gal vence

- Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

EHF – Termina Cooperação - Liga Europeia de Clubes (EPHLA)

EHF – NÃO RENOVA PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO
COM
ASSOCIAÇÃO REPRESENTATIVAS DAS LIGAS EUROPEIAS (EPHLA)
Depois de em tempos termos noticiado sobre esta Organização do Andebol que reunia as principais ligas do Andebol Europeu, e da qual Portugal não fazia parte, tendo nós afirmado na altura “….Parece, que em Portugal e face ao já se conhece da última Assembleia Geral da FAP, ou andamos na última carruagem da composição ou viajamos sempre ou quase sempre em sentido contrário, o que diga-se de passagem também já não é novidade nenhuma….” E dizíamos ainda “…. Enquanto em Portugal continuamos a escamotear a verdade, onde a questão do profissionalismo, parece não interessar resolver de uma vez por todas, e nesse aspecto, após terem saído tantos decretos, despachos, etc…”  

Foi ainda proclamado na altura da sua constituição o seguinte:

E tudo isto porquê, é simples basta tomar conhecimento do que a Nova Organização Internacional do Andebol “ Associação das Ligas Europeias Profissionais de Andebol “ , faz e diz.

Criada com a finalidade de defender os direitos dos jogadores e dos seus Clubes, e servir de grupo de pressão sobre a EHF.”

No dia 20-02-18, a EHF, reuniu-se especialmente com os representantes da (EPHLA), para analisar em especial os próximos passos a dar para a criação de um novo Órgão representativo das Ligas. (não entendemos pois se ele já existe seria provavelmente dar-lhe outro âmbito e largar a sua constituição, ou será que era incomodo).

O Memorando de entendimento existente entre a EHF e a EPHLA, expira este ano (2018), e entende a EHF como este Órgão, apenas representa um quinto das Ligas Europeias, tomou a decisão de não continuar a cooperação, (mais uma vez dizemos, esqueceram-se que são apenas as verdadeiramente profissionais, e as mais fortes).

A Reunião foi feita com a presença do Presidente da EHF e do seu Secretário-geral e ainda com representantes de 29 Países, incluindo representantes das Ligas, algumas Federações (desconhecemos se Portugal esteve presente).

Com esta iniciativa, prevê-se a criação de um outro Órgão, “European League Board”, que deverá representar os interesses de todas as ligas existentes na Europa. E que teria a benesse de poder ser uma voz activa dentro da EHF, indicando dois representantes para o Professional Handball Board.

No entanto as propostas para o novo Órgão, ainda serão submetidas ao Comitê Executivo da EHF, na sua próxima reunião em 16-03-18, em Viena.

Segundo informa a EHF, as reacções a esta situação foram positivas, com muitos dos representantes, vendo que o desenvolvimento deste novo Órgão, poderá ser útil para uma troca de pontos de vista e ideias, entre as Ligas Profissionais e não Profissionais (Este poderá ser um ponto positivo na nossa opinião, mas não invalida o que dissemos anteriormente)

A primeira Assembleia, deste novo órgão, está prevista para 26-06-18, aquando do sorteio da Liga dos Campeões Masculina e Feminina, para a nova época.

O Noticias

PO20 - Taça de Portugal Seniores Masculinos – 2017 / 2018 – XIV – 1/4 Final

Finalmente hoje ficaram concluídos os jogos dos 1/8 final, completando assim o sorteio dos 1/4 Final da Taça de Portugal (realizado em 30-01-18).

Esta eliminatória, tal como a anterior, será disputada sem qualquer condicionante, nem obrigatoriedade das equipas da PO01, jogarem sempre na condição de visitantes.

Resultados do Sorteio 1/4 Final - Jogos a realizar em 17-03-18

Belenenses – FC Porto (15H00)
Sporting – AA Avanca
FC Gaia – Madeira SAD (18H30)
São Bernardo – Benfica (18H00)

Jogo em atraso dos 1/8 Final
Dia 21-02-18
GC Santo Curso 17 / 36 Sporting

Com o jogo hoje (21-02-18) disputado (GC Santo Tirso / Sporting), que foi um encontro de total domínio do Sporting, tal como já era esperado e onde o resultado ao intervalo era de 20-8, a favor da equipa da PO01

Equipas apuradas por Divisão, para os 1/4 Final

2.ª Divisão (1) – FC Gaia.

1.ª Divisão (7) – FC Porto, Benfica, Sporting, Belenenses, AA Avanca, Madeira SAD, e São Bernardo.

Mas esta prova só voltara a ter verdadeiro espírito de taça, quando for uma prova aberta sem limitações, e com todas as equipas a iniciarem a sua participação ao mesmo tempo.

A estrutura da prova será:

1/2 Final – Vencedores dos 1/4 Final – 26-05-2018
Final – Vencedores das 1/2 Finais – 27-05-2018

A Federação, prevê no Regulamento Desportivo, a realização de uma Final Four, que este ano será disputada em Peso da Régua, conforme protocolo assinado e divulgado, em 09-09-17. No entanto continua-se sem saber nada sobre a Final Four Feminina.

O Noticias

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Crónica intermédia de Fim-de-semana – 41 – 2017 / 2018 – I

Desta vez dedicada apenas ao jogo que faltava da 23.ª jornada, e que tinha sido adiado por motivo da participação do Madeira SAD nas provas Europeias.  

PO01 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Masculinos.

22.ª Jornada
Dia 28-02-18
Madeira SAD - AA Avanca (19H00)
23.ª Jornada
Dia 21-02-18
Belenenses 23 – 23 Madeira SAD

Jogo que completa a 23.ª Jornada, ficando ainda em atraso o encontro Madeira SAD / AA Avanca. Jogo que poderá ser decisivo para o enquadramento das equipas nesta 1.ª Fase da Prova. Felizmente desta vez tivemos uma transmissão pela Andebol TV. Nesta jornada até ao momento apenas um encontro não foi rectificado em relação à jornada homóloga da 1.ª volta, temos apenas de chamar a atenção de que uma hora depois de o jogo ter terminado, o boletim de jogo, ainda não estava devidamente concluído, e por conseguinte o jogo, ainda não estava incluído tabela classificativa. Encontros disputado sem ocorrências disciplinares.

