aprova se destina a atletas nascidos em 2000 ou depois.

Recordando apenas, que Portugal, face às classificações obtidas no escalão de Sub-17, em 2017, têm responsabilidades acrescidas, na sua representação

O Noticias

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 07 – 2017 / 2018 - IV

Crónica dedicada aos jogos da PO04, que se disputaram durante o fim-de-semana.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona 1
6.ª Jornada
Dia 12-11-17
Águas Santas 30 - 22 AA Avanca
Académico FC 21 - 34 ABC
FC Gaia 18 - 29 FC Porto
Xico Andebol 29 - 27 Ismai
CP Natação 29 - 29 CD Feirense

Zona em que a jornada se disputou completa, e sem ocorrências disciplinares, apesar de termos dois resultados que demonstram grande equilíbrio, no encontro que colocou frente a frente o CP Natação e o CD Feirense, foi um encontro de total equilíbrio que traduz na igualdade que se registou no final do encontro, no entanto a equipa do CD Feirense no final dos primeiros 30 minutos encontrava-se na frente do marcador por 15-13, mas a equipa da casa soube dar a volta por cima e equilibrar o encontro. João Rodrigues, e Luís Alves ambos com 6 golos, cada, foram os melhores marcadores do CP Natação, com Eduardo Rocha a marcar 13 golos e a ser o melhor marcador do CD Feirense. O outro encontro onde se registou algum equilíbrio foi o Xico Andebol / Ismai, que o Ismai vencia com alguma surpresa no final dos primeiros 30 minutos. (13-12), mas o Xico Andebol, one a sua principal figura foi mais uma vez Manuel Lima com 13 golos, (melhor Marcador da equipa), contribuiu decisivamente para a sua equipa dar a volta ao marcador, e terminar como vencedor, continuando deste modo a ser uma das principais equipas a discutir os lugares de apuramento para a Fase Final, Diogo Teixeira com 7 golos foi outro dos principais marcadores da equipa vimaranense, Gonçalo Meireles com 11 golos, e Guilherme Santos com 6 golos, foram os melhores marcadores do Ismai. Nos outros encontros tudo dentro da normalidade competitiva, com as principais equipas a vencerem e por confortáveis margens. Em Gaia, que registou a única assistência digna desse nome, o FC Porto, venceu sem grandes dificuldades a o FC Gaia, chegando ao intervalo já a vencer por 15-7, e que lhe permitiu uma completa gestão do plantel, tendo 11 jogadores a marcarem golos, com Martim Costa e os seus 8 golos, a ser o seu principal marcador, pelo FC Gaia, Tomás Carvalho com 8 golos foi o seu melhor marcador, com esta vitória o FC Porto, é a única equipa da zona que apenas contabiliza vitórias até ao momento. O ABC na sua deslocação ao Lima, também não sentiu qualquer dificuldade e ao intervalo já vencia por 17-11, o que lhe permitiu gerir o jogo e o plantel no segundo período do jogo, com esta nova derrota a equipa do Académico FC, é a única da zona que apenas regista derrotas até ao momento. Carlos Sousa com 8 golos, e João Carneiro com 6 golos, foram os melhores marcadores do Académico FC, Francisco Silva com 10 golos, e Carlos Bandeira com 6 golos, foram os melhores marcadores do ABC, que continua a ser uma das principais equipas na discussão pelos lugares de apuramento para a Fase Final, tal como a Águas Santas que venceu com alguma facilidade a equipa da AA Avanca, embora a equipa da Região de Aveiro, ainda proporcionasse alguma emoção no primeiro tempo ao chegar ao intervalo a perder apenas por 3 golos de diferença (14-11), mas no segundo tempo tudo se modificou, e a equipa maiata consolidou a sua vitória. Ruben Santos com 10 golos, e Fábio Teixeira com 8 golos foram os melhores marcadores do Águas Santas, Pedro Pires com 7 golos, e Ciprian Popovic com 5 golos, foram os melhores marcadores da AA Avanca.

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º FC Porto (18 pontos), 2.º Xico Andebol (+ 1 jogo, 17 pontos), 3.º ABC (16 pontos), 4.º Águas Santas (14 pontos), 5.º CD Feirense, CP Natação, e AA Avanca (+ 1 jogo) (11 pontos), 8.º FC Gaia, e Ismai (10 pontos), 10.º Académico FC (6 pontos).