Apurados Fase Final Grupo A – Sporting, FC Porto, Benfica, ABC.
Apurados Fase Final Grupo B – Ismai, Boa Hora, AC Fafe, Arsenal, Xico Andebol e São Bernardo

Belenenses 23 – 23 Madeira SAD

Jogo disputado no Pavilhão Acácio Rosa, com uma razoável assistência, para a hora a que o encontro foi disputado, e que terminou numa igualdade no marcador, que em caso de desempate em termos classificativos, ficará favorável à equipa do Belenenses, pois conta uma vitória no jogo da 1.ª Volta. Foi um encontro totalmente táctico, pois enquanto o Madeira SAD, jogava ao ataque de uma forma pausada, sem cometer demasiados erros técnicos, e defendia tal como o Belenenses com uma defesa aberta, mas agressiva em termos desportivos, tentava uma ligação entre a 1.ª linha e a 2.ª linha, que poucas vezes conseguiu, e quando conseguiu teve nos experiente Carlos Siqueira (5 golos, 63% de eficácia) um dos seus melhores interpretes, mas que encontrou pela frente um guarda-redes em dia sim, o jovem Gustavo Capdeville (38% de eficácia). O Belenenses usou sempre uma das suas principais armas, ou seja os lançamentos de saída rápidos, as interceptações, os contra-ataques e os ataque rápidos, tendo noutro experiente jogador Nelson Pina o seu maior interprete (6 golos, 86% de eficácia), e durante o primeiro tempo andou quase sempre atrás no marcador, chegando a ter 4 golos de desvantagem, quando perdia por 9-5, mas soube sempre reagir a propósito, e aos 26 minutos igualava o marcador a 10 golos, para chegar ao intervalo a perder por 12-10. O Madeira SAD, que se apresentou sem Tiago Ferro, que regressou ao Benfica, teve em João Miranda (4 golos, 80% de eficácia) um substituto à altura. No segundo tempo O Belenenses, soube aproveitar da melhor maneira a apatia madeirense e aos 39 minutos iguala o marcador a 13 golos, para de seguida chegar aos 15-14 quando estavam decorridos cerca de 42 minutos, e pela primeira vez se colocou na frente do marcador, com a equipa madeirense a estar demasiado lenta com precipitação no momento de atacar a baliza do Belenenses, conde estava João Moniz (38% de eficácia) um dos responsáveis pela obtenção da igualdade da sua equipa, depois de o Belenenses comandar o marcador até aos 49 minutos, momento em que se volta a registar nova igualdade agora a 19 golos, o Madeira SAD com uma 1.ª linha mais forte onde se destacavam, Elledy Semedo (8 golos, 67% de eficácia, 3 em 3 de 7 metros), e João Paulo Pinto (6 golos, 50% de eficácia, 1 em 2 de 7 metros), manteve-se na frente do Marcador até aos 28 minutos e 24 segundos, com o Belenenses, a igualar aos 59 minutos, e com João Moniz com extraordinária defesa nos momentos finais do encontro foi o garante da igualdade final, num encontro onde as equipas nunca baixaram os braços, uma referencia final para o número de 7 metros não concretizados pela equipa do Belenenses (4), contra (1) apenas do Madeira SAD. Uma referência para o reaparecimento da dupla de Lisboa constituída por António Trinca / Tiago Monteiro, que teve uma arbitragem com alguns erros em especial na sanção progressiva, e nas violações da área de baliza, mas mesmo assim produziram uma arbitragem que não foi negativa,

Após a realização deste jogo a classificação é a seguinte – 1.º Sporting (66 pontos), 2.º FC Porto, e Benfica (62 pontos), 4.º ABC (58 pontos), 5.º AA Avanca (-1 jogo, 50 pontos), 6.º Belenenses (49 pontos), 7.º Águas Santas, e Madeira SAD (- 1 jogo, 46 pontos), 9.º Ismai, e Boa Hora (38 pontos), 11.º AC Fafe, e Arsenal (33 pontos), 13.º Xico Andebol (31 pontos), 14.º São Bernardo (28 pontos). 

O Banhadas Andebol

Crónica Intermédia de Fim-de-semana – 17 – 2017 / 2018 - IV

Crónica dedicada somente ao jogo em atraso da Zona 1, da PO04, e que se disputou em 20-02-18.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase.  

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona 1
Dia 20-02-18
FC Porto 31 – 28 FC Gaia

Apurados para o Grupo A (Fase Final) – FC Porto, Águas Santas, e ABC.
Apurados para o Grupo B – FC Gaia, AA Avanca, Xico Andebol, CP Natação, CD Feirense, Ismai, e Académico FC.

O jogo que hoje se disputou (FC Porto / Gaia), e que terminou com a vitória da equipa do FC Porto, que desta forma confirmou, o resultado verificado na 1.ª Volta desta Fase, num encontro disputado com o FC Porto a comandar o marcador praticamente durante todo o encontro, chegando ao intervalo com o resultado em 19/14, para depois permitir no segundo período de jogo, que o FC Gaia, diminuísse a diferença de 5 golos para 3, o que significa que venceu o 2.º parcial, mas não evitou a derrota. Jogo disputado sem o registo de ocorrências disciplinares. O FC Porto, terminou o encontro com 10 dos seus atletas a marcarem golos, sendo Filipe Morais, e André Sousa, ambos com 7 golos cada os seus principais marcadores, por sua vez Tomás Carvalho com 8 golos, e Fernando Leite com 6 golos, foram os melhores marcadores do FC Gaia. Este resultado permitiu que a três (3) jornadas de terminar esta 1.ª Fase da Prova, nesta zona, ficassem definitivamente determinados os enquadramentos finais, quer das equipas que irão disputar a Fase Final (Grupo A), quer das equipas que irão disputar o Grupo B, o FC Gaia, que ainda poderia ter algumas aspirações com esta derrota ficou definitivamente afastado de qualquer hipótese de apuramento para o Grupo A, embora possa em termos pontuais chegar ao final em igualdade pontual com o ABC, no sistema de desempate, será sempre o ABC o Apurado (duas vitórias, sobre o FC Gaia).

Classificação da Zona após este encontro – 1.º FC Porto (43 pontos), 2.º Águas Santas (39 pontos), 3.º ABC (37 pontos), 4.º FC Gaia (31 pontos), 5.º AA Avanca, e Xico Andebol (29 pontos), 7.º CD Feirense, e CP Natação (26 pontos), 9.º Ismai (23 pontos), 10.º Académico FC (17 pontos). 

O Noticias

Jogos do Mediterrâneo – Andebol - 2018

PORTUGAL AUSENTE DESTE 2012
PORQUÊ?

Não se entende que Portugal sendo um dos fundadores da Confederação do Mediterrâneo em Andebol, e que organizou o seu 1.º Congresso em Castelo Branco nos dias 28 e 29-02-2004, participando no mesmo como membros fundadores, a Albânia, Chipre, Egipto, França, Grécia, Israel, Líbia, Malta, Portugal, Sérvia-Montenegro, Eslovénia, Espanha, Tunísia, e Turquia, onde ficou definido que os Campeonatos Masculinos e Femininos, seriam disputados em diferentes datas, e que estas competições seriam preferencialmente reservadas aos jovens atletas.

Portugal teve a sua última participação, nos 8.º’s jogos em Femininos, e nos 9.º’s jogos em Masculinos, sempre com as suas equipas de Juniores “B”. Assim não se entende esta ausência, porque até ao momento, e pesar de continuarmos pelo menos no papel a fazer parte deste organismo internacional, nunca mais tivemos qualquer participação. E segundo o site da Confederação que conta com 22 membros, Portugal já nem aparece listado, Lamentável deixamos de ser País Mediterrânico certamente.

Poderemos ainda referir, embora os tempos sejam longínquos, que a RTP2, chegou a ter programada, em 2012 uma transmissão. E agora, nem se fala na modalidade.

FRANÇA VENCE 15.ª EDIÇÃO EM MASCULINOS (2018)
Torneio disputado Em Marrocos (O 15.º Masculino), de 11-02-18 a 18-02-18, e destinado a jovens atletas nascidos 2000 ou posteriormente, Foi disputado por 10 Países (2 convidados).

Classificação Final1.º França, 2.º Egipto, 3.º Itália, 4.º Roménia, 5.º Turquia, 6.º Grécia, 7.º Tunísia, 8.º Montenegro, 9.º Arabia Saudita, e 10.º Marrocos.

Todos os jogos do torneio (total de 34) com a excepção da Final, foram disputados em três períodos de 15 minutos (3 Times OUT), a final foi disputada nos mesmos moldes mas com cada período a ter a duração de 20 minutos.

A Pontuação a atribuir será de um ponto, ao vencedor em cada parte (0,5), se estiverem empatados, e dois pontos pela vitória final.

A final foi disputada entre a França e o Egipto, terminando com o resultado favorável aos franceses por 29-28. 

O Noticias

Sorteios – Época 2017 / 2018 - IX

A Federação anunciou através do seu Comunicado Oficial n.º 61 da época 2017 / 2018 em 21-02-18 (com alguma antecedência), as datas da realização de diversos sorteios, de algumas das principais provas Nacionais. Os sorteios são realizadas na FAP.

PO.03 – CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 3.ª DIVISÃO – 2.ª FASE
Sorteio dia 05-03-2018 pelas 17H00
Início da 2.ª Fase em 17-03-18

PO.04 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES MASCULINOS 1.ª DIVISÃO – FASE FINAL
Sorteio dia 12-03-2018 pelas 17H00
Início da prova em 25-03-18

PO.09 – CAMPEONATO NACIONAL SENIORES FEMININOS 1.º DIVISÃO – FASE FINAL – GRUPO B
Sorteio dia 13-03-2018 pelas 17H00
Início da Fase Final – Grupo B em 08-04-18

PO.11 – CAMPEONATO NACIONAL JUNIORES FEMININOS – 2.ª FASE
Sorteio dia 07-03-2018 pelas 17H00
Início da 2.ª Fase em 08-04-18 

O Noticias

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 16 – 2017 / 2018 - IV

Crónica dedicada aos jogos da PO04, que se disputaram durante o fim-de-semana.

São directamente aprovados para a Fase Final as 3 primeiras classificadas em cada zona da 1.ª Fase

PO04 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Juniores Masculinos.

Zona 1
15.ª Jornada
Dia 18-02-18
AA Avanca 25 - 38 Águas Santas
ABC 33 - 22 Académico FC
Ismai 32 - 26 Xico Andebol
CD Feirense 29 - 28 CP Natação
Dia 20-02-18
FC Porto - FC Gaia (21H00)

Apurados para o Grupo A (Fase Final) – FC Porto
Apurados para o Grupo B – AA Avanca, Xico Andebol, CP Natação, CD Feirense, Ismai, e Académico FC.

Zona onde apesar de ter tido um encontro adiado se realiza apenas hoje, já se pode confirmar a presença do FC Porto Na Fase Final (Grupo A), assim como confirmou que a AA Avanca e o Xico Andebol, já não têm hipótese de discutir a sua presença no mesmo Grupo. Ficando este apuramento, restringido apenas ao Águas Santas, ABC, e ainda ao FC Gaia (que na nossa opinião será o terá menos hipóteses). Nos 4 jogo disputados, em metade deles os resultados foram alterados em relação á jornada homóloga da 1.ª volta, e foram todos disputados sem o registo de ocorrências disciplinares. Em Avanca, realizou-se o AA Avanca / Águas Santas, tivemos nova vitória da equipa maiata, com a sua vitória a equipa do Águas Santas confirmou a sua candidatura à Fase Final, enquanto a equipa local foi definitivamente afastada da mesma. Neste encontro, apenas existiu equilíbrio relativo no primeiro tempo, quando o Águas Santas chegou ao intervalo a vencer por 18-15, construindo o restante diferencial no segundo tempo. Ruben Ribeiro com 7 golos, foi o melhor marcador pela AA Avanca, Gonçalo Vieira com 19 golos, foi não só o melhor marcador da equipa como do jogo e até da jornada, e António Aparício com 6 golos pelo Águas Santas. No Flávio Sá Leite, tivemos o ABC / Académico FC, que foi um encontro de total superioridade da equipa bracarense, diante a equipa que se encontra em último lugar na tabela classificativa da zona, e que chegou ao intervalo já na frente do marcador por 15-9, para terminar com o resultado mais folgado da jornada. O ABC que teve 12 jogadores a marcarem golos, com Diogo Duarte e Rui Ferreira com 5 golos cada, a serem os seus principais marcadores, João Carneiro com 7 golos, e Tomás Lopes com 6 golos, foram os melhores marcadores, pelo Académico FC. Na Maia, tivemos um dos resultados que foi rectificado em relação á 1.ª volta, o Ismai / Xico Andebol, que terminou com a vitória dos maiatos, desta forma as remotas hipóteses que os homens de Guimarães tinham em poder discutir um possível apuramento para a Fase Final (Grupo A), esfumaram-se por completo, apesar do encontro ter sido disputado com equilíbrio a equipa do Ismai chegou ao intervalo já na frente do marcador, mas apenas pela diferença mínima (15-14), consolidando a sua vitória apenas no segundo tempo. Afonso Correia com 13 golos, João Pinto, e Gonçalo Meireles, ambos com 7 golos cada., foram os melhores marcadores pelo Ismai, Francisco Ribeiro com 9 golos, e Pedro Pando com 6 golos, foram os melhores marcadores pelo Xico Andebol. No encontro com o resultado mais equilibrado da jornada, entre os jogos disputados até ao momento, tivemos o CD Feirense / CP Natação, que desta vez terminou com a vitória do CD Feirense pela diferença mínima, embora ao intervalo vencesse por 2 golos de diferença (15-13), este encontro, apenas servia para amealhar pontos para a Fase Seguinte (Grupo B), onde as duas equipas já se encontram. João Cardoso com 13 golos, e Eduardo Rocha com 8 golos, foram os melhores marcadores pelo CD Feirense, Rafael Teixeira com 9 golos e João Rodrigues com 7 golos, foram por sua vez os melhores marcadores do CP Natação.

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º FC Porto (-1 jogo, 40 pontos), 2.º Águas Santas (39 pontos), 3.º ABC (37 pontos), 4.º FC Gaia (-1 jogo, 30 pontos), 5.º AA Avanca, e Xico Andebol (29 pontos), 7.º CD Feirense, e CP Natação (26 pontos), 9.º Ismai (23 pontos), 10.º Académico FC (17 pontos).