Zona 2
6.ª Jornada
Dia 12-11-17
Juventude Lis 31 - 22 Vitória FC
Benfica 32 - 23 Estarreja
Almada AC 29 - 31 Belenenses
São Bernardo 28 - 26 AC Sismaria
Sporting 33 - 25 Alto Moinho

Zona disputada com o registo de ocorrências disciplinares, facto sempre negativo quando acontece. E com apenas dois encontros disputadíssimos, referimo-nos ao Almada AC / Belenenses, que terminou com a difícil vitória da equipa do Belenenses, depois de chegar ao intervalo a vencer por 18-14, permitindo uma excelente reacção da equipa almadense nos segundos 30 minutos mas que não chegou para alterar o resultado final, e com mais esta derrota continua a ser a única equipa da zona que apenas contabiliza derrotas até ao momento. André Claro com 10 golos e Rafael Sousa com 7 golos, fôramos melhores marcadores do Almada AC, por sua vez Francisco Sousa com 8 golos, e Vasco Martins com 5 golos, foram os melhores marcadores do Belenenses. O outro encontro onde o resultado foi equilibrado disputou-se em São Bernardo, onde a equipa local recebeu o AC Sismaria, que estava na frente do marcador no final dos primeiros 30 minutos por 15-14, para o São Bernardo no segundo tempo dar a volta ao resultado e terminar a vencer por dois golos de vantagem, e desta forma continuar com apenas uma derrota na prova até ao momento, e poderá ser considerado um dos principais candidatos da zona ao acesso à Fase Final, por sua vez a equipa do AC Sismaria, continua a não registar qualquer vitória na prova, até ao momento. Nuno Ferreira com 9 golos e Tiago Couto com 6 golos foram os melhores marcadores do São Bernardo, Gonçalo Jesus e Simão Santos, ambos com 6 golos cada, foram os melhores marcadores da equipa do AC Sismaria. Nos outros encontros, como maior ou menos dificuldade, venceram os naturais favoritos e por margens finais esclarecedoras, sendo um dos jogos onde a margem foi maior, que se registaram ocorrências disciplinares, no Benfica / Estarreja AC, jogo onde ao intervalo a equipa do Benfica já vencia por 16-10, confirmando no segundo tempo a sua superioridade, registe-se que no Benfica foram 10 jogadores a marcarem golos, com João Marques com 9 golos, e Tiago Costa com 5 golos os principais marcadores do Benfica, que com esta vitória, continua a ser a única equipa na Zona a contabilizar apenas vitórias nos jogos realizados até ao momento. O Estarreja AC, que se apresentou para este encontro com apenas 10 jogadores inscritos, teve em Bernardo Marques com 7 golos e em Diogo Liberato com 5 golos, os seus melhores marcadores. Num dos encontros onde se esperava maior equilíbrio o Sporting / Alto Moinho, acabou por vencer a equipa do Sporting, que ao fim do primeiro período de jogo, já se encontrava na frente do marcador por 16-12, e assim a equipa do Alto Moinho sofreu a sua primeira derrota na prova até ao momento, mas (na nossa opinião), continuando a ser um dos principais candidatos à discussão por um dos lugares de acesso à Fase Final. Este encontro teve ainda a curiosidade de ambas as equipas terem 10 jogadores a concretizarem golos, com Bruno Gaspar e os seus 7 golos, e Salvador com 6 golos, a serem os principais marcadores do Sporting, Diogo Abadia com 6 golos, foi o principal marcador do Alto Moinho. No pavilhão da Juventude Lis os locais jogaram e venceram o Vitoria FC, de uma forma clara, com o resultado ao intervalo a assinalar já uma vantagem de 4 golos, a seu favor (17-13), para no segundo tempo a equipa leiriense consolidar a sua vantagem. Com esta vitória a equipa da Juventude Lis em termos classificativos largou a companhia do seu adversário nesta jornada. Pedro Santos com 9 golos, e João Cartas com 7 golos, foram os melhores marcadores da Juventude Lis, Rodrigo Alcácer e Henrique Machado, ambos com 6 golos cada, foram os melhores marcadores do Vitória FC.

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º Sporting (+ 1 jogo, 19 pontos), 2.º Benfica (18 pontos), 3.º São Bernardo (16 pontos), 4.º Alto Moinho (15 pontos), 5.º Belenenses (12 pontos), 6.º Juventude Lis (11 pontos, 7.º Estarreja AC (10 pontos), 8.º Vitória FC (+ 1 jogo, 9 pontos), 9.º AC Sismaria (8 pontos), 10.º Almada AC (6 pontos). 