Zona 2
15.ª Jornada
Dia 18-02-18
Vitória FC 31 - 29 Juventude Lis
Belenenses 35 - 24 Almada AC
AC Sismaria 24 - 25 São Bernardo
Dia 07-03-18
Alto Moinho - Sporting (20H30)
Dia 10-03-18
Estarreja AC - Benfica (18H00)

Apurados para o Grupo A (Fase Final) - Benfica
Apurados para o Grupo B – AC Sismaria, Belenenses, Juventude Lis, Vitória FC, e Almada AC

Em termos de apuramentos e face aos jogos disputados não se verificaram quaisquer alterações. Dos encontros disputados, em apenas um deles foi alterado o resultado em relação à jornada homóloga da 1.ª volta, sendo disputados sem ocorrências disciplinares. Na nossa opinião é difícil de entender o porquê das alterações que se verificaram, apenas as poderemos entender, como forma de atletas deste escalão puderem ser utilizados no escalão de Seniores, isto é uma mera opinião, não sendo nenhum juízo de intenções, pois o motivo poderá ter sido a presença de jogadores na Selecção de Sub-18. Em Setúbal, tivemos o Vitória FC / Juventude Lis, que foi o único encontro onde foi rectificado o resultado em relação ao verificado na 1.ª volta. Encontro disputado com grande equilíbrio, e que chegou ao intervalo com a Juventude Lis na frente do marcador por 16-14, tendo a equipa visitada, no segundo tempo de jogo, depois de igualar o resultado passar para a frente do marcador, e chegar a vencedora. Duarte Caseiro com 7 golos, e Rodrigo Alcácer com 5 golos, foram os melhores marcadores do Vitória FC, sendo Fábio Moreira com 13 golos e João Cartas com 5 golos os melhores marcadores pela Juventude Lis. Disputou-se ainda o Belenenses / Almada AC, onde esteve quase a acontecer uma grande surpresa quando a equipa do Almada AC, chegou ao intervalo com surpreendente igualdade a 17 golos, com a equipa do Belenenses, a somente no segundo tempo a fazer valer a sua superioridade e a vencer o encontro. Com este resultado a equipa do Almada AC, continua a ser a única equipa que apenas contabiliza derrotas nesta Fase da Prova. A equipa do Belenenses com 10 jogadores a marcarem golos, teve em Ricardo Igreja com 7 golos, e em Vasco Martins com 6 golos, os seus principais marcadores, Francisco Melo com 12 golos foi o melhor marcador pelo Almada AC. O encontro com o resultado mais equilibrado da jornada, realizou-se em Gândara, e foi o AC Sismaria / São Bernardo, e foi um encontro de grande equilíbrio, com o AC Sismaria, vencia ao intervalo por 14-12, mas com os jovens de São Bernardo a darem a volta ao resultado nos segundos 30 minutos, e terminar como vencedor pela diferença mínima. Gonçalo Jesus com 7 golos, foi o melhor marcador do AC Sismaria, sendo Tiago Couto e David Gomes ambos com 6 golos cada, os melhores marcadores do São Bernardo

Classificação da Zona após estes encontros – 1.º Benfica (-1 jogo, 42 pontos), 2.º São Bernardo (38 pontos), 3.º Sporting (-1 jogo, 35 pontos), 4.º Alto Moinho (-1 jogo, 33 pontos), 5.º Estarreja AC (-1 jogo, 29 pontos), 6.º AC Sismaria (28 pontos), 7.º Belenenses (27 pontos), 8.º Juventude Lis (24 pontos), 9.º Vitória FC (21 pontos), 10.º Almada AC (15 pontos).

O Noticias

Competições Europeias 2017 / 2018 – LXXXI - Sorteios

Realizou-se (20-02-18) na EHF, o sorteio da 5.ª Eliminatória (1/4 Final) da Challenge CUP Masculina, onde se encontra presente a equipa portuguesa do Madeira SAD.

O Sorteio pôde ser seguido em directo através do YouTube e do EHF Facebook.

CHALLENGE CUP MASCULINA
O Madeira SAD, vai disputar a 5.ª Eliminatória (8 equipas, 1/4 Final), defrontando o Dynamo-Vivtor da Rússia. A 1.ª mão será disputada na Rússia nos dias 24/25-03-18 e a 2.ª mão na Madeira nos dias 31-03/01-04-18.
Imagem

Sorteio das 1/2 Final

1.º 1/2 Final - Vencedor do Dynamo-Victor (Rússia) / Madeira SAD (Portugal), com o vencedor do AEK Athenas (Grécia) / HC Berchem (Luxemburgo).

2.º 1/2 Final - Vencedor do SKI Krasnodar (Rússia) / IBV Vestmannaeyjar (Islândia), com o vencedor do AHC Poitassa Turda (Roménia) / FyllingenBergen (Noruega).

A serem previsivelmente realizadas. A 1.ª Mão em 21/22-04-18, e a 2.ª Mão em 28/29-04-18.

A equipa do Madeira SAD, vai realizar a sua eliminatória com uma equipa russa, sempre difíceis, mas com a vantagem (na nossa opinião), de realizar a 1.ª Mão fora, diante uma equipa de andebol difícil e de qualidade, com uma equipa sem historial nas competições Europeias, sendo esta a sua 1.ª época, e com o seu plantel a ser constituído sem qualquer estrangeiro. Desejamos o mesmo que a todas as representações Nacionais, Boa Sorte

O Noticias

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 20 – 2017 / 2018

Nova ligeira crónica de fim-de-semana, em foi disputada na prática uma jornada dupla. E que é exclusivamente dedicada aos jogos da PO09.

Nesta crónica apenas dizemos que mais uma vez nem transmissões na Andebol TV existiram, devem estar caríssimas, pois são “raríssimas”. Felizmente este fim de semana tivemos uma transmissão e que deu para uma analise mais profunda em especial dos últimos segundos do encontro.

Quem quiser verificar as estatísticas, que surgem embora normalmente bastante tempo depois dos jogos, o seu endereço é (http://po09.videobserver.com/pt/),agora, aguardamos que as mesmas sejam feitas em directo, mesmo assim só temos de agradecer a quem as faz, é a nossa obrigação.

PO09 – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão Seniores Femininos.

1.ª Fase – Resultados
17.ª Jornada
Académico FC 25 - 25 Maiastars (Antecipado)
Assomada 16 - 16 SIR 1.º Maio/CJB (Antecipado)
Dia 18-02-18
Alavarium 29 - 22 CA Leça
Santa Joana 21 - 25 CS Madeira
Colégio Gaia 20 - 21 Madeira SAD
Dia 04-03-18
JAC-Alcanena - Juventude Lis (17H30)
18.ª Jornada
Dia 17-02-18
Assomada 28 - 24 Juventude Lis
CA Leça 26 - 19 Académico FC
Santa Joana 13 - 29 Madeira SAD
SIR 1.º Maio/CJB 21 - 20 JAC-Alcanena
Maiastars 30 - 22 Alavarium
Colégio Gaia 29 - 23 CS Madeira

Oito jogos disputados, e apenas em três tivemos resultados diferenciados das jornadas homólogas da 1.ª volta, e em apenas um dos encontros existe relatório disciplinar de ocorrências. Destaca-se pela sua importância, parece que não foi compreendida por muita gente, em especial do CA, o encontro Colégio Gaia / Madeira SAD, e duas surpresas na nossa opinião a dilatada vitória do Maiastars sobre o Alavarium, e as grandes dificuldades do SIR 1.º Maio/CJB em levar de vencida o JAC-Alcanena.

Colégio Gaia 20 – 21 Madeira SAD

Jogo disputado no pavilhão de Gaia, com uma boa assistência, mas que na nossa opinião carece de condicções para a disputa de um encontro de nível mais elevado. Encontro que se iniciou “amputado” por lesão de algumas das melhores praticantes do Andebol Feminino, como sejam, Sandra Santiago e Patrícia Lima, no Colégio Gaia, e por Renata Tavares no Madeira SAD, que viu ainda perto do final do 1.º tempo a sua atleta Cláudia Correia sofrer uma lesão que impediu a sua participação no resto do encontro, importa aqui, enviar da nossa parte os desejos de rápidas melhoras para todas as atletas, sem excepção. Este encontro, foi sempre disputado com grande equilíbrio, e foram diversas as alternâncias no marcador, onde as maiores diferenças nunca ultrapassaram os 3 golos, como aos 15 minutos de jogo, o Colégio Gaia vencia por 6-3 ou aos 23 minutos quando vencia por 8-5, para o intervalo chegar em 9-8 a favor da equipa visitada, resultado demonstrativo do equilíbrio de “forças” presente, mas ao mesmo tempo, era fruto das táticas defensivas de ambos os conjuntos, com muitas faltas técnicas, e por vezes alguma precipitação no momento do remate. Com o Madeira SAD a atacar pior perante uma defesa mais agressiva do Colégio Gaia, que nunca soube aproveitar as situações de superioridade numérica. No segundo tempo a situação não se alterou muito, embora até ao minuto 41 o Madeira SAD, ganhasse supremacia e chegasse aos 15-13, para depois se seguirem diversas igualdades até final, chegando a uma igualdade a 20 golos, aos 59 minutos, sobre o golo, que deu a vitória ao Madeira SAD, falaremos na avaliação à arbitragem. Destaca-se neste encontro as duas guarda-redes, Jéssica Ferreira pelo Colégio Gaia, e Isabel Góis, pelo Madeira SAD, assim como Carolina Monteiro com 7 golos foi a melhor marcadora do Colégio Gaia, assim como destacamos a jovem Joana Resende /4 golos), que poderia ter sido por vezes menos precipitada, enquanto no Madeira SAD, destacamos como não podia deixar de ser a jovem Beatriz Sousa com os seus 8 golos, foi não só a melhor marcadora da equipa como do jogo, e Mónica Soares com 6 golos, foi outra das marcadoras de serviço, na equipa madeirense. Com esta vitória a equipa da Madeira isola-se no comando da tabela classificativa, sem derrotas. Jogo dirigido pela dupla bracarense constituída por Carlos Marinho e Fernando Novais, que realizaram uma arbitragem que prejudicou ambos os conjuntos e em especial o Andebol, mal na lei da vantagem, critério disciplinar completamente desequilibrado, jogo passivo aplicado sem nexo. E agora vamos ao 21.º golo da Madeira SAD, que resulta de um livre, marcado directamente, contra todas as regras, pois a única que foi respeitada foi que os árbitros não necessitam de apitar para o mesmo ser marcado, pois foi executado em movimento e em salto, quando as regras obrigam a que os mesmos tem ser executados parados e com o pé de apoio no chão, vejam o vídeo que ainda está no Portal da FAP, e revejam bem o que homologaram. Acabaram por ter sorte pois ninguém protestou o encontro. Mas é demasiado mau para a prova.

Na véspera o Colégio Gaia, em encontro referente à 18.ª jornada, defrontou a outra equipa madeirense, o CS Madeira, e venceu confirmando o resultado da 1.ª Volta, num jogo que foi equilibrado nos momentos iniciais do encontro, com a equipa visitada, ainda no primeiro tempo a assumir o comando do jogo e do marcador, chegando ao intervalo a vencer por 15-10. No segundo a excelente réplica da equipa do CS Madeira continuou a dar excelente réplica, e não permitiu que o resultado se dilatasse muito mais. Carolina Monteiro com 8 golos, e Nair Pinho com 6 golos, foram as melhores marcadoras do Colégio Gaia, enquanto Ana Castro com 7 golos, e Odete Freitas com 5 golos, foram as melhores marcadoras do CS Madeira.

O CS Madeira, no dia seguinte, defrontou o ND Santa Joana, em jogo referente à 17.ª jornada, e venceu como seria de esperar, confirmando o resultado da 1.ª volta, num encontro que forma demonstra o resultado ao intervalo que era favorável às madeirenses por apenas 2 golos (12-10), foi de algum equilíbrio, nos segundos 30 minutos, inicialmente ainda se registou algum equilíbrio, para o CS Madeira a ganhar vantagem e a fazer valer a sua superioridade, terminando com uma vantagem normal. A melhor marcadora do ND Santa Joana, não passou dos 4 golos e foi Andreia Dias, enquanto no CS Madeira, Andreia Andrade e Ana Castro, ambas com 7 golos, cada foram as suas melhores marcadoras. Com os resultados do fim-de-semana, a equipa madeirense ainda se encontra integrada nas equipas irão disputar o Play OFF.

O ND Santa Joana, também realizou jornada dupla, defrontando a outra equipa madeirense o Madeira SAD e voltou a perder, continuando sem registar qualquer vitória nesta 1.ª Fase da prova, num encontro onde foi completamente “dominada” pela equipa do Madeira SAD, que rapidamente chegou a um parcial de 5-0, para chegar ao intervalo a perder por 15-7, para no segundo tempo, não se altera o que sucedeu no primeiro, e o encontro terminar com a esperada vitória do Madeira SAD. No ND Santa Joana, Cristiana Morgado com 5 golos, foi a sua melhor marcadora, por sua vez Mónica Soares e a experiente Sara Gonçalves com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do Madeira SAD.