O Noticias

ScandIbérico Feminino – 2017

SCANDIBÉRICO FEMININO 2017
JUNIORES “B”
NA
SUÉCIA
(Foto FAP)
Depois de em 2016 o ScandIbérico Feminino, se ter realizado em Portugal (S. Pedro do Sul), e dando assim continuidade as últimas participações, que esperamos sejam para ficar, a sua representação volta ser entregue ao escalão de Juniores B.

Diga-se que esta será a única actividade internacional prevista, esta época para o escalão. Além da já normal participação no Kakygaia no mês de Dezembro do corrente ano.

O Torneio este ano realiza-se em Lund na Suécia, de 24 a 26-11-17. Participam no torneio além de Portugal, a Espanha. Suécia e Noruega, estranha-se a ausência de alguns Países que normalmente marcavam presença, como por exemplo a Dinamarca.

Recordamos que Portugal nas suas participações em 2010, excedeu todas as expectativas, alcançando um excelente 2.º lugar, com o torneio a ser disputado na ilha de Fuerteventura mas Canárias, também em Espanha, e em 2011, classificando-se em 4.ª Lugar, mas com Mónica Soares, a ser a melhor marcadora com 36 golos, e com Isabel Góis e Mónica Soares a serem eleitas para o sete ideal da Prova. Em 2014 voltamos a ser 2.º Classificados, para em 2015, obtermos a pior classificação de sempre ao ficarmos pelo 4.º e último lugar no torneio disputado na Noruega (Gjovik), onde Diana Oliveira, juntamente com a norueguesa Line Ellertsen, foram as melhores marcadoras do torneio com 19 golos, e Com Mihaela Minciuma a ocupar o terceiro lugar com 18 golos. Para em 2016, voltarmos a ficar em 4.º lugar apenas contabilizando derrotas.

A presença no Torneio é precedido de um pequeno estágio a realizar em Almada com inicio em 22 de Novembro.

Convocatória, como de costume sem comentários
Calendário previsto

1.ª Jornada
Dia 24-11-17
Noruega – Espanha (17H00)
Suécia – Portugal (19H00)
2.ª Jornada
Dia 25-11-17
Noruega - Portugal (14H00)
Suécia – Espanha (16H00)
3.ª Jornada
Dia 26-11-17
Espanha – Portugal (09H00)
Suécia – Noruega (12H00)

Horas Locais

Nota – Mais uma vez se, verifica-se uma falta de informação, no que diz respeito à arbitragem, pois em princípio e normalmente estas seleções seriam acompanhadas uma dupla, será que vai… E quem...Já que estamos na moda de não dar Informações sobre Arbitragem…

A toda a comitiva portuguesa desejamos as maiores felicidades. 

O Formador

Nomeações – EHF – 2017 / 2018 – XIII

A EHF voltou a divulgar novas nomeações para as provas Europeias, tendo-se registado a seguinte nomeação de elementos portugueses.

Árbitros
Eurico Nicolau / Ivan Caçador – Foram nomeados para dirigir o encontro da 8.ª Jornada do Grupo “B” da Liga dos Campeões Europeus Masculina, que se disputa entre o RK Celje Pivovarna Lasko (Eslovénia) e o THW Kiel (Alemanha), na Eslovénia em 19-11-17.

Duarte Santos / Ricardo Vieira – Foram nomeados para dirigir o encontro da 8.ª Jornada do Grupo “B” da Liga dos Campeões Europeus Masculina, que se disputa entre o SG Flensburg-Handewitt (Alemanha) e o HC Meshkov Brest (Bielorrússia), na Alemanha em 19-11-17.

Aos nomeados, desejamos as maiores felicidades no desempenho das suas funções.

O Regras

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Crónica de Fim-de-semana, No Feminino – 09 – 2017 / 2018

Mais uma crónica de fim-de-semana exclusivamente dedicada ao Feminino (PO09).

Depois das nossas referências às poucas transmissões da Andebol TV desta prova, tivemos uma este fim-de-semana, (deve ter sido excepção), os nossos parabéns.