Mais duas equipas, agora do Continente realizaram jornada dupla, sendo uma delas o Alavarium, que disputou o seu 1.º jogo, defrontando o Maiastars em encontro relativo à 18.ª Jornada, num encontro que voltou a perder tal como na 1.ª volta, mas agora em encontro realizado na Maia, e que teve 16 exclusões, Encontro de total equilíbrio durante o primeiro tempo que chegou ao intervalo com uma igualdade a 12 golos. No segundo tempo, uma fulgurante entrada da equipa maiata, que rapidamente chegou a 16-12, para posteriormente chegar aos 27-17, maior diferencial durante todo o encontro, e terminar com o Maiastars a vencer confortavelmente, e desta forma, manter-se isolada no 3.º lugar desta Fase da Prova. Mihaela Minciuna com 6 golos, Maria Cerqueira, Susana Silva, Sofia Gomes, e Neide Duarte, todas com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras do Maiastars, com Ana Sampaio e os seus 5 golos, a ser a melhor marcadora do Alavarium, que apesar da derrota, mas conjugada com a vitória sobre o CA Leça, mantêm-se em 4.º lugar na tabela classificativa nesta fase da prova. O Alavarium no seu segundo encontro no fim-de-semana, recebeu em casa a equipa do CA Leça (encontro com ocorrências disciplinares), e voltou a vencer, confirmando desta forma o resultado ocorrido na 1.ª volta, num encontro em que a equipa visitante deu excelente réplica em especial durante os primeiros 30 minutos, ao chegar ao intervalo com o resultado em 14-13 a favor da equipa visitada. No segundo tempo a equipa do Alavarium, fez valer a sua maior experiencia e valor global do plantel, e adiantou-se no marcador de forma irremediável, indo progressivamente dilatando a sua vantagem até ao resultado final. Nádia Gonçalves e Ana Sampaio com 7 golos cada, foram as melhores marcadoras do Alavarium, por sua vez no CA Leça onde 11 jogadoras marcaram golos, Catarina Silva, Catarina Oliveira e Vera Monteiro, todas com 4 golos cada, foram as suas principais marcadoras.

O CA Leça no encontro relativo à 17.ª Jornada, recebeu o Académico FC, e venceu, rectificando assim o resultado verificado na 1.ª Volta. Foi um encontro em que o CA Leça comando o jogo e o marcador praticamente durante os 60 minutos, chegando aos 10-5 a seu favor, e ainda passou pelos 12-7, para chegar ao intervalo a vencer pelo mesmo diferencial (14-9). No segundo tempo mantendo o mesmo ritmo, continuou na frente do jogo e do marcador chegando aos 17-10, para terminar exactamente com a mesma diferença. Catarina Oliveira com 9 golos, e Rafaela Vieira com 5 golos, foram as melhores marcadoras do CA Leça, com Cristiana Alves e Barbara Gandra, ambas com 6 golos cada, a serem as melhores marcadoras do Académico FC. Qualquer das equipas com estes resultados, matematicamente ainda não estão afastadas do Play OFF.

Na Marinha Grande realizou-se o SIR 1.º Maio/CJB/ JAC-Alcanena, que surpreendentemente foi dos encontros mais disputados da jornada, com a equipa de Alcanena, a oferecer uma réplica não esperada, chegando a causar surpresa e apreensão à equipa favorita da Marinha Grande, pois a equipa visitada apenas nos momentos finais do primeiro tempo conseguiu uma vantagem que lhe permitiu chegar ao intervalo a vencer por 12-10. No segundo tempo mais uma vez a equipa do JAC-Alcanena, provou o seu valor, e deu a volta ao marcador chegando aos 14-12, com um parcial inicial de 4-0, com a equipa visitada, a apenas conseguir concretizar a sua vitória nos momentos finais do encontro. A equipa do JAC-Alcanena, continua a ter possibilidades matemáticas de estar presente no Play OFF. Carolina Gomes com 6 golos, foi a melhor marcadora do SIR 1.º Maio/CJB, com Raquel Anacleto e os seus 5 golos a ser a melhor marcadora do JAC-Alcanena.

Tivemos ainda no Pavilhão Carlos Queirós, o Assomada / Juventude Lis, que foi um encontro bastante disputado, e que terminou com a vitória da equipa da Assomada, que desta forma rectificou o resultado ocorrido na 1.ª volta, e que foi de grande equilíbrio, em especial no primeiro tempo, que terminou com a equipa de Leiria na frente do marcador por 15-14, no segundo tempo apesar do equilíbrio verificado a equipa da Assomada, assumiu o comando do marcador terminando como vencedora e sendo na nossa opinião uma das grande surpresas pela positiva na prova. Odete Tavares com 6 golos, Dulce Pina, Kassia César, e Edna Oliveira todas com 5 golos cada, foram as melhores marcadoras da Assomada, das 10 jogadoras da Juventude Lis que marcaram golos, Francisca Marques com 6 golos, foi a sua principal marcadora. Ambas as equipas continuam a lutar por um lugar no Play OFF, onde a equipa da Assomada, têm praticamente lugar assegurado (na nossa opinião).

Classificação após estes encontros: - 1.º Madeira SAD (53 pontos), 2.º Colégio Gaia (51 pontos), 3.º Maiastars (42 pontos), 4.º Alavarium (40 pontos), 5.º SIR 1.º Maio/CJB (39 pontos), 6.º Assomada (37 pontos), 7.º CS Madeira (33 pontos), 8.º Juventude Lis (31 pontos), 9.º JAC-Alcanena (29 pontos), 10.º CA Leça (28 pontos), 11.º Académico FC (26 pontos), 12.º Santa Joana (18 pontos).

Continuamos a referir que os nossos principais OCS, pouco ou nada disseram sobre esta prova, é um desprezo total, basta ver a revista de imprensa hoje e de ontem, no site da Federação. Lamentável. 

O Noticias

Torneios de Selecções Regionais Masculinas - XII

Texto onde apenas vamos referir a Fase Intermédia, entretanto divulgada a sua constituição pela FAP, através do CO N.º 50 de 08-01-18, mas infelizmente, mais uma vez as zonas previstas foram constituídas sem sorteio, e divulgado o seu Calendário através dos CO’s 54 e 55 da presente época.

Torneio Selecções Regionais Masculinas - Prova destinada a atletas nascidos em 2002 e 2003.

Apuradas para a Fase Final – AA Porto, AA Braga, AA Aveiro, e AA Algarve.
A ser disputada de 11 a 13-05-18
Participam as 6 equipas apuradas quer na 1.ª Fase quer na Fase Intermédia, que numa 1.ª Fase serão agrupadas em 2 zonas de 3 equipas, jogando TxT a 1 volta, com os 1.º e 2.º classificados de cada zona, a disputarem as 1/2 Final, enquanto os 3.º Classificados farão um jogo de definição do 5.º e 6.º Lugar.”

Fase Intermédia – AA Viseu/AA Guarda, AA Vila Real, AA Leiria, AA Madeira, AA Lisboa, e AA Setúbal.

Foi disputada de 17 a 18-02-18

“ Disputada em 2 zonas de 3 equipas, jogando no sistema de TxT a 1 volta, apurando o 1.º de cada zona para a Fase Final”

Resultados das Zonas
Zona 1 (Leiria) – AA Leiria, AA Viseu/AA Guarda, AA Vila Real.
1.ª Jornada
Dia 17-02-18
AA Vila real 26 – 40 AA Viseu/AA Guarda
2.ª Jornada
Dia 18-02-18
AA Leiria 36 – 16 AA Vila Real
3.ª Jornada
Dia 18-02-18
AA Viseu/AA Guarda 29 – 21 AA Leiria

Classificação – 1.º AA Viseu/AA Guarda, 2.º AA Leiria, 3.º Vila Real

Apurado para a Fase Final – AA Viseu/AA Guarda
Zona 2 (Lisboa) - AA Lisboa, AA Setúbal, AA Madeira.
1.ª Jornada
Dia 17-02-18
AA Madeira 29 – 27 AA Setúbal
2.ª Jornada
Dia 18-02-18
AA Lisboa 24 – 21 AA Madeira
3.ª Jornada
Dia 18-02-18
AA Setúbal 26 – 40 AA Lisboa

Classificação 1.º AA Lisboa, 2.º AA Madeira, 3.º AA Setúbal.

Apurado para a Fase Final – AA Lisboa

O Formador

Euro Sub-20 Masculino (1.ª Divisão) – 2018 – I - Sorteio

EURO SUB-20 MASCULINO
(1.ª Divisão)

Conforme já divulgado em tempo a EHF, estabeleceu duas divisões para os escalões mais jovens, de forma a proporcionar um maior contacto internacional, com algumas das equipas que raramente teriam presença nas Fases Finas das Prova.

Hoje (19-02-18), procedeu ao sorteio dos EHF Sub-20 Masculino que serão disputados por 16 equipas, de 19 a 29 de Julho de 2018 na Eslovénia. E onde Portugal estará presente por mérito, foram constituídos 4 grupos para disputar a chamada Fase Preliminar,

EHF Sub-20
Grupo A – Alemanha, Islândia, Suécia e Roménia.
Grupo B – Eslovénia, Sérvia, Noruega, e Israel.
Grupo C – Croácia, Espanha, Rússia, e Polónia.
Grupo B – França, Dinamarca, Portugal e Hungria.

Desta vez a sorte foi adversa à equipa de Portugal, pois na nossa opinião sai-nos o Grupo mais forte, que engloba, a França, vencedora do Euro Sub-18 em 2016, e vencedora do Mundial de Sub-19, no último ano, além da Dinamarca normalmente um adversário de peso, juntamente com a Hungria. Dizer que os 12 primeiros classificados neste Europeu, ficam classificados para o Mundial de Sub-21 que se disputará em Espanha. 

O Noticias

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Crónica de Fim-de-semana – 17 – 2017 / 2018 – II

Nova crónica ligeira, dedicada á PO02. Prova que como sabemos é constituída por 3 Zonas, onde as equipas “B”, não serão apuradas para a Fase Final.

Apuram-se para a Fase Final do Grupo A, o que dá acesso á 1.ª Divisão os 2 primeiros classificados de cada Zona.

PO02 – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão Seniores Masculinos.

Zona 1
16.ª Jornada
Marítimo 27 - 28 Boavista FC (Antecipado)
Dia 16-02-18
FC Porto B 16 - 19 CA Póvoa Varzim
Dia 17-02-18
CP Natação 40 - 28 São Mamede
GC Santo Tirso 19 - 29 SP. Oleiros
CCR Fermentões 30 - 23 FC Gaia

Apuradas Fase Final (Grupo A) -
Apuradas Fase Final (Grupo B) – SP. Oleiros, Boavista FC, GC Santo Tirso, CP Natação, Marítimo, FC Porto B, e São Mamede.

Disputada que foi a 16.ª jornada da prova, que por sua vez já tinha um encontro disputado por antecipação e devidamente comentado, por nós. Nos jogos realizados, foram confirmados todos os resultados ocorridos na 1.ª volta, mas infelizmente, verificou-se um encontro com registo de ocorrências disciplinares. Na nossa opinião ocorreram algumas pequenas surpresas, como por exemplo o resultado verificado em Santo Tirso com a equipa local, a ser derrotada pelo SO. Oleiros (jogo com ocorrências disciplinares), por um diferencial não esperado, e onde ao intervalo a equipa visitante já vencia por 12-6, confirmando a sua vitória no segundo tempo, com esta derrota a equipa do GC Santo Tirso fica definitivamente afastada da discussão pelo possível apuramento para a Fase Final (Grupo A), assim como a equipa de SP. Oleiros apesar da vitória, está igualmente afastada do grupo referenciado. Afastada também do mesmo grupo, embora não tenha jogado, também ficou o Boavista FC. A outra pequena surpresa, esteve presente no CCR Fermentões / FC Gaia, não pela vitória da equipa visitada, mas sim pelo diferencial final, que se verificou, após o intervalo chegar com a equipa do CCR Fermentões a vencer por 17-10, o que na prática, lhe permitiu gerir o jogo e o resultado no segundo período de jogo, e mesmo assim vencer o jogo com o mesmo diferencial, o que significa que no segundo parcial do encontro se registou um maior equilíbrio. Com esta derrota dificilmente o FC Gaia, conseguirá o apuramento para a Fase Final (Grupo A), embora em termos matemáticos o mesmo ainda seja possível, mas o CCR Fermentões com esta vitória deu um enorme passo em frente. O CP Natação que defrontou o último classificado da zona o São Mamede, venceu com enorme facilidade, embora ao intervalo o resultado lhe fosse favorável por apenas 3 golos (16-13), as posições na tabela classificativa não sofreram quaisquer alterações, pois o objectivo agora é amealhar o máximo de pontos possíveis para a fase seguinte da prova. Num dos jogos que terminou com o resultado mais equilibrado, tivemos o FC Porto B / CA Povoa Varzim, que ao intervalo registava um resultado de 12-9, a favor do CA Póvoa Varzim, com um segundo tempo de forte equilíbrio, e com um parcial de 7-7, que diz bem da forma defensiva, como foi disputado e da mesma forma da ineficácia dos ataques, dizer que neste encontro o FC Porto, inscreveu no Boletim de Jogo o guarda-redes Alfredo Quintana, que também participou no jogo da PO01, no dia seguinte. Com este resultado, o FC Porto, além de poder discutir o acesso aos lugares da Fase Final (Grupo A) por questões regulamentares conforme dissemos, anteriormente, está posicionado na tabela classificativa numa posição que também nunca lhe daria o referido acesso, bem pelo contrário, poderá até entrar na discussão dos lugares de descida de divisão (este foi um alerta feito por um nosso leitor e que levamos em devida conta).

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º CA Póvoa Varzim, e CCR Fermentões (41 pontos), 3.º FC Gaia (38 pontos), 4.º SP. Oleiros, e Boavista FC (36 pontos), 6.º GC Santo Tirso (35 Pontos), 7.º CP Natação (27 pontos), 8.º Marítimo (24 pontos), 9.º FC Porto B (22 pontos), 10.º São Mamede (20 pontos).