Continuamos a referir o assunto das estatísticas, pois as mesmas existem ás vezes em http://po09.videobserver.com/pt/ , continuando-se a estranhar o silencio da Federação sobre o assunto. O Blog não têm de ser informado os adeptos da modalidade é que têm de ser devidamente informados e é para isso que nós tentamos contribuir. Mas mais uma vez, podemos informar de que estivemos a monitorar as mesmas durante os jogos e não são feitas em tempo real, muitas só surgem passando alguns dias, diga-se que algumas nem chegam a existir, mas mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
2.ª Jornada
Dia 12-11-17

CA Leça 29 - 21 Santa Joana
6.ª Jornada
Dia 08-12-17
CA Leça - Alavarium (17H00)
7.º Jornada
Dia 23-11-17
Académico FC - CA Leça (21H15)
8.ª Jornada
Dia 11-11-17
Santa Joana 25 - 34 Assomada
Juventude Lis 23 - 22 Académico FC
Colégio Gaia 31 - 23 JAC-Alcanena
Dia 19-11-17
CA Leça - CS Madeira (17H00)
Maiastars - Madeira SAD (17H00)
Dia 07-01-18
SIR 1.º Maio/CJB - Alavarium (17H00)

Uma prova que tem tudo menos regularidade competitiva, ora motivada pelas deslocações às ilhas e vice-versa, ora, e ainda bem pela presença nas Competições Europeias, outras nem se sabe porquê. Este fim-de-semana, mais uma vez isso aconteceu. Disputando-se ainda um dos jogos em atraso da desde a 2.ª Jornada. Nos jogos disputados, não existiu (na nossa opinião) nenhum resultado que pudesse ser considerado surpresa, embora a mesma não estivesse longe no Juventude Lis / Académico FC. Destacar pela positiva, que em nenhum dos jogos disputados se registaram ocorrências disciplinares.

Juventude Lis 23 – 22 Académico FC

No encontro que mereceu honras de transmissão pela Andebol TV, e que foi disputado no pavilhão da Juventude Lis, terminou com a vitória da equipa da casa por um golo, obtido a 31 segundos do fim do jogo, por uma das suas melhores jogadoras neste encontro, Margarida Sá Pessoa (5 golos), foi um encontro onde as defesas se sobrepuseram aos ataques, e a Juventude Lis, apesar dos muitos erros técnicos cometidos, diga-se a propósito que o Académico FC, também os cometeu, comandou praticamente o encontro e o marcador durante o tempo de jogo, apenas permitindo a uma igualdade a 22 golos perto dos 59 minutos de jogo, pois chegou a dispor ainda no primeiro tempo de vantagens de 4 golos (11-7, por exemplo, aos 24 minutos), para chegar ao intervalo a vencer por 13-11. No segundo tempo, mesmo com o Académico FC a dar excelente réplica, depois de um período de grande equilíbrio, onde as vantagens nunca eram superiores a 1 / 2 golos, chegou aos 49 minutos a vencer por 22-17, para depois sofrer um parcial de 5-0, em 10 minutos, através da acção de uma jogadora que fez os 60 minutos do encontro, estamos a referir-nos á central do Académico FC Cristiana Alves (10 golos), e de igualmente de Barbara Gandra com 9 golos, sempre muito bem acompanhadas por uma guarda-redes que foi na nossa opinião uma das grandes figuras do jogo, Andreia Costa, e que o seu sistema defensivo de 5x1, funcionou em pleno. A Juventude Lis que defendeu sempre no seu tradicional sistema de 6x0, teve igualmente na sua guarda-redes Luana Ligeiro, um dos seus principais trunfos, mas acima de tudo contou com uma Francisca Marques (12 golos) em grande forma, pois marcava de todas as posições, e em contra-ataque. Referir ainda que as duas equipas terminaram o encontro em inferioridade numérica, e de que Cristiana Alves a cerca de 5 segundos do final do tempo regulamentar atrapalha-se com a bola, e perde uma oportunidade de igualar o encontro. Com este resultado a equipa visitada ascende ao 4.º lugar à condicção pois têm mais um jogo, em igualdade pontual com o SIR 1.º Maio/CJB, enquanto o Académico FC continua registando apenas uma vitória. Encontro dirigido pela dupla de Santarém constituída por Fábio Gonçalves e João Vinagre, que na nossa opinião, apenas falharam na homologação de golos, em violação da área dos 6 metros, pois quanto ao resto as falhas são completamente admissíveis num encontro jogado com grande intensidade.