Zona 2
16.ª Jornada
Dia 17-02-18
Benfica B 31 - 26 1.º Maio
AC Sismaria 23 - 22 AD Albicastrense
Juventude Lis 31 - 18 AC. Coimbra
CD Marienses 26 - 19 Estarreja AC
ADC Benavente 25 - 35 AD Sanjoanense

Apuradas Fase Final (Grupo A) – AD Sanjoanense
Apuradas Fase Final (Grupo B) – AD Albicastrense, SIR 1.º Maio, Estarreja AC, CD Marienses, e AC. Coimbra.

Zona onde a jornada foi totalmente disputada, com 2 resultados a serem diferentes do corrido na 1.ª volta, e disputada igualmente com dois encontros onde se verificaram ocorrências disciplinares. Jornada onde ficou definido uma das equipas que já está apurada para a Fase Final (Grupo A), a AD Sanjoanense, pois em caso de igualdade com a Juventude Lis, têm vantagem na diferença de golos. O Benfica voltou a vencer o SIR 1.º Maio, num encontro em que os primeiros 30 minutos foram de grande equilíbrio, com o intervalo a chegar com uma igualdade a 14 golos, para no segundo tempo a equipa do Benfica, se superiorizar ao seu adversário e ao passar para a frente do marcador aos 20-19, nunca mais perdeu o comando jogo, terminando a vencer por margem relativamente confortável, apesar de estar em 3.º lugar da classificação, em igualdade com a Juventude Lis, nunca terá acesso à passagem a Fase Final (Grupo A) por questões regulamentares. Em Gândara disputou-se o AC Sismaria / AD Albicastrense (jogo com ocorrências disciplinares), que terminou com a vitória do AC Sismaria, que assim rectificou a igualdade ocorrida na 1.ª volta, num encontro em que a equipa de Castelo Branco venci ao intervalo por 12-9, com os homens da equipa da casa a dar a volta ao marcador apenas no segundo tempo, com esta derrota o AD Albicastrense ficou definitivamente afastado da possibilidade de discussão de acesso à Fase Final (Grupo A), situação que ainda, embora remotamente (na nossa opinião), está ao alcance da equipa do AC Sismaria. A Juventude Lis, recebeu a AC. Coimbra e voltou a vencer, com o resultado ao intervalo a ser-lhe já favorável por 17-6, com esta vitória continua na discussão pelo lugar ainda existente na zona, de acesso à Fase Final (Grupo A). Nos Açores o CD Marienses, recebeu e venceu o Estarreja AC, rectificando a derrota da 1.ª volta num jogo (com ocorrências disciplinares), num encontro em que o resultado ao intervalo é plenamente demonstrativo do equilíbrio então verificado, pois era favorável à equipa visitante por 10-9. Os CD Marienses, apenas construíram a diferença no segundo tempo, com a esta vitória, amealharam pontos para a segunda Fase (Grupo B), e ultrapassaram os seus adversário em termos classificativos. Em Benavente a equipa do ADC Benavente voltou a perder com a AD Sanjoanense, e embora se mantenha em termos pontuais em condicções de discutir o possível apuramento (Grupo A), consideramos que face à quebra que a equipa ultimamente vêm demonstrando o mesmo será bastante difícil. Neste encontro em a AD Sanjoanense, garantiu o seu apuramento para a Fase Final (Grupo A), vencia ao intervalo por apenas um golo de diferença (16-15), acabando no entanto por vencer por margem folgada.

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º AD Sanjoanense (41 pontos), 2.º Juventude Lis, e Benfica B (37 pontos), 4.º ADC Benavente (36 pontos), 5.º AC Sismaria (35 pontos), 6.º AD Albicastrense (31 pontos), 7.º SIR 1.º Maio (29 pontos), 8.º CD Marienses (29 pontos), 9.º Estarreja AC (27 pontos), 10.º AC. Coimbra (18 pontos)

Zona 3
16.ª Jornada
Dia 10-02-18
1.º Dezembro 21 - 20 Alto Moinho
Vitória FC 36 - 22 CCP Serpa
SC Horta 28 – 20 Vela Tavira
Zona Azul 31 - 20 Ginásio Sul
CDE Camões 28 - 25 CF Sassoeiros

Apuradas Fase Final (Grupo A) – SC Horta.
Apuradas Fase Final (Grupo B) – 1.º Dezembro, CDE Camões, Ginásio Sul, Zona Azul, CF Sassoeiros, Vela Tavira, e CCP Serpa-

Zona onde se disputaram igualmente todos os jogos da jornada, e onde se verificou um encontro com ocorrências disciplinares, teve a característica de serem apenas registado vitórias das equipas visitadas, e com a existência de apenas um resultado diferenciado do ocorrido na primeira volta da prova, resultado esse foi (na nossa opinião) a grande surpresa da jornada, a vitória do 1.º Dezembro, sobre o Alto Moinho, num encontro sempre de grande equilíbrio, com o resultado ao intervalo a ser já favorável à equipa visitada por 10-8, para terminar pela diferença mínima, com esta derrota o Alto Moinho, perdeu momentaneamente a possibilidade de ficar imediatamente apurado para a Fase Final (Grupo A). A outra equipa ainda na discussão pelo apuramento para a Fase Final (Grupo A), o Vitória FC, confirmou a sua vitória sobre o CCP Serpa, com o resultado ao intervalo a ser já a seu favor por 18-9, e portanto com o jogo praticamente resolvido. A equipa mais forte da zona (na nossa opinião) o SC Horta, recebeu e venceu o Vela Tavira, confirmando não só a sua vitória na 1.ª volta como o seu apuramento para a Fase Final (Grupo A), distanciando cada vez ais dos seus opositores, neste encontro ao intervalo já vencia por 15-9. A irregular equipa do Zona Azul, recebeu e voltou a vencer o Ginásio Sul, por números bem expressivos, com o resultado ao intervalo a ser-lhe já favorável por 13-8, temos a nítida sensação de que as equipas que já não podem discutir o apuramento para a Fase Final (Grupo A), vão realizar os encontros apenas para cumprir calendário. O CDE Camões, recebeu e venceu novamente o CF Sassoeiros (jogo com ocorrências disciplinares), num encontro que apenas serviu para amealhar pontos para a Fase seguinte, e que ao intervalo o CDE Camões já vencia por 15-13.

Classificação da zona, após a realização destes jogos – 1.º SC Horta (46 pontos), 2.º Alto Moinho (41 pontos), 3.º Vitória FC (38 pontos), 4.º 1.º Dezembro (35 pontos), 5.º CDE Camões (33 pontos), 6.º Ginásio Sul (29 pontos), 7.º Zona Azul (28 pontos), 8.º CF Sassoeiros (26 pontos), 9.º Vela Tavira (25 pontos), 10.º CCP Serpa (19 pontos).

O Banhadas Andebol