No jogo em atraso da 2.ª Jornada, o Ca Leça, venceu o Santa Joana, num encontro em que a equipa leceira não sentiu qualquer dificuldade em levar de vencida o Santa Joana, que se apresenta neste momento (na nossa opinião), como a equipa mais fraca da PO09, com o resultado ao intervalo a já dar indicações do que se iria verificar no final, pois o CA Leça já vencia por 16-9. No segundo tempo a equipa visitante limitou-se a gerir o resultado e o jogo, apesar de uma ténue reacção da equipa visitante. O CA Leça com 11 jogadoras a marcarem golos, teve em Catarina Oliveira com 6 golos a sua principal marcadora, por sua vez no Santa Joana, Ana Lopes com 7 golos, e Tatiana Barbosa com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras. O Santa Joana continua a ser a única equipa em prova que apenas regista derrotas. Sendo uma equipa que na prática realizou jornada dupla, pois na véspera defrontou em São Pedro Fins a equipa surpresa (na nossa opinião), a Assomada, em encontro a contra para a normal jornada em disputa. Encontro em que a equipa da Assomada construiu o resultado nos primeiros 30 minutos, ao chegar ao intervalo a vencer por 20-12, para posteriormente se limitar a fazer a sua gestão, gerindo igualmente o seu plantel. Na equipa do Santa Joana, Ana Lopes com 9 golos, e Caroline Costa com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras. Na equipa da Assomada, Rute Fernandes com 11 golos, e Nádia Fernandes com 6 golos, foram as suas melhores marcadoras.

Em Gaia, tivemos o jogo Colégio Gaia / JAC-Alcanena, onde o Colégio Gaia, confirmou todo o seu favoritismo, ao vencer com relativa facilidade a neo divisionária do JAC-Alcanena, depois de um primeiro tempo com algum equilíbrio pois o resultado ao intervalo era de 13-10 a favor da equipa visitada, e apenas no segundo tempo, o Colégio Gaia, confirmou o resultado e dilatou o resultado para os números finais, e com esta vitória isolou-se á condicção no primeiro lugar da tabela classificativa (+ 1 jogo). O Colégio Gaia com 10 jogadoras a concretizarem ocasiões de golos, teve em Helena Soares (6 golos), e Catarina Ruela (5 golos) as suas principais marcadoras. Raquel Anacleto com 6 golos e Aurora Prata com 5 golos, foram por sua vez as melhores marcadoras do JAC-Alcanena.

Classificação após estes encontros: - 1.º Colégio Gaia (23 pontos), 2.º Madeira SAD (-1 jogo, 20 pontos), 3.º SIR 1.º Maio/CJB (-1 jogo), e Juventude Lis (16 pontos), 5.º CS Madeira (- 1 jogo), Assomada, e Maiastars (-1 jogo) (15 pontos), 8.º JAC-Alcanena (14 pontos), 9.º Alavarium (- 2 jogos) (12 pontos), 10.º CA Leça (-3 jogos, 9 pontos), 11.º Académico FC (- 1 jogo, 9 pontos), 12.º Santa Joana (8 pontos).

Voltamos a referir que para os nossos principais OCS, que pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável

O Noticias

Congresso da IHF – 2017 - II

36.º CONGRESSO ORDINÁRIO DA IHF
ANTALYA (TURQUIA)


Este Congresso realizou-se em Antalya na Truquia de 11 a 12 de Novembro de 2017.

Depois de termos noticiado em tempo que Portugal apresentava candidaturas em três Órgãos da IHF, pois um dos grandes objectivos deste congresso era a realização de Eleições para diversos Órgãos Sociais da IHF, assim como a entrada de novas Nações, conforme informação da própria IHF, Fiji e Jamaica, para completa adesão, e como adesão associada a Inglaterra e a Escócia. Existindo ainda várias moções apresentadas em tempo sobre alterações Regulamentares, e votando-se ainda o programa de actividades da IHF.  

A federação de Andebol, apressou-se não a informar dos conteúdos do que se passou neste congresso, mas sim a noticiar a reeleição dos membros portugueses para os diversos Órgãos Sociais da IHF, e que nós já tínhamos informado.

Os Nomes dos Eleitos por Portugal foram:

Auditores Internos – Ulisses Pereira – Reeleito
Comissão Arbitral – Miguel Fernandes (membro) – Reeleito
Tribunal Arbitral – Pedro Mourão (membro) – Reeleito

Ficaremos a aguardar que a FAP dê informações sobre os outros temas, tratados neste congresso que poderá trazer ou não algumas novidades para a modalidade. 

O Banhadas Andebol